História Syndrome - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bts, Drama, Hoseok, Jimin, Jin, Jungkook, Ladrão?, Min Yoongi, Namjom, Romance, Syndrome, Taehyung, Vítima
Visualizações 6
Palavras 1.245
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Fluffy, Hentai, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiee vim aqui postando a minha nova fic , espero que gostem

Boa leitura >ͺ<

Capítulo 1 - " Escolhido "



" E eu tenho todos esses sentimentos, todo esse drama. Não sei nem mais o que é real. Eu só digo foda-se, e continuo levando.

E eu fico pior, fica pior, yeah me sinto chapado. Eu posso te ver, é , te vejo. Eu não sei, acho que estou chapado. "

-Kiiara ( feels )





Hoje era um dia qualquer, de uma noite qualquer. Extressante como qualquer outra, as luzes piscavão no lugar amplo cheio de corpos juntos se mechendo e se esfregando, minha visão me pregava peças, tudo parecia em camera lenta.

Levava cuidadosamente mais um copo para meus lábios, sentindo descer rápidamente, certamente rasgando tudo aquilo que queria esquecer. Subtamente como um choque estalado na minha cabeça, tudo voltou a acelerar. Me encostei no balcão colocando as mãos no rosto senti uma gota de suor cair, imediatamente a tirei com a mão. Não deveria ter vindo para essa boate, amanhã tenho certeza que meu rosto estará estampado na droga de uma revista alertando para o mundo inteiro que o filho de um CEO importante estava em uma boate de quinta e ainda por cima bebado.


É frustrante, me sinto preso aquela droga de empresa. Sempre esperam muito mais de mim, so por causa dele, meu pai. Hoje sou assim fudido por causa dele.


Mais nem tudo e ruim, um deles e que facilmente aprendi e ser manipulador com as pessoas, eles sempre acham que estão no comando sobre você mais sobre mim nunca estão. Tenho tudo o que eu quero, sempre estão lá querendo me agradar. Certo que em um mundo assim cheio de interesse no que meu nome possui não tenho amigos, muito menos meus pais que acham que sempre o dinheiro resolvera tudo.

Então o único lugar confortante que tenho pra ir são boates, sim, sei que não parece aparentar e nem e o melhor lugar do mundo para passar o tempo pensando. Mais pra mim é, esse lugar me destrai me leva para um mundo diferente do meu, onde nada que parece é, mais mesmo assim todos estão com sorrisos no rosto como se fosse o dia mais feliz de suas vidas. 


Me divirto com elas por uma noite como se não ouvesse o amanhã pra nós, nos proporcionamos prazeres momentanios. Porque sabemos que nunca mais nos veremos no proximo dia talvez.


Sinto a presença de alguém ao meu lado, viro o rosto minimamente o olhando. Sim é um homem seus cabelos viram em minha direção suavimente ao perceber meu olhar sobre si. Claramente ele não é pobre, sua roupa preta que cobria totalmente seu corpo magro  combinando casualmente com o chapéu e a máscara preta que cobria quase todo o rosto.


Ainda com as mãos desajeitadas sobre meu rosto, me forço a levantar o corpo. Estava bêbado mais ainda lucido o bastante para não demonstrar.

- aceita. - sua voz rouca e extremamente grossa soa, olho subtamente para baixo. E vejo-o empurrar um copo com uma bebida azul. Isso tudo esta me dando nalzeas, não sou muito de aceitar bebidas assim sem falar com a pessoa antes, mais acabo pegando seu copo e colocando o meu de lado. - não vem muito aqui, sim ?  - o estranho levanta a mão com desdem pra chamar a atenção do garçom, me mantenho calado ainda. - wisk por favor. - me dei conta que estava o olhando muito e desviei para frente.


- sim, não costumo frequentar esse lugar - menti claro, porque se ele fosse alguém importante não deveria dar uma brecha se quer para me reconhecer. Levei o copo oferecido a boca, dando um gole minimo. - e você costuma? - o garçom apareceu colocando o seu pedido sobre a mesa, ao pegar se vira para mim e seus olhos correm analisando o meu rosto.


- seu rosto.. não é estranho - disse pensativo, droga vou ser descoberto logo agora nesse estado. - qual teu nome? - seus olhos voltam a me olhar, ponderei em dizer meu nome verdadeiro. Não queria chamar atenção em um lugar como esse.


- JK... hum assim é como me chamam - claro que não me chamam assim, mais sinceramente não estava afim de o dizer. Fora que ele e mal educado, pelo fato de nem ter me respondido na pergunta que o fiz.


- legal gosto de iniciais, são algo misterioso e isso torno a pessoa em si mais interessante aos meus olhos JK.. - suas palavras de interrese não me agradaram muito mais deixei ele o continuar. - pode me chamar de T - fiquei meio frustrado, até que eu queria saber o teu nome. Mais como  eu também não o disse, não irei cobrar nada, acabei de o conhecer mesmo.



Sua mão levanta o copo, mais ele bebe apenas um gole firme, como se saboreace o gosto forte do alcool. Acena brevemente com a cabeça em minha direção para que o acompanha se no drink. Minha visão turva um pouco com mais esse gole que acompanho bebendo junto a ele, o que está acontecendo não me lembro de ter bebido muito.


Seus olhos desceram e meu copo deslizou entre meus dedos até cairem em camera lenta sobre o chão se espedaçando, mau percebi quando seus braços me seguraram, estava tão perto.

Obvio que tentei me afastar mais meus braços não respondiam, e seus braços me puxaram para cima fazendo nossos corpos se colarem. Nem percebi que minhas pernas tinham fraquejado e podia jurar que ele estava sorrindo por de baixo daquele maldito pano que lhe cobria o rosto.


- shiu.. está tudo bem, irei leva lo para um lugar melhor. - sussurou em meu ouvido enquanto colocava sua mão quente em minha nuca afagando meu cabelo levemente. Queria me soltar dele, mais meu corpo estava em estase pela bebida.

O desgraçado me drogou e eu não... e eu não posso fazer nada, como não suspeitei. Seu porte e sua roupa altamente elegante em um lugar como esse certamente não me escolheu a dedo, já era planejado com certeza eu ja era escolhido muito antes. 


Tentei empurrar ele mais uma vez e isso so o permitiu que se colasse mais ainda em mim, não consegui gritar, apenas resmungos saiam baixos. Era inutil tentar fugir.

Seus braços me colocaram ao seu lado fazendo eu me apoiar nele, pegou um dos meus braços e o posicionou por cima de sua nuca e segurou minha cintura com a outra mão. Não conseguia mais alguentar o meu rosto então apenas cai com o rosto em seu pescoço, inalei seu perfume doce que na hora só me trouxe mais estase. Me levou como se fossemos conhecidos, como se eu estivesse bêbado, então ninguém se manifestou, claro achando que eu era mais um ali entre tantos.


Só senti que estavamos fora da boate quando senti o vento que parecia gelado de mais, bater em meu rosto. 



- não pensei que era tão pesado assim jeongguk ou JK como todos lhe chamam - riu debochando da minha fragilidade em não consegui me manter,  sentia vontade de lhe socar a cara, desgraçado. Até meu nome ele já sabia então eu estava certa, realmente foi planejado.


 Não sei o quanto andamos mais chegamos perto de um carro acho que não muito longe da boate, parecia ser preto mais não estava tão lucido para afirmar com certeza isso. Senti ele me tirar de seu ombro me jogando com brutalidade dentro do carro, acabei batendo a cabeça na queda rápida. Meus olhos finalmente ficaram totalmente escuro se fechando lentamente e a ultima coisa que ouvi foi o bater da porta do carro e apaguei.








Notas Finais


Leiam pfvv!!!!

Hey essa é uma fic querida minha que estou resolvendo postar. Então deem muito amor a ela por favor, ela vai se tratar de uma síndrome que o personagem principal tem, e logo vão saber qual é. Conforme a história for seguindo vou mostrando.

Bjss fofos pra todos que forem ler >ͺ<


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...