História Talvez meu cunhado - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Monsta X
Personagens Min Hyuk, Won Ho
Tags Minhyuk, Wonho, Wonhyuk
Exibições 39
Palavras 2.036
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


HELLO PIMPOLHOSSSS
Como vão?
demorei certo? mil desculpas!!! mais como vcs sabem final de ano e uma bosta de tanta coisa pra fazer!!!! :'')
me atrapalhei toda nas atualizações das fics e acabei atrasando algumas então sorry sorry!!!
Demorei mais tem 2k de palavras!!! Uhuu \(*o*)/
Mais vamos ler certo?
GO GO VÃO LER!!

Capítulo 4 - Compras


Fanfic / Fanfiction Talvez meu cunhado - Capítulo 4 - Compras

Olhava pela milésima fez a pequena lista em minhas mãos, havia tantos nomes que alguns eu nem sequer sabia o que era.

Havia me acordado mais cedo do que pretendia graças ao falatório exagerado que acontecia no andar de baixo. Assim que desci recebi uma pequena lista da minha mãe que estava atrasada para mais uma de suas inúmeras reuniões, a mesma afirmava que a empregada responsável por fazer as compras não poderia vim hoje e como estava realmente precisando de todos os produtos da lista a mesma me mandara fazer as compras já que EunJi também não poderia ir.

Já fazia alguns minutos ou talvez horas que a mesma fora embora, eu continuava na sala olhando pro nada, ainda tinha sono, muito sono.

Após mais alguns incontáveis minutos olhando a lista em minhas mãos resolvi subi para o meu quarto e ir logo para o supermercado, quanto mais rápido fizesse essas compras mais rápido me livraria disso tudo.

Subi as escadas praticamente me arrastando, e assim que cheguei no meu quarto peguei meu celular que se encontrava jogado entre os meus lençóis, havia algumas mensagens abrias sem muito interesse vendo em seguida que era uma mensagem de um amigo de faculdade que me convidava para mais uma de seus inúmeras festas. Nunca fui muito afim de festas e sempre recusava suas ofertas de ‘’diversão’’ mais era questão de tempo para que estivesse me convidando para mais uma.

Largue o celular novamente entre os lençóis sem me importa em responder a mensagem, quem sabe dessa vez eu não fosse?

Mim dirigi ao banheiro lentamente, assim que entrei me despi logo me dirigindo para o chuveiro, a água quente deixava um rastro vermelho por onde passava e a fumaça espalhava-se lentamente pelo banheiro.

Assim que terminei de tomar banheiro acabei de fazer o que faltava da minha higiene matinal e me dirigi ao meu quarto, abri o guarda roupa sem muito interesse e peguei a primeira roupa que vi pela frente, uma camisa de manga longa de cor preta e uma calça rasgada de lavagem escura.

Mim olhei no grande espelho do quarto e passei os dedos entre os meus cabelos o deixando um tanto bagunçados, coloquei um tênis qualquer e logo peguei o meu celular e a pequena lista os colocando no bolso de trás da minha calça.

Sai do quarto e logo desci as escadas, me dirigi á cozinha na esperança de encontra uma das empregadas para pergunta se o motorista esta disponível ou se havia ido levar a minha mãe na reunião, para o meu total desagrado não havia ninguém na cozinha nem no resto da casa, com toda certeza minha mãe havia os mandado fazer alguma coisa na rua.

Ouvi a porta ser aberta e logo sai da cozinha indo na direção da mesma esperando ser o motorista ou uma emprega, mais para a minha surpresa não era nem um nem outro, era Wonho.

O olhei um tanto confuso não sabendo o que o mesmo poderia esta fazendo aqui á essas horas, já que o mesmo sabe que á essas horas EunJi não esta em casa.

- EunJi não esta em casa. – falei calmamente enquanto me dirigia á pequena estante no canto da sala logo pegando o molho de chaves que estava ali e as colocando no bolso.

- Eu sei. – ouvi o mesmo responde simplista, ainda parado no mesmo lugar.

O olhei ainda mais confuso que antes, afinal o que ele estava fazendo aqui então?

Vi que Wonho ia falar alguma coisa mais logo em seguida desistira, também estava pronto para falar algo quando senti meu celular vibrar em meu bolso e logo o peguei. Era mais uma mensagem do meu amigo da faculdade, que agora começara a me dar uma lição de moral sobre eu nunca sair de casa. E assim como antes apenas ignorei e coloquei o celular novamente no bolso, assim que eu chegasse em casa eu decidiria se ia ou não a essa tal festa.

- Vai sai? – ouvi a voz de Wonho novamente.

Não o respondi apenas dei um aceno de cabeça enquanto me dirigia á porta de entrada.

- E pra onde você vai? – perguntara curioso enquanto me seguia para o lado de fora.

- Para o supermercado. – respondi simplista enquanto procura com os olhos o motorista, logo percebendo que o mesmo não estava.

Ouvi uma risada soprada de Wonho, logo olhando para o mesmo que mantinha seu olhar em mim.

- Posso te acompanha se quiser. –respondera divertido, com toda certeza havia notado a minha frustração.

- Não á necessidade, eu posso ir sozinho. – respondi sem paciência alguma.

E claro que eu poderia ir sozinho, o supermercado não era tão longe assim.

- Ah para com isso MinHyuk. - Ouvi seu protesto e continuei negando veemente seu convite.

Já havia se passado alguns minutos desde que chegamos do lado de fora de casa, e mais alguns minutos onde Wonho insistia em mostra os pros e nada de contras em aceitar o seu convite de companhia.

Após alguns minutos finalmente aceitei seu convite vendo o mesmo sair saltitante em direção ao seu carro que estava no outro lado da rua, seu carro era um porsche branco.

Não teve demora pra que estivéssemos dentro do seu carro, Wonho deu partida no carro e logo já estávamos a caminho do supermercado.

----------------------------------------XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX------------------------------------------------

A pequena viajem fora rápida e silenciosa, pela minha parte claro, já que Wonho insistia em puxa algum assunto e praticamente me obrigava á conversa consigo.

Quando chegamos no supermercado não houve demora para estacionarmos o carro, já que o estacionamento estava praticamente vazio, e logo já estávamos dentro do supermercado.

Olhava a lista em minhas mãos sem nem um interesse tentando me decide por onde deveríamos começar as compras, por fim decidimos que começaríamos pelo básico como o arroz.

As compras estavam sendo calmas, fora as nossas brigas sem sentido sobre qual marca de tal alimento compra.

E por fala nisso estávamos fazendo exatamente isso agora.

- Eu já disse que essa marca e melhor. – eu falava pela milésima fez enquanto segurava um pequeno pacote de macarrão entre as mãos.

- E tudo a mesma coisa MinHyuk! – respondera Wonho calmamente.

- Se e a mesma coisa por que você quer compra essa? – perguntei apontando para o pacote de macarrão que o mesmo segurava.

- Ah para de birra Hyuk e vamos logo termina essas compras. – falava pausadamente enquanto uma mão empurrava o carrinho e a outra me empurrava pelas costas. 

Já estava pronto pra responde-lhe alguma coisa, que eu não estava fazendo birra coisa nem uma e que o pacote de macarrão que eu segurava era melhor que o dele, quando ouvimos uma risadinha soar a nossa frente.

Olhamos intrigados para onde vinha o som e encontramos uma senhora a nos olhar de uma maneira terna enquanto pressionava suas duas mãos em sua boca tentando abafar a sua risada.

Continuamos olhando para a senhora a nossa frente esperando encontra o motivo para que a mesma estivesse rindo tanto, nos estávamos tão abismados que ate mesmo esquecemos a nossa pequena discursão sem sentido.

Após alguns segundos a senhora a nossa frente finalmente para com a sua pequena crise de riso e nos lançou mais um sorriso terno antes de falar.

- Vocês dois são um casal muito bonito. – disse a senhora docemente, o sorriso a cada segundo ainda mais terno.

Mim encontrava totalmente pasmo, sentia minhas bochechas queimarem como o inferno, não acreditava que havia ouvido isso.

A vergonha dominava cada célula do meu corpo, minhas bochechas ardiam, eu só queria que um buraco se abrisse aos meus pés.

Eu queria dizer que era tudo um engano, mais parecia que a minha voz havia sumido e como um pequeno álibi para sair dessa situação no mínimo constrangedora me aprecei a começar a andar novamente em direção ao próximo corredor deixando Wonho e a senhora para trás, mais antes de esta totalmente no corredor ao lado ouvi um pequeno comentário de Wonho.

‘’Ele e tímido’’

Ok, não havia entendido a necessidade de falar isso, mais pouco me importava, procurei os próximos itens da lista os encontrando logo em seguida.

Wonho aparecera poucos segundos após a minha pequena ‘’fuga’’ o mesmo carregava um sorriso divertido nos lábios enquanto me acompanhava entre os corredores do supermercado.

Olhei para o carrinho que o mesmo levava e notei que a minha pequena briga não fora em vão, entre todos os produtos que já havíamos comprado, o pequeno pacote de macarrão estava presente, não evitei que um sorriso vitorioso dominasse meus lábios atraindo a atenção de Wonho que me perguntara curioso o porquê eu estava rindo.

- Não e nada.

Fora tudo o que lhe respondi antes de começar a caminha um pouco mais a sua frente, o mesmo apenas dera de ombros e logo continuou a me seguir.

------------------------------------------XXXXXXXXXXXXXXXX---------------------------------------------------------

Já estávamos seguindo para o lado dos frios quando paramos em corredor antes de tal ala, vi Wonho pega a lista das minhas mãos e pegar um pacote de cogumelos.

- Não acho que tenha isso na lista. – falei subitamente atraindo a sua atenção para mim.

- E claro que tem. – respondera convencido continuando a andar logo depois.

- E logico que não tem. – falei mais uma vez logo cruzando os braços, fazendo o mesmo parar e me olhar impaciente, olhara a lista mais uma vez e logo parara em uma parte especial vindo para mais perto de mim e apontando para a palavra escrita em tinta azul ‘’Cogumelos’’

Não consegui evitar que uma gargalhada escapasse da minha garganta, Wonho me olhava confuso e ao mesmo tempo desacreditado.

- Eu sabia que tinha isso na lista, ate estava procurando. – falei pausadamente olhando para o mesmo que se encontrava vermelho de raiva.

- Mais e que você fica fofinho com raiva. – continuei logo em seguida, apertando as suas bochechas e fazendo uma voz propositalmente mais fina, como se falasse com uma criança.

Vi o mesmo bufa enquanto retirava as minhas mãos de suas bochechas e começava a andar novamente na direção do carrinho.

Só que ele não esperava que eu tivesse visto aquele sorriso de lado.

---------------------------------XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX-----------------------------------------------

 

Depois de todos aqueles acontecimentos as nossas compras se seguiram normalmente, tirando novamente as nossas brigas sem sentido e brincadeirinhas sem graça aparente.

Não demorou muito para que estivéssemos nos dirigindo ao caixa, o carrinho estava totalmente cheio e mesmo assim eu ainda revia a pequena lista tentando achar alguma coisa faltando.

Todos os caixas estavam cheios para nosso total desgosto, entramos em uma das inúmeras filas a nossa frente esperando tediosamente a nossa vez.

Wonho começara um assunto totalmente desconexo que na falta de oque fazer resolvi acompanha o mesmo na conversa.

Quando faltavam poucas pessoas a nossa frente observei um pouco constrangido que no caixa ao lado aquela mesma senhora que nos denominou como um ‘’casal bonito’’ estava a nos observa ternamente.

A mesma assim que percebera que eu estava a observando me dera um prevê acenar com a mão junto de um doce sorriso, ainda totalmente constrangido a devolvi o aceno, notando de soslaio Wonho olhar para onde eu acenava, o mesmo deixara um sorriso travesso domina-lhe a face e em poucos segundo senti um de seus braços rodearem a minha cintura enquanto o outro se ocupava em acenar para a senhora ao nosso lado.

Com a sua ação repentina a minha única reação foi tentar sair dessa posição constrangedora ao meu ver, recebendo em troca meu corpo ainda mais perto do seu, já que assim que tentei me solta de seu braço o mesmo me puxara para mais perto.

Senti minhas bochechas voltarem a queimar dessa vez ainda mais que anteriormente, e tudo só piorou quando percebi que as pessoas ao nosso redor estavam começando a nos observa.

Tentei mais uma vez me livrar do mesmo, ate uma cotovelada o dei, mais não adiantou de nada.

Apenas quando estava aceitando a minha derrota senti o braço de Wonho solta a minha cintura e o mesmo empurrar o carrinho para o caixa já que felizmente era a nossa vez.

Mais sinceramente não sabia o que me incomodava mais, ser abraçado por Wonho ou senti uma incomoda falta do seu corpo próximo ao meu.


Notas Finais


Então o que acharam? da pra perdoa a demora? *-*
Erros? me avisem okay?
ENTÃO a coisa ta começando a andar em em em? ¬u¬
Interajam amiguinhos vamos conversa! criticas e elogios são bem vindos sim? *-*
Eu não tenho muito o que falar aqui entom........
Tentarei o máximo posta o próximo rápido!!! (vó tenta não me atrapalha com as atualizações de novo, promise!! ;-;)
Beijinhos de luz e ate a próxima!!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...