História Susano'o - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Hizashi Hyuuga, Ino Yamanaka, Inojin Yamanaka, Kabuto, Kakashi Hatake, Karin, Kizashi Haruno, Mebuki Haruno, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha
Tags Medieval, Navio, Sasusaku, Susanoo
Visualizações 306
Palavras 1.207
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Famí­lia, Hentai, Luta, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Quem aqui tá com saudades do Capitano?
\õ/

Adoro ele, gente. Que homem delicioso esse Capitano, hein *-*

Capítulo 11 - Capítulo Onze


 

A tarde foi chegando ao fim e junto com ela o castelo foi ficando cheio. O movimento de mercadores, plebeus, piratas dentre outros era grande, todos alí querendo fazer pedidos ou ouvir pedidos do rei Yamanaka. Nada acontecia fora do comum, não sendo pelos vários pedidos de ajuda e repouso no inverno que se aproximava com certa urgência. Enquanto tudo acontecia no grande salão, as três jovens permaneciam sentadas nas poltronas próximas ao terceiro pilar após o trono do rei, colocadas lá especialmente para elas.

 

Ino, como uma boa princesa, prestava atenção em tudo, não deixava escapar um mínimo detalhe e sempre que seu pai - e rei - lhe perguntava algo, ela lhe respondia de imediato, ou quase isso. Hinata também se mantinha muito atenta, mas vez ou outra se distraía com outra coisa. Não que ela desse menos importância que a Ino, mas pelo simples fato de não precisar estar 100% focada naquelas visitas. Já a jovem Sakura mantinha-se focada em qualquer coisa que não fosse as visitas feitas ao rei. Ela dava importância aquele acontecimento, entretanto já o vira tantas e tantas vezes que achava chato. Sabia que cada visita era um problema único, mas sua cabeça estava confusa pelo que tinha acontecido mais cedo com o Hatake e de alguma forma ela se sentia culpada por isso.

 

Talvez devesse se afastar dele, afinal. Talvez devesse abrir o jogo e contar-lhe que não pretendia nada, mas não podia chegar falando ou fazendo tudo do nada se ele não lhe tinha exposto nada até o presente momento, mesmo sabendo, agora, que ele nutria algo por ela... e como aquilo a machucava. Saber que seu melhor amigo estava, de alguma forma, interessado em sí a deixava sem chão. De todas as pessoas no mundo, Kakashi era o único que ela não queria nunca magoar… Mas pelo visto, já o havia magoado. E isso era muito ruim.

 

Viu um mercador entrar pelas grandes portas do salão e se dirigir até o rei. Uma reverência fora feita e logo em seguida ele desatou a falar sobre o trigo que começava a cair no estoque e ele já se preocupava para o inverno. O rei, por sua vez, ouviu tudo atentamente e quando o homem terminou de falar o rei lhe acalmou.

 

- Pode ficar tranquilo, em dois dias um navio pirata partirá e voltará no meio do inverno carregado de muitas utilidades. Pedirei para que tragam trigo também para o senhor.

 

Ouvir aquilo realmente tomou toda minha atenção. O mercador abriu um sorriso enorme e fez outra mesura para o rei que fez um aceno com a mão pedindo para que o próximo entrasse. Ao que fiquei sabendo, um único navio partiria em dois dias, porém saber que ele só voltaria na metade do inverno já me deixava com frio. Soltei um suspiro pesado e olhei ao redor vendo que o marujo Uzumaki era quem caminhava pelo salão principal indo em direção ao rei. Vários olhos se voltaram para ele enquanto o mesmo, com toda sua masculinidade, caminhava tranquilo vestindo sua blusa branca e larga, sua calça preta e um coturno surrado.

 

- Majestade.  - a voz grave, porém suave vibrou pelas paredes de pedra do castelo e o rei arqueou as sobrancelhas para o loiro.

 

- Em que posso lhe ajudar? - ele estava bastante curioso, afinal, era dificil um pirata ir até a sala do trono para fazer pedidos. Instintivamente, me ajeitei na cadeira olhando melhor aquilo.

 

- Venho a pedido do Capitão Uchiha. Como bem sabe, nossa partida está próxima. Nossos homens pedem uma noite para aproveitar a estadia.

 

- E o que o Capitão deseja?

 

- Que amanhã, o Taberna Negra esteja disponível apenas para nossos homens.

 

- Hum… Ele está pedindo atendimento exclusivo? - arqueou as sobrancelhas.

 

- E algumas mulheres. - foi direto.

 

Um silêncio se fez no salão e muitos se entreolharam. Ino e Hinata me olharam rapidamente e por algum motivo eu também queria poder olhar minha cara nesse momento. Ele estava REALMENTE pedindo BEBIDA e MULHERES? Esse capitão só pode ser muito louco… E infeliz também! Desgraçado! Filho de uma mãe! Ele não pode entrar em uma aposta comigo e simplesmente exigir mulher à vontade. O ar pareceu ficar mais pesado no salão e minhas mãos começaram a suar. Inclinei-me um pouco na cadeira para poder ouvir bem o rei que, engraçadamente, se inclinou também na direção do marujo.

 

- Entendo… - coçou o maxilar como se analisasse o loiro a sua frente - Esse é um pedido bem ousado, visto que a fila lá fora está grande para pedidos mais significantes.

 

- Eu sei. Mas Vossa Alteza conhece bem o Capitão. Sabe que quando ele bota algo na cabeça é dificil de tirar e como o mesmo estava bastante ocupado com a vistoria do navio, me pediu para vir aqui.

 

- E qual o motivo do pedido?

 

- Segundo ele, os marujos precisam de um estímulo maior que dinheiro para enfrentar as águas em plena chegada de inverno.

 

- Hum… - o rei fechou os olhos e massageou as têmporas como se estivesse refletindo sobre algo de extrema importância. E ERA, ORA BOLAS! O DESGRAÇADO DO CAPITÃO ESTAVA PRETENDENDO SE ESBALDAR NUM MONTE DE SAIA RASGADA ENQUANTO ESTAVA PRESO EM UMA MALDITA APOSTA COMIGO!!! - Tudo bem. Diga ao Capitão que amanhã, a partir das 18:00 o taberna estará apenas para vocês… E com algumas mulheres.

 

- Obrigado. - a mesura mínima com a cabeça fora feita e o marujo deu as costas ao rei voltando a caminhar pelo salão, mas quando passou por mim, arqueou levemente as sobrancelhas, surpreso.

 

As meninas continuaram me olhando e eu senti meu maxilar doer e só então percebi que estava de boca aberta a tempo demais. OK. O infeliz pretendia afogar o pinto em águas desconhecidas… Ou melhor, bastante conhecidas, muito velejadas por sinal… E depois vir curtir a aposta? MAS NEM MORTO! Talvez depois de morto, porque eu vou matar esse desgraçado! Dei um sorriso para as meninas e os olhos delas esbugalharam porque elas certamente compreenderam que isso não iria ficar assim. De jeito nenhum. Ninguém faz isso com Sakura Haruno. Passei o dedo indicador pela testa afastando uns fios de cabelo e continuei sentada com toda a elegância do mundo.

 

Quando as visitas acabaram, levantei junto com as meninas e seguimos para o jardim, indo para um lugar mais calmo, onde ninguém poderia nos ouvir. A primeira a falar foi a Ino que praticamente gritou de tão horrorizada que estava.

 

- Ele realmente vai sair por ai... deitando com... outras? – pegou o leque e se abanou rápido.

 

- Parece que sim. – Hinata murmurou me olhando de lado.

 

- Parece... É... parece...-suspiro alto -  Mas isso não vai ficar assim. Eu vou mostrar ao capitão que se ele sabe jogar, eu sou do tipo que já venci vários jogos e não vai ser com ele que eu vou perder.

 

- E... o que você pretende fazer? – a loira parou de se abanar na hora.

 

- Eu? – dou de ombros e começo a caminhar na direção de um pilar que ficava de frente para o cais, dali eu podia vê o Susano’o – Vou mostrar que aquele navio vai ser meu.

 


Notas Finais


Ui. Senti o perigo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...