História The walking dead -swanqueen- - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jennifer Morrison, Lana Parrilla, Once Upon a Time, Originais, The Walking Dead
Personagens Capitão Killian "Gancho" Jones, Daryl Dixon, Emma Swan, Enid, Glenn Rhee, Henry Mills, Hershel Greene, Maggie Greene, Mary Margaret Blanchard (Branca de Neve), Personagens Originais, Regina Mills (Rainha Malvada), Rosita Espinosa, Ruby (Chapeuzinho Vermelho), Tara Chambler
Visualizações 84
Palavras 1.557
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Científica, Hentai, Romance e Novela, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Visual Novel
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oooeeee meu amoressssss olha quem voltou pra vcs heheheheh isso mesmo....euzinha.
Primeiramente fora temer.
Segundamene,me deixem explicar pq eu sumi assim.

Eu tive uma falta de inspiração total... sério,me perdoem mesmo,eu não terminei a 7 temporada de TWD e acho que é por isso que estou meio sem inspiração,e tambem pq ORPHAN BLACK ACABOU MEU POVO...to mto triste, sério mesmo, então o mundo conspira contra eu escrever qualquer coisa boa pra vcs.

Sem mais delongas, é isso...boa leitura pra vcs e nos encontramos la embaixo
Bjão

Capítulo 17 - Salvadora


EMMA

na volta pra casa Emma ja havia bolado um plano para resgatar sua amada e sua amiga,e não demorou para contar a todos o ocorrido.

- Eu ja tenho um plano..pra resgata-las..mas preciso de ajuda- Emma terminou e encarou todos ao seu redor.

-eu vou!- Ruby foi a primeira a se oferecer, afinal era sua namorada que foi raptada.

- Eu vou com você Emma- Glenn se pronunciou.

- Glenn,me recuso… Meggie está doente…- Emma retrucou.

-na verdade não,Emma…estou completamente bem,vai precisar da ajuda de Glenn- Meggie se pronunciou também.

-tem certeza?- emma.

-temos- Glenn e Meggie responderam em coral.

-okay então…vamos fazer assim…Axel,Meggie e Henry ficam aqui para cuidar do lugar,e nós três vamos partir para resgata-las,rodos de acordo?

-sim- todos responderam.

-------------------

amanheceu.

O dia estava nublado e com ameaças de chuva.

Emma, Glenn e Ruby ja estavam mais que preparados para partirem na busca às moças.

-tem certeza que ficará bem garoto?- Emma perguntou depois de abraçar ternamente Henry,que parecia um pouco preocupado.

-Relaxa Emma,eu sei que você vai trazer minha mãe sã e salva,mas ainda sim me preocupo com vocês-

- é isso ai garoto,mas tente não pensar muito nisso…vamos voltar o quanto antes.-

Henry se limitou apenas em sorrir para Emma,que afagou seus cabelos e entrou no carro,junto a Glenn e Ruby.

Depois de pouco mais de uma hora digiringo Emma avisou a todos que estavam chegando e mandou se prepararem.

-vamos descer aqui e continuar o resto do caminho andando-

Emma disse e logo desceu do carro sendo acompanhada.

Caminharam e chegaram ao local onde antes ficará escondida observando o recinto.

-qual seu brilhante plano pra passarmos desses guardas armados até os dentes, Emma?- Ruby perguntou irônica.

-Nao quero ser grosso…mas tenho que fazer a mesma pergunta…como vamos passar por eles? - dessa vez foi Glenn quem perguntou.

- o plano é simples…vamos atrair alguns zumbis para o lado oposto do portão central,aquele ali -apontou para o portão vermelho e grande onde haviam 3 guardas de prontidão.- com a movimentação do outro lado os guardas vão se concentrar só naquilo,e vamos ter tempo para que Glenn pule para o lado de dentro e destrave o portão.- olhou para Ruby e depois para Glenn meio desconfiada.

-okay, mas e depois? Como vamos saber onde regina e Dorothy estão? Esse lugar pode ser enorme.- ruby perguntou aflita.

- não é enorme,na verdade é ate pequeno demais,e quando eu vi o interior,me chamou atenção uma casa onde haviam 2 guardas na varanda….se não for essa não sei qual é!- Emma disse com convicção.

-okay…mas e se quando na hora de voltar os guardas ja tiverem acabado com os zumbis e tiverem voltado aos seus postos? Como vamos sair?

Glenn perguntou.

-É ai que você entra ruby!…preciso que agora mesmo, você arme essa TNT no mesmo local pra onde vamos mandar os zumbis, Assim,quando ver que estão dando conta do recado,acione e vai chamar a atenção novamente,nos dando tempo de sair sem sermos vistos.

-Uau Emma… pensou em tudo!- Glenn disse orgulhoso.

-otimo,agora Ruby, vá armar a TNT, não seja vista,tome o maximo de cuidado...e Glenn, você vem comigo,precisamos juntar alguns mortos.

Emma disse e todos sorriram maliciosos.

------------------

Tudo ja estava preparado,glenn e Emma conseguiram montar uma pequena horda de mortos,com uns 15 ou mais.

Emma atraiu os zumbis para longe do portão principal e se escondeu para que os mortos fossem de encontro aos guardas.

O tiroteio começou e logo todos os guardas sairam de seus postos e foram dar cobertura aos outros.

Emma ajudou Glenn a escalar o portão e em segundos o garoto destrancou o mesmo.

Quando adentraram o local foram direto para a casa onde emma deduziu ser onde as moças estavam.

Como imaginado, não havia guardas no local.

Entraram silenciosamente,vasculharam a casa e não encontraram nada.

-Emma,aqui…esta trancado.- Glenn murmurrou e apontou para uma porta onde provavelmente daria ao porão.

Em um chute rápido Emma arrebentou a porta e se surpreendeu ao ver Regina e Dorothy amarradas uma de costas a outra e com amarras na boca.

Ela correu ao encontro das moças e às desamarrou rapidamente.

-onde vocês estavam esse tempo todo? Pensei que não viriam- Dorothy se pronunciou.

-um obrigado séria melhor- emma disse ironicamente e riu meio contragosto.

Regina pulou nos braços de Emma e abraçou forte,como se sua vida dependesse dela…e de certa forma agora dependia.

-vamos meu amor,temos que ir.

Quando sairam do porão e iam abrir a porta para sairem do local,escutaram o grande barulho da TNT sendo explodida e sabiam que se não fossem rápidas poderiam ser pegas.

-o que foi isso?- Dorothy perguntou.

- Ruby- Emma respondeu.

-ela está aqui?- perguntou,foi impossível não perceber o ar esperançoso em sua fala e seu sorriso de orelha a orelha.

-sim…e temos que sair daqui…agora. - Emma disse.

Quando abriram a porta,deram de frente com um homem com uma besta presa nas costas.

Emma reconheceu no mesmo instante o homem. Era Daryl, um dos que haviam raptado Regina e Dorothy.

Em um mero momento de intinto, Emma o socou no nariz e fez o homem cair no chão.

-Pra começar,eu não queria fazer isso com elas, não sou esse tiponde pessoa,e eu ia solta-las agora mesmo e aproveirar toda essa distração.-

O homem disse com a mão no nariz todo ensanguentado.

-como quer que acreditemos em você? Não fez nada para nos ajudar.- Dorothy esbravejou.

-eu não tive como,aqui somos mandados,se eu às soltassem sem mais nem menos eu seria um homem morto,mas não deixei que ninguém às mechucassem.

Regina o olhou e entendeu a situação do homem a sua frente.

-temos que ir, não nos empessa- emma disse pulando o corpo do homem.

Emm as guiou até o portão,mas quando estavam perto o suficiente avistaram um dos homens e se esconderam.

-otimo,e agora?- Dorothy perguntou.

Antes que pudesse responder viu um vulto passar por elas e avistaram Daryl comprimentando o homem.

-ele vai nos entregar- Glenn disse furio

No portão, Daryl falava alguma coisa para o homem e apontou para o lado oposto do portão,onde havia ocorrido a explosão. Imediatamente o homem correu para a direção indicada,deixando Daryl no portão.

Ele nos olhou e fez sinal para nos aproximamos. Assim o fizemos.

Ele abriu o portão para nós e nos deixou sair sem relutância.

-deixe-me juntar a vocês…eu sou um homem bom e não pertenço a esse lugar…serei de grande ajuda para vocês. - Daryl disse.

Emma o olhou confusa e em seguida olhou para os demais,que não esboçaram nenhuma reação.

-Nao é uma boa ideia.- Emma disse com frieza.

Olhou novamente para Regina,que se aproximou e disse:

-emma, não vejo maldade nele,e ele diz a verdade,ele não nos fez mal aqui e agora esta nos ajudando.-

Emma olhou para o homem e mais uma vez para regina,e acentiu com a cabeça.

-Espera ai,vamos mesmo levar um deles como se fosse a coisa mais normal do mundo? Sabia que ele nos sequestrou? - dorothy disse nervosa.

-Um a mais no grupo será de grande ajuda.- Regina olhou para Dorothy e sorriu.

-Nao acredito nisso.- disse revirando os olhos.

-vamos Dorothy, Ruby está esperando.- disse sorrindo pois sabia que a moça se alegraria com isto.

Todos apertaram o passo e chegaram ao ponto de encontro.

Ruby nos avistou e correu para os braços de Dorothy.

-Senti tanto a sua falta-

-Oh,eu tambem lobinha-

Sorrimos com o abraço terno das duas e seguimos para o carro.

Na volta a prisão Daryl permaneceu calado. não pude saber se isso era uma coisa boa ou ruim.

-de onde é Daryl?- perguntei o fitando pelo retrovisor do carro.

-sul dos estados unidos.- respondeu.

-esta fazendo o que aqui?-

-visitar parentes-

-nao tem cara de que sai do sul dos estados unidos para vir ate aqui visitar parentes- emma respondeu duvidando da resposta anterior do homem.

-nao haveria outro motivo para eu sair de lá a não ser este- responde o homem.

O resto do caminho foi tranquilo, Emma acariciava a mão de Regina o caminho todo tentando se certificar de que a morena estava bem. Ela apenas sorria ternamente.

Ao chegarem a prisão, Axel abriu os portões para a entrada do carro.

Desceram e logo ouviram um garoto correndo vindo ao encontro de Regina.

-sabia que Emma a traria de volta- Henry disse feliz.

-Sim meu amor,agora estamos todos bem.- Regina disse, tranquilizando-o.

-Daryl…venha comigo.- Emma o chamou.

Ao caminharem até a prisão Emma o disse:

-se é realmente um homem bom Daryl, verá que todos nesse lugar são amigos e confiáveis,e acima de tudo…somos uma família, não ouse fazer mal a nenhum de nós.

-jamais faria mal a nenhum de vocês…eu não fui corrompido pela dura realidade desse novo mundo.- daryl respondeu com firmeza.

-otimo- emma o retribuiu com um sorriso no rosto. O levou para o bloco de celas e deixou que ele escolhece uma para se acomodar e o apresentou a todos.

-----------------------

A noite caiu e o silêncio pairava no local.

Emm só escutava o doce som da respiração de Regina,que mantinha o rosto em seus seios e dormia tranquilamente agarrada a loira.

Emma fazia carinho em seus cabelos e só conseguia pensar em como seria sua vida sem a morena nela. De agora em diante não deixaria nada de mal acontecer com ela,nem que custasse sua vida.

-eu te amo,minha morena- emma disse e beijou-lhe o topo da cabeça.

Regina se aconchegou mais á loira e suspirou aliviada firmando mais o abraço.


Notas Finais


Eaeeee ces gostaram?
Espero que sim em hehehe
Logo logo eu voltarei a todo vapor...mas antes, não esqueçam de favoritar e comentar ae embaixo ❣👇👇👇


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...