História Sweetest - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias NCT U
Personagens Jaehyun, Taeyong
Tags Jaeyong, Nct127, Nctu
Exibições 48
Palavras 330
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drabble, Slash
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Comeback não tão comeback, ruim como todos os anteriores. Apreciem pelos nossos bebês.
^w~

Capítulo 1 - " Capítulo único"


Sweetest

_________________________________________

 

 

Eu o tenho em minhas mãos, doce vítima de minha afeição, eu o tenho em minha pele, o tenho em todo lugar. Vejo e sinto com tanta precisão, ao mesmo tempo que pareço não sentir ou ver. Corre junto ao meu sangue, tão rápido, aquela adrenalina de vê-lo e poder degustar da sensação, degustar o arrepio na pele. Sinto que posso desmoronar.

Como é possível existir alguém tão perfeito, tão irreal? Este sentimento perfura minha pele e faz escorrer meu sangue, gota por gota, possui minha mente e depois abandona-me num vazio desconfortável. É um insulto. A imagem dos teus cabelos brancos, do rosto fino e delicado, olhos sérios e misteriosos, está cravada em mim, ao menos posso descansar sem vê-lo em sonho.

Eu o desejo tanto, sinto necessidade de ouvir a poesia que és. Não há ritmo, nem palavras, mas soa tão belo e melancólico. Faz a dor ser admirável, a morte ser bonita, o sangue ser tinta para pintar, o meu sofrimento um desenho. O pintei como vítima, mas deve saber que também sou vítima da tua perfeição, da tua voz e sorriso, do teu olhar e dos movimentos leves e precisos. Sei que sabe o que faz, que sabe como judia de mim.

Oh, como não pude prever este desastre? Não durmo mais, noites em claro apenas pensando em como seria bom poder entrelaçar meus dedos nos seus. Penso em como seria sentir os seus cabelos. Qual perfume possui? Será que são macios? Mesmo que não seja literal, eu o tenho em minhas mãos, e o cravei em minha pele. 

Apenas peço que não brinque com meus sentimentos, já és quase letal, quase a dose certa para matar-me. Estás na linha tênue entre remédio e veneno. Então não brinque com isso. Apenas cure minha dor, deixe-me tê-lo por um momento. Apenas isso, sem trocas intensas. Dê-me o que mereço, ou o que quiser dar, não peço nada mais e nada menos.

Apenas o teu amor.


Notas Finais


Nunca fui boa com finais ~sofre~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...