História Susan, a filha de um Vingador - Capítulo 87


Escrita por: ~

Postado
Categorias Capitão América, Homem de Ferro (Iron Man), O Incrível Hulk, Os Vingadores (The Avengers), Percy Jackson & os Olimpianos, Thor
Personagens Afrodite, Annabeth Chase, Anthony "Tony" Stark, Apollo, Ares, Artemis, Atena, Calipso, Charles "Charlie" Beckendorf, Chris Rodriguez, Clarisse La Rue, Clint Barton, Connor Stoll, Dionísio, Dr. Bruce Banner (Hulk), Frank Zhang, Grover Underwood, Hades, Hazel Levesque, Hefesto, Heimdall, Hermes, Jane Foster, Jason Grace, Leo Valdez, Loki, Maria Hill, Natasha Romanoff, Nick Fury, Nico di Angelo, Pepper Potts, Percy Jackson, Personagens Originais, Phillip Coulson, Piper McLean, Poseidon, Quíron, Rachel Elizabeth Dare, Steve Rogers, Thalia Grace, Thor, Travis Stoll, Tyson, Zeus
Tags Aventura, Capitão América, Heróis Do Olimpo, Homem De Ferro, Hulk, Os Olimpianos, Percy Jackson, Romance, Thor, Vingadores
Visualizações 97
Palavras 3.535
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Mutilação, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 87 - Ataque ao Aeroporta Aviões


Encontrei a camera que mostrava o laboratorio que o Stark estava trabalhando com o Dr. Banner, abri o audio bem a tempo de ver o Diretor Fury entrar na sala.

— O que está fazendo Sr. Stark? - ele perguntou autoritario

— Ahm... sabe que eu estava me perguntando o mesmo sobre você - ele rebatou tranquilamente

— Você devia está localizando o Tesseract - Fury falou ignorando completamente a resposta do Stark

— E estamos. O modelo está travado e estamos procurando a assinatura agora e quando o acharmos teremos a localização dele em um raio de um quilometro - o Dr. Banner falou normalmente e indicou um equipamento atrás do Fury

— É, depois você recupera o seu cubo, tudo sem estresse - Tony falou e algo apareceu na tela a frente dele e ele falou curioso - O que é fase 2?

Em seguida ouve-se um barulho no laboratório e vi um arma de alta tecnologia, apesar do designer ultra passado e o Steve responde a pergunta do Stark

— Na fase 2 a SHIELD usa o computador para fazer armas - Steve respondeu e olhou para o Stark - Desculpe, mas o computador estava meio lento pra mim

Fury se vira na direção do Steve pronto para dar um desculpa

— Rogers, nós juntamos tudo em relação ao Tesseract, isso não quer dizer que... - o Stark interrompeu

Só assistindo aquilo já dava para perceber o clima tenso naquela sala, o Banner já estava ficando ansioso, Steve estava contendo a revolta, Stark demonstrava certa indiferença a tudo, mas sabia que ele não era isso que ele sentia. Se ele fosse tão indiferente a tudo o que está acontecendo, não haveria motivos para ele quer descobrir cada podre da SHIELD. Se fosse apenas por diversão ele teria feito isso na casa dele.

— Desculpe Nick, por que mentiu? - Stark virou a tela e abri o arquivo em tela secundária. A SHIELD estava usando o Tesseract para criar armas de destruição em massa.

— Eu estava errado diretor! O mundo não mudou nada - Steve falou olhando o Fury

— Você sabia disso? - Banner falou a Natasha que havia acabado de entrar acompanhado do Thor.

Era possivel perceber certa raiva na voz do Banner

— Então você quer se afastar desse ambiente, doutor? - Natasha perguntou com um leveza de ironia na voz

— Ah não, eu tava em Calcutá, eu tava bastante afastado - Banner respondeu com sarcasmo e Natasha se aproximou dele séria

— Loki tá te manipulando - Natasha falou olhando-o

— E você tem feito o que? - Banner rebateu a pergunta

— Você não veio pra cá por causa do meu charme - ela justificou

— E eu não vou embora porque você ficou nervosa - Banner se aproximou da tela e falou olhando o Fury - Eu quero saber porque a SHIELD, estava usando o Tesseract para construir armas de destruição em massa?

— Por causa dele - Fury respondeu e apontou para o Thor

— De mim? - Thor se manifestou pela primeira vez desde que entrou naquela sala

— Ano passado a Terra recebeu um visitante de outro planeta que em uma briga destruiu uma cidadezinha - Fury falou e pude ver a raiva refletida no olhar do Banner - Nós descobrimos que além de não estarmos sozinhos, nossa força militar é totalmente inferior.

— Meu povo só quer a paz com seu planeta - Thor se pronunciou

— Mas vocês não são os unicos lá fora, são? - Fury perguntou olhando o Thor - E não são a unica ameaça. O mundo está se enchendo de gente que não pode ser superada e nem controlada

— Como você não controlou o cubo? - Steve perguntou, mas pareceu uma comparação

— Seu trabalho com o Tesseract foi o que atraiu Loki e os aliados dele - Thor falou começando a ficar irritado - É um sinal para todos os reinos que a Terra está pronta para uma forma superior de guerra

— Forma superior? - Steve perguntou

— Vocês nos obrigaram, tivemos que criar alguma coisa... - Fury começou a se justificar e o Stark interrompeu

— Um dissurasor nuclear. Porque isso sempre deixa tudo calmo - Stark falou com sarcasmo

— Como fez sua fortuna, Stark? - Fury perguntou olhando

— Tenho certeza que se o Stark ainda fizesse armas, ele estaria... - Steve começou a falar e foi interrompido

— Perai, o que isso tem a ver comigo? - Stark falou olhando o Steve

— Achei que tudo tivesse - Steve respondeu

— Eu achei que os humanos fossem bem mais evoluidos - Thor falou se aproximando

— Espera ai, por acaso vamos ao seu planeta explodir coisas? - Fury perguntou ao Thor

— Tratam seus campeões com desconfiança - Thor falou ao Fury

— Vocês são tão ingenuos assim? A SHIELD monitora ameaças em potencial - Natasha falou

— Quer dizer que o Capitão America está na lista de ameaças? - Banner perguntou

— Todos nós estamos - Natasha responde irritada

— Espere, você está nessa lista? Antes ou depois das abelhas zangadas? - Stark perguntou

— Stark, pelo amor de Deus, se fizer mais uma piada... - Steve falou

— Ameaça! Ameaça verbal. Eu não me sinto ameaçado - Stark responde

— Demonstre respeito - Steve falou

— Respeito a quê? - Stark perguntou e não consegui entender mais nada, todos começaram a falar ao mesmo tempo, percebi que o cetro brilhava mais a medida que a discussão evoluia

— O cetro libera alguma energia que influencia no humor deles - conclui em voz alta

— Se o Dr. Banner realmente se transforma quando se irrita, logo ele não conseguirá se controlar - Nico fala e eu comecei a ficar nervosa, as coisas parecem se acalmar um pouco e escuto o Thor dizer

— Você fala de controle, mas semeia o caos - Thor falou olhando o Fury

— Pelo menos ele tem estilo - o Banner fala com sarcasmo - E nós somos o quê? Uma equipe? Não, nós somos uma combinação quimica que provoca o caos. Somos... uma super bomba

— Olha só! É melhor se afastar - Fury falou para o Dr. Banner

— Porque o cara não pode liberar uma raivinha? - Stark falou tocando o ombro do Steve

— Você sabe muito bem porque. Se afasta - Steve falou se desvensiliando do toque

— Tô doidinho, pra você me afastar - Stark falou como se fosse um desafio para o Steve

— É. Um homem grande com armadura - Steve falou com certo deboche - Tirando isso você é o que?

— Gênio, bilionario, playboy, filantropo - Stark responde com naturalidade e a Natasha faz um movimento com a cabeça como se disse "Verdade"

— Conheço caras que não tem nada disso e dão dez de você - Steve fala seriamente - Eu já vi esse filme. A unica coisa pela qual luta é você mesmo. Você não é do tipo que se sacrifica, que deita no arame farpado para que outro possa passar

— Acho que eu cortaria o arame - Stark diz simplesmente e Steve dá ar de riso

— Sempre uma resposta - Steve fala olhando o Stark - Sabe, você pode não ser uma ameaça, mas pare de bancar o heroi

— Heroi? Como você? - Stark perguntou olhando-o - Nasceu de um laboratorio de experiencias, Rogers. O que você tem de especial, saiu de um mero frasco

Senti um mal pressentimento e na hora soube que todos ali estavam em perigo. Essa fase do plano do Loki, será cumprida, pensei

— Ponha a armadura. Que tal uma luta - Steve sugere e Thor ri

— Vocês são pateticos... e pequenos - Thor falou olhando-os

— Que equipe é essa? - Banner falou atraindo a atenção do Steve, enquanto o Stark coçava os olhos como se isso fosse limpar seus pensamentos

— Agente Romanoff, pode levar o doutor Banner, de volta a... - Banner interrompeu o Fury

— Pra onde? Alugou o meu quarto - Banner falou se referindo a cela que mantinha Loki preso

— A cela era para o caso... - Banner interrompeu mais uma vez

— Para caso precisassem me matar, mas não podem, eu sei, eu já tentei - Banner falou e todos olharam para ele - Eu fiquei mal. Eu não via um fim, então eu enfiei uma bala na boca e o outro cara cuspiu fora. Eu segui em frente, eu me concentrei em ajudar os outros e eu estava bem. Até você me arrastar para esse circo e colocar todos aqui em risco. Quer saber o meu segredo agente Romanoff? Quer saber como eu fico calmo

— Ele está quase perdendo o controle - murmurrei sem desviar os olhos da tela, vi Fury e Natasha tocarem as armas que estavam no coldre

— Dr. Banner - Steve o chamou - Largue o cetro

Banner olhou para a mão e viu que segurava o cetro de Loki, sua expressão ficou confusa, como se não soubesse como havia pegado o objeto, sua expressão se suavizou e um dos aparelhos que rastreavam o Tesseract disparou um som e todos olharam na direção do aparelho que tinha na tela "ASSINATURA DE ENERGIA 95% COMPATÍVEL"

— Conseguiu - Stark falou olhando na mesma direção que todos

— Sinto muito crianças, mas não verão meu truque agora - Banner falou passando por eles

— Localizou o Tesseract? - Thor perguntou

— Posso chegar lá mais rapido - Stark falou

— O Tesseract pertence a Asgard, nenhum humano é pareo para ele

— Não vai sozinho - Steve falou segurando o braço do Tony

— Vai me impedir? - Tony falou em seguida se desvenciliando do toque

— Ponha a armadura, vamos descobrir - Steve falou desafiando

— Eu não tenho medo de bater em velho - Tony falou sem titubiar

— Ponha a armadura - Steve desafiou novamente e vi na tela que o Banner olhava "LOCALIZAÇÃO DA ASSINATURA GAMA 99%"

— Ah, meu Deus - o Banner murmurrou olhando todos ao redor, logo em seguida uma explosão aconteceu, as chamas e a força da explosão atingiu o laboratorio derrubando a todos.

Natasha e Banner foram arremessados pela janela de vidro caindo em uma parte inferior de onde estavam, Steve e o Tony perderam o equilibrio e cairam no chão, mas logo começaram a se estabilizar, Steve levantou primeiro e ajudou o Tony

— Coloca a armadura - Steve ordenou novamente, mas não por causa da discussão, mas pela gravidade da situação

— Tá - foi tudo que o Stark disse antes deles sairem cambaleantes do laboratório, agora destruido

O Stark corria para a sala onde estava sua armadura, todos os agentes começavam a se armar para a deter o ataque a fortaleza da SHIELD. Mexi no meu computador para que eu pudesse ouvir todas as conversas transmitidas por todos os meios de comunicação interna da SHIELD, desde de cameras aos comunicadores

— HILL! - Fury falou

— Detonação externa - a agente respondeu - O motor 3 parou. Consegue concertar? Me diga

— As turbinas estão intactas, mas é impossivel concertar estando no ar - um agente respondeu

— Se perdermos outro motor, não vamos mais estar - a agente Hill falou - Alguém tem que ir lá fora concertar o motor

— Stark, está na escuta? - Fury falou

— Deixa comigo - foi tudo que ele respondeu

— Coulson, inicie travamento defensivo na seção da detonação, depois vá para o deposito de armas - Fury falou com o agente Coulson - Romanoff?

— Estamos bem - Natasha respondeu

Comecei a digitar rapidamente, seguindo todo o percurso do Stark pelas cameras de segurança. O Steve o acompanhava, ativei o sistema de audio e pude ouvi o Stark falar

— Motor 3. Te encontro lá - Steve assentiu e foi para o motor
Stark ativou a armadura, mexi nas cameras externas para ter visão do motor 3.

— Eles incapacitariam um motor apenas para desestabilizar a nave? - Nico pergunta mais para ele mesmo do que para mim

— Não. Eles querem libertar o Loki. Eles devem está invadindo a nave - começo a mexer no notebook e abro novas janelas mostrando as imagens das cameras de segurança e percebi a movimentação do agentes nos corredores

Em uma das imagens vi o Clint passar de relance por um dos corredores

— Clint - murmurei, mas ele sumiu do meu campo de visão.

Deduzi que ele estaria indo para a central de controle da SHIELD ativei as cameras de lá e vi que tudo estava um caos, agente indo para todos os lados, durante as mudanças das janelas vi o Banner agitado. Era muita coisa acontecendo ao mesmo tempo. Pessoas que eu queria estar de olho, então selecionei as janelas e dividi a tela. Em uma parte mostrava a central de comando, a outra o Banner e a Natasha, a outra mostrava o Loki na cela sentado e a outra mostrava o Steve correndo em direção ao motor 3.

Logo vi o Banner se transformar no Hulk e começar a perseguir a Natasha, vi o sorriso vitorioso do Loki ao ouvir o grito de odio do Hulk, vi o Steve e o Stark chegarem quase ao mesmo tempo no motor 3. Deixei a tela com o Stark e o Steve ocupar totalmente o munitor e ativei os sismtema de comunicação

— Stark? Stark, estou aqui - Steve gritou

— Ótimo - Stark disse e se aproximou e começou a analisar o estrago no motor - Vamos dar uma olhada nisso
Olhei e logo vi uma especie de projeção do motor mostrando os destrosos

— Um dom de Hefesto - ouvi o Nico falar ao meu lado

— Como sabe? - perguntei sem desviar o olhar da projeção que apenas eu via

— Seus olhos ficaram cor de bronze - ele responde e eu consegui saber o que era preciso fazer para reativa o motor - O que você está vendo?

— Como o motor deve ser concertado - respondo

— E como eles vão fazer isso? - Nico pergunta

— O Stark vai entrar no motor, mas ele tem que recolocar o supercondutor em linha junto com o sistema de resfriamento, antes de ter acesso ao motores e tentar tirar os escombros - por conhecidencia falei isso ao mesmo tempo que o Stark

— Você realmente é filha dele - Nico comenta e eu dei um breve sorriso fechado

— Precisa chegar ao painel de controle do motor e me dizer quais relés estão sobre carregados - Stark falou e continuou a concertar a parte externa do motor - Como é que está ai?

— Parece funcionar com alguma forma de eletricidade - a resposta do Steve me fez sorri

— Bom, você está certo - foi a resposta do Stark

— Certo, os relés estão intactos - Steve falou e enquanto movimentei a camera para poder ver o Stark no motor - Qual é o próximo passo?

— Mesmo que eu libere o motor, isso não vai religar sozinho - Stark responde - Terei que entrar lá e empurrar

— Mas se ganhar velocidade você vira picadinho - Steve advertiu o Stark

— A unidade de controle de estator pode reverter a polaridade o suficiente para desligar o... - Stark explicava

— Fala que é só puxar a alavanca vermelha pra reduzir a velocidade e você sair - falei baixo e o Steve interrompeu a explicação do Stark

— Fala na minha lingua - Steve pediu e ouvi o Stark bufar

— Tá vendo a alavanca vermelha do outro lado? Ela vai diminuir a velocidade dos motores para que eu saia. Espera ai e vai no meu aviso - Stark falou

— Como você sabia? - Nico perguntou

— Sou formada em robotica e engenharia mecanica avançada, esqueceu? - perguntei olhando-o e logo ouvi uma explosão e voltei a focar na tela

Olhei nas imagens internas e vi chamas na sala de controle em seguida vi uma flecha cortar o ar e aingir um dos computadores e em uma fração de segundos perdi o acesso de todas as cameras internas

— O que aconteceu? - Nico perguntou ao ver 3/4 da tela apagados

— O agente Barton desligou todas as cameras internas, não posso mais ver o que acontece lá dentro - digo mas percebo que a comunicação ainda funciona - Mas posso ouvirE pude escutar alguns agentes falando ao mesmo tempo mas consegui dicernir algumas frases

— O motor 1 també parou. Eles estão perdendo altitude - falei e voltei a focar nas cameras externas

Vi o Steve detendo agente inimigos, o Stark ainda tirando os destrosos e fique nervosa. A situação não estava controlada, muito pelo contrário

POV Nico

Vi que ela fico tensa com toda essa situação, ela tem pessoas com as quais se importa lá dentro, a queda daquela nave representará a morte de diversas pessoas.

— Vai ficar tudo bem - falou, mas ela não se mexe - Su, fica calma

A única coisa que ela faz é voltar a mexer no computador e ver as ultimas imagens antes das cameras desligarem. Vimos Hulk ser arremessado em pleno ar depois da explosão de um caça. O Loki totalmente tranquilo com toda aquela situação, ele sempre olhava para as camera de vigilancia com um olhar que parecia dizer "tudo está ocorrendo como eu havia planejado", vimos a Natasha tremendo de medo, agente que não eram da SHIELD pelos corredores da nave. E então tudo ficou preto na tela. Ela voltou a ver a camera que filmava o Stark

— Stark, estamos perdendo altitude - o diretor da SHIELD falou

— É. Eu notei - o Stark falou se preparando e começou a empurrar as elices para reativar o motor

Ele usou um pouco mais de força nos jatos das botas e deu partida no motor 3. A Susan conseguiu encontrar uma outra camera que mostra onde o Capitão America estava e viu ele recuando quando tentavam acerta-lo e ele escurregou e ficou pendurado, segurando-se apenas em um cabo de aço percebi que a Su arquejou levemente preocupada com tudo aquilo

— Ele não vai conseguir chegar a alavanca a tempo - Su sussurrou preocupada

— O que? - perguntei olhando a tela

— O motor está acelerando muito, o Steve não vai consegui subir a tempo - ela falou olhando a tela, percebi que ela lacrimejava - Tenho que fazer alguma coisa

— Susan, eles estão longe, parte dos computadores de lá estão desligados. Você não sabe o que está acontecendo lá dentro. - começo a falar preocupado

— Mas tem uma coisa que tem tanto lá como aqui - ela comentou sem desviar o olhar

— O que? - perguntei querendo saber onde ela queria chegar

— Magia - ela falou simplesmente e arregalei os olhos - Posso deter a aceleração para que o Steve suba a tempo

— Susan, isso é loucura. Controlar magia em um lugar tão distante, requer um esforço quase descomunal, nem os filhos de Hecate fazem isso - falo tentando dete-la

— Eu tenho que fazer - ela prende o cabelo com o olhar focado motor

— Susan, você não pode fazer isso - de tão preocupado acabei alterando a voz

— É O MEU PAI QUE ESTÁ ALI, NICO - ela gritou me olhando - Eu tenho que fazer

Ela voltou o olhar para a tela enquanto colocava o notebook na cama, fechou os olhos, respirou fundo e senti o ar a nossa volta ficar com um forte cheiro de magia, ela abriu os olhos e estendeu a mão em direção a tela do notebook focada no motor, de repente ouvi o Stark gemer com o esforço. Vi a Susan forçar ainda mais a magia, para deter a aceleração enquanto o Stark se esforçava mais para empurrar. Ela não desviava o olhar, sequer parecia piscar. Olhei a tela e vi o Capitão America escalando o cabo de aço. Olhei novamente para a Susan preocupado com o que poderia acontecer, vi que ela estava ficando palida, a mão dela tremia e logo ouvi um gemido de dor vindo dela. Olhei novamente em seu rosto e sangue começava a escorrer do nariz dela

— Susan, você precisa parar - falei olhando-a, mas ela me ignorou

— Capitão, agora - ouvi a voz do Stark e vi que ela se esforçou mais

— Me dá só um minuto - Steve pediu com um pouco de dificuldade

— Alavanca... agora - Stark repetiu

— Susan, para. Você já fez o que pode - falei com ela, vi que os olhos dela começaram a se fechar, ela se esforçava para manter a mão erguida, o sangue que escorria do nariz dela já tinha deixado um mancha de tamanho medio na blusa dela e parecia fluir mais - Susan já chega

A respiração dela começou a ficar fraca, os olhos se fecharam e a mão dela caiu sobre seu colo. Seu tronco tombou para trás, ela iria bater a cabeça na cabeceira se eu não a segurasse

— Susan - chamei, mas ela havia desmaiado

— Socorro! - ouvi o Stark falar e olhei para a tela, vi o Steve puxar a alavanca

Vi que o Stark conseguiu sair do motor, a armadura dele ficou danificada, mas ele estava vivo, ele foi com tudo para cima do agente inimigo que tentava matar o Capitão

— Ela conseguiu - murmurei aliviado, mas quando olhei vi que a Su ainda sangrava muito pelo nariz

Peguei o celular dela, liguei para casa do Jhon e disse que a Susan precisava de ajuda, desliguei e fiquei esperando, fui até o banheiro e peguei um lenço que parecia de seda no banheiro e voltei para o lado da Su

— Vai ficar tudo bem, amore mio - murmurei enquanto limpava o sangue do rosto dela

Só espero que o Jhon não demore a chegar.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...