História Sweet Dreams ;; VMin - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jinyoung, Jungkook, Mark, Rap Monster, Suga, V, Youngjae, Yugyeom
Tags Jikook, Kookmin, Namjin, Sope, Taemin, Vmin, Yoonkook, Yoonseok
Visualizações 32
Palavras 1.568
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Drogas, Estupro, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


AQUIETEM O CU SOBRE O TAEHYUNG
Obrigada de nada senhoras



Perdão por qualquer erro

Capítulo 17 - Jimin é bonito


Fanfic / Fanfiction Sweet Dreams ;; VMin - Capítulo 17 - Jimin é bonito

Jimin notou o quanto Taehyung estava aéreo, tentou puxar conversa mas o mais velho mal piscava.

- Tae... TAE! — desta vez deu certo.

- Desculpa hyung.— pediu baixinho.

- Não me chame de hyung temos a mesma idade.— disse divertido afim de mudar a expressão impenetrável do mais novo.

Park realmente queria saber o real motivo do Kim estar deste jeito, até tentou apelar para Jeon que explicou somente que é algo somente deles.

- Jimin? — perguntou depois de alguns minutos de silêncio.

- O que? — os dois ficaram alguns segundos se encarando.

Taehyung se arrepiou apenas por olhar para Jimin. Estranhou seu corpo naquele momento.

Jimin sempre foi bonito assim? foi o primeiro pensamento que teve.

Resolveu ignorá-lo, estava de coração partido então só havia carência em si e concluiu que precisava de alguém para abraçar.

Ele se importaria se eu o abraçasse? outro pensamento que desejou esquecer.

- N-nada esquece.— ele desviou o olhar e o rosado ficou confuso.

- Fale Tae.

- Não é nada importante.— respondeu e deixou a sala de aula em que estavam de aula vaga.

- Aish Tae.— ele bufou e foi atrás do garoto.

Minutos depois o moreno parou no terraço e se encolheu em um canto.

Sua face deprimida, Jimin realmente estava assustado e surpreso com Taehyung, nunca o viu assim. Algo estava errado e iria descobrir.

{...}

- Jeon preciso que conte.— Jimin segurou seus braços o impedindo de sair da mesa.

- Não posso, prometi pra ele — tentou se livrar de suas mãos — e também você vai achar bobo.

- Conte — repetiu firme. O mais novo suspirou derrotado.

- O seu amigo fez isso com ele.— começou logo acusando.

- Que amigo?

- O Hoseok. E tudo isso por que ele tava sentindo saudade do namoradinho marginal dele.

Park demorou alguns segundos para associar a fala de Jeon.

- O Yoongi?

- Esse desgraçado mesmo.— o moreno ficou sério.

- Ainda não entendi.— o que Yoongi tinha a ver com a tristeza do garoto sempre sorridente.

- Acorda Jimin! Taehyung gosta do Hoseok, e ele só usou meu melhor amigo por que queria alguém pra comer ele!

- Não fala assim dele!

- Eu falo como eu quiser, meu amigo tá igual a um imbecil sofrendo por uma vadia!

- Para de falar merda Jeon!

- Ou vai fazer o quê? Dizer que me odeia e logo voltar pro meu colo gemendo como sempre fez?!

- Você é inacreditável.— largou seus braços e se levantou.

- Você não faz ideia.— ouviu antes de se retirar.






Logo que Jimin saiu a onda incomoda da culpa já esperada lhe invadiu.

Odiava discutir com o rosado já que sempre terminavam com um Jungkook desacordado de bêbado e um Jimin irreconhecível em brigas de rua.

Retornou para a sala mesmo que para dormir, não estava no clima. Aguardava por Taehyung na frente da escola logo o vendo com Namjoon.

O púrpuro estava feliz, isto deixou os mais novos um pouco melhores, ouviram com atenção as histórias de encontros que teve com Seokjin, nome este que deixou-os surpresos e se entreolharem com a mesma pegunta em suas mentes:

Seokjin, não podia ser Kim Seokjin certo?

Deixaram Namjoon em sua casa e logo chegaram no apartamento — agora — de ambos.

- Viu o Hoseok hoje? — Jeon foi direto, estava curioso por não ter visto nenhum dos dois pela escola.

- Não...

- Ainda bem.— deixou sua mochila pelo chão e se jogou preguiçosamente sobre Taehyung no sofá, este resmungou mas não empurrou o mais novo.

- Por que? — Jungkook riu de sua voz abafada.

- Ele é um idiota.

- Não fala assim Kookie eu gosto dele.

- Não gosta mais.— disse autoritário.

- O que? — indagou risonho.

- Eu te proíbo de gostar dele.

- Não pode estar falando sério — fitou Jeon e seu semblante estava sério — Kook não pode mandar em mim!

- Eu sou seu melhor amigo e sei o que é melhor pra você.— impôs se sentando sobre o quadril de Taehyung.

- Jungkook n-

- Goste de outro cara, você é Kim Taehyung consegue qualquer um.— interrompeu o mais velho.

- Não estamos em Daegu.

- Mas você continua o mesmo.— os dois passaram e se encarar, Jeon não sairia dali até que seu amigo concordasse.

- Vou tentar.

- Prometa.— fez um bico e cruzando os braços.

- Tá prometo... que vou tentar.

- Já é um começo.— Jeon prendeu a cabeça de Taehyung em seus braços enchendo seu rosto de selares, os amigos riam da ação do mais novo.

Jungkook soltou seu amigo e sumiu pelo corredor.

Taehyung pensou em como faria para esquecer Hoseok e o que Jungkook lhe dissera era a verdade, quando moravam em Daegu, o mais velho tinha — e ainda tem — uma grande fama entre as festas e baladas, Jungkook também tinha certa fama, fora assim que se conheceram. Pensou em como Jungkook parece estar melhor da cabeça do que na época, um encrenqueiro de primeira. Pensou em como tudo acabou entre ele e Jimin. E finalmente em Jimin.

Jimin hoje estava tão bonito.

Se praguejou eternamente por sentir seus batimentos acelerarem quando o rosado ficou o resto do horário grudado em sí, estranhou o mais velho é claro, mas não o questionou e aproveitou da companhia do outro.

- Tá pensando em mim né? Eu sei o quanto você me ama.— Jungkook provocou atravessando a sala indo para a cozinha.

- Amo mais que Kimchi.— foi atrás de seu dongsaeng.







Estava tão confuso, em sua cabeça ainda martelava aquele sentimento ruim. Hoseok ser o responsável pela mudança repentina de humor e personalidade de Taehyung, pelo que sabia os dois estavam juntos desde antes da viagem. Então teriam eles terminado quando Hoseok falou sobre Yoongi? Foi a única explicação plausível que concluiu toda a situação.

Taehyung era alguém realmente incrível, mesmo sensível daquele jeito manteve sua postura firme depois do intervalo quando Jimin praticamente grudou em si, ele pareceu não se importar com a ação um tanto quanto inconveniente de Park, falou consigo normalmente e até se deixou rir pelas péssimas piadas do mais velho, Jimin sentiu-se orgulhoso por fazer Taehyung sorrir mesmo o moreno estando com sua "mascara".

- Oi hyung.— atendeu rapidamente.

- Pode falar Bam.

- Vai rolar uma festa aqui na casa do Mark você vem né?

- Em plena segunda cara?

- Vamos Jiminnie hoje tem carga nova — o silêncio fez o ruivo sorrir do outro lado da linha — chego às nove — finalizou desligou.







Taehyung já não sabia onde estava, fazia horas que estava bebendo enquanto cambaleava pelo campo procurando o banheiro até que perdeu a paciência e urinou num arbusto. Bufou irritado voltando a cambalear. Estava com ódio de sí mesmo por ter sentido ciúme ao ver Min Yoongi praticante engolindo Hoseok em um beijo selvagem, Jeon o arrastou para a cozinha lhe entregando um garrafa de bebida e só o permitiu ir quando bebesse metade dela, o mais novo desapareceu em seguida. E lá estava Taehyung jogado no meio do gramado abraçado à garrafa se sentindo derrotado por não ter encontrado seu dongsaeng.

Jungkook olhava atentamente para o casal à sua frente, os dois Kim se esfregavam com certa pressa e desespero, logo estavam nús e ainda mais desesperados para terem um ao outro, o mais novo saiu da parte de trás da piscina voltando para dentro da casa.

Eram três da manhã e metade da festa estava jogada no jardim, no meio dos corredores e quartos do casarão desacordados e alguns alucinando murmurando coisas desconexas, os que estavam acordados mal ficavam de pé de tão bêbados porém, mais animados do que nunca, Jeon lembrou-se de Taehyung mas resolveu não ir atrás dele no momento, viu o quanto ele ficou mal por ter visto Yoongi e Hoseok.

Yoongi, ele é bem abusado de ter vindo à casa de Kyungsoo junto de Seokjin, estavam tramando algo tinha certeza disto. Não era possível que logo os dois teriam algo com as pessoas próximas à Jimin, não deixará que ninguém fira as duas únicas pessoas que restaram em sua vida.

{...}

- Por que não eu? — novamente não houve resposta — Me ajude mas que porra!

O Kim estava há uma hora conversando com uma estátua na estrada do labirinto, tinha acabado de desabafar e agora pedia sua opinião.

- Por que logo o Yoongi? Aquele monstro! Ele matou o irmão do Jimin e saiu impune — sentiu nojo ao lembrar-se dele beijando Hoseok — eu sou melhor que ele.

Fitava a estatua esperando sua resposta.

- Aish! — se sentou ao lado do objeto — será que o Kookie tem razão, eu devo procurar outro crush? Ninguém me agrada naquela escola.

Continuava o silêncio esperançoso mas agradável.

- Tem o Jimin que é do Kookie — apesar de ser o amado de seu amigo devia admitir o quanto o pequeno Park era atraente, uma prova viva disso era no colégio em que era assediado pelo time de basquete, por onde passa ele realmente chamava muita atenção com seu belo porte fisco além de seu tamanho e rosto delicado, sexy porém fofo — Mas ele é bem bonito não é?

Taehyung deu seu último gole e largou garrafa ao seu lado.

- Não não Kim Taehyung, o Jimin não é pra você deixe de ser tonto — bateu na própria testa. Algo vibrou em seu bolso fazendo-o rir pelas cócegas — Alô?

- Tae cadê você? — a pergunta o fez olhar em volta e dar de ombros mesmo a pessoa do outro lado da linha não podendo ver.

- Não faço ideia.

- To indo atrás de você, não se mexa.

- Ok — a chamada foi encerrada — voltando ao assunto meu amigo...— olhou para a estátua e voltou com seus insultos à Yoongi.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...