História Tá pensando que isso aqui é dorama? - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Exibições 10
Palavras 1.203
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Ligação


Fanfic / Fanfiction Tá pensando que isso aqui é dorama? - Capítulo 3 - Ligação

* Eu continuo na cabine do navio, a mulher que está ali parece não perceber minha presença, ela tem uma feição triste em seu rosto, ela passa as mãos no rosto do bebê e posso ver uma lágrima escorrer de seus olhos. ~ O que está aconteçendo?~ Ela coloca a criança na cama e uma outra mulher(2) entra na cabine e troca de roupa com a mulher(1). 

 Mulher(1)- Você tem certeza disso?

 Mulher(2)- Sim, minha senhora.   

Elas se abraçam e depois a mulher(1) pega o bebê e sai da cabine e eu começo a segui-lá até um botezinho onde ela entra com o bebê e depois um homem que a acompanhou desce o bote até o mar, dentro vão a mulher, o bebê e um outro homem vai remando até chegarmos em uma praia onde tem uma mulher simples e um homem, a mulher do bote desce, entrega o bebê a mulher da praia e depois volta ao bote. - Voçe não vai ficar? - Não posso deixar que alguém morra no meu lugar.  Ela fala já chorando e se aproximando do bote novamente, mas antes de entrar ela faz uma pausa, volta e coloca algo na mão da mulher que segura a criança. 

- Cuide bem dela... *

 Eu acordo completamente assustada.

   - Ai que preguiça...

  Quando vou me levantar lebro que hoje é domingo.~ Ah que delícia, eu vou é dormir mais~

 Deito e antes de eu dormir novamente meu celular toca. 

~Ligação on 

 -  Alô? 

-  Ane, te acordei? 

- Senhor Kim? Sim você me acordou. O que quer em plena manhã de domingo? Não tem respeito pelo descanso dos outros não? 

- Desculpa! Pode voltar a dormir.     

Ele fala tão tristinho, e percebo que fui rude demais. Que dó! ~ Que dó nada, essa criatura não tem o que fazer não? Como ousa me acordar cedo no domingo?~ Mas você já estava acordada. ~ Cala a boca, não me estressa mais não.

- Agora que me acordou pode falar o que quer. Deve ser muito importante pra você vim me acordar a essa hora. 

 - Eu acabei de ter a certeza de que aqueles artefatos não são da data que eu queria que fossem. Você precisa vim aqui o mais rápido que puder, preciso de uma segunda confirmação. Por favor! 

- Não tô acreditando que você me ligou só pra isso. O dia tem 24 horas, são exatamente...  

   Faço uma pausa para olhar que horas são. 

 - 5 da manhã, ainda restam 19 horas para você me ligar e você me liga as CINCO da manhã?  Olha... não quero ser rude novamente, mas eu não posso resolver coisas da escola no domingo, preciso de um descanso. Amanhã chegarei mais cedo na escola e falo com você. Pode ser? 

 - Tá... Eu entendo que você está trabalhando demais ultimamente, desculpa eu ter te ligado tão cedo é que eu fiquei um pouco decepcionado  com minha descoberta e queria ter certeza absoluta. 

- Quando descobriu as datas dessas peças? 

- Agora

- Então você descobriu essa tal coisa agora?  Está trabalhando no domingo? 

- É... Digamos que me perdi um pouco nas pesquisas, não vi o tempo passar e acabei passando a noite toda acordado. 

 - Meu Deus! O senhor precisa ir pra casa agora, tome um banho coma algo e vá dormir. Não pode continuar trabalhando desse jeito. Amanhã continuamos as pesquisas. Ok?     

Coitado! Está tão preso na esperança de provar essa tal lenda que esqueceu de cuidar de si mesmo. 

- Você tem razão, eu estou acabado. Então... até amanhã! 

- Até amanhã e vá descansar. Promete? 

- Prometo! 

- Tá bom então... Tchau! 

- Tchau, Ane! 

 ~ Ligação off

  Desligo o celular e volto a dormir. 

~ 4 horas depois...

   Acordo e já eram  9 horas, levanto e nem me dou o trabalho de tirar o pijama, desço e não vejo Cléo, acho que ela está no quarto dela, tomo meu café e resolvo fazer uma faxina na casa, quando termino já são 14:00.  Cléo foi comprar algo para a gente almoçar e eu fui tomar um belo banho e depois fico no sofá esperando por Cléo,  então eu resolvo ligar para o senhor Kim pra ver se ele realmente foi para casa ou ainda ficou no laboratório. Pego meu celular e quando vou ligar para ele me dou conta de que não passei meu número para ele. Como ele conseguiu meu número? Dou de ombros e deixo para lá. 

~Ligação on 

- Senhor Kim? 

- Ane? 

- Sim... Sou eu. Liguei para saber se já descansou ou ficou trabalhando o dia todo? 

 - Bom ver que você se preocupa comigo. 

 - Eu não,  mas se o senhor der um troço e for preciso sair do trabalho como que eu vou fazer meu estágio? Não quero ter que ser transferida para outro lugar. 

- Nossa, quanto amor e consideração. Respondendo a sua pergunta, sim eu já fui para minha casa, descansei e já estou pronto pra outra.

- Se você pedir pra eu voltar naquele laboratório hoje,  eu vou desligar na sua cara.  

- Calma!  Eu não vou fazer isso. 

- É...  desculpa por hoje de manhã, quando alguém me acorda eu viro outra pessoa, um monstrinho e depois fico me sentindo culpada pelas coisa que falo.  Você me desculpa?

-   Deixa eu pensar... 

- O que? 

- Tô brincando, eu te perdoo mas só porque você é uma ótima assistente, se eu brigar com você, onde vou achar alguém assim? 

- Eu sei que sou demais!

- Você é convencida, sabia?  

Espera! Não acredito que estou falando com um professor em pleno domingo e ainda estamos falando como se fôssemos íntimos. Acho melhor acabar com isso, e se a gente ficar íntimo demais? Não vai prestar.   

- Senhor Kim, acho melhor desligarmos. 

- Por que? Falei algo errado? 

- Não é isso, a conversa está divertida, mas ainda somos aluna e professor e eu não acho certo termos esse tipo de conversa mais... descontraída. 

- Mas estamos fora da faculdade. 

- Ainda sinto que é errado. Boa tarde e se cuide! 

- Tudo bem...  Você também! 

 - Tchau! 

 - Tchau! 

~ Ligação off  


- EU SABIA QUE ESTAVA ACONTECENDO ALGO ENTRE VOCÊ E ESSE PROFESSOR.

  Cléo grita bem perto do meu ouvido me assustando.  

 - Não precisa gritar eu não estou na esquina e não está havendo nada entre o Senhor Kim e eu, deixe disso. Eu hein. 

 - "A conversa divertida" 

- Cala a boca sua chata.

Digo sentindo minhas bochechas corarem. 

 - Trouxe a comida? 

- Tá em cima da mesa, Senhora Kim. 

- Pare com isso.

   Me levanto do sofá e vou em direção a cozinha, Cléo vem logo em seguida nos sentamos e "almoçamos" já eram 15:00 hora de lanche, mas tudo bem. Eu aproveitei o resto do dia para fazer uns trabalhos finais, vou me formar esse ano e como faltam apenas dois meses para o fim do ano, estou atolada de trabalhos. Nossa! Já faz quatro meses que estou trabalhando com o Senhor Kim, parece uma eternidade... 

 Quando termino os trabalhos estou morta e só penso em dormir. Tomo um banho, dou boa noite a Cléo e depois vou dormir. Esperando que aqueles sonhos já tenham acabado.  


Notas Finais


Se você leu até aqui, obrigada!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...