História Sweet Revenge - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Jeremy Bieber, Justin Bieber
Exibições 6
Palavras 1.267
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura, bjs 😘❤

Capítulo 2 - Patience


Ah não, ele de novo não...

Olho para janela, suspiro e abro a mesma

- Olá querida, quanto tempo não?

- Arthur, que surpresa pensei que depois do acontecido não voltaria mais..

- Alyssa, Alyssa, já lhe disse para me chamar de pai e não de Arthur, e eu resolvi voltar, para ver minha princesa - sorri sínico -

- Como pode ser tão sínico? Depois de tudo que fez, volta e vem falando isso! Me poupe.. agora com licença tenho mais o que fazer - sorrio falsa e quando vou fechar a janela ele segura meu braço, reviro os olhos -

- Espere, não falei o que queria, aceita tomar um café com seu paizinho?

- Você deixou de ser meu pai a muito tempo, e não, não quero ficar mais um segundo ao seu lado - fecho a janela e saio dirigindo de volta pra casa

[...]

- Como assim ele voltou? - minha mãe diz assustada - ele fez algo com você? O que ele te falou.. aí meu Deus o que ele quer agora!

- Não mãe, ele não fez nada se acalma Okay? E não sei o que ele quer.. ele queria falar comigo me chamou pra tomar café, mas tudo que eu mais quero é ficar longe dele

Depois de contar tudo a minha mãe, ajudo ela a escolher sua roupa do trabalho e logo ela sai me deixando um beijo na testa, como eu a amo!
Vou para meu quarto, depois de me despir entro no banho, depois de mais ou menos uns 30 minutos, saio e vou ao closet, visto meu conjunto de lingerie azul marinho, um shorts de moletom e um crooped da nike, me deito e fico pensando naquele garoto de olhos cor de mel de hoje de manhã até pegar no sono

P.O.V Justin Bieber

- Eu não consegui conversar com ela, ela não me deixou falar e foi embora, mas prometo que vou tentar de novo o mais rápido possível

- Caralho ein, você nunca faz nada certo puta que pariu, vou te dar só mais uma chance e se ela não estiver entregue a mim daqui a 5 dias - olho sério pra ele e vejo o cara quase cagar na calça, se não fosse uma situação dessas eu estaria rindo - você é um cara morto, agora vaza já tô sem paciência - ele assente e sai do meu escritório -

Homem babaca, vende a vida da própria filha por dinheiro, ridículo. Me levanto saio do escritório e caminho para a escada mas antes..

- Justiiiin, Justiiiin vem ver a casa de bonecas que o papai comprou pra mim - reviro os olhos e vou até ela - Olha como ela é grande, e veja - ela me entregou o boneco Ken - agora você pode brincar comigo - era só o que faltava suspiro -

- Que legal Jazzy, amanhã eu brinco Okay? Estou cansado, vou dormir - beijo sua testa - até amanhã princesa - ela assente e volta a brincar -

Subo pro quarto, entro e começo a me despir, vou ao banheiro Entro No box e tomo um banho demorado, termino saio enrolado na toalha e entro no closet, coloco uma cueca box e uma bermuda e me jogo na cama, fico encarando o teto até pegar no sono e acabo dormindo

[...]

4 dias depois

- Você só tem mais um dia Arthur, só mais um dia.. se amanhã até uma hora da tarde, sua filha não estiver aqui - encaro ele - bom, não preciso falar de novo, ja deve saber muito bem

- Juro que amanhã eu estarei com ela aqui, eu tentei de todo o jeito fazer com que ela fosse tomar a porra do café comigo, mas ela é muito difícil ainda mais depois do que eu fiz... - observo ele falar e reviro os olhos -

- Okay, não quero saber, só quero sua filha aqui amanhã - trago meu cigarro e solto a fumaça em sua frente - agora vaza - e assim ele fez -

P.O.V Alyssa Violet

Se passou 1 semana e meu pai, quer dizer, o Arthur não para de me encher para tomar a porra do café com ele.. se hoje ele vier de novo me atormentar eu vou aceitar pois ja estou de saco cheio e até um pouco curiosa pra ouvir o que ele tem pra falar. Me levanto da cama faço minhas higienes matinais, tomo um banho rápido, visto o uniforme, faço um rabo de cavalo no cabelo, e desço, vou na cozinha pego uma maçã e começo a comer

- Já Vou Indo Mamãe - sim eu chamo ela de "Mamãe" - até mais tarde, te amo - beijo sua bochecha

- Eu também te amo filha

Saio e vou até meu carro entro no mesmo e dirijo para a escola, estaciono e desço do mesmo com minha mochila, passo pela porta e não vejo Sophie, caminho para sala de aula entro e sento em meu lugar, e pego meu celular

sms: - por que não me avisou que não viria hoje vagabunda? Agora vou ter que ficar nessa porra de escola sozinha

sms Sophie: aii desculpa amiga, foi de última hora, prometo que amanhã eu vou!!

sms: hum, tá

Guardo o celular, suspiro e observo aquela aula chata do professor Matthew

[...]

Até que enfim posso ir embora dessa prisão, me levanto pego minhas coisas e saio da sala até que alguém passa e derruba meus livros, caralho ein, olho quem derrubou e ótimo só podia ser Ashley a "popular" da escola, pra mim é só mais uma puta

- Ta com o olho no cú? Caralho presta atenção por onde anda - Falo pegando meus livros do  chão e logo guardando os mesmo no armário -

- Olha o jeito que fala comigo praga, não sou tuas amiguinhas não - reviro os olhos e bato o armário com força - vish ta estressada querida? Se joga da ponte que passa

- Ah, que isso, pensei que fôssemos BFF -  digo com ironia e reviro os olhos - me poupe né? Tenho mais o que fazer do que ficar me estressando com galinha - falo e saio andando, não tô com paciência hoje, caminho até meu carro e ótimo a única coisa que faltava para estragar meu dia.

- O que quer? - olho ele -

- Calma filha, eu só quero te levar pra tomar um sorvete, será que não pode tirar 1 hora do seu tempo para tomar sorvete com seu pai?

- suspiro me segurando pra não perder o pouco de paciência que ainda tinha - Okay, Arthur, eu vou mas não se acostuma viu? É só hoje.. - ele abre um sorriso tão grande que parecia que estava ganhando na mega-sena

- Obrigada minha filha, prometo que não vai se arrepender, vem vamos no meu carro.. depois peço para pegarem o seu aqui e levar na sua casa - assinto e vou ate o carro dele entrando no mesmo -

[...]

Pedimos o sorvete, conversamos até que foi legal e agora ele está indo me levar pra casa, observo pela janela e noto que não estamos no caminho certo

- Esse não é o caminho da minha casa - olho pra ele e vejo suas mãos suarem, ele está tenso - aonde você está me levando?

- Desculpa filha, não queria que foosse assim - ele pega um pano e coloca o mesmo na minha boca e nariz, tento me soltar e do nada tudo fica escuro -

Continua....


Notas Finais


Oii gente, então o começo sempre é meio chatinho mas prometo que vai melhorar e muitooo, espero que tenham gostado é isso
Bjinhos e até o próximo 😘💕✌


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...