História Swimming Pools - Capítulo 6


Escrita por: ~ e ~wingsuga

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Hoseok, Jimin, Natação, Taehyung, Taekook, Yoongi, Yoonmin
Exibições 119
Palavras 1.965
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Escolar, Festa, Lemon, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Perdoem a demora, vou tentar voltar mais cedo na próxima TT.TT

Obrigada pelos favoritos e comentários, são sempre muito importantes.

Boa leitura

Capítulo 6 - Secure


Fanfic / Fanfiction Swimming Pools - Capítulo 6 - Secure

A água sempre o relaxava. Ainda assim, Jimin pensava nele. Sorrindo inconscientemente ao lembrar dele pronto para entrar naquela piscina. Mexeu a mão, balançando calmamente a água da banheira.
Era melhor ainda lembrar de quando ele saía da piscina. Caminhando até Jimin, os pingos de água passeando por seu corpo. Vez ou outra esbanjava um sorriso.
O moreno tocou seus próprios lábios. Deixou-se escorregar, afundando aos poucos na água. Não deveria estar pensando em tais coisas, não teria chance com Yoongi.
Ouviu batidas na porta do banheiro.

— ChimChim, aquele rapaz do encontro já está lá em baixo – Sungjoo avisou

— Mande-o subir! – revirou os olhos, falando alto

Saiu imediatamente da banheira e enrolou sua cintura com uma toalha.
Caminhou rápido até o guarda roupa a fim de pegar sua roupa antes que Yoongi chegasse ao quarto. Onde estava com a cabeça para mandá-lo entrar sem estar vestido?
Enquanto bagunçava suas roupas, Yoongi bateu na porta. Uma, duas vezes, esperando que ele desse as caras. Jimin fazia o possível para achar rápido algo adequado para usar durante o jantar. Como Yoongi não tinha nada a perder, abriu a porta devagar, procurando-o pelo quarto.

— Ainda não está pronto, Park? – perguntou, fazendo com que ele estremecesse de susto

— E-eu já ia abrir, hyung! – o encarou, a face levemente vermelha

— Eu abri – falou como se ninguém tivesse percebido. Andou até a cama e sentou-se.

— Só preciso me vestir

— Quer ajuda?

— O quê? – com certeza não era o que Jimin tinha pensado

— Quer que eu ajude a procurar uma roupa?

— Encontrei – pegou uma roupa e voltou ao banheiro para colocá-la

Yoongi riu, Jimin parecia nervoso.

— Quando vamos comer? Já estou com fome – perguntou

— Assim que eu terminar aqui! – gritou do banheiro

Numa estante mais afastada da cama, Yoongi pôde visualizar vários troféus e medalhas. Aproximou-se dela para ler a plaquinha de identificação de cada um, mas distraiu-se com um retrato preso à parede. Nele, Taehyung e Jimin sorriam em frente ao antigo ginásio. Taehyung usava sua jaqueta do Brave Club e segurava uma medalha pendurada no pescoço. As duas crianças faziam um sinal de vitória com os dedos.

— Já estou pronto... – Jimin falou.

— São todos seus? – apontou para a estante

— São sim... Vamos! – o puxou pela mão

Os dois garotos, devidamente vestidos, desceram a escada da imensa casa e seguiram à sala onde encontraram um Park bem vestido e elegante, que falava com sua "visita".

— Acompanhe minha esposa à sala de jantar – terminou

O mais velho olhou sério para os baixinhos.

— Quem é este, Jimin? – perguntou

— Min Yoongi. Meu amigo. – sorriu

— Amigo? – analisou o castanho dos pés a cabeça

— Sim

— Ta, vamos logo... Espero ter uma boa impressão de você, Yoongi. – disse

Após a saída dele, Yoongi cochichou ao mais novo:
— Ele não parece ter gostado da minha presença aqui.

— Não pense nisso. Vamos comer? – perguntou sorrindo. Os olhos passeavam pela face do outro, que também o olhava.

Seguindo-o, Yoongi foi até a sala de jantar, onde comidas terminavam de ser colocadas na mesa por empregadas.
Sentaram-se todos ao redor da mesa. Serviram-se e começaram a comer.

— Não sabia que tinhas outro filho – o homem de cabelo grisalho comentou

— Ele é meu amigo – Jimin respondeu. Seu pai o encarou. Já tinha o avisado que não queria que se intrometesse.

— Faz sentido – falou pensativo – Vai seguir a carreira do seu pai, Jimin? – perguntou curioso e todos esperavam pela resposta.

— Tenho outros planos... – torceu para que não perguntasse qual seriam, e ele não o fez.

Jimin virou-se para Yoongi ao seu lado.

— A comida não está deliciosa? – perguntou baixo

— Sim, estou satisfeito

— Qualquer dia eu peço para que façam meu prato preferido. Chamarei também os meninos.

— Eles vão gostar – limpou a boca

Jimin sorriu, até seu olhar encontrar o de seu pai, que avisava-o discretamente para que comesse quieto.

Depois do jantar maravilhoso, Jimin levou Yoongi para dar uma volta e conversarem mais.

— O clima está agradável, não?! – Jimin tentou puxar assunto

— Está

— É muito difícil iniciar uma conversa com você, hyung – resmungou

— Você que não sabe puxar assunto – deu de ombros enquanto sorria

O silêncio se instalara novamente por alguns segundos, mas não foi nada desconfortável.

— Ei, Park! – chamou sua atenção – Tenho uns jogos novos de video game, se quiser, podemos ir para minha casa agora. O que acha?

— Seria ótimo! – exclamou animado e puxou Yoongi pela mão, tagarelando que iria imediatamente chamar Sungjoo e eles iam.

Ainda segurando-o pela mão, Jimin adentrou a cozinha à procura de Sungjoo.

— Preciso de você! – exclamou ao encontrá-lo

— É... – o mais velho observou as mãos juntas dos dois – Ele já vai?

— Na verdade, eu irei com ele

— Vai sair, Jimin? – o baixinho estremeceu ao ouvir a voz atrás dele, soltando a mão de Yoongi rapidamente.

— Pai, por favor, deixe-me ir à casa do Yoongi!

— E o que farão lá, que não pode ser feito aqui?– o Park passou pelos dois e encostou-se no balcão, cruzando os braços

— Pai! – choramingou

— Já é tarde, os pais do Min certamente não vão gostar de receber visita à essa hora.

— Pelo contrário, senhor – Yoongi falou

O pai de Jimin pensou um pouco e disse sério:
— Esteja de volta antes da meia noite. Ligue para um táxi, o Sungjoo precisa descansar

— Certo! – Jimin sorriu

— Cuidado... – o alertou

— Não se preocupe, cuidarei bem dele! – Yoongi fez uma reverência, enquanto ele o encarava

— Vamos, Sungjoo! – chamou-o

Passavam das nove horas quando entraram no carro. Jimin mal segurava o sorrisinho bobo na face. Primeiro por estar com Yoongi; Segundo por seu pai tê-lo deixado sair com um garoto que não conhecia. Era uma longa história e Jimin sempre se dava mal.  Claramente estava sendo uma bela noite para ele, e queria que para Yoongi também fosse. Olhou para o amigo que parecia concentrado na pequena viagem – só parecia.

— O que está olhando, Park? – perguntou baixo

— O quê? – foi pego em flagrante – Só estou olhando a janela – deu de ombros

— A janela... – desconfiou

— Sim. – riu – Hyung, olhe! – apontou para fora da janela

— Um poste? – olhou para Jimin

— Estou falando das estrelas.

— Oh, são bonitas...

— O que é aquilo? – perguntou curioso

— Ainda está falando das estrelas?

— Não, não. Naquele lugar!

A praça próxima da casa de Yoongi parecia bastante movimentada. A medida que se aproximavam do local, o som ficava mais alto, havia alguma apresentação de música no local.
Sungjoo diminuiu a velocidade, sempre atento às vontades de Jimin.

— Vamos descer? – perguntou e Yoongi assentiu

O carro parou um pouco afastado do lugar e o motorista pediu para que tivessem cuidado e que estaria os esperando em algum lugar.
Saíram do carro em direção do parque que já estava no alcance da vista dos dois. Jimin, que sempre ficava maravilhado com tamanha beleza daquele lugar, saiu a passos leves, fechou os olhos e abriu os braços, sentindo o vento no rosto. Yoongi tentava não reparar em tamanha serenidade na expressão do outro, mas isso o passava paz. Colocou as mãos nos bolsos e tentou alcança-lo.
Ambos pararam como outras pessoas, em frente ao grupo. De fato era uma bela apresentação, mas voltaram a caminhar.

— Tem alguma ideia do que podemos fazer aqui?

— Apenas sentar em um desses bancos e aproveitar o clima me parece ótimo, hyung.

Yoongi iria responder que sim, mas avistou algo.

— Jimin

— Sim?!

— Você sabe andar de bicicleta, não é?

— S-sim

— Mesmo?

— Aish, eu tenho medo de cair! — Disse envergonhado e o fez rir.

— Mas aceita andar comigo? — Jimin fez uma pausa, como se estivesse ponderando, mas ele continuou — Está vendo aquelas bicicletas ali?

Ele disse no exato momento em que um homem um pouco mais velho que eles pegou uma delas e começou a andar pelo caminho do parque.

— Agora só tem uma.

— Não faz mal — Yoongi riu e o puxou pelo braço até o acostamento — Vamos pegar essa.

— Como vamos os dois em uma só?

Jimin sentiu ser puxado mais uma vez quando Yoongi subiu no banco da bicicleta ajudando-o a subir e ficar de pé nos dois apoios traseiros dela.

— Eu vou acabar caindo — Fez cara de choro

— Segure-se em mim, eu vou guiar e não vou deixar você cair

Jimin suspirou e agarrou-se nos braços do outro, que começou a andar em seguida.

No início, Yoongi ainda sentia fortes apertões nos braços e ouvia ele reclamar da velocidade, mas depois de duas voltas no parque, Jimin começara a se soltar mais e o que dirigia passou a ouvir apenas o quanto as árvores e a luz da lua que entrava entre os galhos espessos eram bonitos.

— Vamos parar aqui! – exclamou

Jimin correu até um cercado que dava uma visão um pouco mais alta da cidade, apontando para vários lugares que reconheceu de longe, mostrando-os para Yoongi. Ele balançava a cabeça e sorria.

— Há quanto tempo você mora aqui? – o castanho puxara assunto pela segunda vez

— Faz um bom tempo, creio que depois de uns três anos que nasci, meus pais mudaram-se para cá. E você?

— É uma história meio estranha – riu – Minha mãe resolveu visitar meus avós em Daegu, e acabou que não esperei o momento certo pra nascer. Para alegria do meu pai que queria que eu também fosse de Daegu. Depois voltaram pra cá.

— Então você é de Daegu... – Jimin sorriu – como o Tae!

— É, eu gosto de lá. Eu acho que os garotos de Daegu são muito bons em natação – deu de ombros, convencido

— Existem melhores – provocou

— Quais?

— Phelps, Cielo...

— Ah, Park Jimin! – o empurrou devagar

Jimin tomou coragem até de onde não tinha para segurar os ombros de Yoongi, e virá-lo para si, a fim de dizê-lo:
— Mas eu acredito em você... Vão descobrir todo seu potencial e serás tão conhecido quanto eles.

— Você... – Yoongi abaixou a cabeça e sorriu – Você realmente acha que sou tão bom assim?

— Sim – ainda segurava seus ombros

— É, percebe-se. – fez uma careta convencida

— Que irritan... – Yoongi não deixou que Jimin terminasse e o puxou pela cintura para um abraço. O Park estava surpreso e demorou alguns segundos para poder retribui-lo. Fechou seus olhos e deixou-se inebriar pelo cheiro de Yoongi pelo pouco tempo que permaneceram próximos.

— Obrigado. Não só pelo apoio, mas pela companhia essa noite. Não é tão ruim assim estar com você! – brincou

— Por que tem que pegar no meu pé dessa forma?

Os rapazes começaram a retornar, Yoongi empurrava a bicicleta.

— Sou seu hyung, não posso ser tão legal assim.

— Eu sabia que esse seu jeito chato é pura fachada.

— Ei, o que quer dizer com isso?

— Você tenta parecer durão, mas a sua personalidade é...

— Não é nada – resmungou, o interrompendo

— Tudo bem, eu não vou dizer para ninguém – riu animado

Jimin teria que voltar para casa, então combinariam de jogar video game outro dia. Yoongi o convidaria, com certeza. Ele era alguém com quem gostava de estar.


Notas Finais


Obrigada giedi, b. e a.


XOXO


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...