História Sword Art Online---A new story - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais, Sword Art Online
Personagens Personagens Originais
Exibições 35
Palavras 1.537
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Capítulo novo
Espero que gostem!!

Capítulo 8 - O beijo


–Eu sou H-Haru, Haru Yoshida.

–(Tão direto, pensei.)

Sorri para ele–Olá, me chamo Yumi. Prazer em conhecê-lo.

Ele se curvou.

–Bom, como pode ver, esse garoto extremamente seco e sem reação é Ryo. –apontei

Nesse momento fui fuzilada com seus olhares

–Quem você pensa que é falando meu nome de primeira para estranhos?–falou

–Ora, não seja tão mal educado. –emburrei a cara.–Seu chato!–murmurei

–Olha quem fala. A garota que não sabe manusear uma simples espada.–debochou

–Seu...!–tentei socá-lo, mas ele desviou

–Muito lenta. –riu de minha cara

Não sei bem oque aconteceu depois disso, só sei que Aya não gostou muito. Pelo jeito que me olhava parecia que ia me esfaquear a qualquer momento.

Logo em seguida Ryo sugeriu que só ‘’três’’ nos sentássemos.

Claro, ele não incluiu Haru que já estava indo embora.

–Haru-chan!–gritei

Ele se virou–Ah, Yumi-chan, oque foi?

–Não quer se juntar a nós?–perguntei

Acho que Ryo acabou ouvindo, pois ouvi um grande grito dizendo ‘’Não’’ vindo de trás de mim.

–B-bom, acho que ele não me quer por perto. –sorriu forçadamente

–Não seja por isso. Ele convidou Aya,nada me impede de convidar você.Direitos iguais.–sorri

–A-ah, tudo bem... eu aceito.–sussurrou

–Venha, venha. Estou com fome.–falei o puxando pelo pulso

Quando chegamos à mesa acabei reparando que eram apenas para dois, deixando nós dois sozinhos.

–Yumi-chan acho que não tem lugares sobrando–falou Haru

Pensei por um momento–Tudo bem. –olhei para Haru–Então vamos para outro lugar.

Ele assentiu com a cabeça.

Olhei para Ryo, Aya e disse para eles aproveitarem esse reencontro e por a conversa em dia.

Sendo que essas palavras saíram forçadamente.

Aya feliz da vida apenas sorriu e direcionou seus olhares para Ryo.

Estávamos quase saindo quando senti alguém puxando algumas mechas de meu cabelo. Olhei para trás e vi que eu Ryo.

–O-oque faz aqui?–falei ajeitando meu cabelo

–Achei melhor ficarmos juntos, sabe, eu, você, Aya e. Haru.

Abri um largo sorriso–Claro!Espera, onde está Aya?–perguntei

–Ela foi ao banheiro, fique com ela enquanto vamos procurar um novo lugar. Quando acharmos,chamamos vocês.

–Ok.

Eles foram à frente e eu fui ao banheiro atrás de Aya.

–Aya-san?Está aí dentro?–perguntei entrando

–Claro que sim, sua idiota!

(I-idiota)

–O-oque você disse?

–Não ouviu?Tadinha de você, não consegue entender simples palavras. –me olhou feio

–P-porque está fazendo isso?–perguntei

–Por que...?Ora, porque você está com Ryo. –levantou a sobrancelha

–M-mas como assim?

–Eu entrei nesse jogo com intenção de ajudar Ryo. Porém com todos esses acontecimentos acabei me distraindo.E quando finalmente o encontro,ele está com você!Uma garota, chata, irritante e idiota.

–Mas...

–Mas oque?Achou realmente eu seria sua amiga?Sério mesmo, se eu fosse você se afastava de Ryo. Pelo que pude ver ele só está te ajudando por pena,você não significa nada para ele.E como Ryo é bondoso demais ele decidiu te ajudar.

Ele andou um pouco e parou do meu lado. –Se eu fosse você,morria de uma vez.

Ela saiu

Ao ficar completamente sozinha, infelizmente não consegui impedir que as lágrimas caíssem.

Ajoelhei-me no chão e me pus a chorar. –N-não pode ser...ele sente pena de mim...

.                 .                 .

Após passar alguns minutos chorando, lavei meus olhos e decidi ir embora.

Eu estava saindo do banheiro quando fui surpreendida por Haru, que me esperava do lado de fora do banheiro.

–H-Haru?

–Yumi-chan, oque houve?–pôs as mãos em meus olhos

–Não aconteceu nada... só...–as lágrimas caíram novamente

–Tudo bem, tudo bem... eu sei,ele te fez algo não foi?–me abraçou

Levantei a cabeça surpresa–C-como você sabe?

–Eu vi quando ele te olhou feio, ficou bem na cara que ela não era boa pessoa.

–E-e onde está Ryo?–perguntei

–Conseguimos achar um novo restaurante, mas quando íamos buscar vocês Aya apareceu e disse que você havia passado mal, que decidiu ir embora. Ele até queria ver como você estava, porém Aya se segurou em seu braço e o chamou,falando que estava com fome. Antes que eles pudessem perceber vim atrás de você.

–Obrigada... Haru–murmurei

–De nada... E então,vai me contar oque aconteceu?–afagou minha cabeça

Assenti

Andamos alguns minutos até que finalmente chegamos ao centro do jogo. Todos estavam animados,comemorando,bebendo e se divertindo.Parece que alguém havia conseguido vencer o chefão do andar n° 1.

Avistamos um banco ali próximo e nos sentamos. Nesse meio tempo acabei contando tudo para Haru.

–Hmm, entendo. Ela é realmente uma megera.–pôs a mão no queixo

Fiquei apenas em silêncio quando recebi uma solicitação de amizade, era Haru.

–Pronto, agora é oficial. Somos amigos!–sorriu para mim

Após isso Haru começou a me confortar, e junto a isso... os dias se passaram.

Havia se passado uma semana desde a última vez que falei com Ryo. Acabei não indo ao nossos encontros para treinar,não contatei e nem ele a mim.

Pelo menos eu não estava sozinha, ao menos eu tinha Haru.

Haru e eu estávamos marcando de nos encontrar no centro para poder passear.

Eu estava quase no centro quando avistei Haru, ele estava sentado na beira do chafariz.

–Haru-chan, olá. –sorri

–Ahh Yumi-chan, que bom que chegou. –retribuiu com outro sorriso

–Aonde vamos?–perguntei

–Segredo. –pôs a mão na boca

–Ah, vamos... Diga.

Ele riu– Ponha a venda e espere. –me esticou uma venda

Bufei–Ok. –pus a venda

Um bom tempo se passou até que finalmente havíamos chegado.

–Pode tirar a venda, chegamos.

Ao tirar a venda, uma enorme dor no peito me veio. Era o lugar onde eu costumava treinar com Ryo.

O lugar estava tão lindo como na última vez. Mesmo depois de tudo,eu tinha olhos apena para o riacho em que Ryo havia me salvado.

Meu coração estava apertado, parecia que ia explodir a qualquer momento.–Ryo...–murmurei

–Desculpe Aya... eu não posso fazer isso.

Logo em seguida ouvi sua voz. Ryo estava por perto,eu só não sabia onde.Olhei para Haru e ele me olhou firmemente.Ele estava dizendo que devíamos procurá-lo.

Separamos-nos e começamos a procurar. Olhei por todos os lados e nada.Eu estava já achando que isso era uma perda  de tempo até que senti uma mão me segurando e fechando minha boca.

–O achei, venha!–sussurrou

Haru me levou a Ryo.

Lá estava ele.

Tão calmo tão bonito e sereno como sempre...

Olhei para Haru e ele apenas fez um gesto de silêncio. Direcionei meu olhar para ele e acabei percebendo que Aya também estava lá.

Aquilo era... uma confissão!

–E-eu não entendo... Sempre fomos amigos,porque não podemos ir a diante?

Ele abaixou a cabeça. –Por isso mesmo,eu sempre te vi como uma amiga.Em nenhum momento eu a vi com outros olhos,eu sinto muito Aya...

–M-mais... É ela não é?–perguntou seriamente

–Ela?

–Sim, é por causa da Yumi não é?Você se apaixonou por ela não é?

–(Por... mim...)

Ryo lhe lançou um sorriso. –Sim,eu acabei me apaixonando por ela.

–Mas... como?–perguntou Aya

–Sei que ela é chata, irritante, criança, idiota----

–(Ok, já pode parar Ryo)–pensei

–Mas... é isso que eu gosto nela.Ela é inocente,é sincera e me faz querer ficar perto dela...Ela aceita meu jeito de ser.Eu acho graça quando ela se irrita,ela é especial...

–(M-mas oque é isso? Que sentimento é esse? M-meu coração está acelerado. Oque está acontecendo comigo?)

–Eu sinto muito Aya, meu coração não pertence a você... –falou saindo do local

Olhei para Aya, que pareceu sussurrar alguma coisa.

Em um piscar de olhos Aya sacou sua espada e correu em direção a Ryo, que infelizmente não conseguiu desviar a tempo.

–RYO!–gritei

Eu não acreditava em que meus olhos estavam vendo. Ryo estava com uma espada cravada em sua barriga,sua vida estava acabando.

Haru correu imediatamente para o local e tentou imobilizar Aya. Corri até Ryo e o pus em meu colo. Ganhei coragem e arranquei aquela espada de seu corpo.

–Y-yumi... –sussurrou

–Eu estou aqui, por favor... não morra,eu estou aqui.–deixei as lágrimas caírem

–Não chore Yumi... pôs sua mão em meu rosto

–Ryo, não...

Olhei para a barrinha de vida de Ryo e vi que ele tinha apenas alguns segundo de vida. Nesse momento alguém havia me enviado algo.Olhei rapidamente no inventário e percebi que era um cristal de cura.

–Cura!–gritei

.             .               .

–... Yumi?–murmurou Ryo

Respirei fundo. –Consegui a tempo,que bom...

–Yumi...?

Olhei para Ryo. –Sim,sou eu...

Ele se levantou

–Yumi, você está bem...?

–Eu é que pergunto, quase perdi você... por favor tome mais cuidado–falei enquanto as lágrimas ainda estavam a cair.

–Você é mesmo irritante sabia...? –aproximou seu rosto

Nossos rostos estavam tão próximos que pude senti a leve respiração de Ryo. Nossos olhos acabaram se encontrando e assim...seus lábios tocaram os meus.

Seu beijo começou terno e suave, mas rapidamente tornou-se ávido. Suas mãos percorreram meus braços, meus ombros, e então seguraram meu pescoço. Envolvi sua cintura com os braços e me deliciei com o beijo. Sei que estávamos dentro de um jogo, mas tudo era tão real. Aquela doce e confortável sensação era incrível .Quando ele se afastou, meu coração martelava em resposta.

–Minha vida pertence a você, Yumi. –abaixou sua cabeça

–Não posso, não posso fazer isso... Ficar perto de você,só irá atrasá-lo.

Ele ergueu sua cabeça. –Eu assumo esse risco.

 

 

Continua...


Notas Finais


Acabeii
Estou orgulhosa de mim e ao mesmo tempo exausta.
Espero que tenham gostado,desculpe qualquer erro de escrita.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...