História Talvez seja você. - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias CNBlue
Personagens Jung Yong Hwa, Kang Min Hyuk, Lee Jong Hyun, Lee Jung Shin, Personagens Originais
Tags Brigas, Cnblue, Romance
Exibições 18
Palavras 2.241
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Festa, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


MAIS UM CAPÍTULO MEU SENHOR GD.
Foi mal, eu me empolguei e desculpa qualquer erro.
Boa leitura.

Capítulo 2 - Banda.


Fanfic / Fanfiction Talvez seja você. - Capítulo 2 - Banda.

Capítulo 2.

Hoje por incrível que pareça eu acordei cedo, estava me arrumando para ir ao hospital, amarro meu cabelo em um rabo de cavalo e visto meu jaleco.

Quando eu saio do meu quarto, acabo esbarrando com alguém e quase caio no chão, só que a pessoa me segurou. Eu pensei que iria cair, que cheguei até fechar os olhos, quando Jonghyun fala.

- Por que está com os olhos ? - diz ele e eu abro os meus olhos - Espera que alguém te beije nesse momento.

Tento me afastar dele, só que eu caio no chão e ele ri da minha cara, vagabundo.
Me levanto rapidamente e falo.

- Eu fechei os olhos para me preparar para a queda - digo e ele continua rindo - Para de rir, não é nem um pouco engraçado.

- Você conseguiu me fazer rir hoje - diz ele sorrindo - Significa que eu vou ter um dia bom.

- Ou um dia ruim - digo e ele me olha - Que foi, nunca se sabe o que acontecer, quem sabe eu te dê azar.

- Ei, So Hyun - diz ele e se aproxima de mim - Não tem como o meu dia ficar pior, ainda mais hoje que eu vou ensaiar com a banda.

Banda, o que como assim banda, ele tem uma uma banda e eu não estou sabendo, por que eu estou curiosa sobre isso, se eu perguntar sobre essa banda ele vai rir da minha cara, mas a curiosidade grita mais alto.

- Você tem uma banda ? - digo tentando não parecer curiosa e ele sorri de lado - Essa banda é você e seus amigos ?

- Claro que é com meus amigos - diz ele - Com quem mais seria ?

Eu estou parecendo uma idiota, fazendo perguntas idiotas, que é o tipo de coisas que só idiotas faria.

- E quem são os seus amigos - digo e ele ri da minha cara - Esquece, você não precisa responder.

Tentei sair dali, mas Jonghyun segurou meu braço e falou.

- Os meus amigos você já conhece - diz ele e eu olho para ele, quando ele se aproxima de mim e fala em meu ouvido - Caso você queira ver a gente toca hoje, vai nesse endereço, eu vou adorar ver sua reação.

Ele colocou um papelzinho na minha mão e depois saiu, admito que fiquei perplexa com aquilo, que cara atrevido, eu não dei permissão para ele fazer isso comigo, ai que raiva dele.

Fiquei com vontade de chutar a bunda desse cara, eu fiquei um tempo xingando o Jonghyun em pensamento, quando eu finalmente olho o papel que ele me deu, e realmente estava escrito um endereço de algum lugar, é impressão minha ou ele planejou isso tudo, agora está tudo muito suspeito.

Desço as escadas e vou até a cozinha, dessa vez eu vou tomar café da manhã e como sempre a Ajumma na cozinha espalhando felicidade.

Me sento ao lado de Jungshin e dou um soco no braço dele só de raiva, ele me olha indignado com o que eu fiz e fala.

- Se vai me bater - diz ele e eu o olho atentamente - Pelo menos me avisa.

- Você merece apanhar mais - digo o ameaçando bater mais nele - Seu medroso.

Ele ia dizer alguma coisa, mas a Ajumma fala.

- Aigoo, vocês dois brigando logo cedo - diz ela colocando um jarro de suco de laranja em cima da mesa - Cuidado, que vocês dois pode acabar casando.

- Ajumma - digo e ela me olha - Em um mundo que existe amizade entre homem e mulher, só pode ter amizade colorida, mais que isso vai ser difícil.

- Por que não pode existir mais que só amizade - diz Jungshin - Seria bom que dois amigos que conhecem muito bem um ao outro namorasem, assim não ia ter muita briga.

- Jungshin - digo e ele me atentamente - Um casal de amigos não pode namorar, por que se não estraga a amizade.

- A amizade só iria estragar - diz ele olhando para mim bem sério - Se você quisesse que estragase.

- Mais iria ficar estranho entre o casal depois que eles terminasem - digo e ele ri - Não sei por que você está rindo, sendo que é verdade.

Ele deu um suspiro longo e depois lambeu os próprios lábios, quando ele fala.

- E se eu te mostrar que você está errada - diz ele e eu o olho atentamente - E se a gente namora e depois terminarmos, eu vou te mostra que não vai ficar estranho entre a gente depois do término.

Fiquei sem reação com o que ele disse, não acredito que o meu melhor amigo me falou uma coisa dessas, quando eu falo.

- Ei, Jungshin - digo tentando quebrar aquele clima - Ficou maluco, a gente namora... haha.

Dei uma risada forçada no final, quando a Ajumma fala.

- Vocês dois hein - diz ela e eu o Jungshin voltamos a olhar para ela - Vão acabar ficando juntos e não vai demorar muito.

Eu não falei mais nada e nem Jungshin, terminei de tomar meu café da manhã rápido, então eu fui direto para o hospital.

Hoje a área de emergência estava cheia, por que aconteceu um acidente de carro, e muitas pessoas foram feridas, no total hoje eu atendi 7 pessoas.

O estágio me deixou exausta e já era de noite, só sei que eu cheguei na pensão morrendo e tudo que eu queria era minha cama, quando eu vou para o meu quarto e eu dou uma olhada nos bolsos do jaleco e eu vejo o papel do Jonghyun.

Será que eu deveria ir, mais e se ele colocou um outro endereço para me fazer perder tempo procurando ele, para ser sincera eu não sei se eu vou, por que eu estou tão curiosa para saber.

Me deito na cama e fico olhando para o papel, a curiosidade estava me falando para eu ir, mais eu não confio no Jonghyun.

Não importa, eu vou do mesmo jeito e eu espero que ele não tenha me feito de idiota.

Me levanto e indo me arrumar, quando eu terminei desço as escadas e saio da pensão, dou uma última olhada no papel e vejo que o endereço era aqui perto, então da para ir a pé até lá.

Eu ainda estou desconfiada com essa história de banda, eu espero que realmente seja verdade, por que se não for eu juro que vou dar um soco na cara do Jonghyun.

Estava na rua do endereço que ele me deu, quando eu comecei a ouvir música alta em um lugar estranho, parecia um estúdio ou boate, eu não sei. E como sempre faço sai entrando no lugar.

Era uma boate, que tinha bastante gente se pegando ali, tinha um palco lá na frente, mais eu não consigui ver nada, por que estava muito longe, começo a passar pelas pessoas na tentativa de me aproximar do palco. Chego perto o suficiente para ver quem estava cantando no palco, eu vejo o Younghwa cantando, o Minhyuk na bateria, o Jungshin no baixo e o Jonghyun na guitarra, eles estavam tão majestosos naquele momento que eu até esqueci de que tinha pessoas ao meu redor.

Todos estavam incrivelmente bonitos, eu não tirei os olhos de Younghwa, quando eu saio do meu transe, eu olhei para o Jonghyun, ele parecia concentrado no que estava fazendo, quando ele me olha e sorri.

Desviei o olhar na hora, eu preciso sair daqui agora, se não eu vou ficar até a noite acabar, mas eu não posso por que tenho estágio amanhã. E a música já tinha acabado.

Passei pela multidão de novo, e quando eu finalmente consegui chegar na porta da boate, alguém me puxou para um corredor.

- Ei, ficou maluco - digo olhando para o cara - Não vai soltar.

- Calma senhorita - diz ele - Eles querem te ver.

Por favor, que não seja quem eu estou pensando, ele me levou até outra sala e lá encontrei os meus vizinhos.

Fiquei sem reação ao vê-los na minha frente, tentei sair da sala, mas o cara me segurou, quando o Jonghyun fala.

- Wow, você é muito curiosa - diz ele e eu o olho com cara de "vou morrer hoje" - Eu pensei que você não viria, já que o show estava acabando, mais olha você aqui.

- Você falou para ela sobre a banda - diz Minhyuk e eu olho para ele - Pensei que você não queria contar.

- De qualquer forma uma hora ou outra ela ia descobrir - diz Younghwa - A banda nunca foi um motivo para escondermos dela.

Fiquei quieta, quando eu comecei a olhar para o chão.

- Por que está assim - diz Jonghyun e se aproximando de mim - Por acaso o gato comeu sua língua.

- N-não é que... - digo gaguejando, quando eu respiro fundo - Eu não estou acostumada a vê-los assim, foi um choque para mim.

De repente Jungshin se aproxima de mim e fala.

- Chega de falar da gente - diz ele e os meninos olham para ele - Você está indo embora agora, quer que eu te acompanhe.

Eu ia dizer alguma coisa, mas o Jonghyun fala.

- Todos vamos acompanhar ela - diz ele e eu o olho surpresa - O show já acabou, então já estamos de saída.

Ele pegou a sua jaqueta e vestiu, logo ele sai da sala, em seguida foi o Minhyuk e depois o líder, quando de repente o Jungshin pega a minha mão e puxa para sairmos da sala.

Quando finalmente saímos da boate, começamos a caminhar juntos, quando de repente o Jonghyun pega um cigarro e coloco na boca, ele ia pegar o esqueiro para acender o cigarro, mas eu tiro o cigarro de sua boca e falo.

- Você deveria parar de fumar - digo e ele me olha com raiva - É sério, faz mal para o seu corpo.

- Você deveria cuida da sua vida - diz ele e pega outro cigarro - Ficaria mais fácil para você.

- Enquanto o meu amigo estiver fumando - digo e pego o cigarro dele de novo - Eu não vou cuidar da minha vida.

- Aish, é sério isso - diz ele ficando bravo - Ei...

O interrompo com um sorriso no rosto, ele me olha com estranheza e fala.

- Por que está sorrindo ? - diz ele e eu continuo sorrindo para ele - Enlouqueceu.

- Não, eu só te acho fofo quando está com raiva - digo e ele me surpreso - E eu não estou mentindo.

Ficou um silêncio entre a gente, quando o Younghwa fala.

- Vamos voltar rápido - diz ele quebrando o silêncio - Antes que a Ajumma ache que a gente sumiu.

Voltamos para a pensão e como esperado a Ajumma estava esperando a gente no portão.

- Ajumma, por que ficou aqui fora - digo e ela me olha - Está frio aqui fora.

- Aigoo, vocês saem sem me avisar - diz ela - Depois eu fico preocupada com vocês pensando que todos sumiram.

- Nós já estamos aqui Ajumma - diz o Younghwa - Não precisa mais se preocupar.

- Ajumma - diz Jungshin abraçando ela - Você se preocupa demais.

- Verdade - diz Minhyuk - Já somos adultos e sabemos o que estamos fazendo.

- Aigoo, vocês crianças são tão chatas - diz ela e a gente ri - Vamos entrando, por que está de noite e é perigoso.

Entramos na pensão e todo mundo vai direto para os seus devidos quartos, entrei no meu e troquei de roupa, deito na minha cama, mas eu não consigo dormir.

Fiquei um tempo deitada na cama pensando em várias coisas, quando eu me levanto e vou até a cozinha, eu preciso beber um copo de água.

Chego na cozinha e pego um copo, abro a porta da geladeira e pego uma garrafa de água. Coloco água no copo e começo a beber.

Estava tudo bem até aí, quando de repente aparece o Jonghyun do meu lado falando.

- O que está fazendo ? - diz ele e eu me assustei, que acabei engasgando - Você está bem ?

Ele deu tapinhas de leve na minhas costas, quando eu falo.

- Você me assusto - digo ainda tossindo - E se eu morresse do coração.

- Não é para tanto - diz ele parando de dar tapinhas nas minhas costas - Você ainda está aqui.

- Idiota - digo colocando a garrafa de volta na geladeira - Eu vou fingir que você não me assustar.

Tento sair dali, mas ele me segura pela cintura e me abraça, fiquei sem reação.

- Ei, ficou maluco - digo tentando me soltar dele - Você quer morrer.

- Só... mais um pouco - diz ele e eu estranho - Por favor.

Ficamos assim por uns 15 segundos, quando eu o empurro e falo.

- Já chega - digo olhando para ele o estranhando - Maluco.

Saio da dali as pressas, vai saber o que deu nele, subos as escadas e vou até o corredor que estava muito escuro, mais eu consigo achar o meu quarto.

Hoje aconteceu muita coisa para análisar, melhor eu dormir.


Notas Finais


Espero que tenham gostado do capítulo, por que eu demorei pra escrever.
Até o próximo capítulo.
😘😘😘😘😘😘😘😘😘😘😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...