História Sweet Girl - Amor Doce (Castiel) - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Agatha, Ambre, Castiel, Debrah, Iris, Kentin, Nathaniel, Personagens Originais, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya
Tags Amizade, Amor Doce, Colegial, Novela, Romance
Visualizações 273
Palavras 767
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Escolar, Fantasia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - O Baile - Parte 1


Quebra Tempo: véspera do baile

— Eu vos disse que era melhor virmos antes, mas nunca ninguém me escuta! - resmunguei, enquanto Rosa me usava de arara para as roupas que ela escolhia para nós três.

— Fica quieta! - Rosa respondeu. - Coloca aí as suas roupas e as do Lexy no puff e fiquem aí, não sei qual escolho então vocês vão me ajudar! - ela disse e sentamos nos puffs, com as roupas no colo, enquanto ela entrava no provador.

— E esse é o décimo motivo para odiar lojas de roupa. - revirei os olhos, enquanto Alexy ria.

— Deixa de ser boba, pompom humano! - o azulado respondeu e eu dei um tapa em seu ombro. - AI! Para! - fez biquinho, me fazendo rir. - Bonito hein, mocinha! -.- Me agride e fica rindo! ¬-¬

— Ai ai Alexy... Só você mesmo! - no mesmo instante Rosalya saiu do provador com um dos três vestidos, um branco longo e sem alça, com decote coração e babados, além de um cinto prateado.

— E aí, o que acharam? - ela posou e sorriu.

— Bonitinho, mas puro demais para uma garota como você. - Alexy disse e ela riu. Concordei com a cabeça.

Ela acabou por ficar com um azul-escuro longo de alcinhas e nu nas costas, cheio de brilho e realmente muito lindo.

Alexy também ficou com um terno preto bem a cara dele e eu... Bem...

— EU ME RECUSO A IR COM ESSE PEDAÇO DE PANO!!! - gritei, batendo o pé. O vestido era lilás, colado até a sintura e com babados na saia, porém curto. MUITO CURTO, TIPO SEIS OU SETE DEDOS ESTICADOS DO JOELHO.

— Você vai sim, senão não vai. Como você quer chamar atenção de geral com um vestido amarelo estilo "Vovó-verde-no-mercado-comprando-legumes"? - Rosa chamou minha atenção.

No fim acabaram por me obrigar a levar aquela merda, que não era tão ruim, mas me deixava envergonhada. Não que eu não gostasse de vestidos curtos, mas né...

Chegando na casa, eu e a Rosa fizemos o possível para esconder as roupas, para que os meninos não vissem. E depois de toda a tentativa que foi bem-sucedida, eu caí na cama e só despreguei os olhos no dia seguinte. Sábado, dia do baile.

Você deve estar se perguntando: como andam as coisas?

Bem...

Nath,como chamo o Nathaniel, tem sido muito próximo, um fofo, me ajudando como pode com a escola e as vezes até fora dela, apesar de ser muito, tipo, MUITO MESMO, tímido.

O Castiel é um pervertido, fala besteiras e pensa bobagem de quase tudo, e confesso que isso está me contagiando. Apesar de ele ser um grosso e um cara difícil, aparentemente sem coração, eu gosto dele. Só não sei de que jeito... 

Armin e eu sempre jogamos juntos quando podemos, e eu sou a responsável que passa cola pra ele quando não faz tarefa (ou seja, sempre).

Rosalya e Alexy são meus melhores amigos até agora, e Debrah e Ambre as mais chatas, insuportáveis, implicantes e, desculpe pela palavra, putas daqui.

Voltando para o foco: baile. MEU DEUS DO CÉU É HOJE

Passamos o dia inteiroooooo nos arrumando, e o resultado foi incrível!

Rosa com seus cabelos platinados perfeitamente penteados em uma trança-embutida feita de lado, uma maquiagem não muito forte que realçava a cor do vestido e seus olhos, um salto branco com um lacinho de mesma cor fofo atrás, ela estava linda.

E eu com aquele vestido rosa que admito, era lindo (pra quem não queria comprar, mudei de opinião!), meus cabelos ruivos soltos com uma correntinha feita com o próprio o atravessando atrás, como uma tiara, que até agora não sei como a Rosa fez. Uma maquiagem meio pesada, mas nem tanto, que realçava meus lábios rosados e minha aparência... Doce? Não fui de salto, sim. Fiz birra e acabei por ir com meu Allstar preto, e Rosa admitiu, não ficou ruim.

— MENINAAASSS COMO VOCÊS ESTÃO MARAVILHOSAS!!! MINHAS DIVAS!!! - Alexy gritou, nos fazendo rir e me fazendo ficar mais vermelha do que já estava. - Por que você está vermelha, Docinho?

— O vestido. - respondi, e ele sorriu. - EU TÔ COM VERGONHA SEU PURPURINA VENCIDA!

— Purpurina não vence, idiota. - Rosa corrigiu. - E fica tranquila, porque você está arrasando com esse look!

— Agora vamos, porque a galera lá de baixo só está nos esperando! - Lexy disse e obedecemos.

Ao descermos as escadas, percebi que os meninos nos olharam de cima a baixo, mas notei algo diferente. Castiel olhava fixamente para mim. O que esse garoto quer?

[...]

Saímos da casa e fomos para o lugar onde seria o baile. Já estava lotado, e a música estava maravilhosa e alta. PARTIU CURTIR!  



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...