História Sweet Harmony - Capítulo 93


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Harry Styles, Lauren Jauregui, Louis Tomlinson, Normani Hamilton
Tags Camren, Demi Lovato, Fifth Harmony, Larry, Lucy Vives, Norminah, Simon Cowell, Veronica Iglesias
Exibições 833
Palavras 2.264
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Orange, Romance e Novela, Shoujo-Ai, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


O Aniversário é da autora mas quem ganha o presente é de vocês!!!! uhulll

Gente do céu, eu nunca fiquei tão ansiosa por algo e cap a seguir me deixou nervosa!

Nunca imaginei a fic chegar nessa proporção, e isso é graças a vocês meus pequenos gafanhotos, muito Obrigada!

Agradecimento especial para Evelyn meu bolinho <3 que ajudou na inspiração desses cap.

Então, Boa leitura.

Capítulo 93 - Will you marry me?


Fanfic / Fanfiction Sweet Harmony - Capítulo 93 - Will you marry me?

Lauren POV

 

Camila estava no banho a alguns minutos, fui para a varanda em busca de privacidade. Desde os últimos acontecimentos chegava a hora de tomar a decisão mais importante da minha vida. Peguei meu telefone, e disquei os números, dois toques depois a pessoa atendeu.

 

— Oi mãe. — falei acanhada.

— Filha, está tudo bem? Aconteceu alguma coisa? — Clara começou a divagar então joguei a bomba.

— Mãe calma, eu só queria dizer que… bem, eu vou pedi-la em casamento.

 

Ela ficou em silêncio por quase cinco minutos, eu já estava ansiosa e nervosa sem a sua resposta.

 

— Ai meu Deus! Minha menina vai casar. — ela praticamente gritou fazendo-me afastar o telefone do ouvido.

— Meu Deus mãe. Assim a Camila vai ouvir, é para ser surpresa. — falei

— Oh mocinha, então já planejou essa viagem para isso não é, muito esperta. — ela me fez rir. — Já tem o anel?

— Sim, ontem eu dei uma escapada e consegui encontrar um perfeito. — falei suspirando.

— Tem certeza disso querida? — Ela perguntou e eu já sabia a resposta.

— Mãe, estou pensando nisso desde que fui atrás dela na Califórnia. Eu não me vejo sem ela.

— Estou muito orgulhosa querida, você amadureceu bastante ao longo desses anos. Faça o que seu coração mandar. Ele nunca erra.

 

E com isso encerrei a ligação antes de Camila aparecer, eu pedi o café da manhã e eu estava nervosa porque seria um café da manhã especial. Ela secava o cabelo enquanto eu arrumava a mesa, o serviço de quarto havia trago o que eu pedi.

 

— Não acredito que amanhã é nosso último dia aqui. — resmungou manhosa.

— Eu também queria passar mais tempo aqui, espero que dê para patinarmos no gelo antes de irmos. — falei despreocupada.

— Está falando sério?! Eu quero muito ir! — falou animada, dando pulinhos.

— O tempo está bom hoje, podemos ir agora se você quiser. — falei puxando a cadeira para ela se sentar.

Ela abriu um largo sorriso e me puxou para um beijo.

 

— Eu tenho a melhor namorada do mundo. — falou rindo com a língua entre os dentes. Em breve a melhor esposa do mundo. Pensei comigo mesma.

 

Assim que terminamos o café, saímos para caminhar um pouco. De mãos dadas até onde tinham umas lojas. De tanto Camila pedir, fomos patinar, e claro ela caiu algumas vezes mas eu a segurei. Abracei-a por trás e guiei para o centro do lago congelado, Camila mantinha seu braço ao meu.

 

— Camz, relaxe o corpo, não vou te deixar cair. — falei perto do seu ouvido.

— Não me solta Lauren. — ela falou firme.

— Nunca. — falei afrouxando o aperto para ela acostumar com a sensação.

 

Ela estava indo bem, pude soltar e apenas segurar na mão dela. Haviam crianças ali também, todas brincando de guerra de bolas de neve. Algumas famílias olhando seus filhos, e havia eu e Camila e nada no mundo me importava mais do que este momento.

Após a patinação fomos comer em um restaurante que servia massas, Camila estava bem animada com tudo e não parava de falar do quanto gostou do nosso passeio. Lembrei-me do dia em que a pedi em namoro, foi logo depois de jantamos em um restaurante e Camila como sempre, pediu lasanha. Estava ansiosa por hoje a noite.

 

O resto da tarde passamos na hospedagem, Camila dormiu com a cabeça apoiada na minha barriga enquanto eu fazia cafuné em seus cabelos. Finalmente chegou a noite e eu havia preparado uma surpresa.

 

— Camila, já está pronta? — perguntei do lado de fora do banheiro.

— Estou, só um minuto. — cerca de 15 minutos depois ela saiu de lá. — Não sei pra que esse mistério todo, porque não conta a onde vamos? — questionou colocando os brincos de pérola.

 

Camila usava um vertido branco gelo um pouco acima do joelho, com um detalhe em fita preta na gola, eu estava com um vestido liso vermelho que ia até acima do joelho. Eu a levaria para andar pela trilha perto do lago, no dia que fomos ver os patos eu avistei essa estradinha que levava a um ambiente reservado. Descobri que usavam o lugar para jantares mais discretos.

Não respondi a pergunta de Camila o que a fez bufar, fomos em direção a saída e pegamos um táxi. Camila olhava pela janela do carro, a cidade a noite que era bem iluminada, o clima estava agradável e o frio estava ameno.

O táxi estacionou na entrada do parque que levava ao lago, sai do carro e abri a porta para Camila, ela franziu o cenho, provavelmente desconfiando de toda a minha atenção.

 

— O que está aprontando? — ela questionou e todo o sangue fugiu do meu rosto.

— Camila, não é nada. — falei entrelaçando nossas mãos.

— Você está com esse ar misterioso há alguns dias. — ela falou. Começamos uma pequena caminhada.

— Camz, confia em mim. — olhei em seus olhos passando toda a segurança que eu poderia, ela afirmou e voltamos a caminhar.

 

Camila parecia maravilhada com a beleza do lugar, haviam árvores com luzes quase como uma decoração de natal. E víamos alguns patos e até um casal de gansos nadando despreocupadamente no lago.

Caminhei junto a ela por um caminho mais iluminado, tinhas luzes no chão e os galhos das árvores formando um arco também estavam iluminadas, vi os olhos de Camila brilharem e me olhar como se dissesse “eu sabia”, apenas sorri apertando sua mão. No final do caminho tinha um jardim aberto com a grama bem aparada, árvores com fotos penduradas, e mais luzes envolvendo os galhos. Camila parou quando viu tudo aquilo e trocou um olhar comigo, sua expressão era impagável.

 

— O que é tudo isso? — falou saindo do transe.

— Um jantar romântico?! — ponderei. Ela sorriu e selou nossos lábios.

 

Havia uma mesa coberta por um pano branco e dois lugares preparados, um senhor de barba bem feita apareceu e nos guiou até lá. Gentilmente puxou a cadeira primeiramente para Camila e depois para mim. Deixou os cardápios e pediu licença.

 

— Queria saber como faz para esconder essas coisas de mim. Sempre me surpreendendo. — ela disse rindo.

— Bom, é só não ser como a Dinah.

— Nosso último dia e você faz isso Lauren, é lindo.

— Só quero tornar inesquecível nossa primeira viagem juntas, Camz. — toquei em sua mão por cima da mesa.

 

Optamos por comida japonesa já que Camila disse que queria aprender a usar o hashi. Demorou uns cinco minutos para ela acertar como segurá-los. Escolhi um vinho branco e suave para acompanhar. Um vento suave soprou quando olhei mais uma vez naquela noite para Camila, minhas mãos estavam frias e eu quase não consegui manter a taça firme. Era hora da sobremesa, era chegada a hora.

 

Camila POV

 

Depois de um dia perfeito com Lauren fazendo todos os mimos possíveis para mim, nós pegamos um táxi que nos levou até o parque, bem próximo da onde fomos ver os patos. Fiquei encantada com a cidade a noite, era bem iluminado, como se estivessem em festa durante o ano todo. Lauren me surpreendeu com um jantar em um lugar reservado, andamos por uma trilha iluminada até lá. A mesa coberta por um lençol branco contrastava com a árvore também repleta de pequenas luzes. Comemos comida japonesa o que achei demais, como sou desastrada levei um tempo para conseguir segurar os hashi, mas nada que Lauren não pudesse me ensinar.

Enfim chegou a hora da sobremesa, o senhor que nos atendia disse que tinham um dos mais saborosos cupcakes da cidade. Óbvio que fiquei com água na boca com a descrição. Percebi Lauren inquieta quando o homem foi buscar nossas sobremesas, estava ventando e a brisa soprava em seus cabelos, mas evitei perguntar se tinha algo errado, eu não queria estragar nossa noite.

 

— Camila você sabe como é importante para mim não é? — Lauren colocou sua mão sobre a minha. Seus olhos brilharam em admiração e quase excitação. — Eu nunca pensei que conheceria alguém por quem eu caísse de amores, até você aparecer é claro. Lembra que dia é hoje?

— Nosso aniversário de namoro. — falei suspirando, com um sorriso tímido. Lauren fazia-me sentir borboletas como da primeira vez.

 

— Nem acredito que já se passaram 4 anos desde que esbarrei em você na entrada do colégio, desde aquele beijo… eu nunca vou me arrepender de ter dito os meus sentimentos por você, Camila. E hoje, eu a amo mais que tudo. — ela falava com a voz rouca e meus olhos por um instante vacilaram. — Estive pensando nos últimos tempos sobre nós, eu quero tudo com você. Eu quero te beijar na chuva novamente. Eu também quero calar sua boca com um beijo e em uma das nossas brigas vão acabar na cama. Eu vou te observar enquanto você dorme e vou fazer cafuné em você quando você estiver dormindo. Nós vamos passar tardes assistindo filmes românticos debaixo das cobertas e comendo brigadeiro. Também vamos passar madrugadas acordadas conversando. Nossos planos vão se concretizar. Vamos contar aos nossos filhos a longa e estranha história sobre como nos conhecemos. As pessoas vão olhar pra nós e vão falar sobre como nós somos bonitinhas juntas. Vamos discutir e depois tudo vai ficar ao normal com a gente. Vamos ter um futuro. Tudo isso vai acontecer, porque de todas as coisas que podia acontecer na minha vida você apareceu e eu sou tão feliz por saber que estamos uma ao lado da outra. Eu quero você para hoje e sempre. — eu já não continha minhas lágrimas, Lauren se levantou e se pôs atrás de mim, minha respiração vacilou quando ela cobriu os meus olhos por um instante, e sussurrou ao pé do meu ouvido que me amava. Ao abrir meus olhos ela estava ajoelhada ao lado da minha cadeira, seus olhos correram para a mesa e lá estava ele. Um pratinho enfeitado com gotas de chocolate, um cupcake com cobertura de morango e no topo um anel de brilhante. — Camila Cabello, você aceita se casar comigo?

 

E naquele momento meu mundo parou, era somente eu e Lauren ajoelhada aos meus pés. Seus olhos brilharam e vi uma pequena lágrima no canto do seu olho, uma explosão de felicidade se instalou dentro de mim, eu estava sem ar, e meu subconsciente gritava para eu sair do transe. Eu não sei por quanto tempo permaneci paralisada, Lauren me encarava com aquele par de olhos verdes esmeraldas, o pedido da mulher a minha frente me pegou desprevenida, deixando meu emocional como uma montanha-russa. Era incrível como ela fazia eu me sentir, suas doces palavras carregadas de amor fizeram meu coração quase saltar pela boca, sua mão tocou a minha fazendo um carinho com o polegar.

Meus lábios se curvaram em um sorriso, soltei uma lufada de ar enquanto sentia algumas lágrimas descerem pelo meu rosto, me deixando tomar pela emoção.

 

— É claro que eu aceito, Lauren. — Me curvei para frente abraçando-a com todo amor que eu poderia oferecer. — Eu aceito! — afirmei mais uma vez.

 

Sua respiração descompassada acusava seu estado emocional, poderia jurar que ela estava sorrindo. Ela me envolveu em seus braços, deixando-me sentir segura e a pessoa mais importante do mundo. Lauren era tão segura de si e agora ali na minha frente toda nervosa, era surpreendente. Ela suspirou em alívio e me afastou um pouco, ela tinha um lindo sorriso no rosto, aquele sorriso que me tira de órbita.

Lauren me olhou profundamente e sorrindo segurou minha mão direita, limpou rapidamente o glace que envolvia o anel e deslizou o lindo e delicado anel no meu dedo. Quando terminou, inclinou para frente beijando minha mão com delicadeza.

 

— Eu vou te fazer a mulher mais feliz desse mundo, Camila. — Sussurrou me fitando.

 

Eu inclinei meu corpo e as mãos de Lauren pousaram na minha cintura, encostei minha testa na dela, podendo sentir sua respiração irregular.

 

— Eu te amo, Camila. — Sussurrou com um lindo sorriso.

— Eu te amo, Lauren. — Segurei seu rosto em minhas mãos e aproximei meus lábios dos seus.

 

O delicado beijo fechou nossa noite como a mais perfeita possível. Naquela noite dormimos abraçadas, Lauren me puxou para perto de seu corpo e me aconcheguei a ela, já sonolenta fiquei com meu corpo parcialmente sobre o seu e deitei minha cabeça na curva de seu pescoço, sentindo seu cheiro gostoso e sua pele macia, ela ficou algum tempo me fazendo carinho e eu estava tão eufórica que não conseguia dormir.

 

— Camz, Porque não está dormindo? — a voz rouca de Lauren soou no meio da noite.

— Estava pensando. — falei tocando seu rosto.

— Hm, em que? — falou sonolenta. Sorri sentindo seu abraço mais apertado.

 

— Pensando que eu poderia ficar acordada só para ouvir você respirando. Observar você sorrir enquanto está dormindo. Enquanto está longe e sonhando. Eu poderia passar minha vida nessa doce rendição. Eu poderia continuar perdida nesse momento pra sempre. Todo momento que passo com você, é um momento que eu valorizo. Não quero fechar meus olhos. Eu não quero pegar no sono. Porque eu sentiria sua falta. E eu não quero perder nada. Porque mesmo quando eu sonho com você, o sonho mais doce não vai ser suficiente. Eu ainda sentiria sua falta. Repousando perto de você, sentindo seu coração bater, e imaginando o que você está sonhando. Imaginando se sou eu que você está vendo. Então eu beijo seus olhos e agradeço a Deus por estarmos juntas. Eu só quero ficar com você, neste momento… pra sempre. Não quero perder um sorriso. Não quero perder um beijo. Eu só quero ficar com você. Bem aqui, com você. Apenas assim. Eu só quero te abraçar forte. Sentir seu coração tão perto do meu. E só ficar aqui nesse momento, por todo o resto dos tempos.


Notas Finais


Comentem o que acharam amores, e tenho um comunicado a fazer:

MARATONAAAAAAAAA

1/3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...