História Sweet Child O' Mine - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bon Jovi, Guns N' Roses, Kurt Cobain, Nirvana, Skid Row
Personagens Axl Rose, Dave Grohl, Duff Mckagan, Izzy Stradlin, Jon Bon Jovi, Krist Novoselic, Kurt Cobain, Personagens Originais, Sebastian Bach, Slash, Steven Adler
Tags Amor Doentio, Assassinato, Axl Rose, Bon Jovi, Família, Guns N' Roses, Kurt Cobain, Morte, Nirvana, Ódio, Paixão, Romance, Skid Row
Visualizações 81
Palavras 1.621
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Lemon, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hello guys!!!!
Bom..primeiro eu queria me desculpar pela demora.
Sabem como é..escola, escola, escola.
*. *. *. *

Mas enfim eu consegui. E aí está um novo cap!!
Espero que gostem....

Boa Leitura.

Capítulo 17 - Oh No.. (Oh Yes..)


Fanfic / Fanfiction Sweet Child O' Mine - Capítulo 17 - Oh No.. (Oh Yes..)


POV's Axl  



Eu tinha explicado todo o meu plano para a Courtney, mas ela era a pessoa mais burra do mundo. Ela só falava sobre o Cobain e isso já estava me irritando, mas depois de eu ter explicado pela milésima vez..Courtney pareceu entender tudo que eu disse perfeitamente. 

Peguei meu carro e adentrei o mesmo sendo seguido pela loira.Dirigi até uma casa..que antigamente Courtney e eu a usávamos para nos encontrar, demorou cerca de vinte minutos para chegarmos. Saímos do carro e a loira adentrou a antiga casa, que ficava bem afastada, em quanto eu fiquei do lado de fora da casa. Eu estava distraído pegando umas coisas no porta malas do carro, quando eu fui surpreendido por duas mãos pálidas abraçarem o meu corpo por trás.  





–Er..Courtney, eu posso saber oque diabos você tá fazendo?!_ Pergunto. 








–Ué..você não está com saudades de mim ruivinho?_Ela pergunta mordendo o meu pescoço_








–Não!_ Respondo de um jeito frio. 







–E tudo que passamos aqui nessa casa..você já esqueceu?_ Love diz no meu ouvido. 








–Olha Courtney..eu não sei você se lembra, mas sempre que nos encontrávamos.. você fazia questão de dizer que nunca iria nascer um "amor" entre nós dois._ Falei tirando as mãos dela de mim. 








–Eu sei.._ Diz e abaixa a cabeça.








–Então..por que está dizendo tudo isso. Eu pensei que você amava o Kurt._ Falei com os braços cruzados. 








–Eu amo. Mas..eu também amo você. Isso é errado?_Pergunta com as mãos na cintura. 








–...Deixa de dizer besteiras, e vai colocar o nosso plano em prática!_Mudei de assunto. 








–Agora?!_Pergunta a loira. 








–Mas é claro!_Respondo revirando os olhos. 








–Tá bom..mas essa nossa conversa ainda não terminou._ Courtney diz e me dá um selinho, em seguida entra no carro. Fiz uma cara de nojo, limpei a minha boca com a manga do casaco e entrei no automóvel e dando a partida. 










POV's Duff 


Eu estava achando o Steven muito estranho, desde o dia em que chegamos em casa. Slash e eu já perguntamos várias vezes oque estava acontecendo..mas o loirinho dizia que não era nada. Eu estava na cozinha fumando um cigarro e tentando adivinhar oque tinha deixado o Steven tão estranho. Dei de ombros e apaguei o meu cigarro no balcão, e subi até o quarto do loiro. 





–Stee...precisamos conversar._Digo entrando no quarto sem bater. 








–Seu viado..voce não saber na porta? E se eu estivesse sem roupas?_ Diz o mais baixo com os olhos levemente arregalados. 







–Desculpa... Mas eu queria saber uma coisa._Falei me sentando ao seu lado na cama. 








–Oque?!_








–Por que você tá tão estranho?_Pergunto em tom sério. 








–Eu não tô estranho._








–Steven, fala logo! Oque está acontecendo?_ Falei o olhando. 








–É que..naquele dia que estávamos voltando para Los Angeles.. Eu..vi o Axl!_Diz o loiro baixo. 








–O QUE?!?!_Grito me levantando bruscamente.  








–Calma Duff. Eu..nao tenho certeza, talvez era um homem igual o Axl._ Steven diz tocando meu ombro. 








–Você tinha que ter dito antes Steven. E se for mesmo o Axl?_ Digo andando de um lado pro outro. 








–...Desculpa._Fala o loirinho em tom baixo. 





Quando eu ia dizer algo Slash me interrompe com os seus gritos, ele entra no quarto ofegante e um tanto desesperado.






–Oque aconteceu Slash?_Pergunto me aproximando dele. 








–O Axl...ele..ele...








–ELE OQUE?_Pergunto gritando. 








–Ele sumiu._Responde o moreno. 








–O QUÊ?_Digo não acreditando. 








–Mas..ele não tava preso?_Steven pergunta. 








–Tava.. Mas ele sumiu!_Slash diz passando a mão nos cabelos. 








–Como você sabe?_Pergunto. 










–Porque eu fui na cadeia ver como ele tava. Mas um policial disse que o Axl tinha "sumido"!_Explica o moreno. 








–Mas onde diabos ele tá?_Pergunto. 








–Ei não sei._Slash diz andando de um lado pro outro. 








–Eu..acho que sei onde o Rose está._ Steven diz. 








–Onde?!_Pergunto olhando pro menor. 








–Talvez...ele esteja em Seattle._Diz o loirinho. 








–Steven..isso não é brincadeira._Slash diz olhando pro loirinho. 








–Saul..o Stee tem razão, ele acabou de me dizer que viu um homem igual o Axl no aeroporto de Seattle, quando nós estávamos voltando pra Los Angeles_Falei.








–Eu...não tenho certeza se era o Axl ou não._ Steven responde. 








–Mas pode ser ele sim...voces não acham estranho, em um certo dia o Steven vê um homem igual o Axl..e misteriosamente o Axl some da cadeia..?_Pergunto e todos se calam. 








–Você tem razão Duff..mas oque a gente faz?_Slash pergunta. 








–Vamos fazer o seguinte...._Comecei. 






POV's Courtney  


Lá estávamos nós, Axl e eu..esperando para por o nosso plano em prática. Estávamos em uma rua bem movimentada, e eu já estava entediada, eu realmente não aguentava mais ficar dentro daquele carro..foi quando eu resolvi quebrar aquele maldito silêncio que estava me deixando maluca. 






–Axl..até quando vamos ficar esperando?_ Pergunto.








–Tenha paciência._Responde o ruivo. 








–Eu não aguento mais ficar aqui._ Choraminguei. 








–Aiii Courtney..você é muito chata, por favor cala a boca!_ Axl diz irritado. 






Mas eu não respondi..somente continuei a olhar pela janela do carro com a boca levemente aberta. Eu estava sentindo meu coração bater mais rápido, e senti meus olhos se encher d'água, e um sorriso se formou instantaneamente nos meus lábios. 




–Hey..Courtney?!_Rose me chamava em tom alto. 






Eu não pensei duas vezes, sai do carro e corri em direção ao homem loiro que estava distraído olhando para a vitrine de uma loja. Assim que eu me aproximo o abraço com força. 






POV's Kurt  


Alice e eu resolvemos sair para comprar umas coisas para o nosso bebê. Enquanto ela pegava a minha carteira no carro, eu fiquei esperando por ela próximo à uma loja..acabei me destraindo com os objetos que tinha na vitrine, mas eu fui surpreendido por uma pessoa que me abraçou com muita força. Me assustei com o tal ato olhei para o lado e uma mulher loira permanecia me apertando contra o seu corpo..foi quando eu notei quem era. 






–Courtney?!_Pergunto me afastando bruscamente. 








–Oii Kurt..eu senti tanto a sua falta!_ Love diz sorrindo abertamente. 








–Oque você tá fazendo aqui?_Digo um tanto zangado. 








–Ué..você não ficou feliz em me ver?_ Pergunta a loira. 








–Nem um pouco._Respondi. 








–Aconteceu alguma coisa amor?_Alice pergunta se aproximando. 








–Não..está tudo bem!_Digo sorrindo forçado. 








–Com qual direito você tem de chamar o MEU loirinho de amor?!_Courtney pergunta com os braços cruzados. 








–Desde quando eu tenho que dar satisfação de como eu chamo ou deixo de chamar o MEU esposo?_Kristen pergunta. 






Courtney fecha a cara, e com os olhos repletos de fúria se aproxima de Alice mas eu a eterrompo me pondo na frente da minha esposa. 





–Eu não acredito que você me traiu Kurt._ Love diz contendo as lágrimas. 








–O quê? Olha só que está falando sobre traição._Falei a olhando com raiva. 








–Oque eu fiz ficou no passado._ Courtney diz chorando. 








–Pra você pode ter ficado no passado. Mas pra mim não!_Respondi tentando me controlar.








–Kurt..?_ Alice diz tocando meu braço. 








–Está tudo bem meu amor..não se preocupe._Falei de um jeito doce e calmo. 








–E você Courtney..faz um favor pra mim? SOME DA MINHA VIDA!_Digo em tom alto. 






Peguei Alice pela mão, e a levei até o carro..adentrei o mesmo e dei a partida. 







POV's Axl  




Eu não podia acreditar, aquela vadia acabou com o meu plano. Eu pensei em ir atrás dela..mas seria uma péssima ideia, pois Kurt e Alice poderiam me ver...então eu fiquei assistindo a cena pela janela do carro. Depois que tudo acabou e o Cobain foi embora com a Lice, eu continuei observando a Love parada e com uma expressão séria em sua face, notei também que lágrimas desciam de seus olhos. Apertei com força o volante..sentindo meus dedos doer por conta da força, eu sentia que se a Courtney chegasse perto de mim eu iria matá-la. Observei a loira caminhar sem pressa até o meu carro..ela adentrou o automóvel sem dizer uma palavra. Neguei com a cabeça e dei a partida voltando para a antiga casa. 


................  





Depois de alguns minutos..chegamos em casa. Courtney saiu do carro sem dizer nada..fiz a mesma coisa. Entramos na casa, e Love sentou em uma poltrona permanecendo calada, respirei fundo e quebrei aquele silêncio. 






–Você..não tem nada pra me dizer?_ Pergunto olhando fixamente para a loira. 






–Oque você quer que eu digo Axl?_ Pergunta olhando pro chão. 






–Desculpa._ Respondi como se fosse óbvio. 






–Desculpa por que?_ Me olha sem intender. 






–Talvez..PORQUE VOCÊ FUDEU COM TUDO! PORQUE DIABOS VOCÊ FEZ AQUILO? A GENTE TINHA UM ACORDO..E VOCÊ ESTRAGOU TUDO SUA VADIA._ Falei com raiva e prendendo meus dedos com força nos seus cabelos. 








–Axl..você tá me machucando!_Ela diz tentando tirar minha mão dos seus cabelos e apertando os olhos. 







–Mas é pra machucar..._Respondi e joguei Courtney no chão. 





A raiva já estava fluindo por todo o meu corpo, eu já não conseguia mais me controlar. Me aproximei da loira e puxei seus cabelos com força e em seguida executei vários socos pelo seu corpo e tapas em seu rosto, deixando sua face vermelha e com alguns ferimentos, e seus braços roxos. Depois que eu dei uma lição naquela vadia, arrastei ela até o segundo andar da casa e a tranquei em um dos quartos. 




–Sua vadia..isso é pra você aprender a me obedecer!_ Falei autoritário e fechei a porta com força trancando-a em seguida. 




Eu andava de um lado para o outro na sala, eu ainda estava muito zangado com o que a Courtney fez..e depois de ter pensado muito eu achei melhor me livrar dela, pois eu tinha certeza que eu só iria ter dor de cabeça com aquela vadia burra. Saí de casa e fui até uma loja de armas, chegando lá eu comprei um revólver e algumas balas para o objeto. Mas quando eu estava saindo do estabelecimento..acabei me esbarrando em alguém. 




–Desculpa._ Falei arrumando a bandana na minha cabeça. 






–Eu que peço descul....AXL?_ Diz a pessoa que esbarrou em mim. 





Eu levantei a cabeça e senti meu sangue gelar, meus olhos se arregalaram instantaneamente. Oque eu ia fazer? 


Oh No.. 



Notas Finais


Então..espero que tenham gostado.
Sorry pelos erros, e muito obrigada pela atenção!!
Bjss e até o próximo!!!!!
*. *. *. *


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...