História Take Me To Your Heart - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Fanfic Justin Bieber
Visualizações 49
Palavras 1.089
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Ficção

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oii gente tudo bem? Bom essa é a minha primeira fanfic e estou muito feliz ❤️ Espero do fundo do meu coração que vocês gostem! Eu amoo escrever e vou me dedicar ao máximo a essa história, claro se vocês gostarem. Peço desculpas pela capa ela é temporária, em breve vai mudar.

Capítulo 1 - Essa é a minha vida.


Fanfic / Fanfiction Take Me To Your Heart - Capítulo 1 - Essa é a minha vida.

A claridade já invadia meu quarto. Aperto com raiva os meus travesseiros pois percebo que o meu celular não para de tocar. Já são 6 horas e eu preciso levantar da cama. Pego meu celular e verifico as minhas redes sociais e como sempre nada de importante, então apenas respondo a mensagem da minha melhor amiga, a Anne. Com muita preguiça vou tomar o meu banho pois será mais um dia naquele colégio. Vou até o banheiro com a minha nécessaire e faço a minha higiene pessoal. Entro embaixo do chuveiro e água quente entrando em contato com a minha pele é uma sensação maravilhosa. Lavo meu cabelo, e fico pensando em algumas coisas aleatórias. Saio do banheiro e seco o meu cabelo não faço nada demais nele, deixo o mesmo bem liso. Procuro alguma roupa para vestir, reviro tudo e após alguns minutos estou pronta, escolhi uma roupa básica uma calça jeans escura, uma blusa cinza e uma jaqueta por cima, coloco meu tênis branco  pego a minha bolsa e desço as escadas correndo.

-Bom dia mãe, bom dia pai! - dou um beijo em cada um enquanto os comprimento.

-Bom dia Mary! - os dois me respondem juntos.

-Filha você está muito atrasada. -disse mamãe.

-Eu sei. -falo e dou um sorriso, pego uma maçã e vou em direção a porta.

-Já estou indo . -grito e saio apresada.

Acho que já está na hora de eu ter o meu próprio carro. Meu pai tem um carro, só que ele usa para trabalhar. Minha sorte é que o colégio é próximo a minha casa. Ando três quarteirões e ao chegar no colégio percebo que os inspetores estão quase fechando o portão, corro apresada e consigo entrar. Nossa essa foi por pouco, penso e respiro aliviada.

-Esta atrasada mocinha, -disse uma das inspetoras.

-É… -preciso inventar alguma coisa já que chego quase todos os dias atrasada. Penso em alguma coisa. -O trânsito de hoje em dia sabe? É bem complicado falo sorrindo.

-Sim eu sei. -responde ela. - Mas dessa vez não posso deixar passar, Maryanne, você chega atrasada todos os dias. Então, após o horário das aulas você irá para a Direção, a senhora William irá conversar com você.

  Ai meu Deus, e agora? A diretora está querendo conversar comigo. Que droga, meus pais vão ficar super bravos.

-Ok. -Respondo e saio andando, subo as escadas minha primeira aula será Matemática. Caramba, meu dia está ótimo hoje em…

Entro na sala e todos param e me olham.

-Está atrasada. -disse o senhor Roberts, meu professor.

-É, já ouvi isso hoje. -Falo e logo em seguida Anne me chama para sentar ao seu lado, então vou até lá.

-Mary o que aconteceu? -pergunta Anne.

- A senhora William quer conversar comigo. -Respondo.

-Nossa Mary. Mas não se preocupa, você é uma ótima aluna, não vai ser nada demais.

-Tomara. -sussurro para mim mesma.

As aulas passam e nada demais acontece. Bate o sinal, avisando que está na hora do Intervalo, eu e Anne descemos juntas para guardar os livros que já usamos no armário. Enquanto isso já separo os materiais para o próximo período e coloco na bolsa. Anne me cutuca e percebo que os meninos do time de Basquete estão passando pelo corredor. Quase todas as meninas fixam o olhar nesses garotos de uma tal maneira que eu não entendo. Não estou dizendo que os meninos são feios, longe disso, mas todos são mal educados e arrogantes, se acham superiores. Falo por experiência própria, ano passado fiz amizade com Thomaz, um dos meninos do time, que me traiu da pior maneira. Não gosto nem de pensar, fiquei muito mal e  arrasada e isso só comprovou a minha opinião sobre esses meninos.

Sinto alguém me olhar. Me viro e percebo que era Ele. Encaro por alguns segundos aqueles olhos cor de mel e ali me perco. Olho ele de cima a baixo, percebo que estava mais forte e bem mais lindo, na verdade lindo ele sempre foi, só que ele estava com tatuagens novas. Paro de olhar ao perceber um sorriso safado em seu rosto. Típico dele, já que se trata de Justin Bieber, o capitão do Time de Basquete, também conhecido como o "Garoto mais lindo e mais insensível.", bom, pelo menos é o que dizem. Ele passa por mim e sinto meu coração acelerar. Nossa, eu sou muito iludida mesmo, ele vai em direção a Lauren, uma das líderes de torcida,  e coloca os braços sobre o ombro dela. Os dois saem andando juntos. Abaixo o olhar e Anne fala:

-Nossa safada ainda não superou ?

-Já superei sim Anne, não fala besteira.

 Minha melhor amiga é doida mesmo.

-Aham, sei. -ela diz. -Ele é um cafajeste, é gostoso, mas não presta. Mary, para o seu bem, para de insistir nisso amiga. -Ela fala e sinto tanta sinceridade em seu olhar.

Ter amizade de Anne foi a melhor coisa que me aconteceu. A verdade é que desde o ano passado eu sinto alguma coisa pelo Justin, algo que não consigo explicar, mas eu nunca me deixei levar. Não tem fundamento isso, ele é totalmente insensível, é o oposto de mim. Seria bem difícil ele gostar de uma garota igual a mim, não que eu tenha problemas com a minha autoestima, mas as garotas do colégio, principalmente as líderes de torcida são altas e magras seguem os mesmos padrões, e eu sou muito baixinha.  Alguns meninos até dizem eu tenho "corpo" mas comentários assim, me incomodam.

O melhor a fazer é parar de insistir nisso, por que quem vai se machucar  sou eu.

-Vamos Mary.  Eu quero comer.

-Vamos. -Falo batendo a porta do armário o trancando. Seguimos até a cantina, eu e Anne pegamos uma bandeija com o almoço e sentamos em uma mesa.

-Preciso te falar uma coisa Mary…

- Pode falar -digo e dou um sorriso.

-Não, aqui não. -ela fala. -Mais tarde eu vou até sua casa, ok?

- Ok. -concordei.

Terminamos de comer e conversamos um pouco. Logo depois o Chris sentou ao nosso lado. Ele é um amigo nosso, tipo irmão sabe ?

-E aí meninas- diz o Chris.

-E aí.  -Eu e Anne respondemos juntas.

-Tenho uma coisa para contar para vocês. -Percebo que ele está bem animado. -Então, sabe a Jennifer do terceiro ano? Ela topou sair comigo, então, hoje tem. -Ele fala enquanto ri.

 Esses meninos de hoje em dia, meu Deus. Na real, esse mundo está perdido. -penso exagerada, como sempre.

Passando o intervalo, eu subo para sala porque irá começar o segundo período. Estava até esquecendo que a senhora William queria falar comigo. O que será que vai acontecer ? Penso e fico bem aflita...



Notas Finais


Espero que vocês gostem estou fazendo com muito carinho ❤️ Essa é a minha primeira fanfic e me dedicarei bastante! Peço por favor, se vocês gostarem comentem aqui em baixo, para saber o que vocês estão achando e assim ficarei ainda mais incentivada.
Peço desculpas caso tenha algum erro de Português.
Uma boa leitura ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...