História Sweet, But So Bad - NamJin - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jin, Rap Monster, V
Tags Bangtan Boys, Boyxboy, Bts, Jikook, Kim Namjoon, Kim Seokjin, Namjin, Vjae, Yaoi, Yoonseok
Visualizações 19
Palavras 539
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Fantasia, Festa, Ficção, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Vou att até o capítulo 12 agora provavelmente
Boa leitura '3'

Capítulo 4 - Loucos


Eu poderia descrever o momento que meu próprio appa me bateu, porém não me lembro claramente do que aconteceu.

Não me lembrava ao certo quando acordei, apenas sabia que estava desconfortável por estar deitado no chão encarando fixamente o teto. Me levantei do chão, sentindo todo meu corpo doer. Pelo visto, ele provavelmente me chutou até eu desmaiar. Tentei me lembrar de algo, porém minha cabeça doía ao tentar, então, desisto e resolvi deixar os fatos como já estavam. Talvez fosse melhor eu não lembrar.

Eu me sentia um pouco diferente, algo parecia estar estranho em mim, mas ignorei.

Quando consegui me equilibrar levantado, decidi ver como estava a minha aparecia em espelho. Meu olho estava com uma tonalidade escura, parecendo ser um marrom facilmente confundido com preto, e minha boca sangrava um pouco. O que estranhei foi a tonalidade do sangue, que conseguia ser mais escura que meu olho machucado. Eu não conseguia sentir nem um pouco de dor em minha boca, porém meu olho e o resto de meu corpo estava dolorido.

Ouvi um barulho que era agudo é extremamente irritante. Após alguns segundos, acabei me lembrando que aquele era o som da campainha que, por algum motivo, eu havia escolhido. Ughh! Preciso trocar esse som para algo normal.

Gritei algo parecido como "Não sabe esperar não? Se aquieta que eu já ouvi essa coisa!" e a pessoa irritante parou de tocar minha campainha. Aleluia!

Abri a porta sem olhar quem era pelo olho mágico e vi Namjoon com um sorriso , que ao me ver foi se destruindo. Sua feição ficou preocupada e ele pareceu estar sem o que falar.

- Ahn olá, Namjoon. - Dei passagem para o mesmo entrar em minha casa. Ele é entrou, porém não parávamos de né observar. - Eu sei que minha beleza sempre chamou pessoas para perto de mim, mas se você ficar apenas me olhando eu posso tirar foto e te mandar direto pelo correio. - Falei impaciente.

- Jin... - Ele falou como um suspiro, mesmo que, para mim, aquilo pareceu mais um gemido. Sorri malicioso com o pensamento e ele me olhou confuso. - O que houve? Por que seu rosto está com tantos machucados? Que sorriso é esse?

- Calma garoto! Eu não sou recepcionista de hotel para você me fazer tantas perguntas. Mas começando pela história que você quer ouvir, deu merda e minha cara ficou assim. Já o sorriso... - Falei me lembrando do jeito que ele pronunciou meu nome, logo, começando a imaginar como seria ele gemendo me minha cama. Assim, meu sorriso voltou e acordou meu amiguinho como brinde.

- Jin? Por que está sorrindo?

- Sinceramente? - perguntei e vi ele concordar- Do jeito que você me chamou pareceu um gemido e eu te imaginei na minha cama. Quer tornar esse sono realidade? Se quiser tem uma cama lá em cima. - Respondi ainda sorrindo malicioso e vi ele recuar.

- O que está acontecendo, Jinnie? Você está estranho. - ele falou ainda recuando, por isso, cheguei perto dele até suas costas se encontrarem com a parede.

- Dizem que os loucos são os melhores. - Falei baixo pela proximidade - Você me acha louco? - sussurrei em seu ouvido.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...