História Tá pensando que isso aqui é dorama? - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Exibições 13
Palavras 1.174
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


É... Nada a declarar.

Capítulo 2 - Almoço.


Fanfic / Fanfiction Tá pensando que isso aqui é dorama? - Capítulo 2 - Almoço.

* Estou novamente na praia e vejo toda aquela multidão de pessoas reunidas lá. Olho para na direção do mar e vejo um navio partindo, acho que aquela família é a Família Real ou algo do tipo. Começo a olhar fixamente para o navio e de repente estou dentro dele, no que parece ser uma cabine, vejo apenas uma mesinha com alguns pergaminhos, uma cadeira e mais afastado está uma cama. Uma mulher muito bonita está sentada a mesa de costas para mim, me perco ao ficar olhando para ela e sou tirada de meus devaneios por o barulho de um bebê, me aproximo e vejo que a mulher segura uma criança mas eu não consigo ver o rosto desse bebê.* 

 - De novo!

  Acordo nervosa, como sempre que tenho esses sonhos, faço minha higiene matinal visto um macacão uma blusinha listrada, um tenis branco, prendo meu cabelo em um coque e desço para tomar café ~Parece que Cléo já saiu~ Termino meu café e vou para o laboratório do senhor Kim, na verdade é da faculdade mas gosto de dizer que é dele.               

~ No laboratório do Senhor Kim~       

Ao chegar encontro ele sentado em uma das mesas onde estavam alguns livros, umas pastas, um computador e alguns detalhes decorativos, ele levanta o olhar do computador, e abre um sorriso ao me ver e eu sorrio de volta e vou entrando no laboratório.   

 - Bom dia, Senhor Kim. 

- Pare de me chamar de senhor, eu me sinto velho com você falando assim.         - Digo isso para te lembrar que você É velho. 

 - Calúnia!

Rimos eu coloco meu jaleco e me aproximo de um armário onde estavam as coisas que precisamos para analisar os artefatos, pego o que vamos usar e coloco sobre a mesa de estudo. 

 - Ane, você já enviou o relatório da análise daqueles vasos encontrados na escavação dos alunos?

  Acabo de me lembrar que nem terminei aquele negócio.

- Então... É... Eu ainda nem terminei. 

 - Não podemos começar a trabalhar em um projeto se nem terminamos outro. Termine isso logo para podermos começar, eu estou bastante ansioso, tenho um interesse pessoal nesse novo estudo. 

 - Tudo bem.

Me sento na outra mesa onde estava apenas um computador, começo a terminar o relatório enquanto o Senhor Kim fica no outro computador fazendo sei lá o que. Quando termino já era hora do almoço. 

 - Ane, já terminou? 

 - Sim, senhor Kim. 

 - Ótimo! Vamos fazer uma pausa para almoçar e quando voltarmos vamos começar nesses artefatos que chegaram. Ok? 

 - Claro! 

- É... Ane... 

- Oi? 

- Quer ir almoçar comigo?    

 ~O que? O professor quer sair comigo? Como assim?~ Deixe de ser idiota, é só um almoço, vocês trabalham juntos e ele está ancioso para começar o novo projeto e seria mais prático manter você por perto,  já que quando você é só anda atrasada. 

 - Claro!   

 ~ No almoço~ 

 - Senhor Kim, por que escolheu arqueologia? 

 - Como você sabe, eu gosto muito de lendas Coreanas, uma em especial, eu vi na arqueologia uma forma de me aproximar dessas histórias. 

 - Ah... 

 - E você? Tão bonita, dava pra ser modelo. Por que escolheu arqueologia?   

~O senhor Kim tá me elogiando? O que tá acontecendo hoje? 

 - Obrigada pelo elogio. Bom, eu sempre gostei de história e eu sou muito curiosa, então optei por arqueologia e além do mais minha amiga é modelo e pelo que ela me diz parece tão chato, tediante e trabalhoso. 

   Algum tempo depois terminamos o almoço e estamos voltando para a Universidade onde fica o laboratório. Fomos andando mesmo, pois o restaurante onde almoçamos é próximo.  

- Obrigada pelo almoço, Senhor Kim.

 Ele para, respira fundo e olha para mim com um olhar descontraído, é estranho vê-lo assim.

- Já falei para não me chamar assim. Vamos, tente de novo. "Obrigada pelo almoço, querido Jin" 

- Obrigada pelo almoço, JIN! 

- Cadê o "Querido?  

- Precisa mesmo do "querido"?

 Ele e eu damos uma risadinha e ele responde: 

- Sim, precisa. Ou você não quer seu diploma? Lembre-se de que você está sob minha avaliação e depende dela. 

- Não acredito que vai me chantagear. 

- Tente de novo. 

- Obrigada pelo almoço, QUERIDO Jin! 

- Assim está ótimo.

Rimos um pouco e depois passamos o resto do caminho em silêncio.

~De volta ao laboratório  

Passamos a tarde inteira apenas para tentar descobrir a idade de daquelas coisas. ~ Tô sentindo que vamos levar muito tempo nesse trabalho~ 

Eu estava analisando algumas peças, estava completamente concentrada naquilo quando ouço o senhor Kim murmurar um "Tão linda" me assusto e levanto meu olhar para ele que estava debruçado sobre a mesa de estudo enquanto me olhava completamente perdido. Ele continua me olhando com aquela cara. Eu sorrio fraco com aquilo e digo:

- O senhor está me olhando como se eu fosse uma das peças e você estivesse querendo descobrir minha história.  

- Eu não quero descobrir, quero faze parte dela. 

- O QUE?

 Eu me assustei com aquilo e acho que falei um pouco alto demais, o que fez o senhor Kim acordar de seu transe.

  - Nada. Esquece! Ok? 

 - Tá... Então eu já vou indo...  Tá na minha hora. Tchau! 

 - Tchau! 

Eu olho para ele um pouco desconfiada mas deixo para lá. Saio e vou para casa tentando não pensar no quão estranho aquilo foi. Será que o professor tá afim de mim? Mas como assim? Ele é dez anos mais velho que eu, tudo bem que já que somos adultos a idade não importa muito, mas ele ainda é meu professor. Isso é estranho! 

~ Em casa 

  - Hellooo!

 - Olá, Ane! 

 - Por que não veio almoçar hoje? 

- Ah, eu almocei com o Senhor Kim.   

- Saindo com velhos? 

- Primeiro que ele não é tão velho, eu que tenho a mania da chamar o Jin de senh... 

 - O que? Você saiu com o "professor gato"? 

 - SEGUNDO que eu NÃO sai com ele, apenas almoçamos juntos para não perdermos tempo.  

 - Uhum... sei!  

- Como você sabe sobre o "professor gato"? 

- Por causa da nova estagiaria da agência onde eu trabalho. Ela vive falando sobre um "professor gato" da universidade dela. "O único problema é que ele é professor na faculdade de arqueologia, deveria ser na minha"

Ela fala a última parte fazendo uma vozinha chata e irritante. 

- Qual é a faculdade dela? 

- Acessória e propaganda. 

- Hmm...Que pena, para ela, ficar longe do senhor Kim.  

- E sorte sua... ( Aquela carinha)

- Você é idiota. Sabia? Vou dormir. Tchau! 

  Saio da cozinha, onde estávamos e vou para o meu quarto, antes de entrar ainda consigo ouvir ela gritar um "Ainda não terminamos essa conversa". Apenas deixo para lá e vou tomar banho, visto o pijama e desço para comer algo. 

- Tô de olho em você. 

  Fala Cléo enquanto olha para mim desconfiada e direciona dois dedos para os olhos dela e depois os aponta para mim. Depois de comer eu vou para o meu quarto dormir.


Notas Finais


Obrigada! se você leu até aqui. Beijos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...