História Sweet Revenge. - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Você
Visualizações 124
Palavras 1.260
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


se n gosta de ler coisa q tem sexo n lê esse capítulo enos te amo

Capítulo 12 - Love you


S/n - Diz que você não pegou - Fui até ele.

Taehyung - Na verdade não, você deixou em cima da cama.

S/n - Ta, agora me devolve - me devolveu - obrigado.

Taehyung - Não demora - Disse quando entrei no banheiro.

S/n - Não vou - Sai do banheiro - To pronta - Ri.

Taehyung - Até que enfim. Agora vamos, quero tomar sorvete.

S/n - Vamos.

Quando descemos Hoseok me olhava e Jungkook conversava com Seokjin. Estávamos prestes a sair de casa quando Jungkook grita da cozinha.

Jungkook - Onde vai? - Apareceu na sala.

S/n - Não é da sua conta.

Jungkook - Claro que é - Segurou meu braço.

Taehyung - Solta ela - Ele já estava serrando os punhos.

S/n - Me solta - Eu estava irritada.

Jungkook - Quando chegar vamos ter uma conversa - Me soltou.

S/n - Não sonha - Puxei Taehyung e saímos.

Estávamos em silêncio, Taehyung estava distraído e eu tentando me acalmar.

S/n - Desculpa por isso - Parei de andar.

Taehyung - Não foi nada - Sorriu - Eu estou aqui, sabe disso né? - Acenti - Então - Me abraçou.

S/n - Obrigado - Retribui.

Chegamos na sorveteria, fizemos nossos pedidos e sentamos.

S/n - Ah não - Sun e Namjoon entraram na sorveteria.

Taehyung - Quer pegar os sorvetes e ir pra casa?

S/n - Claro que não, tá doido?

Taehyung - Você tá bem com tudo isso?

S/n - Óbvio, eles acham que eu esqueci o que fizeram, mas só estou esperando o momento certo pra agir.

Taehyung - Sua doida - Riu - 88, vou buscar nosso sorvete - Levantou e foi em direção ao caixa.

S/n - Vai lá - Ri.

Quando Taehyung foi buscar o sorvete Sun se aproximou.

Sun - O-oi S/n

S/n - O que quer?

Sun - Por que tá me tratando assim?

S/n - Vai se foder Sun Hee, você fez merda e ainda pergunta porque tô te tratando mal. Eu quero mais é que você vá pro inferno, de preferência com a sua mãe pra ela pegar bastante no seu pé.

Taehyung - Sun Hee, sai daqui, não é hora. - Disse calmo.

Sun - T-tudo bem, a-até mais

S/n - Até nunca mais - Saiu.

Taehyung - Calma S/a - Eu estava tremendo.

S/n - Ta tudo bem - Segurou minha mão.

Taehyung - Vamos pra casa, já paguei tudo.

S/n - Ta, vamos.

Voltamos pra minha casa, Jungkook, Hoseok e Seokjin já não estavam mais lá.

Taehyung - Você tá melhor? - Se jogou no sofá.

S/n - Sim, só um pouco suja - Sorri - Vou trocar de blusa - Fui ao meu quarto.

                        *S/n off*

                  *Taehyung on*

Eu estava com saudades da S/a, eu estava fora de mim naquele momento, a primeira coisa que raciocinei foi em subir aquelas escadas atrás de S/n.

S/n - Ah, oi Tae - Sorriu.

Ela é tão linda, não só porque mudou, ela sempre foi a menina mais linda que eu já havia visto, mas naquele dia, ela estava muito mais.

Não esperei muito e tranquei a porta, logo me aproximando dela, a coloquei contra a parede e comecei um beijo. Um beijo rápido, cheio de desejo. S/n estava correspondendo e parecia querer o mesmo que eu.

Eu segurava sua cintura a puxando mais pra mim. S/n levantou sua perna direita e colocou em volta da minha cintura pra aprofundar o contato de sua intimidade contra minha ereção, e logo apertei suas coxas.

Sem interromper o beijo, nos guiei a passos cegos até sua grande cama de casal. Quando chegamos, peguei S/n pela cintura e a coloquei calmamente na cama, fiquei por cima e a mesma entrelaçou suas duas pernas em minha cintura.

Eu estava sem a mínima pressa, eu queria aproveitar cada momento, cada toque e expressão dela. Comecei retirando sua blusa, a joguei no chão e logo comecei outro beijo. Pra minha sorte, S/n usava um sutiã com fecho na frente então, sem precisar interromper o beijo, usei minhas mãos desajeitadas e comecei a tirar seu sutiã.

Quando toquei pela primeira vez em seu seio, a mesma arfou em aprovação, então comecei a chupar seu seio esquerdo, eu rodeava minha língua em volta de seu mamilo e ela dava leves puxões em meus cabelos.

Logo subi meus beijos até seu pescoço, lá deixei marcas fracas para não aparecer no outro dia. S/n me puxa e começa outro beijo, lento e com carinho.

S/n começa a tirar minha camisa e eu a ajudo tirando minha bermuda, ficando somente de cueca. Como eu estava quase nu e ela ainda estava de saia, comecei a deixar beijos em seu pescoço, seios e barriga, logo chegando em sua intimidade.                                                                                                                           Retirei sua saia com toda calma possível. Olhei para cima e vi S/n vermelha e de olhos fechados, com certeza estava envergonhada, mas eu queria que ela deixasse aquilo de lado então continuei o que estava fazendo.


Taehyung - Você quer isso mesmo? - Ela concordou - Tudo bem.

Retirei sua calcinha, a última peça que me impedia de a ter totalmente. Meu membro latejava por dentro da cueca, era difícil ser calmo e paciente naquele momento, eu precisava daquilo mas eu queria que fosse tudo perfeito.

Beijei sua intimidade e S/n deu um pulinho por ter se assustado. Levantei até chegar na altura de seu rosto.

Taehyung - Faça o que eu pedir, tudo bem? - Ela assentiu.

Retirei minha box que já estava pequena com minha ereção me incomodando, peguei uma camisinha na mochila, coloquei em meu membro e me posicionei em sua entrada enfiando devagar. No mesmo instante S/n fechou os olhos com força.

Taehyung - Pode me arranhar.                                                                                                               Quando S/n me arranhou eu senti uma ardência enorme, mas eu estava tão focado nela que nem liguei.                                                                                                                                  Taehyung - Me beija.                                       

E assim ela fez. Quando entrei por completo, fiquei sem me mexer, era torturante mas necessário. S/n me beijava mas ainda parecia estar com dor. Alguns segundos depois, ela começou a se mexer procurando mais contato, e foi aí que comecei os movimentos.


De começo eu fui devagar, era torturante sentir sua vagina se contrair contra meu membro que só ficava mais duro.

S/n - V-vai m-mais oown r-rápido - Disse em meio aos gemidos.

Comecei a dar estocadas fortes e fundas, S/n gemia alto e eu baixo em seu ouvido, a cada suspiro meu em seu ouvido, S/n arranhava minhas costas e gemia mais arrastado.

S/n relutante, inverteu nossas posições e ficou por cima, mas me puxou e fez eu ficar sentado. Ela pegou minhas mãos e colocou em sua cintura, fazendo com que eu a ajudasse com os movimentos. Eu chupava seus seios e pescoço enquanto S/n arranhava minhas costas e ia mais rápido nos movimentos.

Minutos depois, sinto a vagina de S/n se contrair ainda mais e logo seu líquido escorre. S/n já estava cansada então novamente a coloquei deitada e continuei as estocadas. Mesmo cansada, S/n gemia alto a cada estocada forte que eu dava. Alguns minutos depois eu acabei gozando. Retirei a camisinha e coloquei no lixo que havia no banheiro do quarto e voltei a me deitar com S/n.

S/n - Eu amo você - Sorriu tímida.

Taehyung - Também amo você, muito - Sorri e comecei um beijo.

S/n - Vamos dormir?

Taehyung - Por favor - Rimos.

Eu e S/n colocamos somente nossas roupas íntimas e nos cobrimos. S/n virou-se de costas pra mim e eu logo a abracei, beijei o topo de sua cabeça e adormeci.


Notas Finais


um dia meu hentai melhora, perdoa nóis

até mais!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...