História Tantalise - Capítulo 5


Escrita por: ~ e ~dragona

Postado
Categorias Alexandra Daddario, Magcon, Nash Grier
Personagens Nash Grier
Exibições 110
Palavras 946
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


DESCULPA A DEMORA.
DEU BLOQUEIO DE CRIATIVIDADE
ENTÃO FIZ UM CAP LINDOU
boa leitura!!

Capítulo 5 - Chave


Rebecca POV

Pego meus horários e meu material e caminho até a sala.

Entro e sinto muitos olhares sobre mim.

—Que foi? Perderam algo na minha pessoa? –Pergunto rude enquanto me sentava ao fundo.

—Senhorita... –O professor falou esperando eu falar meu sobrenome.

—Frocks. –Respondo sem humor.

—Senhorita Frocks, não seja tão rude. –O professor diz.

Gargalhei da cara dele e me escorei na cadeira. Ele permanecia me encarando.

—Você não tem que dar aula não? –Pergunto e ele arqueia as sobrancelhas, logo indo para sua mesa.

As aulas foram normais e insuportáveis.

As pessoas daqui são chatas.

Eu não gosto daqui.

—Senhorita Frocks, Glenda está te chamando. –Um inspetor me parou no corredor.

Revirei os olhos e deixei minhas coisas no quarto, logo em seguida indo para sala de Glenda.

Bato na porta, entro e me sento em frente á mesma.

—Rebecca, soube o que houve na sua primeira aula. Você não pode tratar um professor assim. –Glenda diz e eu reviro os olhos.

—Eu não quero ficar aqui, não quero ter aulas. –Digo séria.

—Você pode não ir á aula até que se acostume, tudo bem. –Glenda diz e suspira.

—Obrigada. –Respondo.

—Mas também irá passar mas tempo com o doutor Nash. –Ela diz com um sorriso divertido nos lábios.

—Não sei qual é pior, ir á aula ou ter que passar mais tempo com aquele homem. –Digo revirando os olhos. –Não pode ser Jack não?

—Não. Pode ir agora para a sala do Nash, diga que eu a mandei. –Ela diz eu bufo.

Levanto-me e vou até sua sala me arrastando, ela estava aberta, então entrei.

—Já ouviu falar em bater na porta? –Nash pergunta assim que me vê.

—Estava aberta. –Digo.

—Então sai, fecha, bate na porta e quem sabe eu deixo você entrar. –Ele diz e reviro os olhos.

Jogo-me na cadeira em frente sua mesa e ele bufa.

—O que faz aqui? Tinha que estar na aula. –Ele diz me encarando sério.

—Não quero ir para as aulas, ai Glenda disse que ou eu fico nas aulas, ou passo mais tempo com você. –Digo e ele sorri.

—Então você prefere ficar mais tempo comigo? –Ele pergunta com um sorriso divertido nos lábios.

—Os professores daqui são patéticos. –Reclamo. –E você também é, prefiro o Jack.

—Então vá ficar com ele. –Ele diz e se escora em sua cadeira.

—Glenda me mandou ficar com você, não com ele. –Digo e reviro meus olhos.

—Aqui tem regras, vou te falar todas elas nesse tempo que ficarmos juntos. –Nash diz.

—Eu faço minhas regras, portanto não se imponha, eu vou fazer o que eu quiser. –Digo firme e séria.

—Não aqui, não comigo! –Ele diz e vem até a mim, se ajoelha e continua a falar. –Comigo você vai seguir as regras, querendo ou não.

Gargalhei.

—Nunca, Nash. –Digo me inclinando e deixando nossos rostos bem pertos um do outro.

—Nunca diga nunca, maluquinha. –Ele diz.

—Pra você é Rebecca. –Digo séria.

—Maluquinha. –Ele diz com um sorriso divertido nos lábios.

—Babaquinha. –Retruco com o mesmo sorriso.

Gostosa. –Ele diz sorrindo.

Empurro o mesmo, fazendo Nash cair no chão.

Saio da sala e procuro por Jack, depois de uns minutos procuram finalmente o acho, entrando na ALA A.

—Jack. –Digo sorrindo e vou até o mesmo.

—O que faz aqui? Você tinha que estar na aula. –Ele diz parado e com os braços cruzados.

—Não quero ter que aguentar esses professores, ai Glenda disse que eu posso até ficar sem ir às aulas, mas tenho que passar mais tempo com Nash. –Digo fazendo uma careta e ele ri. –Mas ai ele me chamou de gostosa, ai eu empurrei ele no chão e sai da sala dele.

—Mas você é mesmo gostosa. –Ele diz com um sorriso malicioso nos lábios.

Empurro o mesmo nos ombros e ri pelo nariz.

—Acho melhor você voltar pra lá e tentar se desculpar com Nash, ele deve estar furioso. –Jack diz e eu ri.

Volto para a sala e Nash me encara feio.

—Saia. –Ele diz sério.

Nego dando um sorriso, tranco a porta, pego as chaves e vou até o mesmo.

—Eu disse pra sair. –Ele diz firme.

—E eu não vou sair. –Digo me aproximando cada vez mais.

—Vou ter que te tirar a força? –Nash diz.

—Pegue a chave. –Digo e coloco a chave dentro do meu sutiã

Nos tempos que eu passar com Nash, vou o deixar tão maluco que ele vai pedir demissão.

—Rebecca, me devolve a chave. –Nash diz sério.

—Venha pegar, Nash. –Digo sorrindo maliciosamente.

Nash fecha seus olhos e suspira.

—Tudo bem, vamos ficar aqui até você resolver devolver a chave. –Ele diz e se senta em sua cadeira.

Sento-me em sua mesa e fico olhando minhas unhas.

Uns minutos se passaram e vi que Nash já estava ficando impaciente.

—Vai Rebecca, me devolve a chave! –Nash diz irritado.

Não respondo e o ignoro.

—Rebecca! –Ele diz irritado e eu ri pelo nariz. –Você está me tirando do sério.

Fiquei olhando seus olhos e sorri.

—Você não vai me dar às chaves? –Nash pergunta se levantando.

Nego com a cabeça e ele chega mais perto.

Nash coloca uma de suas mãos em minha cintura, logo depois apertando a mesma, me fazendo ficar arrepiada. Sua outra mão foi para minha nuca, ele me puxa para um beijo, eu tentei hesitar, mas logo nossos lábios se chocaram.

Começamos um beijo suave, mas logo o empurrei.

—Se está achando que com isso eu irei lhe entregar a chave, está muito enganado. –Digo o encarando séria.

—Eu não fiz isso pela chave. –Nash responde sorrindo malicioso. 


Notas Finais


E aí, gostaram? Comentem <3333
Até o próximo capítulo, prometo não demorar. beijoooooooooo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...