História Sweet Love - Capítulo 7


Escrita por: ~, ~Espacotmj e ~Ceu_azul

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 13
Palavras 864
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Oi *entra se escondendo atrás de uma almofada* Por favor não me matem!!! '-'
Okay, agora falando sério.

Oi gente aqui é a Dy, depois de séculos eu voltei.
Eu peço minhas sinceras desculpas por ter sumido da fanfic! Vocês podem até não imaginar mas, isso me deixa extremamente mal.
A partir que iniciei Sweet Love, assumi junto ao ~espacotmj, um compromisso com a fanfic. E eu não estou conseguindo cumprir com esse compromisso.

Me desculpem!

Enfim, não quero me estender muito por aqui. Mais informações nas Notas Finais.
Boa Leitura! ♡

Capítulo 7 - Despertando Sentimentos


Continuo com a impressão de ter visto esse novo funcionário em algum lugar... mas enfim, não deve ser nada importante.
Concentre-se Felipe! Você tem o dia todo de trabalho pela frente!

P.O.V Natanael

Eu não sei por quê isso está acontecendo. Não sei o porquê de nada do que se passa por aqui.
Faz pouco tempo que saí da Clínica e minha vida fora dela está tão tumultuada, tão agitada, emocionante, tão... confusa!

No dia em que voltei para casa, meus pais e meu irmão me recepcionaram muito bem, devo admitir. Contaram tudo o que aconteceu enquanto estava no Centro de Recuperação, desde histórias mais sérias até as mais engraçadas e constrangedoras.

Meu pai, contou-me sobre investimentos em seus negócios e como conseguimos melhorar nossas condições financeiras, adquirindo ainda mais capital para nossa família. Tudo com mãos limpas e sem roubo algum, é lógico; Mamãe, falou de como é intediante sua rotina de dona de casa com dois homens desorganizados, e que prefere não imaginar como ficará a mesma com a chegada de mais um haha!
Também contou algumas coisas sobre Felipe, o que fez o mesmo morrer de vergonha hehe; Felipe falou sobre seu trabalho e também seus projetos para o ano que vem. Fazer uma boa faculdade é seu objetivo, o que também não foge do meu. A diferença é que, enquanto ele sonha em ser professor de Química e Física, eu, pretendo ser Criminalista.

Irônico eu sei, mas fazer o que?
Durante meu tempo na Clínica, mudei totalmente meus objetivos. Pensava em ficar em alguns área de Robótica mas acabei mudando de ideia, aliás, eu sempre as mudo. Já pensei em seguir tantas profissões... uma delas foi pensar que um dia seria um policial!

É muito para mim! Provavelmente não seguirei nenhuma de minhas sonhadas profissões e acabarei por trabalhar em algum estabelecimento deste bairro.
Mas eu não irei desistir de meus sonhos, e, creio que um dia irei realizá-los!

Mas voltando ao assunto, depois dessa pequena recepção de "Seja Bem Vindo Natanael!" eles quase não conversaram comigo.
Felipe e eu conversamos às vezes de noite, quando ele não chega muito cansado do trabalho, é claro.
Sinto falta de sua companhia, ele é meu melhor amigo, muito mais que isso, né? É meu irmão.
Mas não o culpo por isso. Me coloco em seu lugar e, sem dúvida alguma, se fosse eu, depois de um dia estressante e cansativo de trabalho, também escolheria a opção "Banho, e cama" em vez da "Conversar Com o Irmão". Ele merece descansar.

Mas sei lá! Me sinto tão distante deles...

Eles não me falaram nada sobre o bairro, me sinto um estranho morando aqui!
Os únicos caminhos que sei são o da escola e da padaria.
Não sei se esse bairro sempre foi assim, ele me parece ser tão quieto, tão calmo, com bons moradores.
O que explicaria todos esses acontecimentos?

Um carro tentou atropelar Adriana e eu, tentaram sequestrar Felipe e agora Adriana.
Eu realmente não estou entendendo!
E a consequências disso são minhas discussões interiores.
Eu não me entendo! Não entendo meus sentimentos nem o que está acontecendo por aqui.

Por muitas vezes posso parecer atento no que está ao meu redor, mas estou completamente perdido em meus devaneios. Em uma briga comigo mesmo para tentar desvendar o que se passa dentro de meu ser. Minha alma está inquieta, estou em conflito comigo mesmo.
É um misto de medo com coragem, esperança e desânimo, amor com raiva.
Carinho, ilusão, decepção, revolta, amizade, solidão...!
Eu sinceramente não me entendo!

** Algumas Semanas Depois **

Algumas semanas se passaram desde o sequestro de Adriana.
Nós estamos bem próximos e eu adoro sua companhia.
Desde que a conheci, sinto algo crescendo dentro de mim.
Uma mistura de amizade e confiança; Amizade, confiança, felicidade, carinho, conforto, segurança e alegria.
É isso que sinto quando estou junto à ela!

Eu não consigo tirá-la da cabeça.
Durmo pensando nela, às vezes sonho com ela, e acordo também pensando nela!
Vejo seu rosto em todos os lugares que olho.
Lembro-me daquele par de olhos azuis a todo instante, olhos nos quais não canso de admirar.
Lembro de sua voz que soa em meus ouvidos como uma linda melodia, de seu cheiro que inunda minhas narinas com seu perfume levemente adocicado...

Céus! Acho que estou me apaixonando por minha melhor amiga!
E tenho a impressão de que isso não seja bom...
Mas não consigo mudar! Só em recordar todos esses dias... em especial hoje a tarde... um sorriso toma meus lábios!

Foi nesse fim de tarde e início de noite, quando voltávamos de uma pequena volta ao parque;
Se despedir íamos, como de costume, com um beijo no rosto. Eu não sei o que aconteceu mas acabei virando o rosto de relance o que fez me dar um beijo no canto da boca.
Um pequeno e breve beijo-meia-lua, porém inesquecível.

Ela se apressou em se despedir e foi para casa correndo. Apenas a observei com um sorriso estampado no rosto.
Ainda lembro de vê-la corar violentamente depois desse incidente.

Ah Adriana! ...
Depois disso tenho a certeza que te amo, minha queria amiga.
Mas... será que sentes o mesmo por mim?


Notas Finais


Então gente, aqui estou depois de mais de um mês.
Eu realmente estou triste comigo mesma por não atualizar a fanfic.
Desculpa!

Quem me acompanha sabe que estou bem ausente do site (sim, ainda não voltei "por completo") e as únicas fanfics que atualizo são ECMEG! e Textos Para O Amor porque elas já estão escritas.
Ao contrário de Sweet Love que ainda estamos desenvolvendo.

Eu peço desculpas. Foi mal mesmo mas não tenho outra alternativa...
Também ando meio desanimada com algumas coisas aqui do site... isso também acaba me "afetando" um pouco.

Quero parabenizar e agradecer imensamente ao ~Espacotmj por não desistir de uma autora tão problemática assim haha =P e por se dedicar e se esforçar no desenvolvimento da fanfic!

Parabéns ~Espacotmj!
Aliás, poderíamos conversar na MP sobre Sweet Love?
Lhe agradeço desde já!

Agradeço também aos favoritos, que mesmo sendo poucos, já incentivam bastante! Obrigada!
Até breve? talvez! ;)


Ps: Vocês me perdoam?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...