História Sweet psychedelic drug - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias The GazettE
Personagens Aoi, Kai, Reita, Ruki, Uruha, Yune
Tags Aoiha, Kaiha, Reituki, The Gazette, Yukai
Visualizações 28
Palavras 2.447
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Slash, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Chegey._
Mais um capítulo, espero que gostem e Boa Leitura♥

Até lá em baixo._.

Capítulo 16 - Our day is coming...


-Meninos estou pensando na gente dar uma saída o que acham?-disse o moreno após voltar do banheiro com uma toalha no pescoço.

-que lindo Aoi, mas sair para onde?-

-passear Uru...-

-vou ganhar alguma coisa com isso?

-não seja grosso Ruki!-disse o loiro enfaixado batendo na cabeça do menor.

-Não precisa bater nele Reita, vai ganhar sim chibi.

-Acho uma boa ideia Aoi,mas quem vai pagar?-

-É aí que todo mundo entra!-

-hãn?não vou dar um centavo pra ajudar em nada!-

-Ruki! Para de ser mão de vaca!-

-o que adianta ele não tem dinheiro mesmo- disse o loiro ao lado do menor rindo

-dane-se!-

-vamos parar com a briga,eu pago-

-Não Kai você não é obrigado a bancar tudo por causa de um chibi avarento.

-sem problemas Uruha,como quem planejou isso foi o Aoi ele também vai ajudar né?-

-vou sim, não precisa fazer esse olhar assassino.-

-Mas eu queria ajudar em alguma coisa...-

-Uruha meu amor,você pode ajudar com as malas- dizia o moreno passando a mão nos cabelos do loiroe e dando-lhe um selinho.

-hmm,já estão com todo esse amor?-

-ué Kai isso não é nem a metade-

-É Reita não é nem a metade...-

-Por que o olhar malicioso Ruki?

Fechou a cara o menor abaixando e fazendo bico.-deixa pra lá-

---

(5 dias depois)

(Pov'Uruha)

Estávamos todos no aeroporto, Aoi havia planejado ir numa praia e assim fizemos, mas numa praia longe de Kanagawa,ele tinha também planejado ir para fora do Japão mas eu retruquei dizendo ser muito cansativo e mais caro...

-Reita cade o chibi?-

-deve ter se perdido?ele é bem pequeno isso não é uma tarefa muito difícil- disse o loiro com um ar de deboche

-Reita,estou falando sério, se o Ruki não estiver aqui quando estivermos indo você vai ficar aqui procurando ele.-

-awwn,tá mas vem procurar ele comigo?-

-mas e as coisas quem vai cuidar,sua faixa?-

-o Kai,ele ta ali boiando com o Aoi e aquele garoto do lado...espera

-garoto aonde?-

-ali,aquele apertando a mão do Aoi-

Os dois se inclinaram para ver aquela cena

-O que estão fazendo meninos?-

-R-ruki não vi você onde estava seu imbecilzinho?-

-É não precisa assustar a gente!-

-se vocês se assustaram é porque estavam fazendo coisa errada!-disse o menor fazendo bico com uma das mãos na cintura.

-e você onde estava?-

-o que estavam fazendo?

-interessa!?-

-ué a calopsita tá estressada?-

*pfft*

-TÁ RINDO DO QUE URUHA?-gritou o loiro batendo na testa do menor

-aii!eu fui ali só!-

-Fazer o que chibi,desembucha!-

-comprar algodão doce...-corou o menor fazendo bico de novo e abaixando a cabeça

-Algodão doce Ruki,que adorável

-Uruha eu não estou vendo a graça!-

-A graça passou aqui do meu lado Reita acha que precisa dela?...-

-está debochando?-

-querem parar com isso-

-Se estamos brigando é culpa sua chibi.

-Hein,por que?-

-porque você foi comprar docinho!-

-Para Reita de zombar de mim-

-Meninos queria apresentar a vocês um amigo do Kai...olha o menor apareceu,onde estava Ruki?-

-comprando algodão doce,Aoi quem é ele?-

Ele é...bonito

-Muito prazer me chamo Yune-ele estende a mão e vira a cabeça fazendo uma reverência um tanto adorável.

Apertei sua mão cumprimentando-o e logo ele soltou a minha deixando-me de lado para conhecer os outros

Fui logo para cima do Aoi e sussurrei em seu ouvido após beijar o seu pescoço.

-Aoi da onde o Kai conheceu ele?-

-Não sei,deve ter sido bem naquele dia que ele tinha dado uma desaparecida... Não sei não em,acho que já tem coisa aí.

-Por quê?

-Pelo jeito que eles se olham-

-hmm,bem isso não importa muito,quando o nosso avião saí?

-8:45

-E são que horas?

-8:30,vamos chamar os meninos para se prepararem logo

-sim


(Pov'Ruki)

Já eram 8:41

Nós já estávamos todos prontos para embarcar.

Reita todo romântico pegou minhas malas e me deu um beijinho deixando-me terminar meu algodão doce,era maior do que eu,me empolguei na hora de comprar

Uruha tinha ido ajudar o Reita,Aoi também fez o mesmo.

Kai estava com aquele tal Yune...quem é aquele garoto,ele se acha todo sedutor, quem ele pensa que é?

Fui até uma parede a mesma em que os dois pombinhos estavam conversando, encostei-me nela para ouvir um pouco do que eles tanto conversavam

-eh,Kai você vai mesmo,mal a gente se conheceu...meu amor

Tinha visto na cara do Kai mesmo ele estando de costas dava pra ver ele estava todo vermelho.

Não sei por quê, surtei um pouco com aquele "meu amor" mas decidi ficar quieto e ouvir mais um pouco

-Yune,mas você vai continuar conversando comigo?

-claro que sim, mas...

Não consegui ouvir mais eles começaram a sussurrar,que raiva até parecem que sabem que estou aqui!

-RUKI!!cade você?

Corri em direção do miserável que berrou,tentei sair dali de um jeito bem ninja,não queria que eles soubessem que estava ali ouvindo a conversa deles, já até imagino como iriam me chamar chibi intrometido?

-O que estava fazendo menor a gente quase esquece você!-ele corre e me abraça prendendo-me pela cintura e alisando meu cabelo, dando-me um selinho, o típico Reita romântico de sempre.

Escondi a cabeça no ombro do loiro e calei-me ali.

-Mmm,quando a gente vai?parece que a hora não passa

-A gente vai agora,vamos procurar o Kai comigo chibi?

-Ah...tá,mas não sei onde ele está...

-Hmm...

-Não é ele ali?-

-...ah,não sei!

-O que você tem Ruki parece assustado, chibi assustado vê se pode...-o maior começou a zombar de mim novamente,ainda começa a rir da piada de mal gosto, dei um soco no peito do loiro e me afastei

-VAI!,Vai procurar o Kai sozinho agora já conseguiu me irritar!

O maior me puxou novamente pela cintura dessa vez dando-me um beijo,quando nos separamos ele desculpou-se e voltou a me beijar

(Pov'Uruha)

-REITA!

-Reita você já chamou os meninos?-

-Aoi mandamos um idiota procurar o outro ele da de cara com um mais idiota ainda!

-Awn,calma meu amor

-CALMA NADA!

E o moreno me olha assustado de novo

-desculpe...

Ele aceitou as desculpas e deu-me um beijo

-Aoi vai você lá, vou comprar um café pra acordar.

-Uruha vamos!-

-Pera oi,quem você pensa que é pra falar vamos? FICA AI COM O NAMORADINHO NEM SE IMPORTA NE KAI!

-Ué,ta com ciúmes, já não basta o Aoi ainda quer outro,ta muito "faminto" não acha?

-O que?

Aproximei-me do indivíduo a minha frente já apertando os punhos pra bater nele,de novo Kai?

(Pov'Aoi)

Fui correndo segurar meu amado

-Uruha,pelo amor né,não vão brigar de novo vocês dois, o que é agora!?

-Esse imbecil aí

-imbecil é você

-repete!

Que briga de criança viu, meu namorado é uma criança?

-Imbecil é você sua puta!

-Aah?!AGORA VOCÊ PASSOU DOS LIMITES KAI!-

-Não Uruha!Reita me ajuda aqui o Uruha de novo.

Então,acho que meu príncipe é meio "assassino" quando se trata de brigas e agora realmente o Kai foi longe demais, Puta?nem eu tenho coragem de chama-lo assim,acho que ele me mata.

Pera,voltando...

O idiota do Reita é um mongo quando se trata de cuidar do chibizinho dele,chamo ele pra ajudar e o Uruha se solta...adivinhem,ele virou e me deu uma bofetada no meio da cara,igual a que ele havia dado no Kai,sabia, da merda tentar segura-lo quando ele fica assim,se eles começarem a brigar aqui não sei o que faço, porque segurar o Uruha eu não quero mais.

Se bem que,não sei se posso apanhar de novo por isso mas né, como eu sempre digo,não custa tentar...

Quando eu vi meu amor naquelas condições,tava na cara que se ele encostasse no Kai ele iria daqui direto pro caixão, corri atrás do Uru,quando alcancei-o puxei a mão dele e acreditem também,eu fiz meu quase sonho se tornar realidade

Dei um tapa na bunda do meu loiro,eu sou doente...

Ele corou e parou por um instante, aquilo me assustou, me assustou mais ainda quando ele vai até o meu lado e revida o tapa, aquilo queimou até a minha coluna,Uruha fica muito forte quando ta com raiva,eu iria imaginar?

-Tem razão Aoi,você tem toda razão

-O que?

Ele encosta a cabeça no meu ombro e sussurra no meu ouvido

-Eu sou sua puta?

Senti a que meu rosto havia ficado tão vermelho a ponto de sumir a marca da bofetada

(Pov'Ruki)

-Parem com isso,cambada nosso avião já ta indo embora.

Todos arregalaram o olho e ficaram quietos, depois saíram correndo que nem gato com medo de água, eu fui junto,o Reita queria me levar no colo mas eu o ameacei dizendo que faria o mesmo que o Uru.

...

Entramos no avião, lá era ótimo, o Aoi pagou ótimos lugares pra gente praticamente primeira classe.

O amigo do Kai veio junto,era isso que eles estavam conversando com o Aoi,acho que ele como boa pessoa deixaria até um cavalo ir com a gente...

-Com licença Ruki,não quer sentar na janela?

-Ah,sim se sentir fome me avise meu amor.

-Eh,pra quê esse tom meloso Rei?

-Awnn,faça-se de desentendido isso é muito fofo

Ele acariciou meu cabelo de um jeito fofo,só assenti fazendo bico

(Pov'Aoi)

-Uruha,não gosto de ver você bravo.

-Você viu né Aoi,viu do que ele me chamou né?

-Vi sim,não deveria se importar o Kai é gente boa mas vive fazendo merda

-E...o amigo dele veio junto como você disse né?

-Veio sim...

Beijei-o na boca enquanto acariciava seus cabelos

-porque não dorme um pouco?vou cuidar de tudo não se preocupe.

-mhm,me beija de novo?

-com muito prazer

E assim fiz, meu amado estava cansado mais ainda tinha seu "fogo"

(Pov'Kai)

-...Em fim Yune,consegui traze-lo junto,está feliz?

-Muito- ele sorri de um jeito adorável, sim eu já me apaixonei, sou fogo mesmo...

-Kai o que aconteceu com aquele seu amigo?U-uru...

-Uruha...não se esquente com isso ele é assim mesmo.

-Por que o chamou de puta?

-porque ele é...estou um pouco cansado Yune acho que vou dormir um pouco.

-Ah...mas queria ficar conversando

-own.

Inclinei minha cabeça para o lado dele e nos beijamos novamente

-hm,Yune,vamos continuar conversando então.

-Não, se você estiver com sono pode dormir.

Como sempre gentil

-Pode usar-me como travesseiro se quiser

Sorri e deitei minha cabeça em seus ombros

Ele é mesmo muito fofo.


---


(6 horas depois)

(Pov'Reita)

Estávamos na metade do caminho provavelmente, não sei direito,já era 13:50 da tarde queria perguntar para o Aoi mas parece que todo mundo está hibernando.

Passei a mão na cabeça do baixinho que dormia calmamente no meu ombro enquanto tentava acorda-lo em silêncio

-Ruki?

...

-Ruki,acorda

-hmmh

-Acorda...Ruki!

Toquei no nariz dele com a ponta do dedo esperando que aquilo o incomodasse

-Ahhnmh

Ele abriu os olhos finalmente,quase fechando-os novamente mas já era um sinal

-finalmente menor q sono pesado!

-São que horas Rei?

-Vai dar duas da tarde.

-Ainda?

-sim chibi paciência...

-To com fome Reita

-Ah,agora

-Sim Reita!

-Ahh,porque eu te acordei mesmo?

Por sorte uma aeromoça estava passando, provavelmente para ver se estava "tudo certo"

-Aehh,moça, moça, eii

-Sim no que posso ajuda-lo

-Eh,o menor está com fome, Ruki o que você quer?

-Mm,o que tiver aí.

-Ah,o senhor pode escolher então.

O menor levantou-se emburrado,pela cara dele acho que ele queria que eu pegasse alguma coisa e desse na boca,esses baixinhos de hoje andam muito folgados.

Ele tinha pegado uma garrafinha de água,igual a ele,pequena e adorável, também pegou uma bandejinha com uns salgados depois que a moça deu as costas o menor começou a atacar

-Quer?-perguntou o baixinho com a boca cheia,de novo

Apertei a bochecha dele e peguei uns três do que ele havia me oferecido.

-Ruki sabe o que é isso?

-ah,não,mas é bom,isso que importa.

...

(Pov'Yune)

-...Kai?

-sim?

-pensei que estivesse dormindo,desculpe se te acordei

-Não estava,não se preocupe

-hm-

-quer alguma coisa?ta tudo bem

-to bem sim... Meu amor,só estou um pouco entediado.

-ah,então tá, o que posso fazer por você Yu?

-não sei- dei um sorriso um tanto malicioso, mas acho que ele deve ter entendido de um jeito "fofo"ele sorriu, aquele maravilhoso sorriso, aquelas covinhas que dá vontade de morder,aqueles olhinhos sorridentes e meigos, é tão adorável.

-Kai,como consegue ser tão fofo?

Ele começou a rir muito mais

-N-não sei,m-mas obrigado-ele não parava de rir,já estava ficando com vontade de morder aquelas bochechas, ele era muito fofo.

-Kai,vamos no banheiro comigo?

-Sim, vou aproveitar pra lavar o rosto, dar uma acordada

Nos levantamos e fomos

Deu pra ver que praticamente boa parte das pessoas que estavam lá,estavam dormindo também

-Passamos também do lado daquele loiro que havia brigado com o Kai,ele estava acordado,bem nem tanto,estava olhando para a janela,enquanto Aoi usava-o como travesseiro também.

Chegando no banheiro o cabelo do Kai tinha encostado no olho dele,quase ele faz um escândalo, que criança, mas é fofo,dei um tapa na bunda dele e mandei ele entrar logo,ele foi,se doendo mas foi.

Quando finalmente entramos fiz o que queria e ele deixou que eu fizesse um penteado nele,para tirar um pouco de cabelo do rosto,peguei uma pulseira que tinha no braço, era uma pulseirinha de pano,serviu como laço perfeitamente, amarrei-a no cabelinho penteando o resto para trás.

-Está bom assim?-ele se olhou no espelho e nos começamos a rir

-Que fofo,Yune que isso!?

-Um penteado,não gostou?

-Ficou muito fofo!-ele disse sorrindo,enquanto eu fazia o mesmo,que vontade de apertar uma coisa dessas.

Fiquei passando a mão na testa dele e deixei um beijinho lá também,Kai levantou e me beijou

Enquanto o fazia, segurei-o pela cintura e deitei-o em cima da privada e lá ficamos por um tempo...


(Pov'Uruha)

Quem aquele Yune pensa que é pra ficar me encarando?aquele garoto imbecil da onde surgiu?Kai agora fica todo bobo do lado dele, que ódio!

...

O que eles estão fazendo demorando tanto no banheiro?eu quero usar será que eles não tem respeito?

Levantei da cadeira e deixei o Aoi lá,apenas joguei a cabeça dele na minha cadeira e fui.

E quando cheguei lá começei a ouvir gemidos?

Espera como assim?

Bati na porta com a força que tinha,acabou saindo muito alto,se não ouvirem estão surdos.

Esperei por um tempo e nada.

Estava querendo ir no banheiro porque estava me sentindo enjoado,não seria bom vomitar no meio do avião com praticamente todo mundo dormindo né?

Decidi que deveria arrombar a porta,antes bati mais uma vez,eu já estava me estressando.

Quando empurrei a porta ela abriu facilmente,estava aberta, amém.

Nem tanto,fiquei com ódio daquela visão, o Kai e o Yune no maior amor lá dentro,que absurdo, que falta de vergonha.

Enfiei a mão nos olhos pra não ver mas o ódio não tinha como cobrir, acho que eu sou bipolar,eu odeio o Kai mas tenho ciúmes dele

-Ah...Uruha?né desculpe.

-desculpe,ok então.-debochei. e o imbecil ainda pede desculpas.

-Kai.

-O que você quer Uruha? Porque não foi ficar com seu namoradinho?

-O QUE MERDA VOCÊS ESTAVAM FAZENDO-

-Cala boca,por quê ta gritando?

-Olha Kai já to por aqui com você,vai se fuder.

-O que,por que Uruha, você briga comigo e depois vem encher o saco, você não pediu desculpas da última bofetada que você me deu,ou pediu?NÃO ME LEMBRO DISSO!

-O que tá acontecendo aqui?

O Ruki!ele começou a olhar o Yune com um olhar assassino

Depois foi e puxou o cabelos do menino com a maior força, deve ter doído tanto.

Puxou o garoto pelos cabelos tirando-o de cima do Kai,quando o menor havia puxado-o ele deu um tapa na cara dele,um tapa, na cara do meu chibi,quanta audácia.

(Pov'Aoi)

Estava ouvindo barulhos vindo do banheiro,seria bom levantar e ir lá pra ver o que estava acontecendo? Ou fico na minha?vai saber se não é com outras pessoas.

Olhei para a cadeira do meu lado e não encontrei o meu Uru, na cadeira do outro lado não encontrei o Ruki, só estava o Reita dormindo e nos lugares a frente não encontrava o Kai e o Yune...e depois invento de pensar que não é com a gente.

Então fui até lá.

Sim era com a gente. Quando levantei vi meu Uruha,bravo,de novo, não sei o que eu faço, não queria apanhar de novo.

Fui lá e puxei-o pelo ombro e vi o Ruki encostado na parede, com aquela mãozinha no rosto que por sinal estava bem vermelho, agora entendi o motivo da raiva do meu amado.

Paciência

Tive que segurar o Uruha de novo

Acabou com ele me batendo de novo, porém eu preferia que ele só me batesse.


 Ele desmaiou em meus braços.


Notas Finais


Espero que tenham gostado, deu pra colocar muita coisa nesse capítulo
Acho que vou começar a dar uma diminuída nos detalhes porque estou ficando um pouco afim de acabar logo com essa fic.
Desculpem pelos erros,meu teclado ta terrível hoje;-;
E também estou planejando uma nova fic,talvez eu começe ela hoje se não for hoje então vai ser bem depois, tudo depende da minha vontade:v

Beijos até o próximo♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...