História Tão Bom Quanto Possa Ser - Capítulo 46


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Mieczyslaw “Stiles” Stilinski
Tags Lemon, Sterek
Visualizações 274
Palavras 4.443
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Gente! Desculpe a demora... fiquei doente, eu com dor não sirvo para mais nada.
bjsss e aproveitem o capítulo.

Capítulo 46 - Novos Erros.


 

....

 

- Derek é um filho da mãe sortudo, engraçado como ele sempre consegue dobrar Stiles as vontades dele. -Brett disse encarando Cora que acabara de dar a boa nova.

 

-Stiles reagiu bem a …. como ele está? - Scott pediu reformulando a pergunta. - Ele disse para mim que não queria, ao menos não agora.

 

-Ele ainda não sabe, provavelmente só irá saber amanhã quando despertar.

 

-Vamos para ilha então?…- Brett disse, os gêmeos reviraram os olhos e Aiden deixou claro que Derek e Stiles ainda tinham um cio para terminar.

 

-Eu não quero dar razão aos irmãos do mal, mas eles estão certos. –Cora pontuou. -  Derek não quer ninguém cercando Stiles, principalmente agora, então vamos todos para Beacon, ele disse que em poucas semanas eles estarão de volta. - Scott ficou contrariado assim como Brett, mas eles aceitaram a situação e a matilha seguiu com os planos de voltar para Beacon na manha seguinte, Scott ainda tentou convencer Allison a ficar com sua mãe e assim ele teria uma desculpa para ficar também, mas a morena não cedeu a suas suplicas, deixando claro que Derek mal havia concordado em aceitar que a ruiva permanecesse por perto.

 

Na manha seguinte quando todos se preparavam para voltar para casa os lobos ouviram os gritos de Angelo ao longe, o beta chamava por Scott e tinha o um telefone nas mãos, todos encararam com desconfiança a situação, Scott  seguiu o caminho de volta do píer até ser alcançado por Angelo que lhe entregou o celular, assim que o moreno devolveu o aparelho para o beta, voltou até o píer e disse que Derek pediu para que ele ficasse na ilha. – O que houve?

-Ele não foi muito claro, mas parece que Stiles não reagiu bem a noticia e disse precisar de mim, então vocês seguem viagem e Allison e eu vamos para a ilha. – Os lobos passaram a reclamar, todos pareciam decididos a seguir com o alfa.

-Gente... por favor, Derek foi bem claro, vai morder qualquer um que se aproximar sem ser convidado. –Brett, Lydia e Erica foram os que mais relutaram, mas acabaram cedendo, mas deixando claro o quanto achavam injusto aquela situação, assim que o barco partiu levando os jovens, Ângelo retornou ao píer, pois seria ele o responsável por levar os outros dois ao encontro de Stiles.

 

......

 

-Imaginei que você fosse querer arrancar o couro de Derek...- Vitoria sorriu negando que desejaria fazer tal coisa, não por aquele motivo.

-Meu irmão sempre quis... ele sempre.... ele sempre falava disso.... – Victoria sorria para Nana  contando sobre o passado e sobre como ela adorava ouvir os planos de vida de seu irmão. – Stiles é um gama, vai ficar feliz, emocionado e....- A fala caçadora foi interrompida pelos gritos de Stiles, ela  ficou assustada tamanha surpresa pela reação do garoto.

-Não.... não!... –Derek perdeu o sorriso diante da clara frustração de Stiles.

-Sti... se acalme...

-Não ... eu não quero me acalmar... eu... ele disse que funcionaria, eu fiz como Deaton mandou, não era para isso estar acontecendo comigo, porque comigo?... –Derek tentou se aproximar novamente do menor, mas Stiles recuou a sua aproximação, colocando a mão sobre o peito do alfa enquanto a outra ia de encontro a seu ventre, Derek viu o menino ficar pálido e perder o folego.

-Stiles se acalme...

-Já disse que não quero me acalmar... me deixa em paz! -Stiles se levantou da cama e saiu do quarto sem olhar para traz Derek seguiu o menino, mas o gama deixou claro que queria ficar sozinho. – Me deixe em paz... só me deixe em paz!....- Derek sentiu o olhar ferido do menor lhe corta por dentro.

-Porque está tão enfurecido?... Stiles... fala comigo... – O castanho tentou seguir em direção as escadas, mas Derek não estava disposto a ceder tão facilmente, o agarrando pelo braço e ganhado com isso uma rosnar enfurecido do menor,  eles ficaram se encarando, Derek confuso e Stiles completamente revoltado.

-Me solta!...

-Não!... se acalme, converse comigo.

-Me solta Derek...

-Stiles... eu pensei que você ficaria feliz, eu estou muito feliz...

-É claro que está, tudo sempre acontece do jeito que o grande alfa malvado deseja.... eu estou... droga Derek... quando penso que vou ficar bem... ai tudo muda de novo...  e as coisas só melhoram para o alfa mandão...

-Não fale assim, eu não vejo assim, isso não é justo, uma família, agora somos realmente uma família...

-Não somos uma família...

-Sim... nós...

-Não... nunca fomos, e eu estou tão cansado, você sempre me tem aonde quer.... sempre que eu penso que vou caminhar por mim mesmo... você sempre da a volta, sempre um passo a frente, sempre me podando, me polindo a sua maneira....eu .... não estou pronto para isso ... pensei que teria minha vida de volta... mas não você com esse maldito pinto me faz isso, e agora... um filhote... para me manter eternamente sobre suas malditas asas ....isso  não vai acontecer... eu não quero isso...

-Nosso filhote Stiles.... não isso... nosso filhote....- Stiles empurrou o alfa para longe e desceu as escadas ignorando Derek e mesmo as senhoras que estavam  no andar debaixo e pareciam prontas a lhe passar um sermão sobre seu comportamento, mas o olhar enfurecido do menor as dissuadiu de continuar, o menino bateu a porta e os presentes ficaram perdidos diante da reação do jovem, Derek passou pelas mulheres logo em seguida, mas também não estava disposto a ouvir o que elas tinham a dizer, Stiles correu tentando se afastar do alfa e quem sabe a sim de seu provável destino, e se irritou ainda mais por sentir a aproximação veloz do alfa a suas costa.

-Já disse para me deixar em paz! – Derek apenas acelerou ainda mais e logo ambos caíram rolando sobre a areia, Stiles logo se viu aprisionado sobre o corpo do maior, por mais que ele quisesse evitar não conseguiu impedir que as lágrimas passassem a correr de seus olhos. –Por favor... me deixa em paz!... por favor.... –O menor tentou com afinco se livrar do agarre de Derek, mas o moreno ainda era mais forte. – Me solta...Derek!

-Não!... você vai se acalmar e conversar comigo!

-Porque... desde quando conversar com você ajuda em algo... não sei se você reparou, mas nós só damos certo quando estamos fodendo, necessitados um pelo outro, de resto é sempre a mesma merda, eu fingindo ser livre, independente e você fingindo ser  compreensivo, amistoso ... eu não preciso disso... nós mal damos certo como amantes Derek... um filhote só vai ferrar com o pouco que conquistamos...

-Não Stiles ... não diga isso... porque você acha isso?... eu disse que seria melhor, prometi e estou cumprindo... eu sei que você me ama, assim como eu te amo, então não tem como ficar ruim, nós vamos fazer dar certo, juntos, como sempre deveria ter sido, eu sei bem que tenho minha cota de culpa por sua eterna desconfiança, mas eu pensei que esses poucos dias... poxa Stiles... eu te adoro... sinto muito se ainda não consigo demonstrar que mudei ... eu sei que você odeia o fato de eu gostar de ter controle sobre você,  mas só porque sou um alfa... não me culpe, é minha natureza, mas eu disse, vai ser diferente, você está diferente, mais forte, decidido, por favor, me de o beneficio da duvida.... nós vamos ter um filhote... –Stiles fechou os olhos e Derek sentiu o menor se perder numa grande dor. – Garoto... por favor, porque está tão furioso, tão sentindo... –Stiles apenas continuou chorando, de olhos fechados, desejando que tudo aquilo fosse um sonho, Derek se levantou puxando o menino consigo, e ao contrario do que imaginou Stiles não brigou, apenas aceitou ser pego no colo, e levado de volta ao casarão, antes que pudesse contar até três já estava em seu quarto, Derek o colocou na cama e viu com agonia o menino se cobrir por completo e se manter encolhido e completamente imóvel, se não fosse pelo pouco barulho do choro contido, Derek não diria que havia alguém ali. –Stiles... por favor fala comigo. – Nada, nem uma suplica ou qualquer ofensa proferida. O alfa sentiu a aproximação de Nana e sem pestanejar permitiu sua entrada no quarto.

-Preciso que busque algumas coisas para mim... enquanto isso Victoria e eu cuidaremos dele. –Derek se quer pestanejou, aceitou sair do ambiente, pois a raiva e a dor que emanavam do menino estavam lhe ferindo como uma adaga banhada em acônito. Assim que o alfa saiu às mulheres tentaram chamar a atenção do menor, mas Stiles apenas se aninhou ainda mais entre as cobertas. –Stiles... fale conosco...

-Me deixem em paz! – Stiles saiu da cama e correu para o banheiro se trancado lá, por mais que Nana ou Victoria insistisse o menino não cedeu e elas acabaram por desistir.

.....................................................

 

Derek voltou algumas horas depois, não só com as encomendas de Nana, mas trouxe consigo ajuda, Scott fora acionado por Derek e não pensou duas vezes em correr para junto de seu melhor amigo. – Preciso de toda ajuda possível, Stiles tem que entender que nós vamos fazer dar certo. –Foi à fala do alfa para as duas mulheres mais velhas.

-Certo... onde Stiles está? –Scott questionou com preocupação.

-Se trancou no banheiro assim que Derek saiu e não posso exemplificar o quão teimoso essa criatura se tornou. - Victoria disse a Scott, o moreno suspirou fundo e pediu para que Derek lhe desse alguns minutos a sós com o gama.

 Stiles estava sentado dentro da banheira, estava abraçando suas pernas tentando por os pensamentos em ordem, o castanho respirou de forma aliviada quando sentiu a aproximação de Scott. –Vai me deixar entrar?

-Vai ficar ao meu lado, me apoiar incondicionalmente?

-Sempre! – Stiles se levantou e quando abriu a porta foi encarando por um olhar de pena que lhe deixou ainda mais frustrado.

-Não preciso que tenha dó de mim...

-Eu sei que não, você já está se afundando num mar desse sentimento pequeno por si só. – O castanho ficou sem reação diante da fala de seu melhor amigo. –O que?... você acabou de dizer que não quer que eu sinta pena... acho que ser agressivo é o que me resta. –Scott se arrependeu por ver que sua suave, mas presente rispidez fez Stiles sentir-se ainda pior. –Você está bem?... está pálido....

--Como se você ligasse, como se alguém realmente se importasse...acho que você já pode ir embora! –Stiles tentou fechar a porta na cara do moreno, mas Scott foi rápido evitando que Stiles voltasse a se trancar no local.

 – Me desculpe pela grosseria... mas qual é Stiles... vocês ficaram trancados a dias aqui, fazendo só .... você bem sabe. - Stiles se afastou da porta e Scott novamente se desculpou. - O que achou que aconteceria?

-Cala a boca e vá embora!

-Só depois que você me explicar quando que alguém como você completamente a favor da vida passou a cogitar...

-Eu nunca disse isso!... – Stiles encarou o moreno com revolta.

-Mas Derek...

-Derek entendeu o que bem quis... como ele sempre faz... eu... droga Scott, não posso ter um filhote... isso soa tão errado, Derek é um grosseirão, não pode cuidar de mim e de uma criança e... eu... droga... só estou apavorado... eu .... isso é tão injusto...  – Scott puxou o castanho num abraço apertado e Stiles voltou a chorar, mas não só isso, Scott sentiu que o menino além de revoltado e assustado, Stiles estava com dor.

-Stiles?

-Não sei... deve ser normal...  quando algo realmente bom acontece para mim? – Scott puxou o castanho para fora do banheiro, o levando para cama e gritando por Nana. –Não quero ninguém aqui... será que eu posso ao menos me afundar em minha dor sozinho.

-Fica quieto... tem algo errado!

-E só agora você percebeu. –O castanho disse aos resmungos.

-Stiles... gestações não geram dor, não como essa que eu senti vindo de você. –Stiles ficou tenso e repentinamente mais arisco.

-Falou o especialista. – Stiles rosnou para o moreno quando seu quarto foi invadido por Nana, Victoria e Derek.

-Qual é o problema?... – O alfa questionou.

-Não tem problema algum... podem ir embora... todos vocês... – Stiles frisou a frase encarando Derek que lhe observava com preocupação.

-Ele está com dor...

-Não estou nada!...

-Derek tem algo errado com ele...  – Scott insistiu, o moreno sentou-se ao lado de Stiles e  novamente o menor  mandou que ele ficasse longe.

-Quieto Stiles...- O castanho sorriu de forma irônica para a face carrancuda do moreno, Derek insistiu na aproximação rosnado e mandando novamente que Stiles colaborasse. – Você... quando eu sai...você estava bravo, mas bem... o que ouve?

-Não é grande coisa... deve ser o bebê tentando me fazer pagar pela clara rejeição. – Stiles disse com ironia.

-Cale a boca! – O moreno disse de forma ríspida, Stiles sentiu seu estomago embrulhar, decepção e algum temor, mas nada que acabasse com seu péssimo humor e sua revolta latente.

-Estou vendo que voltamos à estaca zero... você sendo um completo estupido...

-Eu ser estupido não é novidade, a novidade é você sendo um completo idiota. –Derek se levantou dando as costas ao castanho, saindo do quarto, estava irritado, frustrado e com vontade de rosnar para o castanho e faze-lo se submeter a suas vontades, mas para evitar um conflito maior o moreno apenas se ausentou do quarto, se afastando de seu companheiro, mesmo sendo a ultima coisa que ele desejasse, Stiles sentiu o peito doer e se agarrou a Nana passando a chorar de forma copiosa, a senhora pediu para que o menino se acalmasse.

-Derek me odeia... – o menino disse entre soluços e Scott viu toda a raiva do menino se transformar em magoa e medo, ele seguiu atrás de Derek alcançando o alfa antes que ele abandonasse a casa, Já Nana e Victoria passaram a tentar cuidar do menino. – Ele me odeia.... Derek me odeia!

-Não mesmo... ele te adora, por isso está tão frustrado, está preocupado e seu comportamento só esta deixando a ele e a todos nós preocupados. - Nana tentou enxugar as lagrimas do menino, mas não conseguia vence-las. – Vamos Stiles preciso que fale comigo... o que está sentindo?

-Só... não é nada... Scott é um exagerado...

-Stiles... – A mulher pediu com irritação.

-Cólica... acho eu... e que eu diria ser infernal, se eu não estivesse me sentindo tão estranho...

-Estranho como?...

-Dormente... depois de ontem, sinto como se parte de mim estivesse insensível.... a tudo.... menos quando Derek... quando ele briga comigo... ai sinto tudo de forma visceral até demais... odeio que ele brigue comigo...- O menino disse voltando a chorar, Victoria o puxou num abraço apertado pedindo que ele respirasse fundo.

-Sei que parece assustador, mas você é um sobrevivente, vai se sair bem, como tem feito até agora. –Stiles sorriu entre as lagrimas, a caçadora o fez se deitar pedindo que ele mantivesse a calma.

 

....................................

 

-Derek...  espera... aonde você vai?

-Ele quer espaço.... vou dar o oceano para ele....

-Espera!

-Scott...

-Não... você vai voltar lá, qual é o seu problema, agora que precisa ser firme com ele...

-Stiles está diferente... está reagindo a mim...

-Ele deixou de ser um ser completamente submisso e frágil... mas ainda sim vai se afundar em magoa se algo acontecer e você não estiver por perto. –Scott agarrou Derek pelo braço e forçou o alfa a voltar para o quarto. – Vamos... deixe de ser mandão e arrogante num outro momento. –Eles voltaram para o quarto e viram que Nana havia posto o menino para dormir.

-O que ele tem?

-Nada de mais... vamos dizer que foi muita ação nesses poucos dias, o elixir que Deaton deu a ele...

-Não funcionou...

-Iria se ele não tivesse esquecido por dois dias...o fato é que depois da confusão toda, ele voltou a tomar, mas só depois de vocês matarem a saudade, então o organismo ainda tem resquícios da droga, mas ele vai ficar bem, só tenha paciência, ele está contrariado, mas é um menino sensato, vai mudar de atitude logo. –As mulheres saíram do quarto e Derek sentou-se ao lado do castanho, se curvando e beijando a fronte do menino com carinho.

-Sei que não é a vida que planejou, mas juro que vai melhorar... vai dar certo.... -Derek sussurrou as palavras de encontro à pele do menor, se deitando junto de Stiles e o trazendo para se aconchegar em seu peito.

.................................................

 

Stiles despertou algumas horas depois e antes de abrir seus olhos sentiu que era observado de perto por Derek, sentiu toda a preocupação e frustação que pairavam a sua volta, sentimentos controversos que exalavam do alfa e que o deixavam ainda mais confuso, Derek respirou fundo como se o ato pudesse lhe trazer algum conforto. - Sei que está acordado...

 

-Sei que você sabe... o que você não sabe afinal? - Stiles disse com rispidez e logo se arrependeu, ele mesmo já estava irritando com seu comportamento.

 

-Então agora vai ficar me tratando com quatro pedras nas mãos...

 

-E se for... droga...

 

-Stiles!

 

-Derek! - O alfa viu as lagrimas se iniciarem, Stiles abriu os olhos e sorriu tristemente. - Me desculpe... não sei porque estou tão bravo com você, só sei que estou bravo... sinto muito por minha reação hoje mais cedo, mas parece ser mais forte que eu....

 

- E o que eu posso fazer para que isso mude, me diz o que eu tenho que fazer... - Derek disse com desespero, o alfa puxou o menor para seus braços e ficou ainda mais frustrado quando Stiles tentou se afastar.

 

-Me deixa Derek, você por perto só me deixa mais confuso....

 

-Stiles... para... por favor.... esquece o dia de hoje, volte a pensar em mim no dia de ontem... –Stiles ainda tentava afastar o moreno, mas Derek entendeu que o menino parecia menos decidido a fugir de seus braços. –Ontem.... nós estávamos bem...

 

-Eu sei... eu não sou estupido...

 

-Então porque de repente eu não sirvo mais!

 

-E quem disse que não serve... você é perfeito....  não é?.... nós somos perfeitos.... não somos? – Stiles segurou o rosto do moreno e fez Derek o encarar de perto, o alfa acenava confirmando os questionamentos do menor. – Se essa criança nascer, você vai ser bom para nós, mais que alguém que pode prover e proteger, não é?... preciso saber que vai se comportar, que vai ser sempre gentil e atencioso e carinhoso, não pode só se irritar quando um filhote te desobedece ou faz algo errado, sabe que não pode rosnar e atacar quando for desobedecido, sabe disso , não sabe?

 

-Menino.... eu vou ser bom... vou ser o melhor pai que um filhote pode ter, o melhor companheiro que você pode desejar, preciso que entenda de uma vez, eu aprendi a lição, você me ensinou a ser melhor.... então chega de tantas lagrimas e tantas duvidas....

 

-Eu…. Um filhote…. Não consigo dar conta de um Hale , porque me sairia melhor cuidando de dois!…. O que….o que vai ser de mim?…. - Derek abraçou Stiles com força e com isso sentiu o menino se acalmar e finalmente relaxar em seus braços.

 

-Amor…. Você está se esquecendo de um fator muito importante.

 

-Qual?- Stiles ergueu o rosto e viu como o alfa lhe sorria com confiança.

 

- Nosso filhote será parte Stilinsk, ele vai ser bem mais sensato que eu… você vai conseguir, nós vamos conseguir….- Stiles tentou sorrir para acompanhar o alfa, mas as lágrimas se iniciaram. - Sti ...se acalme….vai dar certo.

 

-É só o que eu espero.

 

.......................................

 

-E o que você quer que eu diga mulher, eu fui bem claro, Stiles sabia dos riscos... – Deaton falava num tom grosseiro ao telefone, sua irmã que estava ao seu lado na cozinha tomando seu café tranquilamente  encarava a cena com curiosidade e preocupação, pois era a primeira vez na vida que o via se exaltando com alguém. – Traga-o de volta a Beacon, quando chegarem aqui tento ajudar da melhor forma, por enquanto é só isso que posso fazer. –Deaton desligou o telefone e o jogou longe, transformando o aparelho em pedaços.

-Calma meu irmão... o que está acontecendo?

-Stiles está no inicio de uma gestação. –Morrell se levantou sorrindo por saber da noticia. – Não fique feliz, o menino não seguiu a risca minhas recomendações, e essa senhora irritante está acabando com minha sanidade.

-Porque?.... qual é o problema.

-Eu disse a ele.... repeti milhões de vezes, que se fosse realmente evitar a gestação deveria se planejar com cuidado, que uma vez iniciado não deveria ser interrompido, ai eles complicaram ....

-Ele esqueceu?... - Morrell interrompeu a fala do emissario e Deaton suspirou profundamente diante do semblante assustado da outra.

-Sim....e agora está desesperado....

-Ele deve estar muito mal, gamas reagem negativamente quando se corre um risco desses...

-Não é tão simples, tudo mudou quando ele matou um alfa e.... – Morrell cuspiu seu café, passando a tossir desesperadamente.

-Quem.... quem ele matou?

-Deucalion....

-E deu certo.... ele é um alfa-gama.... .... –Deaton encarou sua irmã com irritação.

-Você sabia?

-Eu sabia o mesmo que você.... que existia uma lenda, não pensei que fosse realmente possível...

-Pois é possível.... ele está vindo para cá e gestando um filhote.... – Morrell encarou seu irmão com surpresa.

-Derek Hale vai te matar... sabe disso... não sabe?

-Ele não vai nada.... Stiles é bem grandinho, sabia dos riscos e quando eu disse que falaria com Derek, explicaria bem a situação ele surtou, garantiu que faria direito e que não colocaria sua vida a perder.

-Stiles é uma criança Deaton...

- Foi o que eu disse a ele, ai ele implorou para que eu desse um voto de confiança, foi o que eu fiz, então agora ele vai ter de arcar com as consequências de seus atos.

 

...................................

 

Stiles conseguiu evitar o alfa o resto daquela  manha, depois de passar a se comportar com mais tranquilidade , e usando Scott como escudo para as investidas do maior, quando eles finalmente conseguiram se afastar de tudo, seguindo em direção ao píer, os lobos se sentaram na beira do mar e Stiles encarando aquela imensidão voltou a chorar, Scott lhe deu um meio abraço pedindo para que o castanho se acalmasse. – Stiles se não me disser o que você tanto teme...

- Acho que vou perder meu bebê.... –Scott encarou o castanho com exasperação.

-Porque... você está com dor?... vamos voltar e....

-Scott...

-Nana vai dar um jeito, ela sabe de tudo... você vai melhorar...

-Scott...

-Vamos... eu te ajudo...- O moreno se levantou puxando Stiles consigo, falando desesperadamente sem parar. –Você vai ver... ela vai dar um jeito. –Stiles se irritou por se ver sendo arrastado de volta ao casarão sem ter a chance de falar qualquer coisa.

-Cala essa boca Scott... por favor... não .... só me deixe falar... - O castanho empurrou Scott para longe, fazendo o moreno se calar e finalmente enxergar seu maior medo quando lhe encarou nos olhos.

-Porque?... o que foi que deu errado?

-Deaton me disse... ele foi claro, então...

-Por isso...

- Eu não queria que acontecesse, não agora, então eu tentei me prevenir, mas fiz errado, me esqueci, e agora tudo vai ficar ruim, Derek vai me odiar, eu vou me odiar.... – As lagrimas passaram a correr face a baixo, e Stiles passou a falar andando de um lado para outro gesticulando e se culpando por sua vida ser tão catastrófica. - A culpa é minha, sempre pedi para me tratarem como adulto e na primeira vez que me responsabilizo totalmente por mim, eu ferro com tudo.... eu estraguei tudo Scott.... – O alfa puxou o castanho para seus braços, Stiles chorou tudo que pode, o moreno voltou a se sentar na areia, Stiles apoio a cabeça no ombro de Scott e em meio a seu pranto lhe contou tudo que Deaton havia lhe explicado, Scott apenas seguiu confortando seu amigo, quando o menino finalmente  ficou em silencio, Scott voltou a questionar se Nana não poderia ajudar de alguma forma. – Não sei se pode.... e me assusta pensar que talvez eu não queira ajuda.... eu sou um monstro por pensar assim ? – Stiles encarou seu melhor amigo e esperou pela confirmação a seu questionamento.

-.... você fez de propósito?

-Não... não... por  favor... não foi assim... eu nunca faria isso, mas eu realmente tenho medo que Derek pense isso....  

-Fale com ele... não esconda nada de seu companheiro...

-E se ele.... se Derek me odiar?

- Derek nunca vai te odiar, pode ficar tão triste como você está, mas nunca te odiar. –Stiles sorriu tristemente para seu amigo e voltou a apoiar a cabeça no ombro do moreno.

-Porque não posso ter um minuto de paz... só uma vida de sossego, nada mais, sem medos e dores, nada de sofrimento, porque não consigo viver uma vida tranquila. – Stiles ficou tenso e se afastou de Scott quando o cheiro de seu alfa alcançou suas narinas, Derek tinha lagrimas nos olhos, e exalava tristeza, Scott se afastou dando alguma privacidade ao casal. – Me desculpe por ser esse pessoa completamente confusa e muitas vezes problemática, me perdoa Derek.

-Não! – Stiles sentiu seu coração parar de bater, suas pernas estremeceram e o castanho sentiu sua cabeça doer. – Não tem o que perdoar, por que eu adoro tudo em você, Stiles você é assim,  viver com você é assim, uma tempestade em alto mar, e eu nunca odiaria viver essa aventura, quantas vezes eu tenho que lhe dizer que eu te amo, que nunca vou odiar estar a seu lado.

-Mesmo que eu faça uma merda dessas...

-Eu já fiz muita merda e você ainda sim me perdoou...

-Você nunca matou um filho nosso.... –Stiles disse caindo de joelhos diante do alfa, Derek fez o mesmo, puxando o menino num abraço apertado, afagando seus cabelos e pedindo para que Stiles se acalmasse.

-Nem você amor... nós vamos dar um jeito.... Nana vai dar um jeito.

-E se não der....

-Então nós vamos sofrer juntos, superar a perda, seguir em frente e quem sabe quando estivermos realmente prontos, ai sim iremos tentar novamente.... eu te amo tanto.... nós vamos passar por isso, vamos sobreviver, vai dar certo.... –Derek se levantou puxando o castanho consigo, Stiles se aconchegou nos braços do moreno aceitando o carinho e sussurrando desculpas para o maior, Derek estava tão abalado quanto o menino, mas ele sabia que Stiles não tinha culpa, que as coisas realmente fugiram ao controle de ambos, e por isso o alfa se comprometeu consigo, iria fazes o possível para tentar evitar a perda, mas se não conseguisse, ele iria fazer o menor entender que suas vidas ainda seriam marcadas por grandes alegrias no futuro, um futuro longo e próspero .

 

...............................

 


Notas Finais


E ai???


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...