História TAEGI - Aprendendo a Amar - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Suga, V
Tags Taegi Vsuga
Visualizações 68
Palavras 1.634
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Rerou, rerou! Tell me what you want right now!

Nossa Laura, por que um especial assim do nada?

Bem gente, A.a.A (Abreviação de Aprendendo a Amar" ) chegou a 100 favoritos, e eu não podia deixar isso passar em branco... Sei que vocês estão na seca de Lemon Taegi, então vou compensar com um lemon Jikook. Se você não shippa Jikook, senta e chora ou deixa de ser chata e vem ler logo sapoha <3 pq deu trabalho.

É difícil pensar em um lemon Jikook quando você se considera mãe do Jungkook kkkkk.

Capítulo 21 - Especial Jikook


Fanfic / Fanfiction TAEGI - Aprendendo a Amar - Capítulo 21 - Especial Jikook

[Jimin On]

 

 

 

JM: Kookie, eu sei que é nosso aniversário de namoro, mas isso não é muito exagerado? – Falei olhando o grande restaurante, super chique e estupidamente caro. Você ficou rico e eu não to sabendo?

 

JK: Huuuum, não. – Sorriu. Mas eu tenho uma novidade. E eu não me importo de pagar tudo do mais caro pro meu bolinho.– Segurou minha mão, sorri.

 

JM: Que novidade, Biscoito!? – Segurei sua mão, mantendo o sorriso.

 

JK: Eu... Fui demitido. – Abaixou a cabeça. Você terá que pagar a conta, desculpa...

 

JM: O QUE!? VOCÊ FOI DEMITIDO!? COMO ASSIM EU VOU TER QUE PAGAR A CONTA!? – Por mais que estamos em uma mesa mais reservada, acho que puderam me ouvir.

 

 

Jungkook olhou pra mim fazendo carinha de cachorro abandonado, mas logo de cachorrinho ele foi pra um completo cachorro. Ele começou a rir, o que me deixou confuso.

 

 

JM: Do que está rindo!?. . . Está mentindo, não é? – Ele deitou a cabeça sobre os braços, que estavam sobre a mesa, passando a crise de riso. Você não presta. – Bufei, fazendo bico.

 

JK: Calma meu bolinho, você sabe que eu amo te provocar. – Desviei o Olhar, entufando as bochechas, ele sorriu e virou meu rosto para encara-lo. Na verdade, eu fui promovido. – Sorri pra ele, deixando a raiva de lado. Feliz agora? – Sorriu.

 

JM: Claro! Estou tão feliz por você, biscoito!

 

 

Jungkook se aproximou de mim, deixando um selar em meus lábios.

 

Nossos pedidos chegaram em pouco tempo, a comida era ótima e a Sobremesa mais ainda, eu espero, ela ainda não chegou.

 

Dei de presente pra Kookie um novo par de alianças. No começo achei que ele não ia gostar, pois é muito apegado as atuais, porém fui surpreendido com um enorme sorriso do mesmo. Jeon disse, após colocarmos a novas alianças, “A tempos venho pensando em comprar alianças novas, como um marco de um amor mais maduro. É óbvio que eu amo as antigas, mas as novas marcam o começo de um amor desenvolvido, não por completo, pois amo viver essa metamorfose . E que a partir de hoje ele seja ainda mais forte e ativo! Park Jimin, Eu te amo. Só vou tira-las quando for para colocar as de Casamento!". Não pude deixar de sorrir com as palavras dele, um pouco pelo fato dele ter esquecido que as alianças de casamento vão na mão esquerda. Tão fofo.

 

Eu e ele estávamos preste a comer nossas sobremesas, até que nossos celulares vibraram. Os meninos tinham criado um novo grupo.

 

*****6 anos de Jikook! [Grupo On]*****

 

Açúcar esquecido: Hellooo, o Tae disse que hoje é aniversário de Jikook! Então não podíamos ficar sem dar os parabéns!

 

Hope padeiro: PARABÉNSSSS!

 

Jin melhor papa: Jikook por mais 200 anos <3!!!

 

Raptrói (n/a: mistura de Rapmon com destrói): Parabéns, seus lindos!

 

Tae sofrência: É isso aí viados!!! Quero ver muitas crias ainda!

 

 

Eu e Jungkook estamos sentados um do lado do outro, agora, lendo as mensagens juntos. “Tão Fofos! Melhores amigos EVEEEEER!”

 

 

Açúcar esquecido: Eu achei a música perfeita pra Jikook.

 

Açúcar esquecido: *Audio*

 

 

Começou a tocar um música fofa, tinha uma melodia muito gostosa. Eu e Kook estávamos gostando muito, até que...

 

 

Áudio: AAAAH OOOOH AAAAH! (N/a: Sim, é o Gemidão).

 

 

Eu e Jungkook arregalamos os olhos, desesperados para pausar o áudio. Todos ao nossos redor nos olhavam, que vergonha.

 

 

Eu: MIN YOONGI SEU FDP!

 

Meu biscoito: VAI TOMAR NO... NÓS ESTAMOS EM UM RESTAURANTE!

 

Hope padeiro: SUGA, SEU RETARDADO! COMO É QUE TU MANDA ISSO DO NADA!?

 

 

açúcar esquecido: KKKKKK QUERIA MUITO VER A CARA DE VOCÊS!

 

Eu: ISSO AE HOPE DEFENDE A GENTE!

 

Jin melhor papa: Ai Min, sorte sua que a Juju já tá dormindo...

 

Raptrói: Agradeça a Deus, Yoongi!

 

Hope padeiro: Mané defender vocês, eu levei foi um tapa da Ana!

 

Meu biscoito: NOSSA HOBI HYUNG! ENTÃO É ASSIM?

 

Hope Padeiro: Claro que é! Vocês já são adultos, se defendam sozinhos!

 

Tae sofrência: KKKKKKKKKKKK MORTO!

 

Açúcar esquecido: Eu sou foda *emoji de óculos*

 

*****(Grupo off)*****

 

 

Depois do constrangimento, Eu e Jungkook comemos nossas sobremesas rapidamente e fomos direto para casa. Na verdade nós rimos durante o caminho com o ocorrido. Nossos amigos não prestam.

 

 

.

 

.

 

.

 

[Jungkook On]

 

 

Eu e Jimin chegamos em nosso apartamento. Essa é a melhor parte da noite, a parte que eu finalmente saboreio meu precioso Bolinho de Arroz.

 

 

JK: Então, quer quarto ou aqui mesmo na sala? – Falei em seu ouvido o abraçando por trás, beijando seu pescoço.

 

JM: Hummm... Você sabe que eu não aguento chegar até o quarto com você me provocando assim. – Ele colocou minhas mãos dentro de suas calças. Han...– Ele arfa após eu apertar de leve seu membro.

 

JK: Safado! – Sorrio.

 

 

Pego Jimin no colo e ele cerca minha cintura com suas pernas, nós iniciamos um beijo quente. E porra, que quente. O calor da boca desse safado, é aaaah, torturante.

 

Chegamos no quarto, jogo Jimin na cama e ele solta um leve gemido de repreensão. Eu tiro minha camisa as pressas, e vou para cima de Park. Eu tiro sua roupa, o deixando somente com a cueca box.

 

 

JK: hum? Já está duro, bolinho? – Sorrio dando uma leve mordida na região, e arrupio ouvindo seu baixo gemido. Você gosta aqui, não é? – Acariciei seu membro coberto pela cueca.

 

JM: Kookie... Sem enrolação. Se não eu quem vou ficar por cima.

 

JK: Mas é você quem vai ficar por cima mesmo, gostoso. – Falei, trocando de posição colocando Jimin sentado em meu abdômen. Vai ficar, quicando e quicando... – Simulei uma estocada e nós dois gememos.

 

 

Jimin começou a tirar minha calça, e enquanto fazia isso ele ia lambendo meu abdômen. Esse safado. Eu já estava completamente duro, latejando, por ele. Arfei quando senti meu membro se livrar da cueca apertada, e Jimin o segurar com uma das mãos.

 

 

JM: Jesus, acho que eu nunca vou me acostumar com o tamanho dessa jossa... – Falou e passou a língua por toda a minha extensão ereta. Eu eu gemi sentido seu toque. Você gosta disso então? E disso? – Ele deu um leve soprada na ponta do meu pau, que cara, me enlouqueceu.

 

 

Já falei quando aquela língua e aquela boca são gostosas? Tão quentinhas.

 

 

Ele abocanhou meu membro e eu gemi alto de surpresa. Jiminie começou com movimentos de vai e vem, podia sentir meu membro tocar sua garganta. E o melhor disso era o olhar de luxuria que ele não desviava de mim. Sorri quando o encarei e ele começou a masturbar meu membro com uma das mãos, me fazendo jogar a cabeça pra trás de prazer. Em poucos segundos me desfiz dentro de sua boca.

 

 

JM: Por que você é tão saboroso... Daddy? – Ele falou enquanto chupava os dedos sujos pelo meu gozo.

 

JK: Por Você, Babyboy... – Falei recuperando o fôlego.

 

JM: Por mim, daddy? – Ele começou a rebolar encima do meu membro. Então diga, Daddy, que você é só meu. Ou se não o Babyboy não vai brincar com você.

 

JK: Aaah Jiminie... – Me contorcia com seus movimentos. É tudo por você, e eu sou somente seu.

 

JM: Isso mesmo... – Ele abaixou e me beijou.

 

 

Passei minhas mãos pelas coxas de Minnie até chegar em suas redondinhas, atrativas e de minha posse, bundas. Estava tão excitado, que rasguei a cueca de Jimin, o mesmo nem se importou, apenas se ajeitou a entrada no meu membro e começou a descer lentamente.

 

 

JK: Tão apertadinho! – Apertei suas coxas.

 

JM: Por que...tão gross–Ah!... – Gemia de dor.

 

 

Esperei Jimin se acostumar com o tamanho, e dei um grito quando ele começou a rebolar de repente. Park começou a quicar em uma velocidade extremamente gostosa, porém não rápido o bastante para me controlar.

 

 

JK: Isso, quica, mais rápido Babyboy! – Ele assim o fez indo mais de pressa.

 

JM: Aaah...Kookie, você é tão grande... Tão gostoso...Aah kooookie!

 

 

Senti que estava quase no ápice e que Jimin estava diminuindo a velocidade, por estar cansando. Então troquei de posição o deixando por baixo. Levei seu quadril de encontro com o meu e ele entrelaçou as pernas em minha cintura. O penetrei de uma vez.

 

 

JM: K-KOOKIEE! – Gemeu alto. Assim d-dói!

JK: Desculpa, amor. – Beijei sua barriguinha definida. É difícil me controlar com você... Ah! – Ele se mexeu sinalizando que eu podia continuar.

 

 

Eu comecei a estocar o interior de Jimin, e fui até seus mamilos, chupando-os com muito prazer. Jiminie segurava meus cabelos fortemente com uma mão enquanto com a outra arranhava minhas costas com suas unhas curtas, o que deixava mais gostoso e não doloroso. Comecei a bombear o membro de Jiminie e fazendo ofegar sem pudor.

 

 

JM: A-assim, kookieee!

 

 

Acertei um ponto de Jiminie que o vez Gemer tão alto, que com certeza teremos ligações de vizinhos reclamões. Então comecei a meter mais naquele lugar, eu e ele gemiamos loucamente, sem nem um pouco de vergonha.

 

 

JM: Aaaah kookie... Eu vou gozar... Aaaaoooh!

 

JK: Então goza... Goza pra mim, Jimin... – Gemi em reprovação sentindo que estava chegando ao meu ápice. Queria ficar pra sempre dentro do interior quentinho do meu Bolinho.

 

 

Em mais algumas estocadas Jimin se desfez em minhas mãos, e logo eu em seu interior. Dei mais duas estocadas até sair de dentro de si e cair a seu lado. Park deitou por cima de mim, ofegante beijava meu pescoço e eu acariciava sua nuca.

 

 

JK: Pqp, como você é gostoso. – Mordi seu lábio inferior.

 

JM: Você também Biscoito, e completamente saboroso. – Me beijou.

 

 

Levei Jimin para o chuveiro para tomarmos um banho, claro que repetimos a dose mais um vez enquanto a água gelada molhava nossos corpos. Depois voltamos para a cama exaustos e sonolentos.

 

 

JM: Eu te amo, biscoito. – Se ajeitou em meu peito.

 

JK: Eu também te amo, bolinho. – Dei um beijo em sua testa.

 

   Eu e Park adormecemos, no meio de tanto amor, abraçadinhos.


Notas Finais


Haaaa! Que vergonha, como sempre, reprovo meus lemons... Não sei lidar com eles kkkk é muito vergonhoso ler, socorro!

Enfim, espero que vocês tenham gostado desse especial! 💜💜💜

Laura, ter dois capítulos essa semana significa que não vai ter cap semana que vem?

- Claro gente, eu não sou de ferro!!!!
Brincks, vai ter cap sim, esse foi só um especial. Byeeee 💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...