História Tão Bom Quanto Possa Ser - Capítulo 31


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Stiles Stilinski
Tags Lemon, Sterek
Exibições 224
Palavras 3.850
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oii... voltei....

Capítulo 31 - Acertos...


...

 

-Você sabia?... sabia disso Derek... - O lobo não conseguiu negar, o olhos do alfa refletiam o seu desespero.

 

-Stiles... eu... - um sorriso de decepção, e o coração de Derek disparou, o moreno se colocou a frente do gama pedindo que Stiles não o julgasse mal.

 

-Eu soube no maldito dia em que ele te levou de mim... eu... - Derek tentou tocar a face do menor, mas esse repudiou seu toque, a face de consternação do castanho feria o mais velho, a magoa transbordava dos olhos do menino. -Por favor... não fica bravo...

 

-Eu... bravo.... não Derek, está mais para decepção, mas porque dizer ou mostrar a você como estou me sentindo.... você não dá a mínima para o que eu...

 

-Não... não diga isso, você é tudo o que me importa... eu... eu sabia que você iria ficar...

 

-Triste... culpado... não iria querer deixar você foder comigo... -As lágrimas passaram a minar dos olhos tristes de Stiles.

 

-Não diga isso... eu só... eu iria te contar...

 

-Quando?!... pois se eu não me engano, já tem alguns dias que eu lhe pertenço oficialmente, então qual foi a dificuldade, agora que já é meu dono, não precisa ficar cheio de dedos... -Derek agarrou os menor pelos ombros e mandou que Stiles não continuasse com acusações infundadas.

 

-Não fala assim, não seja injusto comigo Stiles... ... eu não matei seu pai... -Stiles empurrou o moreno tentando se afastar, enquanto enxugava as lágrimas que não paravam de cair.

 

-Tem razão... não matou, então agora que tal mudarmos a pagina e seguirmos em frente... - O menor limpou a face com as mangas da camisa que usava, enquanto sorria de forma irônica. - Acho que nossa vida já passou por muito stress ...... ou então talvez... . só talvez, eu que seja dramático demais... -Derek não sabia como agir, ele não estava tirando a razão do menino, só não queria que o gama atribuísse a ele uma culpa que não lhe pertencia, Stiles deu as costas ao alfa seguindo até o carro de Lydia que assistia a discussão de forma atônita, Derek voltou agarrar o menino pelo braço, Stiles novamente brigou para se ver livre das mãos do maior. - Me deixa...

 

-Stiles... para... eu sei que você está triste...sofrendo...só não quero que isso acabe por nos afastar, eu insisto que não tive culpa, você tem todo o direito de ficar furioso, mas não comigo... você não vai a lugar algum... você não vai sair daqui assim... -Derek tentou novamente se aproximar do menor, mas esse o atacou, passando a rosnar, mostrando as presas ao moreno, Derek teve o dorso da mão direita rasgado pelas garras do menino, que o encarava com raiva e certa decepção.

 

-Me impeça se puder... -Os lobos se encaravam, ambos rosnando, Derek tentou agarrar o menino novamente, Stiles recuou encarando Derek com algum temor, o menino pareceu entender que tinha se excedido, mas não queria se desculpar, Lydia acabou por se colocar entre os lobos, sentindo que deveria agir para evitar que a situação piorasse.

 

-Não!... vocês não vão se atracar como dois animais...

 

-Saia do caminho Lydia.. pois eu não quero te machucar...

 

-Derek... -a ruiva praticamente suplicava para que o moreno se acalmasse.

 

-Não... ele não vai a lugar algum, não até nós nos entendermos...

 

-Ele está nervoso... eu o levo para Victória, depois você pode buscá-lo... o que me diz...

 

-Não! ... -Derek voltou a encarar o menino que lhe mirava com indignação. -Você não quer falar comigo, ótimo , não quer eu me aproxime... eu te entendo bem, mas você vai me obedecer, se entrar nesse carro eu vou arrancar você dai pelos cabelos. ... -Derek deu as costas aos adolescentes, seguindo de volta a mansão. - Não duvide de minha capacidade de lidar com você como se fosse uma criança birrenta Stiles...- Lydia voltou sua atenção ao amigo, que aceitou seu abraço e passou a soluçar desesperadamente, a ruiva nada disse, apenas deixou que o amigo chorasse, eles sentaram-se no chão, apoiando as costas no pneu do carro da ruiva, e assim permaneceram até que Stiles conseguisse se acalmar, Lydia não sabia o que dizer, apenas confortava o menino com seu ombro, enquanto Stiles pensava se afrontava ou não a ordem dada pelo alfa Derek dentro na mansão andava de um lado para outro na casa, pensando que intimidar o menino que estava claramente transtornado e com razão não fora uma de suas melhores atitudes. As irmãs do alfa o encaravam de forma angustiada, coisa que fez Derek entender que ele não estava completamente errado em sua atitude, caso contrario as lobas iriam partir para cima dele sem pestanejar.

 

-Ele está triste, nervoso, confuso... só vai com calma... e por favor, não o ameace, você não pode usar de medo para manter Stiles por perto....

 

- Eu sei e sinto muito... só não quero que ele ... Stiles não pode se afastar de mim, estando chateado comigo ...

 

-Derek...

 

-Posso ser inseguro sim... ele esta com raiva, quem me garante que ele não vai correr para o idiota do Brett ...só para me irritar.... -Laura não concordava com o alfa, mas não iria discutir com Derek, não o moreno estando tão nervoso.

 

-Stiles não é assim... então pare de julgá-lo de forma errônea lobo. –Laura deixou o irmão sozinho e pediu para que Derek não se excedesse, pois arrependimentos tardios nunca levavam ninguém a lugar algum.

 

O alfa esperou pacientemente, e após mais de duas horas sempre verificando se Stiles tinha ou não lhe desobedecido, o alfa ouviu o barulho do carro de Lydia se afastando, Derek respirou fundo imaginando se cumpria ou não a ameaça que havia feito ao castanho, mas logo o alfa se tranquilizou quando o som dos passos de Stiles se aproximando da porta chegaram a seus ouvidos, o menor entrou na casa ignorando Derek , seguiu para seu quarto, trancando a porta logo em seguida.


 

................................

 


 

Derek não conseguiu pregar os olhos, em parte por sentir-se culpado por sua atitude com Stiles, mas também pelo fato de escutar o castanho chorar baixinho durante horas a fio, até que o cansaço o vencesse e finalmente o gama adormecesse. No outro dia pela manha Stiles se levantou quando seu celular despertou, o menino tomou uma ducha rápida e se preparou para voltar às aulas, em pouco mais de meia hora o gama estava pronto, Stiles desceu as escadas apressadamente, quando ouviu o carro de Cora dar a partida, mas assim que o menino chegou aos pés da escada viu que Derek estava de pé em frente à passagem, com os braços cruzados e uma face quase neutra, se seus olhos não entregassem sua total angustia, Stiles sentiu o coração disparar e mais uma vez seus olhos pareciam prestes a lhe trair. -Nós precisamos conversar... -Derek disse as palavras, enquanto fechava a porta a suas costas.

 

-Eu entendo... você não tem culpa pelos atos de Peter, agora me deixe sair. – O tom do menor era de falsa condescendência, e isso deixou Derek perturbado.

 

- Você ... Stiles não faça isso comigo... –Derek não conseguiu evitar se desesperar, o menino estava tentando agir como se não se importasse.

 

-Eu não estou fazendo nada... você queria ouvir que eu não estou bravo com você... e não estou mesmo... agora posso ir?... –A indiferença no tom de voz do menino fez Derek perder o pouco controle, e antes de perceber o lobo se agarrou ao menino, Stiles gemeu por conta da dor que sentiu, quando suas costas atingiram a parede mais próxima, mas não passou de um gemido, o menino não se defendeu, não lutou, apesar do olhar assustado, Stiles permitiu que Derek o beijasse de forma exigente, e até correspondeu ao beijo, quando o ar faltou e os lábios do alfa se afastaram minimamente do menor, Derek viu o olhar magoado de Stiles lhe mirar com tristeza. – Porque não me contou...você sabia que Peter... –Stiles perdeu a voz por alguns segundos, a  decepção com o moreno era muito grande. -... por que não me disse... – Stiles colocou suas mãos sobre os ombros do moreno, o menino fechou os olhos, escondendo o rosto no peito do alfa, Derek abraçou o menino que voltou a chorar por sentir de forma aliviada o arrependido do alfa por não ter lhe contato a verdade no exato momento em que a descobriu.

 

-... eu só não disse o que sabia quando descobri.... porque você ficaria mal... eu nunca mentiria para você... eu só não te contei...

 

-Porque eu pedi... – Os lobos só perceberam a presença da caçadora quando Victória se pronunciou, Stiles se afastou do moreno encarando a ruiva com clara indignação. –Saia Derek...

 

-Eu não acho que... –Victória sorriu de forma ameaçadora, fazendo Derek se calar e Stiles mirar a mulher com indignação.

 

-Saia lobo, eu vou falar com Stiles... depois se ele quiser ir para as aulas eu mesmo o levo...e você não pode impedi-lo...  afinal deu sua palavra a ele. –Derek mesmo a contra gosto cedeu ao pedido da ruiva, e logo Stiles estava sentado no sofá, abraçado as próprias pernas e tentando não pensar que a única pessoa em que ele podia confiar havia o traído. A ruiva sentou-se ao lado do castanho respirando fundo e pedindo perdão ao menino, Stiles encarou a mulher vendo que a ruiva estava realmente arrependida. –Ele assim que soube... naquele maldito dia... ele  quis te contar, Derek tem medo de perder sua confiança novamente, mas eu o dissuadi, pois deixei claro que você ficaria assim...você está arrasado, sentindo-se culpado, eu sei que sim... não preciso de poderes lupinos para ver o quanto essa noticia acabou com você...

 

-Meu pai...

 

-Sim Stiles, o luto foi sofrido, e quando pensou que a dor havia amenizado...

 

-Descobri que por minha culpa...

 

-Não... a culpa não foi sua... entenda isso... a culpa não foi sua pequeno... mas mesmo sabendo disso, você tem todo o direito de ficar triste, mas não culpe seu lobo...culpe a mim... Stiles eu quase tive um ataque quando soube que aquele desgraçado havia levado você de nós... quando consegui te recuperar só pude pensar que Derek tinha que te marcar... –Stiles não conseguiu sustentar o olhar da ruiva. –Você pode ficar bravo, irritado, o que for... mas comigo... eu só queria que ele te marcasse de uma vez... por isso ínsito que você não fique irritado com Derek... – Stiles se levantou pegando sua mochila e ignorando o chamado da ruiva, o menino correu para seu carro e saiu cantando pneus, não deixo a caçadora continuar a falar, pedindo para que ela se afastasse por algum tempo, Victória assentiu mesmo a contra gosto ela atendeu o pedido do menor

 

..................

 

 

-Sabe que se Derek te ver sorrindo assim...- Matt apesar do puxão de orelha, também sorria por ver Stiles aparentemente bem.

 

-Me deixe em paz... e vai procurar algo para você fazer, pois eu já encontrei algo para ocupar meu tempo. – Brett sorria como se o sol fosse destinado somente a si, pois Stiles acabara de chegar ao estacionamento, o menor saiu do conversível batendo a porta e olhando tudo em volta com um ar solicito, Scott fora recebê-lo.

 

-Você demorou... achei que Derek...

 

-Não quero falar de Derek... não quero saber de nada que não seja matérias, professores chatos e alunos barra alunas gostosas...

 

-Nossa... posso ficar animado então?... –Stiles sorriu olhando na direção do alfa, que não se importou com o olhar ameaçador que Scott lhe direcionou, Brett simplesmente foi até o castanho lhe abraçando com força.

 

-Que.. porque... você não é nem de longe gostoso... pelo que andei sabendo nem aluno você é mais... –Brett sorriu divertido para a fala do castanho, apoiando o braço sobre os ombros do menor e guiando Stiles para dentro do colégio, Scott bufou irritado, mas decidiu que deixaria para dar a bronca no loiro quando Stiles não estivesse por perto.

 

-Então deixe me pensar...

 

-Você pensando ... Brett por favor, não me faça rir... e nem me olhe com esses olhos... estou chateado com Derek... mas não deixei de amá-lo... e não quero por favor, nunca mais entrar em atrito como o meu alfa.

 

-Podia ter dormido sem essa loiro azedo... –Matt se juntou aos dois cumprimentando Stiles e seguindo para aula, Stiles teve um dia até que tranquilo, mas o dia correu mais rápido do que ele podia imaginar e logo o menino estava indo para casa.

 

 

...............

 

 

-Ah tempos não te vejo assim... tão... feliz mesmo que seja uma felicidade infundada. – Matt sentou-se no sofá junto de Brett.

 

-Ele já está a salvo... não precisa ficar com Derek...

 

-Brett deixa de ser cabeça dura, Stiles ama o Hale... por favor... coloca isso de uma vez em sua cabeça...

 

-Matt.... me deixe sonhar em paz...

 

-Não quando esse sonho pode e vai lhe ferir... –Brett saiu da sala ignorando as palavras de seu beta, seguindo para sua mais nova rotina aquela semana, seu compromisso no fim de todas as tardes, admirar o gama, mesmo que a distancia, a tristeza de Stiles o incomodava, mas ele se manteria ali por perto, com um pouco de sorte o menino logo o notaria e quem sabe o aceitaria de volta em sua vida.

 

................

 

Assim que Stiles chegou a mansão, o menor correu escada acima se deparando com Derek na porta de seu quarto. –Eu iria perguntar como foi seu dia...mas me parece que... –Derek mordeu os lábios, o cheiro de Brett exalava do menor.

 

-Foi muito bom... agora se me der licença... –Stiles tentou entrar no quarto, mas Derek voltou a se colocar em seu caminho.

 

-Stiles...

 

-Eu não fiz nada de errado...

 

-Aposto que aquele ...

 

-Derek... por favor...

 

-Ele quer me provocar...

 

-Ele é um adolescente... você é um adulto... e meu companheiro... então haja com maturidade... - Derek não admitiria, mas ser lembrado pelo menino que ele era sim seu companheiro tirou um peso enorme de seus ombros, o moreno sorria internamente. -Agora pode me deixar a sós.. por favor...

 

- Stiles...porque insiste em me manter longe... porque me punir assim com sua ausência... com sua indiferença... – Stiles não respondeu a pergunta do moreno, o menor se trancou no quarto, mas internamente dizia a si mesmo que a punição era só para si.

 

 

.................

 

 

-Havia um alfa que era considerado uma ótima pessoa... alias ele é sim uma ótima pessoas... mas mesmo ótimas pessoas tem seus maus momentos... –Aiden sorriu enquanto indicava o alfa caído no meio da mata pouco mais adiante para seu irmão, os lobos seguiram até Brett e esse foi colocada sentado no chão, escorando-se numa arvore e com alguma dificuldade o loiro abriu os olhos, a claridade do dia machucou seus olhos, o alfa sorriu para os outros dois.

 

-Veio partilhar de minha desgraça?... - O hálito do loiro indicava que sim o alfa estava embriagado.

 

-Sabe que tomar esse tipo de acônito em grandes doses pode lhe deixar mais que bêbado... eu diria vulnerável... sabe-se lá que tipo de maldade pode ser feito com um alfa em sua atual situação.


 

-Não estou vulnerável... muito menos bêbado... - Brett disse entre sorrisos... - O loiro encarou Aiden de perto e depois mirou o outro lobo que estava em pé pouco afastado do irmão. -Se bem que estou vendo dois de você... mas acho que existem dois de você...então não... é ... eu definitivamente não estou bêbado... - Aiden sorriu para as bobeiras ditas por Brett. - Acho que nunca vi você sorrindo... é pode ser que eu esteja bêbado no fim das contas.... - Aiden perdeu o sorriso quando os dedos trêmulos de Brett tocaram seus lábios. 

 

-Vamos embora... antes que.... - Aiden afastou as mãos do loiro de si e tentou erguê-lo, mas Brett não facilitou muito as coisas para si, e logo os lobos estavam caídos no chão, Aiden sentiu-se desconfortável por ter o loiro caído sobre si, Ethan sorria da situação claramente constrangedora para o irmão. - Pare de rir e me ajude seu idiota....

 

-Shiiii... não grite com ele... seu grosseirão... 

 

-Eu não gritei...

 

-Então passe a sussurrar pois minha cabeça está me matando... - Ethan tentou ajudar a levantar o loiro que sorriu se permitido manusear, logo os gêmeos ladeavam o loiro que ainda sorria, Brett olhava de um lado para o outro, enquanto sentia as mãos fortes e de certa forma possessivas em torno de sua cintura. 

 

-Qual é a graça loiro aguado...

 

-Já disse para não gritar...

 

-Eu eu já disse que não estou gritando... culpa não é minha se você encheu a cara ... - O loiro bufou irritado, apoio a cabeça no ombro de Ethan, e continuou a divagar sobre a rabugice de Aiden.

 

-Você é literalmente um pé no saco... gêmeo do mal... deve ser por por isso que vocês são dois...- Ethan voltou a sorrir da falta de nexo de Brett.

 

-Porque Brett?...

 

-Porque o que? ... gêmeo do bem...

 

-Porque nós somos dois... quero saber mais sobre sua lógica. -Ethan perdeu a voz quando viu os olhos claros de Brett mirando os seus tão profundamente.

 

- Seus olhos são lindos... sabia disso... - O moreno sorriu agradecendo o elogio. Brett voltou a se apoiar no ombro amigo, perdendo novamente a linha de raciocínio e logo em seguida os sentidos, Aiden o segurou em seus braços enquanto Ethan seguia em silêncio ambos ora e outra se encaravam, mas nenhum dos dois disse em voz alta o que seus pensamentos praticamente gritavam dentro de si.

 

 

 

 

...............

 

 

 

Stiles no fim de mais um dia pegou seu carro e seguiu para o único refugio que tinha, não que tivesse paz naquele lugar, mas visitar o túmulo dos pais fora como o menino decidiu se punir por se julgar culpado pela perda de John, o gama se mantinha assíduo, sempre no fim do dia Stiles ia até seus pais, mas naquele dia, ele não estava a sós, ao menos naquele dia ele havia percebido a presença de mais alguém, enquanto o menino desabafava, se desculpando por ser parte responsável por não tê-los mais consigo, ouviu passos indo em sua direção, Stiles se colocou de pé, assustado observando o intruso, seus olhos castanhos refletiam a dor e total angustia, o menino recuou a aproximação do alfa. – Brett.... me deixe sozinho...

 

- Sabe que a dor fica mais suportável se tiver alguém para lhe amparar...

 

-Não quero ninguém aqui... e se quisesse .... -Brett pareceu atordoado com o tom usado pelo menor.

 

-Não te entendo... você fica jogando comigo e com Derek... -Stiles encarou o loiro com irritação.

 

-Não estou jogando... não ter Derek por perto não significa que o caminho está livre para você... será que vocês não percebem que não é só para sexo e amassos que eu sirvo. -Brett sentiu o coração apertar, seus olhos se encheram de culpa.

 

-Eu não quis... Stiles não me interprete mal... me desculpe...

 

-Claro que desculpo... eu sempre desculpo... -Stiles deu as costas ao loiro voltando a sentar-se ao lado do túmulo dos pais, o alfa se aproximou sentando-se junto do menor. - Deixe de ser teimoso... Derek não está longe...

 

-Eu sei... na verdade ele deve estar se corroendo por eu ter tido coragem de me aproximar enquanto ele se mantêm afastado respeitando seu espaço. - Stiles não conseguiu não sorrir, para a clara birra dos alfas. -Desde quando percebeu que estamos como dois idiotas te cercando todas as tardes?

 

-há poucos dias... primeiro notei Derek...e quando iria brigar percebi que ele não era o único...então decidi deixar vocês dois rosnando de longe, confesso que me perguntava por todos esses dias quando é que vocês iriam se atracar...

 

-Não iríamos... pois essa atitude só iria te irritar ainda mais... - Stiles sorriu novamente. - Porque você vem para esse lugar, estar aqui não lhe faz bem...

 

- Não consegui... na verdade era pequeno demais quando ela se foi...e não consegui vir até aqui quando o perdi... não gosto desse lugar..mas...

 

- Se acha culpado...

 

-Não acho!... sou...

 

-Você não é ... e se punir ficando aqui...

 

-Me parece ser o certo....- Brett negou que o menino merecia se castigar, por aquele ou qualquer outro motivo.

 

-Quando vi você no inicio dessa semana... percebi que você não estava bem com Derek... mas depois de alguns minutos a seu lado também percebi para minha total miséria que você... só se afastou dele por pensar que não merecia a paz que ele e só aquele maldito sortudo consegue lhe trazer... juro que as vezes você é um mistério para mim... não consigo entender...

 

- Amor é para se sentir e não para entender... agora que tal você me deixar a sós... ... - O loiro assentiu, se desculpando pela invasão, mas antes de se afastar Stiles pediu que o loiro não se deixasse magoar. - Promete pra mim que não vai surtar... ou fazer qualquer coisa que possa criar qualquer tipo de dor a você mesmo.

 

-Stiles... eu sou o cara bom, legal e totalmente controlado...

 

 

- Sei... então andar com os gêmeos do mal faz parte do seu lado controlado ou do lado legal?... -Brett sentiu a face esquentar e tentou realmente fingir não saber do que Stiles falava.

 

-O quê... do quê ....

 

-Eles são bem mais explosivos que o meu alfa... acha que pode dar conta dos dois...

 

-Me parece ser bem interessante... está com ciúmes?!

 

-Brett!

 

-Não custa nada sonhar...

 

-Só preocupado.... e não sou o único.... acho que Matt vai infartar de preocupação... e nós não fomos os únicos a perceber que os gêmeos andam demasiadamente preocupados com você..

 

-Foi só um flerte... eu estava bêbado... e eles nem se aproveitaram de mim... sabe como me senti ultrajado quando acordei e percebi que estava seguro e casto em meus aposentos. -Stiles sorriu encarando o loiro com preocupação.

 

-Só tome cuidado...

 

-Acho que mereço um romance tórrido para tentar preencher o vazio que você deixou... -Stiles sorriu para a face divertida do loiro.

 

-Concordo com você... virar a pagina e seguir em frente é sempre melhor... mas promete pra mim que vai se cuidar...

 

-Sempre menino. -Brett abraçou o menor com carinho, se desculpando uma vez mais pela invasão e logo o gama se viu sozinho com seus pensamentos.

-Derek... vai ficar ai remoendo se deve ou não se aproximar. - Derek se aproximou vagarosamente e com o semblante culpado.

 

-Não está bravo comigo?... -Derek se aproximou do menor com certo receio.

 

-Não... já desisti de tentar fazer com que os alfas da minha vida me deem privacidade...

 

- Só estou preocupado... não foge mais de mim.. não aguento ver você chorando, sofrendo todos os dias... se culpando por algo que claramente não foi culpa sua... – Derek se surpreendeu quando o menino correu em sua direção, se jogando em seus braços, o alfa acalentou o menor, pedindo que ele se acalmasse, que a dor iria diminuir e que Stiles podia contar sempre consigo. – Vamos para casa... tudo bem...

 

-Sim... por favor... –O menor se aconchegou nos braços do lobo e seguiu sem reclamar, Derek garantiu que Peter seria encontrado e punido por seus maus atos.

 

.......................

 


Notas Finais


????
Ethan/Brett/Aiden... Vanaheim ???


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...