História T3ddy - Quando é para acontecer - Capítulo 7


Escrita por: ~

Exibições 65
Palavras 1.596
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá, olá!

Hei, vocês não desistiram de mim, não é? Me perdoem por não postar ontem, estou em semana de provas na faculdade e ontem foi bem corrido. Espero que entendam e não desistam de mim, eu estou de volta.

Boa leitura e espero que gostem, de verdade!

Capítulo 7 - Vou estar com você


Eu não me lembrava se tinha visto o filme até o final, mas acreditava que não, pois não conseguia me lembrar do fim. Acordei ainda naquela poltrona e T3ddy estava meio que me abraçando. 

Fiquei corada ali antes mesmo de me mexer direito. Eu respirei fundo e tirei seu braço de cima de mim devagar para que ele não acordasse. Ele nem se mexeu e eu olhei em volta. Todos ainda estavam dormindo e o netflix ainda estava ligado ali parado no final do filme. 
   Caminhei devagar até o banheiro e depois de usá-lo eu lavei o rosto e depois de escovar os dentes eu fui até o quarto para pegar meu celular. Liguei a tela, eram 9 horas da manhã.

Desbloqueei o telefone e milhares de notificações apareceram na minha tela principal. Cada uma das minhas redes sociais tinha pelo menos 500 notificações e aquilo me assustou. Entrei no WhatsApp e tudo estava normal, nenhuma mensagem diferente. Tinha duas ligações perdidas de minha mãe e pelo menos umas 15 de Thiago. Eu revirei os olhos quando vi suas ligações perdidas, ele não desistia. Ele tinha me mandado umas 40 mensagens e achei aquilo estranho. Abri sua conversa e nas mensagens ele perguntava quem era T3ddy e o que eu estava fazendo com ele na noite anterior, perguntava onde eu estava e dizia que eu tinha sido rápida para esquecer ele. Eu não estava entendendo como Thiago sabia que eu estava com T3ddy, embora não estivesse. As notificações das minhas redes sociais não paravam de chegar e acabei entrando no instagram. Cerca de 3 mil pessoas haviam me seguido no instagram e aquilo me surpreendeu muito. Tinham milhares de comentários e curtidas nas minhas fotos, eu estava perdida, não conseguia entender. Entrei na minha página e ali tinha a marcação de uma foto, apertei ali e vi a foto que tinha tirado na noite anterior com T3ddy. Ele tinha postado a foto com a legenda “adotei esse PUG e prometi cuidar direitinho, por favor, me ajudem”. A foto tinha sido postada ainda na noite passada e estava com 35 mil curtidas fora os mais de 5 mil comentários. Aquilo me desesperou um pouco e me fez engolir seco. Segui um pouco para baixo e pude ver os comentários que iam desde pessoas perguntando se estávamos namorando e nos desejando felicidades, até às pessoas que estavam comentando que eu não servia para ele, que não tinham gostado de mim ou qualquer outra coisa maldosa. 

Os comentários nas minhas fotos iam de “nova namorada do T3ddy” até “muito feia para ele”. Respirei fundo e entrei no Snapchat, duas mil pessoas tinham me adicionado. Como os fãs dele tinham achado todas as minhas redes sociais? Era só no instagram que eu estava marcada. Eu tinha recebido cerca de 500 snaps no privado, mas é claro que não abri nenhum. 

O Facebook estava com mais 600 notificações. Tinham vários pedidos de amizade que eu nem conseguia contar, comentários em praticamente todas as minhas fotos, isso sem contar nas curtidas. Respirei fundo e nem quis entrar no twitter, pois era o que mais tinha notificações. Eu respirei fundo de novo e me sentei na cama de Beatriz. Tudo o que eu menos precisava era ter que lidar com as fãs de T3ddy, eu já estava com muitos problemas atualmente. 

Meu celular começou a tocar e olhei para ele em minha mão. Era minha mãe que estava me ligando e eu respirei fundo antes de atender.

LIGAÇÃO ON

_filha? – Ela disse do outro lado da linha antes que eu dissesse qualquer coisa. 

_oi mãe, tudo bem? – Perguntei tentando ser simpática e ouvi sua respiração aliviada do outro lado da linha.

 _graças a Deus. – Ela parecia aliviada e isso me fez sorrir. 

_o que foi mãe? – Perguntei sem entender o alivio. 

_eu estou te ligando desde ontem, Gabriela. Onde você está? – Ela perguntou parecendo meio brava. 

_me perdoa, mãe. Eu não estava com cabeça para conversar. – Respondi respirando fundo. 

_desde quando tem que ter cabeça para conversar com sua mãe? – Ela perguntou e eu revirei os olhos respirando fundo. _filha, o que houve? Você e Thiago brigaram? Ele estava desesperado atrás de você, filha. Onde você está? 

_você não leu minha mensagem, mãe? – Eu perguntei sem paciência. 

_li, filha, mas vocês se amam. Não é qualquer briga que vai acabar com o relacionamento lindo de vocês. – Ela comentou e aquilo me fez respirar fundo sentindo até vontade de vomitar naquele momento. _diz para mamãe onde você está, filha. 

_estou na casa da Beatriz, mãe. – Eu disse rapidamente. _mãe, o que o Thiago te disse? – Perguntei sem paciência. 

_ele me contou tudo, filha. – Ela disse com toda sua paciência. 

_tudo o que, mãe? – Eu perguntei rapidamente. 

_que vocês brigaram por que você não gostou de algo que ele fez e saiu de casa sem querer falar com ele. – Ela disse e eu fiquei com raiva naquele momento. 

_bela interpretação. – Eu comentei baixo revirando os olhos. 

_você não precisava ter ficado na Bia, filha. Vocês podiam ter se resolvido. – Minha mãe era uma pessoa muito ingênua e paciente, mas naquele momento eu não estava com paciência para aquilo. 

_mãe, Thiago e eu não brigamos. Nós terminamos. – Eu disse firme tendo certeza do que estava dizendo e aquilo nem estava doendo mais de dizer. 

_mas filha, não precisa. – Não sei o que minha mãe ia dizer, porém a interrompi, dizendo:

_ele me traiu, mãe. – Ela ficou em silencio do outro lado da linha e eu continuei: _peguei o Thiago na minha cama com outra mulher, mãe. Não tem mais volta, não foi só uma briga. – Eu expliquei tudo e não sentia dor ou sofrimento, eu sentia raiva e um grande vazio que ainda não tinha sido preenchido e que eu sentia que demoraria para isso. 

Minha mãe ficou em silencio do outro lado da linha por vários instantes e depois quebrou o silencio dizendo:

_meu Deus, minha filha, como você está? – Eu respirei fundo depois de sua pergunta. 

_agora estou bem, mãe. – Respondi e senti tristeza de novo. Era difícil dizer que estava bem. _mãe, preciso desligar. Conversamos depois. Eu te amo. – Eu disse vendo T3ddy pelo corredor se aproximar do quarto. Ouvi minha mãe dizer algo do outro lado da linha, mas ignorei e desliguei a ligação. 

LIGAÇÃO OFF

_bom dia. – T3ddy sorriu e a tristeza tinha me invadido e eu tentei lutar contra ela. 

_como você faz isso comigo? – Eu perguntei me levantando com raiva e indo para cima dele. Comecei a socar seu peito com toda a força que tinha naquele momento e ele não parecia sentir nada. No início ele tentou me segurar, mas depois de ouvir o que eu estava dizendo ele parou e deixou que eu o batesse. _eu já tenho problemas demais e você joga todas as suas fãs enfurecidas em cima de mim? Ser traída não é o suficiente? Por que tudo tem que acontecer comigo? Você não pensou em mim? E eu achando que as coisas não podiam ficar pior. – Eu comentava enquanto o socava e ele parecia nem sentir dor, mas estava me esforçando muito para usar toda minha força naqueles socos. Meus olhos já estavam cheios de lágrimas e quando ele percebeu que eu ia chorar ele entrelaçou seus dedos em meus cabelos e me puxou para seu peito. Eu não consegui controlar o choro. _por que isso tinha que acontecer comigo? – Eu me lamentava em meio a muitas lagrimas. _o que eu fiz para merecer isso? Eu o amava, eu não merecia isso. Eu fui fiel, sempre fui. Eu confiava nele, eu precisava dele. – Eu dizia entre lágrimas e soluços de desespero e T3ddy estava só ali abraçado comigo sem dizer nada. 

_calma, eu estou aqui. Está tudo bem. – Ele disse depois que eu estava só chorando. 

Depois que minha crise de choro parou ele me sentou na cama e sentou ao meu lado sem me soltar de seu abraço. Eu ainda estava soluçando. 

_está melhor? – Ele perguntou quando me sentei respirando fundo e limpando as lágrimas. Eu assenti enquanto tentando me acalmar. 

_me perdoa. – Eu disse sem olhá-lo. 

_ei, não pede perdão. – Ele disse pondo seus dedos em meu queixo e erguendo minha cabeça fazendo com que olhasse em seus olhos. _me desculpa pela foto, eu não pensei que te deixaria mal. Não foi minha intenção. – Ele pediu perdão e eu estava vendo em seus olhos a sinceridade daquelas palavras.

_estou com medo. – Eu disse olhando dentro de seus olhos. _e se ele estiver lá quando eu chegar? 

_ei, calma. – Ele disse me abraçando. _eu vou com você. Vou estar com você, fica tranquila. – Ele tentava me acalmar e eu respirava fundo mesmo ainda tendo algumas lágrimas correndo pelo rosto. 

_Gabi? – Ouvi Beatriz perguntar e ela entrou no quarto e nos olhou parecendo surpresa. _oh, amiga, o que aconteceu? 

_estou com medo de voltar a vê-lo, amiga. – Eu disse e ela se aproximou sentando na cama ao meu lado. 

_calma, amiga. Sabe que pode ficar aqui o quanto quiser. – Ela disse e eu assenti. _mas se quer voltar nós vamos todos com você, não é T3ddy? – Beatriz perguntou e T3ddy assentiu me olhando. _se acalma. – Ela pediu pondo meu cabelo atrás da orelha. _vamos esperar os meninos acordar, vamos tomar café e nos arrumar com calma e vamos para o seu apartamento. Vai ver que ele vai ter ido embora e tudo vai ficar bem. Vamos ficar com você o quanto precisar, amiga.  

Eu assenti e os dois me abraçaram. Aquilo me acalmou. Eu sabia que tudo ficaria bem, pois não estaria sozinha. 


Notas Finais


Você chegou até aqui! Que lindo! <3

Espero que tenha gostado.

Hei, se você gostou não sai sem favoritar e comentar. Isso me deixa muito feliz, sério. Seus comentários e favoritos me animam muito e me fazem feliz de verdade!

Espero vocês no próximo capítulo amanhã e não esquece de comentar aqui, hein. Não fecha essa aba sem comentar e favoritar, people.

A história ainda tem muita reviravolta para dar, gente, acreditem!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...