História Tá Difícil Dizer Que TE Amo - Capítulo 32


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amores Reprimidos, Coma, Doideiras, Festas, Piadas, Revelaçoes
Exibições 33
Palavras 1.165
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Luta, Mistério, Misticismo, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 32 - Capítulo 29 - LIBERDADEEE


Algumas horas depois....


 👑Primeira geração👑


 🎡Tina narrando🎡


Desde que o Caique esteve aqui e tivemos aquela conversa o Léo não fala mais comigo e as vezes sinto que ele pode nunca mais voltar a falar comigo, e isso me machuca muito 


Léozinho: mamã - estende os braços para eu pegar ele 


Pego ele do berço e começo a andar de um lado para o outro, até que tenho uma ideia


Eu: quer ir visitar a tia Luna? 


Léozinho: tia Luna - ele sorri - o papa vai juntu? 


Eu: não sei amor, acho que não - dou um beijo na testa dele e vou procurar a Gabi, ela com certeza vai querer ir comigo 


*****


Abro a porta do quarto e vejo a Luna mexendo em um celular


Eu: bom dia flor do dia - ela me encara 


Luna: sua vaca, nem pra vir me visitar né sua escrota. Veio só uma vez e depois tchau né, beleza dona Valentina, só anotando seus vacilos- ela revira os olhos - agora me passa meu sobrinho que eu tô morrendo de saudades do meu gostoso


Eu: eu tinha muita coisa que resolver Lu, e além disso você perdeu a memória, do que a gente poderia falar? - coloco o Léo na cama dela que começa a brincar com o cabelo dela e a reclamar quando ela aperta as bochechas dele 


Luna: em primeiro lugar eu recuperei minha memória, em segundo lugar sim eu estou bem obrigada por perguntar e em terceiro lugar como andam as investigações do Caique?


Eu: vo-você...- ela me interrompe


Luna: sim, sim eu recuperei minha memória. Agora direto ao assunto 


Eu: bem, ele deu a ideia de me infiltrar lá....- sou interrompida 


Luna: masoquê? Eu vou capar esse babuíno. Ele quer te matar é? Mas você não aceitou não né? - o Léo puxa o cabelo dela - aiii Léo, porra meu filho faz isso com a tia não 


Eu: olha a boca perto do meu filho - reviro os olhos 


Uma das primeiras palavras do Léo foi "Poha" e continua assim até hoje....


Luna: okay okay, agora voltando ao assunto....


🌌Lani narrando🌌


I'm back bitchs e voltei pra arrasar. Depois de contar tudo o que aconteceu no tempo em que o Lipe esteve fora, nós fomos para casa, mas no meio do caminho eu comecei a me sentir muito mal e uns dias depois não passava meus enjôos e nem minhas vontades desesperadas de comer, por isso eu decidi ir ao médico, já que grávida é impossível eu estar então só podia ser doença. Depois de um bom tempinho esperando o resultado chegaram a conclusão que era uma virose mesmo...-_- maaaas como tudo na vida tem um propósito aproveitaram para fazer um check up completo em mim e adivinhem o que descobriram? MEU TRATAMENTO DEU CERTO 🎉🎉🎉 (Pra quem não sabe eu tava fazendo um tratamento esperimental para poder ser fértil, engravidar)


Eu peguei o resultado ontem, e ainda nem acredito nisso, tô tão feliz aiiiin meu coração. Aproveitando esse clima todo de felicidade decidi ir visitar a Luna, já que todas as vezes em que eu ia aquela piranha tava dormindo -_- ( ainda mato ela shahshshshahah ). Entro no quarto e dou de cara com o meu sobrinho puxando o cabelo da minha vaquinha e a Tina rindo quenem uma hiena 


Eu: hello bitchs como vão vocês? - elas me olham


Luna: SUA VAGABUNDA DESBUNDADA, ONDE VOCÊ TAVA TODO ESSE TEMPO QUE EU PASSEI INTERNADA? - ela taca um controle na minha direção que por sorte eu desvio, mas acaba batendo na cabeça de alguém lá fora no corredor 


Eu: calma sua vaca mal parida, eu sempre vim te visitar, mas era de noite, já que de dia não sei se você sabe mas eu trabalho pra caralho. Oi Tina tudo bom? 


A Luna faz uma cara emburrada, mas logo depois abre um sorriso. Êta menina doida, acho que colocaram maconha na sopa dela 


Tina: ahhh eu tô bem sim e você?


Voz do traste ambulante: atrapalho meninas?


Eu: você sabe que sim - viro e dou de cara com o Caique fardado 


Caique: Polly, que saudade de você - ele me abraça 


Eu: que mané Polly o que. Que cê tá fazendo aqui?


Luna: a gente se entendeu 


Me jogo de joelhos no chão e taco ad mãos pro alto 


Eu: ALELUIA IRMÃOS DEUS SEJA LOUVADO GLÓRIA SENHOR ESSES DOIS SE ENTENDERAM 


Tina: para de drama que daqui a pouco os enfermeiros vão aparecer pra te mandar pro manicômio sua louca 


Levanto batendo a sujeira da minha perna e pego o Léozinho no colo


Eu: ficou com saudade fofinho? - aperto as bochechas dele 


Léozinho: Não 


Eu: QUÊ!? Toma Tina, não quero mais esse seu filho traidor - entrego ele pra Tina que coloca ele no chão 


Caique: bom, eu vim aqui só pra dizer que você vai poder ir embora hoje ....- Luna interrompe ele 


Luna: ALELUIAAAAAAAAA EU ODEIO ESTA MEDA DE HOSPITAL - começa a sambar na cama enquanto ta sentada e isso é muito escroto shahshshshahah


Caique: continuando. Também vim dizer que te amo e que...- ele se ajoelha e tira uma caixinha do bolso - quer casar comigo de novo?


Luna: aaaaahhhh não, nem vem que essa ideia já foi minha, seu Zezinho copião - cruza os braços e revira os olhos 


Masoquê? Que que tá acontecendo aqui gente?


Caique: vai Luna. É só um anel - ele sorri 


Luna: tuuudo bem, mas espero que ele tenha um formato fofo quenem o anel de namoro da Lani - pisca para mim


Gente ela ainda lembra daquele anel


Claro né, ele tá no seu dedo sua jumenta


Humm verdade 


*****


Depois que o Caique e a Tina foram embora chegou minha hora de contar a novidade 


Eu: preciso te contar uma coisa - chamo a atenção dela que não parava de olhar o anel em formato de corôa de flores - eu consegui


Luna: ahhhh eu não acredito parabéns - ela me puxa para um abraço 


Eu: pois é, mal posso esperar pra contar pro Lipe- sorrio


Luna: ahhh ele já voltou da Austrália?


Eu: tem um bom tempinho já 


Luna: que viado. Nem pra me visitar. Mas que belos amigos vocês viu - cruza os braços 


Doutor super gostoso que entrou na sala: boa tarde Luna, acabei de assinar sua alta. Você já pode ir embora 


Luna: valeu Lasanha - levanta e pega uma bolsa seguindo para o banheiro enquanto o doutor ri e eu fico com cara de tacho 


.....


Luna: let's go to the sorveteria e depois cacau show - bate palmas e saltita com um vestido verde e um sapato preto 


Eu: Luna meu amor.... QUEM ESCOLHEU ESSA FANTASIA DE COSPLAY DE ELFO PRA VOCÊ MEU AMOR?


Luna: ahhh essa porcaria? Ahh foi acho que o estrupicio, mas como ele fez com amor eu deixo passar 


Eu: uiii apaixonadinha 


Epa me manda o dedo do meio e saímos hospital a fora


Luna: LIBERDADEEEEEEEEEE - corre e da um giro no poste de luz 


Eu: se continuar assim vai voltar pro hospital rapidinho 


Ela me manda língua e vai para o estacionamento  



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...