História Sweet Creature - Capítulo 6


Escrita por: ~ e ~ParkMin_Bella

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jimin, Suga, Yoonmin
Visualizações 25
Palavras 2.441
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura!

Beijocas!


Créditos no capítulo : uma moça muito fofa que me ajudou! Porém não sei seu nome! Obrigado!

Capítulo 6 - Never End


Fanfic / Fanfiction Sweet Creature - Capítulo 6 - Never End

      Um mês havia se passado...

Jimin e Yoongi estavam em seus camarins, que ficava separado dos outros membros. O clima naquele cômodo era triste e desagradável. Se sentiam completamente derrotados, seus sonhos haviam acabado por um longo tempo, pois aquele seria o último show, a última vez de realizar seus sonhos como um grupo.

— Yoon? - Jimin o chama com a voz baixa. — Desculpe!

Jimin se sentia culpado e tentava ao máximo poupar seu "amigo" de qualquer outra coisa que poderia o deixar ainda pior. Min ultimamente estava aéreo, não se alimentava corretamente e deixou de compor. Aquilo acabava com o mais novo, ver seu amado naquela situação... na situação que o próprio os colocou.

"Ah, se arrependimento matasse!"

— Se eu soubesse que Jeon seria capaz...Eu...Eu só não sei como posso fazer você ficar bem! Você não está se alimentando, deixou de compor...Yoongi, eu me preocupo com você! Eu...- Jimin dizia com sua voz embargada, ele simplesmente estava confuso sobre seus sentimentos, porém, ainda assim queria ver seu hyung Feliz.

— Jimin? - Yoongi murmura enquanto caminha de um lado para o outro. — Namora comigo?

O esverdeado tentou procurar de todas as formas um motivo para não fazer aquele pedido. No entanto, não havia mais nada o impedindo de fazer tal pergunta. Min amou Park desde a primeira vez que se viram. Foi um amor arrebatador, porém não era algo que Yoongi se orgulhava na época. Talvez uma amizade acabe com um amor, ou o amor acabe com uma amizade?

Contudo, Park e Min sempre souberam que nunca existiu amizade entre eles.

"Nunca foi apenas amor de amigos."

— Jimin...O que nós impede, hum? - O esverdeado se aproxima de Park e passa suas mãos gélidas sobre as bochechas fardas e rosadas do mais novo. — Nos dê uma chance, Jimin! Vamos tentar ser felizes nesse tempo? Vamos esquecer tudo e finalmente pensar no que podemos ser?

O esverdeado aproximou seu rosto do Park. A boca vermelha e carnuda deixavam Yoongi louco, ele precisava tomar aqueles lábios para si e foi o que fez. Suas mãos escorregaram para a cintura alheia, puxando-o de leve para que pudessem ter mais contato. Os lábios do mais velho finalmente encontrou os de Jimin e um beijo calmo se iniciou naquele momento. Talvez fosse loucura, entretanto, achou mágico a maneira que seus lábios se encaixaram tão bem nos do garoto, como se fossem feitos um para o outro. E talvez fossem. Jimin sentiu as tão conhecidas borboletas darem o ar da graça em seu estômago, era como se quisessem sair de dentro de si, aquilo tudo era surreal! Entretanto, para a infelicidade de ambos, precisaram retomar o folêgo, fazendo com o que o ósculo fose interrompido.

— Eu quero ser feliz com você, Yoon... - O ruivo proferiu enquanto abraçava o mais velho.

Os gritos das fãs chamando seus nomes deixavam o Park ainda mais inseguro sobre o último grande show do grupo. Jimin queria fazer daquela noite, uma lembrança que jamais fosse esquecida para ambas as partes, mesmo ele odiando completamente a atitude de seus hyungs, ainda assim, se preocupava com eles. Já o esverdeado estava tentando equilibrar sua raiva. Yoongi não estava nem um pouco a afim de olhar para seus "amigos". Os quais havia perdido completamente sua empatia. No entanto, algo o animava. Ou melhor... alguém, fazendo com que um resquício de felicidade permanecesse em seu coração. O garoto finalmente havia conquistado o amor de sua adolescência e vida adulta.

Talvez o amor de Park não fosse da mesma imensidão, porém, o pouco que o ruivo demonstrava já era o bastante. Poder ter aquele sorriso que era direcionados apenas para si, era sem dúvida uma das melhores sensação que Yoongi já havia experimentado em todo esse tempo de vida. E por fim, aquele sorriso bobo surgiu em seus lábios. Enfim, a equipe de filmagem adentra o cômodo sem nenhum prévio aviso, nada que os dois não estivessem acostumado.

— O que vocês são agradecidos até hoje? - Uma mulher bem vestida pergunta.

Park toma a frente.

— Primeiramente, somos eternamente agradecidos a Big Hit, por ter nos dado a oportunidade de realizarmos nosso sonho. Em segundo, nossos fãs, as Armys que estiveram comigo e com meu hyung em todos os instantes, que nos deram prêmios e acima de tudo, a vontade de seguirmos com nossos sonhos. Elas que passaram noites em claro votando para que nosso sonho se tornasse ainda mais especial. Foram elas também, que se preocuparam com nosso bem estar, que a qualquer tosse ou simplesmente um semblante triste ...Muito obrigado, Armys! Nunca se esqueçam que eu sou o seu "Príncipe" e vocês sempre serão eternamente minhas "Princesas".- O ruivo dizia com uma imensa dor em seu coração, ele não queria estar se despedindo daquela maneira.

— Acho que o Jimin disse tudo! Eu também sou muito agradecido por todas as chances que vocês, Armys me deram! Vocês nunca, nunca mesmo vão sair do meu coração! E por favor não fiquem triste por nossa saída...veja como um novo futuro para o Bangtan -Yoongi sorri dócil para a mulher a qual os entrevistava.

(...)

— 10 minutos para o show! Os dois perto da escada que leva para o palco! -Um homem grita do lado de fora do palco.

Hoseok estava bem perto da escada enquanto encarava seu "amigo" Taehyung consolando Jungkook. O alaranjado começava a duvidar das palavras de Jeon. Soava tudo como uma grande e escândalosa mentira! Park não teria coragem de trair Jeon. O cara que ele dizia amar. Logo em seguida, ele viu Jimin e Yoongi se aproximando... Foi quando o remorso invadiu sua consciência. Ele havia permitido que retirassem seus amigos, ele havia acreditado em algo que não havia fatos e isso acabou mexendo com o futuro de dois sonhadores.

— Jimin? Yoongi? Me perdoe! - Naquele momento os dois olharam para Hoseok não entendendo se eles haviam entendido.

— Já foi, Hope! Não culpo ninguém além do Jeon. Fique tranquilo! - Jimin sorri cabisbaixo ao proferir a frase.

— Olha Hoseok, você vai ter que me reconquistar! Sou um homem muito difícil e além disso sou de família, tá? - Yoongi sorri doce para Hope e Jimin. Ele havia perdoado o maior, pois era o único que estava a dúvidar desde o início das palavras de Jeon.

— No palco em 3, 2, 1! - Novamente a voz grossa ecoou sobre o lugar dizendo para que os meninos se preparassem para subir ao palco.

— O último ritual! - Hoseok diz triste.

— 1, 2, 3 Bangtan Sonyadan! - Todos dizem colocando as mãos no centro da roda que se formou. A tristeza era visível em todos os rostos presentes.

(...)

A primeira música a ser tocada foi "Not Today", o mais novo trabalho do grupo. As fãs cantavam loucamente sem errar sequer uma letra. Suas mãos levantavam para cima balançando de um lado para o outros enquanto os membros cantavam e dançavam esplendorosos no palco. Park e Yoongi sorriam, porém, junto ao sorriso as lágrimas escorriam sobre a pele pálida.

O grupo estava triste e ao mesmo tempo feliz, por estarem vendo o quanto as fãs estavam amando aquele show. Exceto algumas, que mostravam semblantes tristonhos, outras estavam com cartazes pedindo para que eles não saíssem do grupo.

"Ah, quem dera a decisão de saída fosse minha." - Jimin pensava, ele nem sequer teve chance de pestanejar sua expulsão, eles foram simplesmente descartados por uma maldita mentira e o pior de tudo era que aquele sentimento doía em seu coração.

Era a apresentação da última música, o encerramento não apenas do show, mas também como membros de um dos maiores grupo pop de todo o país. Era dolorido e simplesmente emocionante cantar cada frase daquela canção. Não pela simples letra que os deixavam abalados e sim por ser a última canção a qual Park e Min fariam parte.

"Spring Day" tinha lá suas emoções próprias. Foi uma canção cheia de amor e ternura a ser feita, cada nota e cada som que ela reproduzia mantinha seu valor. Sem dúvida alguma, aquela era uma das canções favoritas de Park, logo atrás da triste Butterfly.

Após concluírem aquela música, entregaram um microfone para Min e Park.

— Não falamos muito essas coisas nos bastidores... -Jimin se afasta um pouco dos membros. — Taehyung, Yoongi, SeokJin, Jungkook, Namjoon e Hoseok hyung - Hope involuntariamente da aqueles largos sorrisos que alegrava qualquer coração. — Sou muito grato a vocês! - Park diz com a voz já embargada e Hoseok deixa suas lágrimas cair.

— Obrigado, Chim Chim! - Namjoon abaixa sua cabeça. O líder sabia o quanto havia sido imprudente.

Já Hoseok não consegue conter suas lágrimas, assim como Jimin que também está com o rosto molhado. E por incrível que pareça, todos naquela hora deixaram seus interesses de lado e começaram a ficar triste com a saída dos dois integrantes, mesmo sabendo que não havia como voltar atrás.

— Desde que começamos... tinha tanta coisa para aprender. Eu realmente não era impressionante e não tinha nada demais. Entretanto, esses meninos me ajudaram e me mostraram o caminho. Me levaram até onde eu estou hoje. Eu me senti tão feliz por estar com os hyungs por todo este tempo. Especialmente... Yoongi hyung. - E lá estavam as lágrimas de Jimin. — Eles me fizeram olhar para mim mesmo, eles tornaram possível as coisas que eu não podia fazer. Eles me ensinaram o que significa ser legal, então eu quis ser legal e ser eu mesmo. Graças aos hyungs, graças a eles...Eu pude sentir felicidade nos meses em que eu estive no Bangtan. Esses caras são muito especiais, Armys. - Jimin dizia balançando seu braços.

Por mais que Park soubesse que estava saindo do grupo, por culpa desses caras os quais ele denomina serem "legais", ele não poderia ser ingrato a esse ponto, de sequer agradecer por tudo o que fizeram por ele. Park estava apenas sendo grato por tudo.

O microfone foi passado para Yoongi que limpava suas lágrimas. Ele não tinha muito o que dizer, ou talvez ele não quisesse prolongar aquele ato doloroso para ambos, então em um ato simples ele apenas disse:

— Obrigado!

Park se aproxima de Yoongi e o abraça apertado. Ambos chorando como se seu mundo estivesse avabanndo, e talvez fosse verdade. Seus joelhos falham e os dois acabam caindo sobre o palco, enquanto ao fundo, pdiam ouvir as Armys chorando junto. Os gritos para que parassem de chorar, a preocupação de todo o fandom estava ali, naquele palco.

Foi como se todas as lembranças estivessem rondando aquele lugar. O telão reproduzia imagens e momentos de todos juntos e felizes, e isso deixou Hoseok em uma pilha de lágrimas, fazendo o mesmo se aproximar dos dois e o abraçar forte.

— Não importa o que eles disserem! Eu sempre vou estar aqui por vocês! - Sussurra para que apenas os dois possam escutar. — Eu amo vocês!

— O-o brigado! -Yoongi murmura.

(...)

Após a saída de todos do palco, as fãs ainda gritavam o nome de Jimin e Yoongi, era de partir o coração. Toda aquela multidão gritando, passando tantas emoções. Mas eles não poderiam voltar ao palco. Não como Bangtan....

Hoseok como um bom amigo, quis levá-los para a casa de Jimin. Já que Yoongi não parava de chorar e xingar Jeon de todos os nomes possíveis.

— Posso fazer uma pergunta? - Hope pergunta sem tirar a atenção da estrada.

— Pode, claro! - Park sorri um pouco receoso.

— Bom é que... vocês dois... - O maior começa sério.

— Sim, eu pedi hoje no camarim! - Yoongi finalmente deu um sorriso após o show. — Mas Jimin não traiu o Jeon comigo. Isso foi mentira daquele merda.

— Entendo! - Hoseok sorri.

Hoseok não estava completamente feliz com a tal notícia. Por mais estranho que pudesse ser, Hope era completamente apaixonado pelo Min. Desde que se conheceram, o menor havia chamado a atenção do alaranjado. Mesmo Hobie sabendo que Yoongi só tinha olhos para o Park, ele ainda tentava de alguma forma chamar a atenção do outro para si. No entanto, não conseguia nada além de amor de amigo.

Mas ainda assim, Hoseok era diferente de Taehyung. Ele não iria se humilhar para no final ser o "outro" em uma relação. Hope sabia que tinha que seguir em frente e esquecer completamente esse amor unilateral que sentia para com o esverdeado.

(...)

Jeon estava na sala do dormitório, quando recebeu uma mensagem no Kakao.

Tae Tae : A primeira vez que te vi, pra mim não era nada além de mais um na minha vida.

Você não era importante aos meus olhos... Só era mais um na minha vida.

O tempo foi passando e durante nossas longas conversas, passei a te conhecer melhor

Vendo o quanto você era diferente dos outros... A partir daquele dia senti que tudo dentro de mim havia mudado.

Meu jeito de ser, meu jeito de viver e até o meu jeito de ver e entender as coisas, sabe?

Pensei em até estar confundido as coisas...

Mas percebi que à medida que o tempo passava eu gostava mais e mais de você.

Que podia não ser mais um na minha vida.

Que sensação é essa que me faz ver tudo azul?

toda vez que te vejo, dentro de mim há uma mistura de medo e felicidade.

Sofro quando não te vejo, alegro-me quando escuto tua voz.

Você consegue me explicar o que seria isso?

Não poderia...Pois nem sabe o que sinto por você...

Te ver com outro é a minha tortura, o meu desespero...

Me fingir de amigo apenas pra ficar perto de você .

É o que faz meu coração doer toda vez que quero te dizer algo, mas não consigo.

Tento te evitar, digo a todos que te odeio, minto pra mim mesmo tentando dizer ao meu coração que ele está errado.

Assim como sou teimoso e não quero aceitar isso, eu gostaria de sentir raiva de você, mas não consigo...

Pois me desarmo quando você sorri, meu gelo se quebra quando encontro seu olhar.

Me transporto para outro mundo quando sinto seu perfume...

Meu corpo sempre responde ao seu contato,

Minha pele quando toca a sua parece ficar em choque! Imagino os teus lábios tocando nos meus.

Suas mãos passeando sobre mim...

Tento me concentrar, não pensar nisso...

Mas toda vez que escuto seus passos pelo corredor,

Meu coração dispara, fico assustado e é como se eu congelasse por dentro.

Sei que percebeu, sei que quer que eu te conte,

Mas temo perdê-lo.

Perdê-lo como amor, perdê-lo como amigo...

Me perdoe se não tive coragem para expressar o que sinto por você antes.

Enquanto não tiver certeza desse amor,

Não poderei gostar de outra pessoa...

Hoje você não é só mais um na minha vida...

Hoje você é algo especial que nem mesmo eu posso explicar...

Aonde eu estiver aonde eu for,

Saiba que te levarei dentro de mim...

- Tae....



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...