História Taty a bela,feia - Capítulo 45


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Feia Mais Bela
Tags A Feia Mais Bela, Novela, Romance
Exibições 38
Palavras 1.407
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Adultério, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 45 - Mentiras


Novo dia,vestígios de ontem ficarão para sempre em mim
Foi a única frase que Taty escreveu em seu diário antes de sua mãe lhe chamar para o café e como estava com fome nem hesitou em ir:
—Bom dia Mamãe
—Bom dia,minha linda,até que horas vocês ficaram conversando ontem?
—Depois da meia-noite,aliás o Bruno me contou que vocês estão se entendendo
—É,estamos tentando,mas não quero criar nenhuma expectativa,porque logo ele pode ir embora de novo
—É eu sei,nosso já estou atrasada,preciso ir mamãe,deveria ter me chamado mais cedo
—Bom trabalho,filha
—Obrigada,mamãe
Disse Taty saindo,ainda mastigando seu pão
Quando estava indo para sua sala tomou um susto:
—Seu Fernando!o senhor aqui
—Onde eu estaria?
—Perguntei a Ana e ela disse que o senhor ainda não havia chegado
—Cheguei antes dela
—Me desculpa pelo atraso doutor
—Tudo bem Taty,me avisa qualquer recado,vou falar com Ernesto
—Desculpa doutor,mas acho que não vai poder
—Porque não?
—Porque ele não chegou
—Ainda não chegou,e as secretárias,já chegaram
—Quase todas
—Quem não chegou?Pera deixa eu adivinhar,Paola
—Ela e a Elena
—O que tá havendo com a sua amiga,tudo bem que se ela se atrasar um pouco,mas já tá virando rotina
—Vou ver se elas já chegaram,doutor
—Tatyyyy,você está muito bonita hoje
Taty abaixou a cabeça e prosseguiu seu caminho
Eu bonita,seu Fernando deve tá ficando cego -pensou Taty
—Meninas,a Elena já chegou?
M -Não,mas já liguei para o celular dela e você nem sabe Taty
T -Não posso saber se não me contar
R -Vamos para sala de reuniões
T -Mas o seu Fernando tá me esperando
M -Por favor Taty,já chamamos até a Ana Paula
T -Ok então,mas rapidinho
R -Então vamos
T -O que aconteceu?
Maria -Fala Mariana
M -Liguei para o celular dela e um homem atendeu
T -Vai ver você ligou errado
Maria -Ou roubaram o celular dela
A.P -Cheguei
M -Também pensei,nessas coisas,aí perguntei pela Elena e adivinhem
—O que? -perguntaram todas juntas
M -Ele chamou por ela e depois o celular apagou,liguei de novo e ela atendeu,disse que já estava a caminho e quando perguntei do cara que atendeu,ela disse que estava sozinha e eu não havia ligado antes,mas eu ouvi a voz dela,vem com essa
R -Será que ela tá namorando?
A.P -Ela nos contaria,deve ser algum peguete
T -Mas ela não comentou nada?
R -Não
Maria -Meninas,parem com isso,é a vida dela,se ela não quiser nos contar,tem todo direito
T -É verdade,vamos voltar ao trabalho,me avisem quando elas chegarem e o seu Ernesto também
M -Pode deixar Taty
Quando Taty voltou para sala,Fernando estava ao telefone com Mônica,ela prosseguiu seu caminho,mas continuou ouvido a conversa da sua salinha:
—Nossa,que bom e quanto tempo ela vai ficar?
—Quanto ela quiser,nos falamos amanhã,pelo menos vê se pode ir nos buscar no aeroporto,Fernando
—Claro,eu vou busca-las
—Eu tenho que ir agora,te ligo a noite,se você não estiver ocupado
—Para com isso Mônica
—Talvez você queira aproveitar sua última noite de noitada com seu amiguinho
—Não fale besteira,Mô
—Sei,então até amor e se cuida
—Você também
—Um beijo
—Outro,se cuida também
—Tá,tô morrendo de saudade e você sente minha falta?
—Claro que sim,amor
Fernando desligou o telefone,sabia que provavelmente Taty tinha ouvido tudo,então foi até a sua sala:
—Posso?
—Claro,doutor
—As secretárias já chegaram?
—Não,doutor,mas elas ficaram de me avisar,inclusive quando seu Ernesto chegar
—Está bem,mas fique claro,que a partir de hoje todo o atraso,além de ser descontado,será também notificado
—Sim,doutor,eu avisarei a elas
—Obrigada Taty,você tá bem?
—Sim,estou
—O telefonema,você sabe como a Mônica é...
—Eu entendo doutor,o senhor não me deve nenhuma explicação
—Mas,eu quero,ela ligou pra dizer que volta amanhã,foi isso
Antes de Taty falar alguma coisa seu telefone tocou:
—ArtPop,oi Rosa,sim pode deixar que eu aviso
—O que foi?
—O doutor Ernesto acabou de chegar,o senhor queria falar com ele
—Sim,já vou lá
Assim que ele saiu da sala
Taty,pensamento
Como ele é lindo e me olha com aqueles olhinhos,eu não tenho duvida de quanto eu amo esse homem,Deus queira que eu não tenha outra decepção
Fernando,pensamento
O que estou fazendo?Juro que olho e olho e não consigo me acostumar,tô sentindo falta de uma mulher de verdade
—Isso são horas de chegar? -perguntou Fernando a Ernesto
—O transito
—Sei,como pode me deixar aqui
—Menos,aconteceu alguma coisa?
—Não,além de eu não ter conseguido dormir direito,algumas secretárias não terem chegado,eu ter que enganar a Taty
—Calma Fernandinho,está muito stressado,olha comprei um cartãozinho para você entregar a ela,não se esquece do que te disse ontem
—Acha que eu vou conseguir escrever alguma coisa romântica pra ela,faz me o favor né Ernesto
—Vou te provar que é mais fácil do que você pensa,primeiro passo,pensa em uma mulher bonita,a que você acha mais linda,no mundo inteiro
—Fácil,Gisele Bundchen
—Então,imagina que você beijou ela ontem
—Nossaa
—Isso,imagina,o que você diria a ela,vamos escrever,assim,Querida Gigi,ontem foi o dia mais feliz da minha vida,estar contigo,me fez um homem completo,você iluminou minha vida
—Perfeito
—Viu como é fácil,agora só tem que apagar o Gigi e colocar Taty,pronto!
—Parece fácil para você
—Tá,então deixa comigo as lembrancinhas e as dedicatórias,você fica só com a parte de seduzir ela,kkkkkkkkkkk
—Esqueci de te contar a Mônica volta amanhã e vai trazer a irmã junto
—Tá brincando?Nossa,você precisa agir hoje então
—Do que tá falando!?
—Não tá achando que vai ficar só nisso,levar a monstrinha para casa e pronto,não é assim Fernando,hoje você vai sair com ela,mas calma eu já fiz uma lista dos principais locais,onde fique bem longe de todos que conhecemos.
—O que vou ter que fazer?
—Deixar ela completamente certa que você a ama,para que mesmo gostando do outro saiba que com você tem uma chance
—Não sei e depois que a Mônica chegar
—Você terá que ser mais discreto
Um pouco de tempo depois Elena chegou,as outras já a esperavam,Ana Paula já havia lhes avisado que ela estaria subindo:
R -Queremos saber tudo
M -Conta,quem atendeu o telefone?
Elena,sabia que se não dessem a elas o que elas queriam,não parariam,então pensou rapidamente:
—Tá certo meninas,eu vou contar,mas acho que aqui não é um bom lugar -Falou apontando para Paola,que estava chegando:
—O que estão fofocando,bando de desocupada
M -Pelo menos não chegamos atrasadas
P -Vai fazer o que?Me denunciar para o conselho?Faça me rir
R -Vamos para o banheiro
M -Mas não deveríamos chamar as outras
R -Não dá tempo,vamos
Já no banheiro
M -Agora a senhorita vai nos contar tudo!
E - Eu tô ficando com alguém
M -Eu sabia e quem é ele?
E -Sabe aquele amigo que falei pra vocês
R -Sei,que vem te buscar as vezes e nunca os vimos
E -Pois é,esse mesmo,é com ele que tô ficando
R -E como ele se chama?
M -Quando vamos conhece-lo?
R -Ele é bonito
E -Calma!Na hora do almoço conto tudo,assim estaremos todas juntas e não vou precisar repetir
M -Mas vai nos deixar na aflição,até a hora do almoço
R -Pelo menos o nome
E -Rafael,agora vamos
M -Hoje todo mundo chegou atrasado
E -Achei que fosse só eu e a peitudona
M -Não,o doutor Ernesto também acabou de chegar
R -Vai ver até estavam juntos
M -Ele e a peitudona você acha?
R -Claro,não se lembra eles já tiveram um caso
Elena estava mais aliviada agora,elas tinham acreditado,"é melhor desconfiarem que ele estava com a outra do que ter que explicar o inexplicável" pensou ela
Ernesto e Fernando continuavam conversando:
—Então vai lá e entrega esse cartãozinho a ela
—Só um cartãozinho,pensei e algo mais,tipo um bombonzinho
—E você tem um?
Fernando olhou para um vidro de bombons que estava do lado do computador
—Está bem,pega um,mas se quer ficar dando docinho a ela,vamos ter que comprar,esses são meus
—Depois te pago
—Sei;agora vai lá e boa sorte
Fernando foi sem hesitar,sabia que aquilo é que deveria ser feito,quando estava indo para sua sala,viu as "atrasadas":
—Até que enfim chegaram,mais uma Paola e tá na rua
—Porque só eu Fernando,ela também chegou atrasada
—Isso serve para todos que chegarem atrasados a partir de hoje
Fernando seguiu para sua sala,as meninas continuaram lá se alfinetando,ele foi falar com Taty:
—Posso?
—Claro,seu Fernando,o senhor deseja alguma coisa
—Você,eu digo eu desejo te entregar isso é só uma besteirinha que comprei pra você
—Pra mim,seu Fernando!?
—É Taty
Taty pegou o cartãozinho e o bombom
—Obrigada,seu Fernando
Taty não pode esconder a surpresa,assim que ele sai ela leu o cartão,lágrimas escorreram do seus olhos
—Ele realmente está apaixonado por mim -balbuciou ela



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...