História Sweet Love (Jungkook - BTS) - Capítulo 16


Escrita por: ~ e ~PandaCuteCrazy

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Girl's Day
Personagens Chanyeol, Hyeri, Jimin, Jungkook, Minah, Sojin
Tags Bts, Girl's Day, Hetero, Hyeri, Jimin, Jungkook, Longfic, Minah, Staff
Exibições 134
Palavras 1.073
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fluffy, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


– Desculpem MESMO pela demora!
– Não me matem pls
– Escrita por ~cookiecomleite
– Boa leitura.

Capítulo 16 - "Paz e tranquilidade"


Fanfic / Fanfiction Sweet Love (Jungkook - BTS) - Capítulo 16 - "Paz e tranquilidade"

Hyeri POV’S

Após a refeição, fui para o meu quarto e fiquei deitada na cama escutando algumas músicas no fone de ouvido. Não estava afim de fazer nada, só relaxar. Esses últimos dias foram tão corridos que nem pude aproveitar. Fecho os olhos e fico cantando baixinho. Aquilo estava tão bom, nada poderia estragar esse momento.

— HYYYYEEEEERIIIII!!!! -abro os olhos e me levanto irritada.

Desço as escadas correndo e chegando na sala encontro Taehyung sendo estrangulado pelo Jimin, enquanto Namjoon tentava separá-los, Hoseok apenas encarava a cena assustado e Suga mexia no seu celular como se nada estivesse acontecendo.

Não mate ninguém, Hyeri. Não mate ninguém. Respira.

— JIMIN, SOLTA ELE AGORA!!! -grito parada na frente deles.

Jimin me olha e rapidamente o solta.

— Senta os dois -aponto para o sofá e eles me encaram emburrados. — EU DISSE PRA SENTAR! -eles se sentam rapidamente. — Agora... *suspiro* alguém pode me explicar o que está acontecendo aqui? -olho para cada um.

— Taehyung trapaceou no vídeo-game e Jimin pulou em cima dele. -fala Namjoon.

— V!

— E-eu não tive a intenção! -levanta os braços assustado.

— V!

— Ele que não sabe jogar!

— V!

— Tá bom, tá bom! -se levanta. — Eu estava cansado de perder pra ele, então eu o distraí e ganhei.

— Que coisa feia! Eu estou muito decepcionada com você, Kim Taehyung! -cruzo os braços.

— Eu sei... -abaixa a cabeça.

Aquilo estava divertido.

— Hoseok. -ele me olha. — Está melhor?

— Sim... mas pensei que alguém fosse morrer. -fala rindo.

— Okay.

Vejo Yoongi ainda prestando atenção no seu celular.

— Suga.

— ...

— Suga...

— ...

— SUGA!!! -ele me olha assustado. — Por quê não tentou ajudar os seus amigos?

— Porque eu estava conversando com uma garota.

— E isso é mais importante que os seus amigos? -levanto uma sobrancelha.

— É. -dá de ombros.

Lanço um olhar assassino pra ele.

— Tá bom, tá bom! Desculpa! Eles são mais importantes que ela. Prometo tentar separá-los na próxima. -diz se encolhendo no sofá e eu sorrio vitoriosa.

— Nam. -ele me olha. — Obrigada por tentar separá-los. -ele sorri.

— Tudo bem, isso é rotina pra mim.

Assinto com a cabeça.

— Espero que isso não se repita. -digo calmamente. — Entendeu, Senhor Kim Taehyung? -repito o olhar assustador e ele assente com medo. — Bom... agora que tudo está resolvido vou cuidar do meu ChimChim. -pego na mão dele e o levo pro meu quarto. — Vem cá, meu bebezinho. -falo com voz fofa enquanto apertava as suas bochechas.

Ele se senta na ponta da cama e eu fico em pé na sua frente, fingindo que estou curando o seu pescoço.

— Pronto! -falo ainda com a voz fofa. — Está curado! -rio e ele me abraça. — O que foi?

— Estou carente.

— Owwwnnntt que fofo! -faço carinho no seu cabelo e ele me aperta. — Fica assim não, eu tô aqui.

— Obrigado, amor. -se afasta um pouco de mim e eu me abaixo, selando os nossos lábios.

Minah POV’S

Depois de tomarmos o café da manhã em uma cafeteria, eu e o Chan ficamos nos divertindo no parque. Ele ficou me balançando por um bom tempo, e depois ficou em um balanço do meu lado. Foi uma ótima manhã. Fomos para a casa dele e ficamos assistindo alguns filmes juntos.

Já estávamos quase nos beijando quando o meu celular toca. Nós dois resmungamos ao mesmo tempo e eu fui atender.

— Alô?

— Olá, Minah!

Era a Sojin.

— O que você quer? -falo séria.

— Nada demais, só contar uma novidade.

— Outra?

— Pare de ser tão chata comigo. Já disse que viramos amigas, amorzinho.

Reviro os olhos.

— Estou esperando a novidade, Sojin.

Chanyeol se assusta.

— Estou em Seul!!!

Abro a boca em perfeito 'O' e Chan fica ainda mais assustado.

— Amor, o que foi? -pergunta me olhando.

— N-nada. -sorrio. — Por quê está me seguindo? O que você quer fazer?

— Apenas ficar mais próxima da minha amiga.

E desliga.

Bloqueio o aparelho e ponho no braço do sofá. Deito a minha cabeça no colo do Chanyeol e fico encarando o teto.

— O que ela queria? -começa a fazer cafuné no meu cabelo.

— Falar que está aqui em Seul... ai, eu estou preocupada, amor!

— Calma, ela não vai fazer nada. Aquilo tudo ficou no passado, lembra?

— Lembro, mas ela parece não ter esquecido. -suspiro.

Sojin POV’S

Depois de arrumar as minhas coisas em um hotel e falar com a Minah, me deito na cama animada enquanto falava com uma das minhas amigas no telefone.

— Tudo está indo de acordo com o meu plano. Espera só a Minah descobrir que ele está comigo esse tempo todo... até imagino a cara dela. -rio. — Hyeri? Ah, a Hyeri também não irá se safar dessa. Park Jimin será meu de novo, eu garanto.

Hyeri POV’S

Estava conversando com o Jimin sobre o Jungkook e seu comportamento estranho, quando Namjoon bate na porta. Abro a mesma rapidamente e o vejo tentando respirar.

— Nam, o que houve? -pergunto preocupada.

— Os... meninos...

— O que tem eles?

— Estão... sem seus biscoitos... favoritos. -Jimin arregala os olhos e sai do quarto correndo sem falar nada.

— O que deu nele? -o encaro surpresa.

— É isso... -recupera o fôlego. — O biscoito favorito deles acabou e quando ele acaba todo mundo entra em pânico. Precisamos ir ao mercado ou iremos morrer. -fala rindo.

— Nossa... mas por quê estava sem fôlego? -fecho a porta e o sigo.

— Eles estavam gritando e o Jin mandou eu te chamar as pressas.

— Ata... isso é normal? -tombo a cabeça para o lado e ele ri.

— Aqui em casa é. -fala e eu também rio.

Quem diria que por trás das câmeras eles seriam tão.... eu.

Chegamos na sala e logo vejo o V gritando com o J-Hope, enquanto o Jimin balançava o Jin diversas vezes. O mesmo permanecia quieto, com um dos olhos piscando freneticamente.

[...]

Fomos eu, Jin e Namjoon comprar o tal biscoito. Acabamos tendo que levar o Tae, pois ele estava quase matando os outros membros. Chegamos no mercado e eu logo fui procurá-lo. O V tinha falado que era um recheado sabor morango. Depois de uma "eternidade" procurando, eu o achei no fundo da prateleira. Voltei para onde eles estavam e vejo o Jin apoiado em um carrinho de compras.

— Jin, por quê o carrinho? Não era para comprarmos apenas o biscoito?

— Bom, era... mas o Taehyung queria comprar alguns salgadinhos e doces. -diz entediado.

— Ai meu Deus... vamos ficar aqui para sempre. -digo batendo na minha testa.

E eu pensando que teria um fim de semana tranquilo, com muita paz e tranquilidade...


Notas Finais


Mais nada a declarar, boa noite ; - ;


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...