História Talvez eu te ame - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Visualizações 31
Palavras 712
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá, minha primeira história e primeira experiência aqui, eu espero que gostem.

Capítulo 1 - Mudanças


Fanfic / Fanfiction Talvez eu te ame - Capítulo 1 - Mudanças

Tudo aconteceu tão rapidamente, me confundiu, me magoou, perdi meus pais cedo demais, queria aproveitar mais o tempo que restava mas infelizmente não deu, meu nome é Alyce e não faço a menor ideia do porque que eu estou escrevendo isso, nunca fui de escrever sobre mim, porém tanta coisa mudou depois da morte do meu pai que eu nem me reconheço mais.

Antes de sua morte meu pai me emancipou, dias depois de meu aniversário de dezesseis anos, quer dizer que agora eu respondo por meus atos, então tenho que tomar cuidado, minha tia é que está cuidando de mim para eu não ficar sozinha, ela está sendo uma verdadeira mãe para mim. Nos mudamos para a Flórida eu morava em Londres mas acho que posso me adaptar rápido aqui, escolhi a escola Sweet Amoris por ser a mais próxima da minha nova casa, minha tia que me disse, pois ela já morou lá, conhece bastante coisa.

Já estou no avião, não tem muita coisa para fazer a não ser dormir, comer, jogar videogame e ler, e foi assim que eu passei o tempo até chegar na Flórida, para falar a verdade até que gostei do lugar, passeamos um pouco e fomos para casa de taxi, demou quase duas horas para chegar, meu deus, minha casa é no Japão para ser tão longe assim do centro?.

Amanhã eu teria que ir para a escola, então já me preparei usando os horários que estavam na página do primeiro ano do ensino médio no site da escola, aproveitei e vi algumas fotos da escola , achei bonita.

                 18:60 .AM.

Acordei com dificuldade, mesmo eu tendo dormido cedo, não se pode culpar uma preguiçosa por ser preguiçosa.

"Hmmmmm". Me espreguicei toda, ainda bem que acordei, mas eu tinha ativado o alarme, deve ter dado bug.

 "Tá fazendo oque? Anda levanta, não vai querer se atrasar logo no primeiro dia ". Eu levantei determinada por causa das palavras da minha tia, é mesmo seria horrível chegar atrasada, entrar na sala sem conhecer ninguém e todos olharem para você.

Me vesti com o uniforme é obvio, era uma saia com aquele terno feminino dos animes de colegial sabe, mas preferi por uma calsa jeans preta, como estava frio coloquei um casaco por cima do terno e coloquei botas pretas de cano médio, não gosto de maquiagem então só passei um protetor labial porque se eu não por minha boca virará porcelana, deixei meu cabelo solto, nem escovei, pois não precisava.

Minha tia me levou para a escola, demorou uns quarenta minutos, chegando lá muita gente olhou para mim, fiquei bem incomodada.

"Ah, oi, você é a novata, prazer eu sou Iris".

" Alyce". Dei um sorriso tímido para ela .

"Se precisar de algo é só falar".

"O-ok, obrigada". Comecei a me afastar andando de costas, quando fui me virar para andar normalmente bati de frente com alguém, só sei que eu tomei um susto e cai no chão.

"Me desculpe". Quando vi, era um garoto com a mesma cor do meu cabelo que no caso é preto e olhos azuis a diferença e que o meu azul é mais claro e o dele mais escuro.

"Não, tudo, fui eu que não prestei atenção". Ele me ajudou a levantar e eu não disse uma palavra se quer, estava muito nervosa para pensar em agradecer.

Ei, tudo bem? Você parece um tomate de tão vermelha, calma. Novata né?".

"Sim,acho que você já sabe o motivo do nervosismo e da vermelhidão".

"Ninguém aqui morde, a não ser a Ambre". Fiz uma cara de assustada para ele .

"Nossa".

 " Brincadeira ela só late mesmo". Eu ri diante daquele comentário mesmo não conhecendo essa tal de Ambre.

"Quem é essa Ambre?". No momento em que eu perguntei o sinal tocou.

"Temos que ir". Ele disse me indicando a sala da nossa turma, sentei em um lugar perto dele  .

"Então quem é Ambre".

"Sou eu! Então não vai me dizer seu nome?". Ela perguntou sentando perto de mim.

É..É.. Alyce".

"Uau! Sua unha é tão linda! Você mandou mendingos faze-lás?".

"Oque eu faço com minhas unhas não é da sua conta, aprende a cuidar da sua vida e não da vida dos outros, aliás, a sua vida deve ser tão chata para você se interessar tanto pela dos outros né". Ela ficou sem palavras , todos que ouviram riram da cara dela .






Notas Finais


Bom, espero que tenham gostado e pretendo fazer ainda mais capítulos, beijos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...