História Tattoos and Flowers - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Alfa, Baekyeol, Beta, Chanbaek, Chenmin, Dkai, Flowerchanyeol, Hanhun, Hunhan, Kaisoo, Kristao, Layho, Ômega, Punkbaekhyun, Sulay, Taoris, Xiuchen
Exibições 1.112
Palavras 3.202
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Slash, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OH MY GOD
EU TÔ COM 900 FAVORITOS CARA… acho que vou chorar.

Sabe como é né gente, muitos comebacks entre mês passado e esse. Chen e Daeul se encontrando, com aqueles momentos XiuChen básicos que eu amo e quando vejo… a fic está com 900 favoritos, vou chorar de felicidade sim.

[resto dos agradecimentos nas notas finais]

BOA LEITURA e desculpa os erros, são meia-noite estou com sono :v

Capítulo 12 - 12. Dente-de-leão II


Fanfic / Fanfiction Tattoos and Flowers - Capítulo 12 - 12. Dente-de-leão II

Dente-de-leão simboliza a juventude…

Sol, areia, mar de águas cristalinas, era tudo o que aquele grupo de doze amigos precisavam para passar aquelas duas semanas sem aula. O dia ensolarado era perfeito para algumas pessoas pegarem um bronzeado, além de fazer um pouco de frio por conta da estação do ano, mas que não atrapalhava eles de se divertirem.

— Aqui está frio… mas ao mesmo tempo o sol aquece — Comentou Zitao, ao que esse estava deitado em uma espreguiçadeira com óculos de sol com um copo de limonada ao seu lado, as pernas se encontravam cruzadas e com o braço direito a apoiar a cabeça de cabeleiras negra (N/A: CABELEILA NEGLA… palei)  enquanto o braço esquerdo segurava o copo. O ômega se sentia no paraíso.

— Estamos no outono por isso o vento frio, mas como a ilha é tropical, o sol ajuda a não deixar muito frio — Comentou Junmyeon que fazia carinho nos cabelos de seu amado, o mesmo se encontrava com a cabeça no colo do alfa, passando a mão na barriga saliente de poucos meses de gravidez. Sorriu sabendo que daqui a alguns meses, ele teria uma preciosidade em seus braços assim como Kyungsoo que logo poderá ter o seu.

O ômega de óculos escuros assentiu com a cabeça e bebeu um gole da limonada, se endireitou na espreguiçadeira e sorriu ao sentir a brisa fria bater em seu corpo. Zitao sempre foi assim, queria estar na moda a cada momento e com a ajuda dos pais, ele consegue. Aos seus 15 anos de idade, já sabia criar desenhos de roupas maravilhosas, sua mãe até hoje tem orgulho do filho ter este talento e facilidade de desenhar modelitos que de acordo com o mesmo, estão na moda. Teve um bloqueio de criatividade no dia em que sua avó faleceu e não conseguiu mais desenhar, frustado, decidiu esconder todo o seu talento guardando os diversos desenhos no sótão e nunca mais abri-los.

Quando conheceu Yifan, não sabia que iria acabar se apaixonando pelo mesmo, já que no começo achava que ele era apenas mais um alfa que se achava o fodão da escola, só por ser do time de basquete e líder. Entretanto, ao ficarem presos no vestiário uma vez por conta do fim da aula de Educação física, eles começaram a conversar para passar o tempo e construíram uma grande amizade. Os dias iam se passando e o sentimento aumentava com o tempo cada vez que eles ficavam juntos sozinhos. Kris flertava com o ômega e o alfa achava o rosto corado de Zitao a coisa mais fofa do mundo. Até que um mês se passou e o tatuado chamou o rapaz para um encontro, foi na própria casa de Yifan e Tao pode provar da maravilhosa e suculenta comida do alfa.

— Já podemos até casar — Falou o ômega naquele dia, só que ele não se tocou no quanto aquilo batucou durante alguns dias e com isso, pediu Zitao em namoro, logicamente o mais novo aceitou de prontidão. 

Agora o Alfa encarava ômega com fome nos olhos ao ver seu namorado naquela pose, era extremamente sexy e pensou no quanto poderia aproveitar de estarem na praia para poderem fazer o que quiserem. Claro que Yifan estava com raiva do seu time por ter feito aquela brincadeira na festa de halloween, mas agora agradece mentalmente por terem feito isso, apimentar a relação em uma casa de praia parecia ser a coisa mais interessante que passará em sua cabeça no começo daquela semana, e está decidido em fazer tudo o que quiser com o ômega, afinal, namorar serve para isso não?

O alfa então se levantou do local em que estava sentado e tirou seu namorado do conforto da espreguiçadeira, deitando ao seu lado e colocando sua cabeça em seu peitoral, deu um beijo na testa do ômega e o ouviu resmungar, mas não se importou muito com isso, queria estar próximo de seu namorado. 

— Por que isso de repente? — Perguntou Zitao, olhando para o namorado ainda de óculos escuros. Kris apenas sorriu e começou a alisar os cabelos escuros, lisos e sedosos do ômega.

— Eu estava pensando em algo… — Começou Yifan, no mesmo segundo, Tao se levantou e tirou os óculos, com uma expressão assustada e triste, prestes a transbordar em lágrimas — Se acalme, não quero terminar com você.

O ômega suspirou aliviado.

— Então o que você estava pensando? — Perguntou o ômega se sentando no colo do alfa, sorria docemente para o namorado, e esse segurou sua cintura e aproximou os lábios dos seus e iniciando um beijo calmo, que não durou muito. 

— Sabe, esses dias eu pensei que… sei lá, eu podia te marcar como meu ou algo assim — Confessou olhando para baixo, mesmo sendo alfa, tinha medo de ser rejeitado ali mesmo. Mas o contrário aconteceu, o ômega beijou novamente os lábios de Kris de forma apaixonada. Junmyeon e Yixing olhavam sorrindo para o casal, mesmo aqueles dois ainda não querendo filhos, queriam um ao outro desde já. É isso alegrava Lay e Suho.

— Eu adoraria — Zitao sorriu e Yifan retribuiu o ato, o pegando no colo e o girando no ar, por tremente felicidade. 

— Graças a Deus, e eu achando que você não aceitaria — O alfa falou se sentando novamente na espreguiçadeira.

— Como não? Wu Yifan, eu te amo muito e quando terminamos as nossas faculdades, podemos casar e ter filhos… mas isso depois de arrumar emprego. Porque não quero engravidar logo na primeira semana pós-formatura, que fique bem claro que eu não quero ter filhos tão cedo.

Yifan concordou mexendo a cabeça em positividade, concordava com as condições do seu namorado, não precisariam ter pressa, contanto que Zitao tenha a sua marca para dizer que pertence a um alfa e logicamente a si, ele está feliz. Feliz por ver seu ômega feliz.

Enquanto isso, na água, Baekhyun, Chanyeol, Sehun, Luhan, Kai e Kyungsoo brincavam de cinco cortes. A brincadeira acontecia normalmente, só que Baekhyun e Kyungsoo foram os primeiros a saírem por terem perdido, então decidiram conversar em um lugar um pouco afastado para não levar bolada na cara. 

Kyungsoo tinha total cuidado com sua barriga, por isso, pediu ao outro ômega para ir consigo para um pouco mais perto da areia. Baekhyun entendendo da situação do amigo, o ajudou a ir andar um pouco, até acharem o lugar perfeito para conversarem. 

— E então Baekhyun, como vai o namoro? — Perguntou Kyungsoo, o mesmo usava uma roupa simples, adorava a praia e não perdeu tempo de ir dar um mergulho, lógico que teve ajuda do seu amado para isso, mas não se importava nem um pouco, só queria ter seu momento para se conectar com o seu lado sereia de ser. 

— Ah vai indo muito bem — Sorriu Baekhyun, como um bobo apaixonado. Se olhassem para ele, antes de conhecer Chanyeol, diriam que ele era um garoto muito ranzinza e que só se tatuava para bancar uma de alfa. Kyungsoo pensava assim até conhecer melhor o Byun e descobrir que o mesmo poderia ser um grande amigo para si, daqueles com o qual podia se confiar. 

— Você se apaixonou muito rápido pelo Chanyeol — O ômega mais novo falou olhando para o mais velho — Foi bem do nada…

Baekhyun olhou para Kyungsoo e notou o seu olhar pensativo, suspirou levemente e olhou para o céu azul, sorriu abobado. Era verdade, se apaixonou muito rápido por um alfa que jamais passou por sua cabeça que iria namorar.

— Acho que, eu me apaixonei pelo Chanyeol sem nem ao menos perceber — Confessou ele sorrindo abobado — Sei que pensou errado sobre mim quando ele começou a querer se envolver comigo, mas sei lá, acho que foi por ele não se importa com o meu jeito de ser que me apaixonei.

— Chanyeol te ama muito mesmo — Kyungsoo concordou afagando a barriga — Eu e Jongin nos cansamos de escutar ele falando sobre você e o quanto é diferente de qualquer ômega que ele já conheceu. Tens sorte em Byun.

Baekhyun sorriu e se virou para olhar Chanyeol, e o mesmo ria durante a brincadeira com a bola. Era um alfa diferente, daqueles que não se importava com o jeito das pessoas ao redor, gostava delas da maneira que são, e isso agradava muito o ômega. 

O Byun encarava o Park com certa maliciosidade, só por ver o mesmo usar um boné avermelhado que combinava com a bermuda, também por ter a bela visão do corpo esquio e trabalhado em malhação deixando os gominhos molhados refletirem sobre a luz do sol. Kyungsoo percebeu que o amigo se perdeu ao olhar para Chanyeol e não pode deixar de soltar uma gargalhada, fazendo o ômega mais velho sair do transe em que estava.

Baekhyun sentiu seu rosto corar, colocou as mãos para esconder, só que já era tarde, pois é evidente que sua cara se encontrava da cor de um tomate de tão vermelha por conta dos pensamentos que teve sobre o namorado em plena praia, era possível até mesmo ver que ele quase babava pelo alfa. Kyungsoo sorriu e achou aquele ato adorável, adorável o suficiente para ele saber que o loiro era uma pessoa muito tímida e que tentava manter a pose para poder esconder isso, então, colocou a sua mão na cabeleira do outro omega e fez carinho na mesma.

— Não fique assim, só de ver o Jongin sem blusa, me deixa duro também — Baekhyun encarou Kyungsoo, e os dois não conseguiram se conter e começaram um ataque de risos, chamando a atenção dos outros que jogavam bola.

Então em um ato súbito, Sehun bateu na bola, em seu quinto corte, fazendo-a ir rápido. Foi exatos segundos para era atingir o rosto de Baekhyun e voar de volta aos céus, Sehun arregalou os olhos e desejou mergulhar na água no mesmo momento e Chanyeol se perguntava se podia rir ou ficar preocupado com o acontecimento. Porém, as dúvidas foram tiradas no momento em que o ômega virou o rosto com a marca vermelha da bola em direção a Sehun que engoliu em seco.

— Então… Baekkie, amigo de muito tempo — Sehun continuava nervoso e Luhan parecia se divertir com isso — Me desculpe ok, não era por mal, eu queria atingir o Kai e…

— OH SEHUN, OU VOCÊ CORRE OU EU JURO QUE VOU TE CORTA ATÉ A SUA ÚLTIMA MIGALHA!!! — Baekhyun se encontrava enfurecido e Kyungsoo quase os prantos de tanto rir. 

Como forma de sobreviver, Sehun mergulhou no mesmo momento e quando emergiu, viu Baekhyun indo em sua direção, o alfa voltou a nadar e a ficar mais longe do garoto com marca de bola na cara. Não queria morrer tão cedo, planejava ter filhos primeiro, mas se fosse pego pelo Byun, as suas chances de ter uma família com Luhan seriam zero.

Os que estavam na água e os que se encontravam na areia, riram da cena cômica do omega correndo atrás do alfa ao redor do mar azul. Claro que para Chanyeol isso era normal, sabia da amizade de Baekhyun e Sehun e como ambos se ajudaram algumas vezes em seus cios e coisas assim, não tinha ciúmes, porque era bastante óbvio que o alfa mais novo era perdidamente apaixonado pelo ômega ao seu lado, que se tornou grande amigo seu por usarem coroa de flores. 

O de olhos bicolores e assustados olhou para trás e sentiu algo jogar-se em suas costas, julgou ser Baekhyun por conta do peso. Agora Sehun se encontrava com a cara atolada na areia e um Baekhyun raivoso dando socos em sua costa como forma de puni-lo pela bolada levada na bochecha enquanto conversava com Kyungsoo, e esse não se aguentava mais de rir. No final das contas, os quatro que se encontravam na água saíram da praia e foram almoçar, por já ser hora do almoço.

Sehun sentiu-se dolorido por ter sido jogado ao chão tão de repente, então Luhan o ajudou dando comida em sua boca, e o alfa confessava que agradeceu mentalmente Baekhyun por tê-lo batido muito. Já que agora, teria total atenção de seu namorado carinhoso e prestativo, que estaria ali sempre para lhe ajudar com alguma coisa. O Byun que percebeu não adiantar nada ter batido no mais alto, bufou e revirou os olhos, Chanyeol sorriu e puxou o namorado para almoçarem juntos, acabando que eles realmente comeram um prato que servia a dois. 

Kyungsoo afagava a mão na barriga grande, até lembrar-se que estaria faltando alguém, então com muito cuidado, contou o número de pessoas que tinha na mesa, como resultado, só se encontrava dez.

— O que foi pinguinzinho? — Perguntou Jongin para o namorado, o apelidou assim desde o dia da festa de halloween e para ser sincero, Kyungsoo adorava quando o alfa lhe chamava daquele jeito.

— Nini, está faltando o Minnie e o Chen — Disse D.O com um bico adorável nos lábios, Kai sorriu e deu um selinho rápido no ômega, pegou um pouco de sua comida e colocou próxima da boca do menor, que prontamente abriu-a e mordeu a carne. 

— Deixe eles Pinguinzinho — Comentou Kai sorrindo bobo, seu namorado era tão fofo que dava vontade de aperta-lo — Eles dois estão tendo um momento só para eles, deixe-os aproveitarem tudo bem? Hm?

O ômega assentiu e voltou a comer, não deveria se preocupar, sabia que o que estivessem fazendo, estariam felizes. Sorriu e beijou os lábios carnudos de Jongin e deitando a cabeça no ombro do mesmo. E esse, encantado pelo momento de carinho, colocou sua mão na barriga alheia e começou a passar a mão, sentindo o bebê dentro da barriga de Kyungsoo chutar. Faltava bem pouco para o filhote dos dois nascerem e isso estava os deixando bastante ansiosos mas, felizes por finalmente poderem ver um ser pequeno vir a vida e conhecer o mundo. 

[…]

— Minnie, fique parado aí! — Exclamou Jongdae parando Minseok em frente a um rochedo, o ômega sorriu e fez uma pose qualquer, já sabendo que o alfa estaria tirando fotos suas ali — Pronto, bonito como sempre.

— ChenChen, você me deixa sem graça falando assim de mim — Disse o mais velho andando até o maior, pegando a câmera fotográfica de suas mãos é visualizando as fotos com cuidado — Olha, eu nem estou realmente bonito nesta.

— Minnie, você está incrível em todas — Confessou o alfa pegando o objeto de volta — É muito feio falar mal de si mesmo na minha frente.

Jongdae na verdade, era incrivelmente apaixonado por Minseok e adorava vê-lo sem camisa, mostrando o peitoral e a barriga cheia de gominhos e os braços musculosos. O alfa sentia inveja de como o ômega era mais fitness que si, além de mostrar as – não muitas – tatuagens, deixava a bermuda curta avantajar ainda mais a sua bunda que era bastante saliente. Para Chen, Xiumin era totalmente gostoso. 

Claro que isso foi apenas um dos motivos do alfa ter se apaixonado pelo ômega, o principal motivo foi o fato de que por fora ele pareça alguém totalmente assustador e que a qualquer momento poderá te atacar em apenas um passo, mas por dentro é carinho e muito carente de atenção. E isso foi deixado bem explícito no dia em que se conheceram.

Jongdae andava pela praça a procura de algo para se inspirar e quando encontrou o ômega comendo um de seus bolinhos favoritos, não deixou de perceber as bochechas gordinhas e os olhos felinos se fecharem ao sentir o gosto doce e saboroso. O alfa no mesmo instante, despertou algo dentro de si, como se quisesse armazenar aquela fofura para sempre, então em passos vagarosos, posicionou a câmera e tirou a foto do garoto que degustava de seu bolinho. No começo Minseok havia se assustado, mas ao perceber que tinha sido apenas o flash de uma câmera, suspirou aliviado por não ter sido algo ruim e relutou um pouco por sentir o cheiro de alfa vindo do rapaz a sua frente. Então seus instintos ficaram mais altos e saiu correndo, ficando o mais distante de Chen.

Depois daquele dia, o ômega passou a procurar por ele, com o intuito de saber quem era o tal alfa que tirou foto sua no parque. Foi então que se surpreendeu ao vê-lo encostado em um dos corredores da escola em que estudava, conversando com alguém, no começo corou, mas logo em seguida sorriu por já saber como encontrá-lo.

Semanas haviam se passado, Jongdae e Minseok haviam finalmente se encontrado naquela mesma praça e ao invés do mais velho sair correndo, ele deixou o alfa sentar ao seu lado e conversar sobre vários assuntos aleatórios. O ômega descobrirá que terá muito em comum com o alfa, e esse sorria sem graça toda vez que se olhavam nos olhos.

Depois do pedido de namoro de Chen, Xiumin começará a comer mais que o normal e isso começava a lhe chatear, por querer ter um corpo bonito para o alfa admirar. Então, antes que o ômega pensasse em fazer alguma dieta, o alfa o interviu e alegou que não ele não precisava seguir esta dieta e que seu corpo é bonito e maravilhoso naturalmente. Minseok até pode não ter feito a dieta, mas sempre que Jongdae não percebe, inventa um jeito de não comer para emagrecer. 

— ChenChen — Minseok falou, para tentar mudar aquele assunto — Eu acho que vou tirar minhas tatuagens.

— E porque fará isso meu pequeno? — Perguntou o alfa, isso foi inesperado para si.

— É que no começo, eu achava que usando tatuagens, eu poderia tirá-las. Algumas nem são de verdade, são falsas e eu sempre as coloco no lugar depois de alguns dias para continuar — Comentou o ômega — Eu quero fazer isso, porque eu percebi que não preciso de tatuagens para ser feliz…

Até então a conversa parará, o silencioso era agradável, mas ao mesmo tempo angustiante. Jongdae não via motivo do garoto tirar as tatuagens, o achava perfeito daquele jeito, não queria que ele ficasse com a pele machucada por conta da remoção de tatuagens, afinal, Minseok é seu namorado e quer a felicidade do mesmo acima da sua.

— Minnie… por mim, eu não queria que você fizesse isso, já que isto te faz único. Além do que! Eu me apaixonei por você deste jeito, então eu não gostaria… — Chen parou de falar e suspirou — Mas tudo bem, vamos pensar neste assunto com calma ok? 

— Tudo bem ChenChen — Xiumin sorriu andando até o amado e selando seus lábios aos do dele. Xiumin amava sentir a boca fina na sua, as línguas batalhavam por domínio. Chen parecia ir ao paraíso só de sentir os lábios carnudos e rosados do ômega, o gosto doce era viciante assim como o cheiro do ômega.

Os dois ficaram naquele momento até Minseok escutar um "click" vindo de seu lado direito e pode perceber que Jongdae havia tirado uma foto juntos se beijando.

— ChenChen, você não para né? — Perguntou o ômega.

— Eu precisava tirar foto deste momento — Confessou o alfa — Agora vem cá…

Jongdae pegou na mão e Minseok e o puxou, ambos corriam na beira da praia pegando as ondas nos pés e a brisa fria no rosto. Aquele momento, serviu para que os dois pudessem perceber o quanto são jovens, garotos que não estão próximos da vida adulta, mas que não importa o obstáculo, porque estarão juntos.

E se depender deles… será para sempre.


Notas Finais


Continuando o que estava lá encima. Obrigado a todos(as) aqueles(as) que favoritaram e comentaram na história, vi que vocês têm um carinho tão grande por ela que me deixa sem palavras… sério. Mês passado ganhei um desenho XiuChen inspirado em TAF e eu fiquei desesperado pq não sabia o que fazer. Já que não tinha recebido nada disso antes.

Muito obrigado a vocês mesmo cara… o que acharam o capítulo ein? O que acham que eu possa mudar no futuro? Xiumin desiste das tatuagens? Bem… eu não sei né

Não vou falar muito não gente, estou muito cansado, então eu gostaria de desejar a vocês um Feliz dia das Crianças para vocês ok? Muito obrigado a vocês novamente, principalmente ao pessoal do Spirit Fanfctions por terem feito um site muito bom para leitura juvenil… ok boa noite.

AH SIM, já ia me esquecendo. Meu aniversário está chegando, então irei trazer a vocês uma 2shot especial, aguardem ok? Boa noite novamente.

Outras fics:

Romeo and Cinderella: https://spiritfanfics.com/historia/romeo-and-cinderella-6488843

Dreamcatcher: https://spiritfanfics.com/historia/dreamcatcher-6132479

O Médico e o Monstro: https://spiritfanfics.com/historia/o-medico-e-o-monstro-5912832

Blue Spring Ride: https://spiritfanfics.com/historia/blue-spring-ride-5723981

Dandelion: https://spiritfanfics.com/historia/dandelion-4888230


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...