História Tá Rolando Amor? - Capítulo 69


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Seleção
Personagens America Singer, Eadlyn Schreave, Kile Woodwork, Maxon Calix Schreave
Tags A Herdeira, A Seleção, Eadlyn, Kile, Romance
Exibições 438
Palavras 1.419
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


OH MY GOD!!! Eu não estou bem!!! To muito feliz!!!

É isso mesmo produção?? 200 favoritos e quase 700 comentários? Não to acreditando!! Obrigada!! Só isso a dizer!

Revelações nesse capítulo. Descobriremos o motivos para eles terem casado.

💖 Boa leitura 💖
💚 Desculpa qualquer erro 💚

Capítulo 69 - Passado...


Fanfic / Fanfiction Tá Rolando Amor? - Capítulo 69 - Passado...

Kile: Claro! Eadlyn, esquecemos do pen-drive!    

Eadlyn: Isso! Vamos, precisamos ver aquelas notícias. — Digo o puxando de volta para a sala. — Cadê seu notebook?  

Kile: Está no meu escritório, eu já volto. — Diz indo em direção ao escritório. Pego a chave de Kile que estava na fechadura da porta, sorrio ao ver o chaveiro que eu dei a ele pendurado na chave. — Pronto, vamos ver o que tem aí! — Diz ligando o notebook e pegando o pen-drive das minhas mãos.  

Eadlyn: Caramba, são muitas. Mas olha ali, tem um monte em sequência com o nome da sua mãe. — Digo apontando para a enorme lista. Não pude deixar de reparar o sobrenome Ambers.   

Kile: Vou abrir a primeira da lista. — Kile clica algumas vezes em cima do ícone com o nome da sua mãe, logo um documento abre. Ao ver a notícia seguro a mão de Kile, ele parece entrar em choque ao ler a manchete .   

  

Marlee Tames, a selecionada que concorria pelo coração do único filho da família Schreave, é pega aos beijos com um guarda em um armário na mansão dos Schreave. A concorrente era a favorita para conquistar o coração do belo Maxon, mas parece que a loira é uma traíra e mentirosa.  

Kile abre outro ícone desesperadamente e outro documento se abre.  

A vergonha da tradicional família Tames, é flagrada aos beijos com um guarda. A jovem não se comportou como uma dama, e alguns até julgam a moça como uma mulher da vida.   

O quê? Como podem dizer isso da Marlee, ela é tão doce, ela é uma dama nata. Os olhos do Woodwork passeavam nervosamente pela tela do computador, ele clica em outro ícone.  

Qual deve ser o castigo para a dissimulada senhorita Tames, a falsa e doce loira que participava da seleção do único filho da família Schreave é vista aos beijos com um guarda na festa de Halloween, enquanto participava da seleção do jovem Maxon. A loira que vestia uma fantasia de anjo e tem um belo rosto, que realmente parece de anjo, foi flagrada em uma situação inadequada com um guarda. Vale lembrar que a loira se inscreveu para a seleção da família real, porém não foi sorteada. Imagina se a garota de olhos azuis fosse sorteada, o castigo para uma traição à realeza seria a morte. Mas ela não está na seleção real, então qual será o castigo da senhorita Tames?  

Havia uma foto da Marlee com lágrimas nos olhos, sua fantasia de anjo estava suja e ela tinha as asas quebradas. Uma de suas mãos estavam próxima aos olhos, parecia tentar proteger os olhos dos flashes. Ela tinha um homem segurando o seu braço e a tirava de uma mansão um pouco conhecida para mim.   

Olho para o Woodwork e seus olhos pareciam não acreditar no que lia. Ele abre outra notícia.  

A família Schreave finalmente se pronunciou sobre o ocorrido. O jovem Maxon, revela à imprensa que a loira, quando foi flagrada aos beijos com um guarda, já estava eliminada da competição a um bom tempo, apenas permanecia na competição por conta da pressão que os telespectadores punham em cima. Ele conta que Marlee lhe ajudava a conquistar uma das selecionadas. Maxon ainda contou que seu relacionamento com a garota sempre foi agradável e divertido, segundo ele, desde o começo foram amigos e entre os dois não rolou nada mais que uma boa amizade. Maxon conta que apenas uma das concorrentes lhe chamou atenção e ainda revelou que Marlee estava lhe ajudando a conquistar a garota, esse era mais um dos motivos para Marlee ainda permanecer na mansão e assim, ser uma selecionada.  

Parece que tudo não se passou de um mal entendido, devemos desculpa a selecionada Marlee Tames, que foi acusada de várias calunias.   

  

Eadlyn: Calma, aquelas coisa eram mentiras. A sua mãe não é aquelas coisas, ela é ótima. Uma perfeita dama!  

Kile: Eadlyn, mais mentiras! Meu pai não teve uma seleção. Minha mãe o conheceu na seleção do seu pai. Essa é a verdade. Eu ouvi algumas vezes que meu pai havia sido guarda, mas quando eu perguntava sobre isso, sempre mudavam de assunto.   

Eadlyn: Você acha que a sua mãe realmente teve algo com o Carter enquanto participava da seleção do meu pai?  

Kile: Eu não sei. Eles se amam muito e quando se ama, não se mede as consequências e nem pensa no amanhã, apenas vive os momentos intensamente ao lado da pessoa que se ama. Talvez sim, talvez eles realmente devem ter tido algo durante a seleção do seu pai.   

Eadlyn: Mas... Eu não consigo entender! — Digo observando a tela do notebook. Passeio com meus olhos pela lista de notícias. Até que uma que parecia um rascunho, que tinha um traço ao lado do nome da mãe de Kile e escrito não publicada, me chama atenção. Clico em cima da notícia e uma reportagem se abre, realmente era um rascunho. Havia apenas anotações. Kile tinha os olhos baixos e não olhava para a tela, parecia estar pensando. Começo a ler as anotações.  

 

A seleção do filho Schreave era uma farsa. Desde o início já havia uma selecionada escolhida pelo pai de Maxon, o primogênito Schreave tinha na cabeça antes mesmo da seleção que teria que escolher Marlee Tames.   

A família Schreave que decidiu quem seria a escolhida de Maxon, Marlee Tames já era escolhida antes mesmo de se iniciar a competição.  

As outras selecionadas não sabiam disso, mas elas não têm a menor chance de ganhar, pois Marlee foi escolhida pela família Schreave por conta de interesses, parece que as duas famílias queriam juntar os nomes e as grandes fortunas.   

Houve um trato entre as famílias Schreave e Tames. 

America Singer é a selecionada que mais meche com Maxon, porém, a ruiva não tem a menor chance de ganhar. Já há uma escolhida e além disso, a senhorita Singer é a concorrente com a casta mais inferior e além de tudo, conquistou a antipatia de Clarckson Schreave, pai de Maxon.  

  

Eadlyn: Kile... — Murmuro. — Olha isso. — Ele levanta o olhar sem ânimo, mas ao perceber as informações que haviam ali, seus olhos parecem devora-las.   

Kile: Será que isso é verdade?  

Eadlyn: É bem possível que seja, nós somos a prova disso. Nosso casamento é uma farsa.   

Kile: Vamos juntar as peças desse quebra-cabeça. — Kile diz abrindo um bloco de anotações no notebook. — Primeira coisa que sabemos é que só houve uma seleção, e essa era a do seu pai. — Ele digita isso.  

Eadlyn: Nossas mães se conheceram na seleção. — Ele digita. — Marlee conheceu Carter na seleção.  

Kile: Minha mãe foi vista aos beijos com o meu pai no armário. Maxon falou que ela já estava eliminada da competição. — Digita.   

Eadlyn: Se aquela informação estiverem certas e a seleção fosse uma farsa, sua mãe quebraria o trato, pois não poderia ser a escolhida e meu pai também, pois casou com minha mãe. 

Kile: Maxon amava a America, porém não poderia escolhe-la pois tinha que escolher a minha mãe, e também por conta que o pai dele não deixaria ele escolher ela por ser de casta baixa.   

Eadlyn: Mas depois de tudo, meu pai escolheu minha mãe mesmo sem o pai dele querer.  

Kile: Minha mãe quebrou o trato, então a família Tames tinha uma divida com a Schreave.  

Eadlyn: E meu pai tinha uma divida com o pai dele e com a família Tames, pois escolheu a minha mãe e com isso, não haveria a junção de fortunas, pois minha mãe era pobre, e nem de nomes. — Ele digita.   

Kile: Eadlyn, qual era o principal motivo para que seu avô quisesse que minha mãe casasse com o Maxon?  

Eadlyn: Unir fortunas e nomes.  

Kile: Quando a minha mãe casou com o meu pai e o Maxon casou com a America isso não foi possível. Então Marlee e o Maxon deviam isso ao seu avô e acredito eu que pro pai da minha também, pois o trato deve ter sido feito com o pai da minha mãe e com o Clarckson.  

Eadlyn: O que eles deviam eram juntar as fortunas e nomes.  

Kile: E isso aconteceu a pouco tempo.  

Eadlyn: Quando eu e você nos casamos unimos os nomes e as empresas, ou seja, as fortunas.   

Kile: O motivo para nós nos casarmos é concertar algo que deveria ter acontecido no passado, nossos pais não uniram as fortunas e os nomes no passado...  

Eadlyn: E nós tivemos que fazer isso agora!  

Kile: Meu Deus!  

Eadlyn: Somos os filhos primogênitos, tivemos que unir os nomes.   


Notas Finais


Eita, será que a teoria da Eadlyn e Kile está certa? Teremos a certeza no próximo capítulo.

💞"Se eu não mudar o que faço hoje, todos os amanhãs serão iguais a ontem." 💞


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...