História Sword Art Online---A new story - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais, Sword Art Online
Personagens Personagens Originais
Exibições 21
Palavras 1.131
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Capítulo novo
Espero que gostem!!

Capítulo 10 - O lago


–Eu vou, sim. –falei envergonhada

–Que bom!–falou sonolento

Ajeitamos a cozinha e logo subimos.

Ryo ao abrir a porta entro logo de cara e se tacou na cama. Eu por outro lado,nunca havia entrado no quarto de um garoto,não faço a mínima idéia do que fazer.

–Não vai entrar?–perguntou ele

–V-vou sim.

Alguns minutos se passaram até que finalmente juntei coragem e entrei. Observei todo o local até meus olhos se fixaram em uma grande estante de livros.Me aproximei e pude ver sua linda coleção de livros.Romance,comédia,dramas...Havia muitas variedades.

–Tinha me esquecido, você lê. –falei  tentando reconhecer algum livro

Bocejou–Sim, desde o início do jogo eu comecei a colecionar.

–Incrível... –murmurei

–Não vem se deitar?–perguntou ele

–(Aí, verdade!) V-vou.

Aproximei-me e então me deitei ao seu lado. –Não tem problema eu dormir aqui?–perguntei

–Não, afinal estamos juntos não é?–pôs o braço de baixo do travesseiro e sorriu

–S-sim... –corei

–Venha, chegue mais perto.

Nesse momento Ryo me puxou contra seu peito, deixando nossos rostos bem próximos. Meu coração dizia para eu beijá-lo,mas minha mente dizia completamente o contrário.Então acabei desistindo e ficando ali quietinha.

Eu estava tão nervosa, não tinha a mínima idéia do que podia a acontecer que comecei a tremer. Parece que Ryo percebeu,pois em um rápido movimento me soltou.

–Me desculpe, eu não queria que você se sentisse desconfortável. –virou para o outro lado

–N-nada disso, eu estava gostando... –sussurrei

Parece que ele realmente está se sentindo culpado, era minha culpa. Eu deixei minha vergonha de lado e então o abracei por trás.

– Você de maneira alguma me deixaria desconfortável. –fechei os olhos

Eu fiquei ali abraçada com ele alguns minutos até que me afastei.

–Não, fica. –falou se virando

Sorri e ajeitei em seus braços.

–Boa noite, Yumi. –beijou minha testa

–B-boa noite, Ryo. –sorri escondida

Essa é umas das melhores noites da minha vida.

–Eu te amo, Ryo. –sussurrei

.                                .                              .                              .

No dia seguinte, acabei acordando junto com o sol. Estava amanhecendo. O sol ainda não havia vencido as montanhas, mas o céu já estava clareando, dando às nuvens no horizonte, a leste, um tom cor-de-rosa de algodão-doce

 Tomei um banho rápido e meio que me senti constrangida por me sentir indecisa em que roupa usar. Eu queria impressionar um pouco Ryo.

Pus uma regata preta com um moletom bege por cima e vesti um simples short jeans. Na hora do cabelo optei por deixá-los soltos.

Já estava pronta para começar. Depois de alguns minutos pensando na receita perfeita acabei escolhendo uma omelete.

Vasculhei a geladeira em busca dos ingredientes e comecei.

Após algumas horas Ryo finalmente desceu. Seus cabelos estavam totalmente bagunçados meio que de um jeito sexy e sua blusa estava meio levantada deixando a mostra seu lindo tórax.

–B-bom dia, Ryo. –falei

–Bom dia, Yu----

Ele fixou intensamente seus olhos em mim.

–R-ryo?O-o-que foi?–pus a mão em seu rosto

–V-você está... linda.

Seu comentário acabou me transformando em um verdadeiro tomate. –O-obrigada..–abaixei o olhar

–O-oque está cozinhando?O cheiro está ótimo.

–Omelete, é um ótimo café da manhã. Já está pronto,vamos comer?–perguntei

–Claro!

Arrumamos a mesa e começamos a comer. Fiquei meio inquieta com isso,eu não sabia se ele ia gostar ou não.Deixei que ele começasse e apenas o observei.

Ele deu uma garfada se pôs a comer.

–E então?Como está?–perguntei

Automaticamente seus olhos brilharam como duas estrelas. –Isso está maravilhoso.–gritou

Eu ri–Fico feliz que tenha gostado.

Algum tempo se passou até que finalmente acabamos. Me levantei,juntei nossos pratos e fui a cozinha.

Acho que acabei exagerando na quantidade de peso, me fazendo quase desabar. Para minha felicidade Ryo estava lá e me segurou.

Respirei fundo–Obrigada, você realmente me salvou de fazer um grande estrago.

Ele pegou os pratos de minhas mãos. –Eu faço isso,você já fez o suficiente por hoje.

Eu apenas me sentei no sofá e o esperei.

–Vamos dar uma volta?–perguntou ele

–Claro!Aonde vamos?–perguntei

–Hmm, não sei. Que tal eu te levar para o lago?

–Eu não sei nadar lembra?E tem um lado por aqui?

–Exato, hoje eu vou te ensinar a nadar. Você topa?–entendeu a mão

Assenti com a cabeça e deixei que ele me levasse.

Passamos a maior parte do tempo conversando e se divertindo. O que mais me deixou feliz foi que, em todo o percurso até o lado, nossas mãos estavam unidas.  

Ao chegar fiquei maravilhada com tal beleza. A leve brisa batia em meu rosto e as lindas águas do lado eram claras e cristalinas.

Eu estava tão chocada com o lugar que não percebi que Ryo já estava se despindo.

Meus olhos imediatamente se fixaram naquele garoto de short azul.

–Pode ir se trocando, quando estiver pronta para começar me avise. –pôs a mão em minha cabeça.

Eu não sabia o que seria adequado para aquela situação então pus um simples maiô lilás.

Prendi meu cabelo e sentei-me abeirada do lago.

–Ryo, estou pronta.

Ryo se aproximou e esticou os braços. Ao entrar na água,me segurei em seu corpo e afundamos um pouco.Meu corpo estava totalmente travado,eu provavelmente ia me afogar.

–Fique calma e relaxe. Qualquer coisa estarei aqui.–pôs sua mão em meu rosto

–O-ok...

Ryo finalmente acabou de afundar e ao querer me soltar acabei percebendo que nossos pés não tocavam mais o chão.

Depois de algum tempo me ensinando eu finalmente juntei coragem e comecei a nadar sozinha.

Meu objetivo era conseguir nadar até onde ele estava. Que no caso seria uns 5 metros de distância.

–Boa sorte Yumi, você consegue!–gritou

–Obrigada. –gritei de volta

Já era hora.

Posicionei-me e fui.

De início eu estava me afogando, porém me fixei em só um ponto, Ryo.

Nadei, nadei, até que finalmente cheguei a Ryo.

–Ryo, eu consegui–gritei

Ele riu–Viu só?É fácil

–Ahh,estou tão feliz.–sorri

–Você não achar que eu mereço um prêmio?–perguntou

Ao dizer isso, eu acho que já sabia o que ele queria dizer.

Aproximei-me dele e lhe dei um beijo. –Isso,serve?–sussurrei envergonhada

–Bom, eu estava falando de outra coisa, mas isso serve. –me segurou pela cintura

–Eu tenho a sua... –ele começou a  afagar com o nariz meu pescoço até chegar  à orelha.Seus lábios me faziam cócegas enquanto ele sussurrava e eu senti ele eu sorria–...permissão...

Um longo arrepio percorreu minha espinha.

–... para beijá-la?

Assenti com a cabeça–Não precisa nem pedir...

Sorrindo ele me apertou de encontro ao seu peito e tornou a me beijar. Dessa vez o beijo foi mais ousado e brincalhão.Percorri com as mãos seus ombros e o pescoço,e o apertei contra mim.

Ao nos afastarmos eu me senti totalmente envergonhada. –Você  tem um lado bem ousado né?–debochei

–Eu tenho muitos lados. –sorriu ele

–Percebi. –sorri para ele novamente

 

Continua...


Notas Finais


Acabeii
Espero que tenham gostado!!
Até o próximo capítulo ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...