História Sweetheart - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias NCT 127
Personagens Taeyong, Winwin
Tags Inutilia, Taewin, Taeyong, Winwin
Exibições 25
Palavras 411
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drabble, Fluffy

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


tava ouvindo bermuda triangle

Capítulo 1 - O que são borboletas?




"O que são borboletas? "

Taeyong tinha certeza absoluta que a qualquer momento seu rosto se rasgaria de tanto sorrir. É, ele sorria, exageradamente, sorria pra valer, daquele jeito que te faz sentir dores nos músculos faciais, te fazem querer que essa dorzinha não passe, e que ela seja a única dor que você seja capaz de sentir.


Sicheng era a definição mais que perfeita e absoluta de pureza e inocência, talvez fora por isso que Taeyong acabou apaixonando-se por ele. Seu sorriso e olhos doces, seu amor por sorvete e macarons, seus cabelos macios e cheirosos, seus lábios molhados e rosados. Tudo bem diferente do que ele mesmo era.

"O que você acha que são borboletas?" Taeyong perguntou e soube que morreria de arritmia cardíaca super grave quando SiCheng colocou aquela expressão pensativa em sua face.
Deuses, como Taeyong o amava, amava tanto que achava que a palavra amor não definia mais o que sentia, de tão grande que aquilo era. Seus olhos sempre corriam apressados pelo rosto do mais novo, porque queria gravar cada mínimo e máximo detalhe que existia alí.


Antes Taeyong era viciado compulsivo em nicotina, mas foi só sentir o beijo com sabor de sorvete de flocos de SiCheng para isso mudar – flocos era seu sabor preferido de sorvete, claro que ele não deixou o cigarro totalmente, mas nem se comparava com antes. Até nisso eles eram diferentes, enquanto Taeyong era viciado em nicotina, café amargo e se meter com peças nada boas; SiCheng era viciado em sorvete, sonecas depois do almoço e nadar enquanto chovia.

"Elas parecem flores pra mim." 

SiCheng falara, e era tão adorável que Taeyong teve que beijá-lo, todo sujo de sorvete mesmo.

"Por que você não me diz o que são borboletas?" 

O mais novo falou e depois colocou um biquinho nos lábios, e céus, Taeyong iria explodir! Mas pensou que antes disso precisava explicar a SiCheng o que era uma borboleta.

"Talvez borboletas sejam flores que dançam com o vento." 

Taeyong sorriu mais ainda, todo bobo, todo apaixonado. Ele amava as comparações que o namorado fazia. E SiCheng sorria também, mas não sabia o porquê, só ver Taeyong sorrindo daquele jeito o fazia sorrir. É SiCheng amava Ty bem mais do que poderia dizer em umas quatro vidas.


Taeyong tocou os cabelos pintados de rosa do outro e concluiu seu pensamento em voz alta:

"Então borboleta é o que sou, quando você venta forte em mim e me leva pra dançar sob esse céu infinito que é inteiramente nosso."




Notas Finais


primeiro: sou 101% taewin trash
segundo: vou encher isso aqui de taewin because why not


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...