História Talvez uma suicida - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Matheus MoriMura Jordão
Personagens Matheus MoriMura Jordão
Tags Uma Vez Humana
Exibições 42
Palavras 1.034
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Romance e Novela, Sobrenatural, Violência
Avisos: Drogas, Estupro, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Foto de capa
Logan
Acordei de bom humor

Capítulo 17 - Alta do hospital


Lia

Hoje eu iria ter alta finalmente

Naverdade, ontem eu acordei e hoje eu irei pro internato de volta

Como sinto falta 

Mas estou querendo mudar um pouco 

Sei la

Fazer tatuagens 

Mudar o cabelo

Estilo 

Bom vou ver isso depois

Ontem a Lauren,Frennie e a Mari trouxeram roupas pra mim

Aleluiaaa, pelo menos tenho amigas que são namoradas dos meus melhores amigos

E eu já conhecia o Pac, o Mike, O jeao,  o Amoeba,Peixe Peixoto peixonalta que não era peixe nem pescador (hehe acho que ta certo) 

Todos 

Éramos amigos de colégio 

Sim eu já estudei que nem uma pessoa normal em uma escola normal

Agora nesse instante,estou parada na frente do hospital esperando o Matheus e o Lange chegar 

O Rafa só deixa pessoas próximas chamarem o de Lange,se alguém que ele não gosta ou que ele não e próximo chamar assim, corre que e treta certa 

Bom eles chegaram e eu corri ate os dois e abracei em grupo... Enquanto no abraço eu falei

Lia- Matheus MoriMura Jordão.... Não pense que eu esqueci viu,ham tô de olho 

Lange- Se tem treta me da pipoca 

Mat- Sei de nada não

Lia- Aham sei

Lange- Vamos logo quero ver a Mari

Lia- Sabia que amor mata Sr.Lange

Lange- Sabia Sr.MoriMura 

Lia- OQUE?

Praticamente gritei no ouvido dos dois 

E eles se assustaram tanto que deram um pulo pra traz saindo do abraço 

Mat- Antes de ser minha mulher...... Mata eu não ta 

Nos entreolhamos e deu vontade de rir

Eu não me segurei e ri 

Ri muito 

Mais muito mesmo

E os dois começaram a rir também

Eu ri tanto que ate cai no chão

Juro.... Eles eram palhaços juntos 

Lia- Alguém.... Me.... Ajuda.... Aqui

Falei entre risos 

Mat- O baleia levanta dai vai.... Cê tem braço e perna 

Lia- Parece que estou brincando?

Apontei pra minha cara,e a mesma estava seria 

Oque fez rirmos mais ainda 

Frenni- Que isso?

Lia- Me... Ajuda.... A ...... Levanta

Frenni me ajudou e eu puxei os dois pela orelha e coloquei eles no carro 

Lia- Sim eu sei dirigir.... E Frenni entra ai 

Frenni- Valeu 

Fomos pro internato e estava tocando Closer- The Chainsmokers 

Já estava no final... Ai começou Tumbalatum- MC Kevinho 

Lia- Esse bumbum faz Tumbalatum

Frenni- Esse bumbum faz Tumbalata 

Todos- Esse bumbum faz Tumbalatumbalatum joga ele pro ar 

Contamos piadas cantamos músicas enfim

O hospital era longe pra cacete 

Chegamos e lembrei que queria mudar de visual 

Iria chamar as meninas pra ir comigo

Claro iríamos no Burger King 

E no cinema que não pode faltar né mona 

Lia- Meninas que tal irmos no shopping? Quero mudar meu visual, assistir "Animais fantásticos - e onde habitam", comer no Burger King e comprar algumas coisas tipo, hoverboard, iPhone etc 

Frenni- Super topo

Lauren- Cada uma leva dinheiro 

Lia- Eu pago!

Mari- Se acha que e dona da porra toda?somos ricas também ta KIRIDA 

Lia- Nossa.... Depois dessa ate tchau 

Lauren- Idiota

Lia- Vamos logo

Entramos no carro e tocou isolados

Sim eu gosto e dai?

Todas- ISOLADOSSSS ISOLAAADOSSS UUHUUUUUHHUUUUUUUUU UHUU

Frenni e Lia- ISOLADOSSSS

Depois começou Ela só quer paz-Projota

Lia- Ela é um filme de ação com vários finais

 Ela é política aplicada em conversas banais Se ela tiver muito a fim, seja perspicaz Ela nunca vai deixar claro, então entenda sinais É o paraíso, suas curvas são cartões postais Não tem juízo, ou se já teve, hoje não tem mais Ela é o barco mais bolado que aportou no seu cais As outras falam, falam, ela chega e faz Ela não cansa, não cansa, não cansa jamais Ela dança, dança, dança demais Ela já acreditou no amor, mas não sabe mais Ela é um disco do Nirvana de 20 anos atrás Não quer cinco minutos no seu banco de trás Só quer um jeans rasgado e uns quarenta reais Ela é uma letra do Caetano com "flow" do Racionais Hoje pode até chover, porque ela só quer paz Hoje ela só quer paz Hoje ela só quer paz Hoje ela só quer paz Hoje ela só quer Notícias boas pra se ler nos jornais Amores reais, amizades leais Ela entende de flores, ama os animais Coisas simples pra ela são as coisas principais Sem cantada, ela prefere os originais Conheceu caras legais, mas nunca sensacionais Ela não é as suas nega rapaz Pagar bebida é fácil, difícil é apresentar pros pais Ela vai te enlouquecer pra ver do que é capaz Vai fazer você sentir inveja de outros casais E você vai ver que as outras eram todas iguais Vai querer comprar um sítio lá em Minas Gerais Essa mina é uma daquelas fenomenais Vitamina, é proteína e sais minerais Ela é a vida, após a vida Despedida pros seus dias mais normais Pra que mais? Ela não cansa, não cansa, não cansa jamais Ela dança, dança, dança demais Ela já acreditou no amor, mas não sabe mais Ela é um disco do Nirvana de 20 anos atrás Não quer cinco minutos no seu banco de trás Só quer um jeans rasgado e uns quarenta reais Ela é uma letra do Caetano com "flow" do Racionais Hoje pode até chover, porque ela só quer paz Hoje ela só quer paz Hoje ela só quer paz Hoje ela só quer paz Hoje ela só quer paz

Frenni- Sua voz e maravilhosa cara ( A voz dela e a da Vitória Marcílio procurem)

Mari- Porra.... Vai toma no cu vai.... Por que tem que ser perfeita

Lia- Suas trouxa chegamos 

Fomos direto pro cinema (cinema e cinema né pai) e depois fomos pro Burger 

Onde por coincidência encontramos Isabella 

Isa- Hora hora se não e as putinhas 

Lauren- As putinhas que a uns dias atrás você chamava de melhores amigas Querida

Lia- Deixa eu te ensinar uma coisinha... Se eu te chamar de vaca, e porque você e minha amiga.... Agora se eu te chamar de QUERIDA..... Minha filha..... E porque eu tô pra sentar a mão na sua cara..... QUERIDA

Mari- Olha aqui menina, só não te dou uns tapa na cara porque eu não sou açougueiro pra amaciar carne de vaca.... E eu não sou o génio da matemática mais eu sei que as nossas vidas não são da sua conta

Nos três- Arregaça 

Ela saiu bufando e batendo o pé

Lauren- Meu deus vocês viram a cara dela?

Falou em meio de risos

Lia- Hilária 

Falei também ao meio dos risos infinitos que dávamos

Continua 


Notas Finais


Aahhaah
Tava desde as 5 da manha
Hoje a tarde tem mais viu kissus


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...