História Sweet Friendship - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 4
Palavras 869
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Mistério, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 12 - Verdades


Lorrane estava sentada em um canto da lanchonete esperando pelo seu ex, Rafael. 

Ela se lembrava bem do dia em que ele foi em sua casa dizer que está apaixonado por uma de suas amigas e, é claro, que ela queria saber quem era.

Rafael adentrou a loja, totalmente nervoso. Sentou-se de frente para Lorrane.

- Desculpa a demora. - Pediu.

- Tudo bem.

- Você vai realmente querer saber? - Perguntou.

- Mas é claro. - Respondeu.

- Ok, deixa-me fazer os pedidos. - Disse chamando a garçonete.

- O que vão querer hoje? - Perguntou a garçonete.

- Eu vou querer um café e um sanduíche natural. - Respondeu Rafael.

- Eu vou querer um suco de maracujá e um sanduíche natural também. - Respondeu Lorrane.

- Ok, já venho com os pedidos. - Disse a garçonete se retirando.

- Bom, você já pode começar. - Incentivou Lorrane.

- Bem, tudo começou quando...

*FLASHBACK ON*

Rafael estava sentado em um banco de uma linda praça que ficava perto da escola. Nunca soube o nome dela, mas tinha a nomeado de "praça do amor", pois toda vez que estava lá, tinha um casal feliz passeando.

Não acreditava no amor, era novo demais para se apaixonar. Bom, era isso que ele achava.

Era novo na cidade, tinha vindo de Petrópolis a pouco tempo.

Era novo na escola, estava totalmente nervoso para começar o ano ali. "Não vou ter amigos" ele pensava.

Chegando na escola, foi recebido com muito carinho pela diretora e alguns professores.

- Vou pedir para Rhayane lhe apresentar a escola. - Disse a diretora.

- Quem é ela? - Perguntou curioso.

- A representante do grêmio estudantil da escola. - Respondeu pegando o telefone. - Alô? Rhayane? Por favor, compareça a minha sala.

Rafael permaneceu sentado olhando para os quadros que haviam na sala da diretora, e tinha chegado a conclusão que: ela não sabia nada de combinar as cores. Se perdeu tanto nos seus pensamentos que nem tinha notado a chegada da Rhayane.

- Rafael? - Chamou a diretora.

- S-Sim?

- Essa é a Rhayane, ela vai lhe apresentar a escola.

Ele não sabia o que era, mas seu coração começou a bater rapidamente. Ela era linda, com um olhar profundo que perfurou o seu coração.

- Prazer, você vai gostar daqui. - Disse Rhayane estendendo a mão.

- P-Prazer, acho que já comecei a gostar. - Disse apertando a mão dela.

Não tinha percebido, mas Rhayane tinha corado.

Depois de conhecer a toda a escola, Rafael decidiu comer algo e convidou Rhayane para ir com ele.

Passaram horas conversando sobre a vida um do outro, descobriram várias coisas em comum.

- O que você achou mais interessante na escola? - Perguntou Rhayane curiosa.

- Você. - Respondeu baixinho, mas o suficiente para Rhayane ouvir.

- Você também é interessante. - Disse envergonhada.

Já tinha se passado um mês, Rhayane e Rafael estava super bem. Eles não estavam namorando, mas estavam se curtindo a todo custo. Se tornaram totalmente íntimos.

- Rafa. - Chamou Rhayane.

- O que foi? - Perguntou.

- Deixa eu te apresentar a minha amiga. 

- Que amiga? - Perguntou.

- Essa aqui é a Lorrane. - Disse puxando a amiga.

- Prazer. - Disse Rafael sorrindo.

Eles não sabiam, mas as suas vidas mudariam a partir daquele dia.

- Rhayane, eu estou apaixonada pelo Rafael. - Confessou Lorrane.

- V-Você está o que? - Perguntou praticamente gritando.

- Ele é super carinhoso, você tem sorte de ter um amigo como ele.

- É, nós somos apenas amigos. - Disse Rhayane baixinho.

- Vai desenrolar essa para mim? - Perguntou Lorrane.

- Olha, ele não gosta muito disso, mas posso tentar. - Respondeu de cabeça baixa.

- Obrigada, eu te amo. - Disse Lorrane a abraçando.

Rhayane pensou bastante, queria fazer algo de bom para a sua amiga, mas não queria entregar o seu amor assim. Mas se fosse para ver a sua amiga feliz, ela abriria mão.

- R-Rafael. - Chamou Rhayane.

- Diga. 

- Não podemos continuar com isso, eu me apaixonei por outro. - Mentiu.

- O-O que? - Gritou. - Você não pode me deixar. - Disse chorando.

- D-Desculpe. - Pediu segurando as lágrimas. - Preciso ir. - Se retirou.

Rafael ficou praticamente uma semana chorando, nunca tinha amado alguém daquele jeito.

- Rafael? - Chamou Lorrane.

- Ah, oi. - Disse limpando as lágrimas.

- Tudo bem? - Perguntou sentando-se ao seu lado.

- Não. - Respondeu baixinho.

- Eu não sei o que aconteceu, mas você não merece ficar assim, você é uma pessoa maravilhosa, sorria. - Disse tentando animá-lo.

- O-Obrigado. - Pediu.

- Eu vou te ajudar. Bom, eu não sei o que você está sentindo, mas vou te ajudar a esquecer. 

*FLASHBACK OFF*

- Bom, e foi a partir desse dia que começamos a nos envolver, se lembra? - Perguntou.

- Uhum. - Respondeu.

- Lo, eu tentei te amar de verdade, mas eu nunca consegui tirar a Rhayane da minha cabeça.

- Ela ainda te ama. 

- Oi?

- Ela ainda te ama, Rafael. Não perca tempo, vá atrás dela.

- Eu vou agora mesmo. - Disse se levantando.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...