História Sweet Sixteen - Imagine Kim Samuel - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Kim Samuel, Kpop, Produce 101, Produce 101 Season 2, Samuel Kim, Samuel Produce 101, Sweet Sixteen
Visualizações 157
Palavras 709
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Musical (Songfic), Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Finalmente a oneshot do Samuel que eu tinha prometido :3

PS: contém sexo com menores de idade, não gosta, não leia!

Boa Leitura 💕

Capítulo 1 - Sweet Sixteen - OneShot


Fanfic / Fanfiction Sweet Sixteen - Imagine Kim Samuel - Capítulo 1 - Sweet Sixteen - OneShot

Bom, hoje é o aniversário de 16 anos do meu namorado, Kim Samuel. Eu resolvi dar a ele uma coisa que o mesmo está querendo já há um tempo, a nossa primeira vez. E sim, é isso que vocês estão pensando.

Comprei uma lingerie, podemos que dizer que... Sexy? Sei lá, não entendo nada dessas coisas. Enfim, o chamei para vir na minha casa para saírmos e comemorar seu aniversário, mas não vai ser muito bem isso.

Me olho no espelho pela última vez. A lingerie é vermelha com rendas transparentes, não é muito exagerada. Ouço minha campainha tocar e logo visto meu roupão. Saio do banheiro, que era no meu quarto, indo até a porta. Olho no olho mágico. Samuel estava lindo, como sempre. Abro a porta, sorrindo ao vê-lo.

- Ainda está assim? -pergunta rindo.

Já havia esquecido que estava com aquele roupão. Dou passagem para ele entrar, pois a noite estava fria.

- Perdi a hora. -rio baixo- Feliz aniversário, oppa.

Embora eu seja mais velha por alguns meses, Samuel adora quando o chamo de oppa.

- Pensei que tinha esquecminha-ele sorri, seu sorriso é maravilhoso. O maior me abraça- Obrigado noona.

- Melhor eu terminar logo de me arrumar, vem comigo.

Vamos para meu quarto. Ele senta em minha cama e eu entro no banheiro. Tiro o roupão e respiro fundo. Depois de pensar em desistir algumas vezes, abro a porta do banheiro. Ele me olha e arregala os olhos. Será que ele não gostou?

- Noona... -diz ficando de pé.

Bom, a merda já está feita, então continua, S/N. Saio completamente do banheiro, fechando a porta atrás de mim.

- Queria dar um presente mais especial para você, oppa. -me aproximo dele e passo as mãos ao redor de seu pescoço, beijando o mais novo.

Samuel põe suas mãos em minha cintura e a aperta, nos deixando colados. Já podia sentir sinais de vida de seu membro. Aprofundo o beijo, que de lento e provocante, passou a ser rápido e cheio de mãos bobas de ambas as partes.

Nos aproximamos da cama e ele me deita na mesma, voltando a me beijar. Samuel desce os beijos para meu pescoço, deixando mordidas e chupões no local, que com certeza iria ficar marcado.

- Tem certeza que quer isso? Não precisa fazer só por mim. -diz em um tom preocupado.

- Só continua, Samuel. -ele me da um selinho e continua seu trabalho.

O mais novo aperta meus seios ainda cobertos, me fazendo arfar. Desce os beijos até a barra de minha calcinha e a tira, abrindo minhas pernas. Por impulso (e vergonha) fecho as mesmas.

- Não tenha vergonha, só estamos nós dois aqui. -diz calmo e eu assinto.

- Espera! -falo antes dele fazer qualquer coisa.

Pego um preservativo que tinha no criado mudo ao lado da cama e o entrego.

- Bem lembrado! -ri sem mostrar os dentes.

Tentando perder um pouco da vergonha, tiro sua camisa, passando as unhas por seu abdômen. Ele parece gostar disso. Depois dessa pequena provocação, Samuel desabotoa rapidamente sua calça, a jogando no chão. Pude ver o volume em sua cueca, me fazendo ficar vermelha.

- Tão fofa. -ele sorri ladino.

O mesmo tira sua cueca, que tomou o mesmo rumo de sua calça, e abriu novamente minhas pernas.

- As preliminares ficam para outro dia. -diz "vestindo" seu membro com a camisinha- Me avise se doer. -assinto.

E então Samuel entra todo em mim de uma vez, me fazendo gemer alto. Ele me beija e começa movimentos lentos de vai e vem.

- M-Mais rápido. -peço separando nossos lábios.

Samuel atende ao meu pedido e começa a ir mais rápido. No começo senti um pouco de dor, mas nada exagerado.

- S-Samuel... -gemi ao sentir uma onde de prazer enorme passar por meu corpo.

- S-S/N... Eu te amo.

Naquele momento, cheguei ao meu ápice. Logo senti seu líquido me preencher. Nos encaramos sorridentes por um tempo e ele deita ao meu lado, exausto.

- É verdade o que você disse? -pergunto ao normalizar minha respiração.

- Que eu te amo? -sorri- Claro que é.

Sorrio com suas palavras e deito em seu peito.

- Também te amo, sempre vou te amar.

Samuel faz carinho em minha cabeça, beijando o topo da mesma.

- Vou te fazer a garota mais feliz do mundo, S/N...


Notas Finais


Espero que tenham gostado!

Até a próxima história ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...