História Sweet Heart - (Mileven) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Stranger Things
Personagens Eleven (Onze), Mike Wheeler
Tags Eleven(onze), Mike, Mileven, One-shot, Stranger Things
Exibições 170
Palavras 1.273
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Fantasia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Eu não tinha nada para fazer, então resolvi postar essa One-Shot.
Como é algo bem simples, não vão ter muitas palavras.
Espero que gostem 😘

Capítulo 1 - Feelings


Fanfic / Fanfiction Sweet Heart - (Mileven) - Capítulo 1 - Feelings

Eleven se mudara não havia muito tempo para a casa dos Wheelers.

Depois de muita discussão, Karen concordou em deixá-la dormir na beliche do filho enquanto um novo quarto estava sendo construído para Mike.

El no momento estava dormindo. Usava um antigo pijama de Nancy, com ursos sorridentes estampados por todo o tecido, apesar de estar velho, tinha uma boa aparência, além de cair muito bem nela.

Agora Eleven tinha um ar totalmente diferente de antes, mais leve, sereno. Ela mesma tinha ciência de que estava mudando, mudando para melhor.

Mike gostava de observá-la dormir, além do mais era um jeito de se certificar que ela ainda estava ali, junto dele, onde podia protegê-la.

Passava uma boa parte de seu tempo pensando no que falar para ela, em como se expressar e como fazê-la entender facilmente o que ele realmente queria dizer, porém nunca conseguia encontrar algo que considerasse bom para lhe contar.

Nunca fora chegado em garotas, sua vida sempre foi baseada em resolução de contas, jogos, filmes e o espaço, no entanto, quando estava ao lado de El, tudo parecia perder a importância, esquecia basicamente de todo o mundo à sua volta.

Apesar de ter deixado seus sentimentos bem claros quando a beijou no ginásio de sua escola, ainda esperava algo vindo dela, uma confirmação que o que sentia era recíproco.

Era de certa forma engraçado porque sempre repudiou beijos, os classificava como algo extremamente nojento, porém quando deu seu primeiro beijo em Eleven, fora totalmente diferente do que pensou que seria, na verdade, nem estava em seus planos beijá-la, havia sido algo impulsivo e que no final, simplesmente não conseguia se arrepender de ter feito.

Naquele dia mais cedo, Nancy lhe fez a mesma pergunta que fizera na noite que Eleven havia sumido, "Você gosta dela?" Ele não sabia explicar, ainda sentia receio em admitir que de algum jeito, Eleven o deixava fascinado. Simplesmente respondeu à sua irmã que gostava de como seu rosto se iluminava quando ela sorria, de como ela despertava seu instinto protetor, do modo que ela o olhava, das curvas que suas bochechas formavam, do tom de castanho que coloria os seus olhos e até do jeito que ela o protegia. No final, Nancy sorrira de forma satisfatória confirmando o que ele conscientemente já sabia, sim gostava dela.

- Mike? - Eleven bocejou, levantando-se aos poucos, estranhando a presença do amigo em sua cama.

- Oh, oi - El continuava o encarando enquanto se espreguiçava, deixando-lhe nervoso - Eu é... estava observando você dormir.

- Por que?

- Não sei, só gosto de ver - Mike coçou sua nuca, constrangido. Eleven permaneceu em silêncio, talvez pensando no que falar - Você quer que eu saia?

- Não - Eleven disse abertamente, Ele por outro lado suspirou.

- As coisas estão um pouco estranhas, né?

- Sim.

- Muita coisa aconteceu, acabou por atrapalhar os nossos planos. - Mike sorriu pensando em algo para iniciar um novo assunto - Professor Clarke disse que pode te ensinar algumas coisas, e aí quem sabe você pode frequentar a escola comigo e com os meninos também.

- E o baile?

- Ah é, o baile da neve. - Coçou sua nuca constrangido - Sabe, pra achar você e tirá-la do mundo invertido foi bem complicado. Acabou que, o baile já aconteceu.

- Entendi.

- Bom... acho que podemos tentar uma outra coisa, se quiser, não vai ser tão parecido mas... - Ele esboçou um meio sorriso.

- O que?

Mike desceu as escadas da beliche. Caminhou até seu radinho de pilha e o ligou baixinho em uma música lenta, algo como um blues. Em seguida, virou-se para El.

- Vem - Estendeu sua mão para ajudá-la a descer, depois à puxou devagar posicionado as mãos de Eleven em sua nuca e suas próprias mãos em sua cintura. Ela o olhou assustada.

- Não se preocupe, eu também não sei dançar.

Mike flexionou a cintura de Eleven para lá e para cá, até o momento em que ela mesma seguia o ritmo sem precisar da sua instrução. Os dois não estavam no ritmo certo da música, nem com a roupa certa, mas ambos pareciam não se importar com esses detalhes.

- Um baile é mais ou menos assim. - Ele sorriu.

- Legal.

- Não é a mesma coisa mas eu tentei - Jogou seus braços ao ar, num sinal de redenção.

- Mike.

- Sim.

- Está perfeito. Obrigada - Eleven deitou sua cabeça sobre o ombro de Mike. Ele podia senti-la sorrir.

- Eleven.

- Sim?

- V..Você está feliz aqui? Morando comigo e minha família? - Ela pareceu não entender a finalidade da pergunta mas não exitou em respondê-lo.

- Sim, estou feliz.

- É que, às vezes fico pensando sobre você ter dons incríveis e que talvez um dia, queira sair daqui para conhecer seus pais de verdade ou até mesmo se cansar de ser minha... amiga.

- Mike, amigos não fazem aquilo ou fazem? - Ela voltou a encara-lo, soltando-o.

- Aquilo?

- Sim, com a boca - Eleven apontou para o seu próprio lábio usando seu dedo indicador. Mike por outro lado, sentiu suas bochechas enrubescerem. Aquele assunto o pegara de surpresa.

- E..Está falando do beijo? - Coçou sua nuca, evitando olhá-la nos olhos.

- Beijo?

- Quando uma pessoa gosta muito de outra, demonstram seus sentimentos com um beijo. É como um aperto de mão ou até mesmo um abraço.

- Ahh.

- Mas não é em qualquer pessoa que você deve fazer isso.

- Por que não?

- Porque... é algo muito íntimo, você só deve beijar alguém que... confia.

- Como um amigo?

- Não um amigo - Mike se viu entrando em desespero, simplesmente não sabia como explicar para Eleven sem que se atrapalhasse em sua explicação soando como algo qualquer - Existem tipos diferentes de gostar, entende?

- Como assim? - Ele sentou no chão, tentando se acalmar. Eleven juntou-se a ele, sentando-se em sua frente.

- Eu gosto de você de um modo diferente do jeito que gosto de Lucas, Dustin e até mesmo Will, mas nem por isso eles são menos importantes pra mim. Consegue entender? O beijo que te dei, foi porque gosto mesmo de você, porque tudo com você é diferente. Pra você, não é assim?

- Você é um amigo diferente pra mim também - Eleven esboçara um meio sorriso, parecendo começar a entender o que Mike estava dizendo - Disse que sou bonita.

- É, eu disse.

- Me deixou feliz.

- Verdade? - Eleven assentiu - Algum dia, quando entendermos melhor dessa coisa toda de romance, promete me dar uma chance de ficar com você?

- Prometo - Ambos sorriram um para o outro.

- Bom, está tarde, o melhor é irmos dormir 

Ela assentiu, apoiando sua mão no chão para levantar-se, ele fez o mesmo.

Mike sorriu partindo para sua cama, em pouco tempo já havia se deitado, já El se preparava para subir as escadas da beliche, no entanto permaneceu estática durante um tempo. 

Dando meia volta, agachou ao lado da cama de Mike.
Mantendo seus olhos presos ao garoto, inclinou seu corpo sobre ele, aproximando seu rosto.

- Mike - Ele arregalou os olhos assustado. Eleven estava muito perto, tanto que podia sentir a respiração da garota indo de encontro a sua face lhe fazendo cócegas.

- Algum problema?

Eleven o beijou. Fora algo muito simples, não passando apenas de um selinho, no entanto foi o suficiente para deixá-lo totalmente vermelho.

- Boa noite - Ela sorriu, voltando para a escada, subindo-a. Ainda perplexo Mike respondeu:

- B..Boa noite.


Notas Finais


Espero que tenham gostado! :*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...