História Tale of the Demon Hunters - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Equipe Fanfic
Exibições 4
Palavras 528
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Ecchi, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sci-Fi, Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Cross-dresser, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Hello people. Eu Estou aqui de novo, bom se você veio pela pagina da fanfic, seja bem vindo(a) não seja tímido eu não mordo só escrevo. bom não vo enrolar muito aqui vamos direto para oque importa a fic. Ps: esses primeiros capitulos sao a introduçao dos personagens

Capítulo 1 - Capitulo 1 - The girl of the silence


Fanfic / Fanfiction Tale of the Demon Hunters - Capítulo 1 - Capitulo 1 - The girl of the silence

A Garota Do Silencio – Isabella Capitulo 1 – Livro 1 – Introdução.

 

Isabella mal chegou ao seu cafofo e já e recebida com cartas, conhecida como a assassina mais silenciosa de todo o mundo, Todos os dias e recebida em sua casa por milhões e milhões de pedidos. O seu mundo era perfeitinho como se alguém me irritar e so arrancam-lhe a cabeça, Nesta noite pegou o pedido que daria o maior numero de dinheiro 120 Mil Druks Para assassinar Don Bernardo, O Capitão do esquadrão de caça sul que protege os portões de serem atacados por monstros.

 

Na calada da noite, Isabella se move numa velocidade insana sem produzir nenhum barulho. O local era praticamente um labirinto pedindo para que se perde-se por La.

 

- Bom Neste caso eu faço barulho. – Risada irônica.

 

Pegando uma dinamite que esconde em sua mochila arrombando a parede. Onde estava o esquadrão de frente uns quatro guerreiros de alta patente. O primeiro avança para cima de Isabella que responde dando Le um rola seguido de um corte com sua adaga em sua garganta, o segundo pega seu machado e ameaça bater em Isabella que desta vez avança em sua direção cortando Le a garganta novamente.

 

- Parece que tem um local especifico para cortar demônio – Diz o terceiro guarda. Com seu escudo e espada levantados. Enquanto o quarto guerreiro pega defesa planejando dar um golpe de arpão.

 

- Bom gosto de cortar gargantas – Risada irônica

 

- Morra, Sua Maldita – Ele apenas vê a adaga de Isabella atravesar a armadura de seu companheiro ficando sem palavra sendo único sozinho na sala.

 

- Sabe eu odeio ser chamada de maldita. Você mereça algo pior. Black Chase.

 

O Uso Desta magia trás todos os erros da pessoa como flash Black a a fazendo ela perder a esperança. Uma magia negra usada apenas por assassinos.

 

- Bom eu avisei. – Continua andando em direção a porta enquanto o corpo dele cai sem sua alma para fora.

 

- Adoraria ver você sofrer mais tenho uma grana pra faturar.

 

 Atravessando a porta do grande salão e encontrando um garoto que parecia meio nerd planejando e traçando rotas, sentado de uma maneira estranha na cadeira.

 

- Bom. Então e isso o incrível protetor dos portões e um nerd que fica sentado de um jeito estranho. Interresante.

 

- não sei como passou pelos meus guardas e um grande avanço para uma guerreira bem vagabunda.

 

- Foi ate bem simples colocar guardas sem proteção contra magia e sem refle... você me chamou doque.

- Eu te chamei pelo mesmo nome de sua mãe.

 

- Como ousa fedelho idiota

 

- Esse fedelho não trabalha na rua como você vagabunda

 

Num ato de emoção Isabella avança para cima dele e ele saca apenas uma faquinha que a acerta com impacto faz ela voar a parede.

 

- Se considera mais caiu na arte da manipulação dez da hora do labirinto.

 

- Não e possível. Que.. Eu tenha perdido um a luta.

 

Uma luz forte e radiante aparece em sua frente deixando uma marca sobre seu braço e um garoto misterioso finaliza o serviço e antes que ela pudesse recobrar a conciencia já avia sumido.

 

A Silenciosa 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...