História Te Amar Pela Segunda Vez - VS Frozen - Capítulo 5


Escrita por: ~ e ~Pan_Lyrio

Postado
Categorias A Origem dos Guardiões, Enrolados, Frozen - Uma Aventura Congelante
Personagens Anna, Elsa, Flynn Rider, Hans, Jack Frost, Rapunzel
Tags Crossover, Elsa, Frozen, Jack Frost, Jelsa, Romance, Universo Alternativo
Visualizações 60
Palavras 1.796
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Demorei, mas estou aqui!

Capítulo 5 - Capítulo 4


- Hans ninguém aqui está te criticando. Na verdade queremos entender porque não falou o que estava acontecendo com a Elsa antes do acidente. - Rapunzel se manifesta pela primeira vez, e mesmo que seu semblante não fosse nada feliz ainda sim conseguiu manter a calma.

-Bom vocês também não contaram. – ele rebateu.

Anna rolou os olhos e começa a falar.

- Não falamos porque antes de dizer preferimos entender o que se passa nessa sua cabeça oca. E se você não der um bom motivo, vamos agora atrás do médico e dizer a verdade se for preciso para ajudar a Elsa em sua recuperação.

 Hans percebe que Anna não estava mentindo e pela expressão de Rapunzel e Flynn, eles também concordam com ela. Então ele decide começar a falar logo o que pretende.

- Olha gente... Só não falei nada porque acho que se trata de uma coisa delicada e pessoal.

- Hans, não importa. Se esse detalhe pode ser o que fará a Elsa ficar sem memória do jeito que o médico falou, isso deixa de ser pessoal para ser relevante. – Rapunzel rebateu deixando claro que não concorda com o ruivo.

-Não é isso... – ele tenta contra argumentar. – Olha se for preciso, falamos a verdade, mas antes vamos seguir por outro caminho em quem sabe de certo.

-E que caminho você sugere? – Anna perguntou ainda mostrando seriedade e impaciência.

-Não vamos dizer nada sobre o que aconteceu, nem mesmo para a Elsa. Ela não precisa saber que teve duvidas na nossa relação entre ficar comigo ou com Jack.

-Você não pode decidir por ela e tão pouco pelo Jack. – Flynn falou em defesa do amigo.

Hans o encara, mas não demonstra raiva e sim mantem a mesma expressão.

-O Jack já está ciente de tudo. – Flynn franziu a testa confuso, pois Jack não havia dito nada sobre ter tratado algo com seu rival, além do mais sabia que ele vinha visitar a Elsa, mas nada além do que saber que a loira havia escolhido o namorado antes de se acidentar.

-Do que está falando? E o que exatamente o Jack está ciente? - Flynn perguntou ainda confuso.

-Tá bom... – Hans respira fundo decidindo em começar a contar tudo desde o começo. – Jack dias atrás esteve aqui para visitar a Elsa e por sinal eu estava com ela. Ele me contou o que havia acontecido antes do acidente dela. Ela havia ligado para ele dizendo que tomou à decisão de quem ficaria... Ela me escolheu.

Todos ali viam o sentimento de triunfo no olhar do ruivo mesmo ele não demonstrando totalmente. Anna e Rapunzel já sabiam da tal conversa, mas preferiam manter caladas e deixar o ruivo terminar sua versão resumida.

-Tá, mas... Aonde quer chegar com isso? Se Elsa escolheu você, porque manter segredo? Ela tem que saber a verdade, todos tem que saber. – Flynn disse não vendo cabimento para tal atitude.

Hans negou.

-Ela irá saber de tudo quando recuperar a memoria e se não acontecer é melhor que ela não saiba... Elsa sofreu bastante se sentindo dividida e de certa maneira me sinto culpado por tê-la pressionado a tomar uma decisão. Onde Jack entra nessa história é que ele concorda e como também em se manter afastado dela, e se Elsa não se lembra de nada ficará mais fácil em manter o segredo e nunca saberá que o conheceu e voltará a sofrer.

Flynn nega com a cabeça sorrindo em ironia.

-Isso é uma palhaçada. Não tem cabimento.

-Concordo. – Anna falou novamente deixando Hans surpreso por sua mudança de opinião.

Ainda sim, ele não estava disposto a mudar de ideia.

-Gente, vocês tem noção das coisas? Eu não quero o mal da minha namorada, só quero que ela não sofra e Jack também concorda comigo. Desencadear uma nova confusão nesse momento tão delicado é o mesmo que fazer com que sofra novamente. Não peço que mantem silêncio por mim, mas para o bem dela. Jack prometeu ficar calado e longe dela, agora cabe a nós somente manter esse segredo e deixar que as coisas sigam seu curso até que Elsa recupere sua memória e tudo volte ao normal. O que temos que fazer é está ao lado dela e apoiá-la, mas sem pressão.

Rapunzel respira fundo e mesmo não concordando com Hans, por um lado via que de certa maneira ele poderia estar certo.  Anna e ela foram testemunhas de todo esse sofrimento de sua melhor amiga estando dividida entre seus dois amores. Exatamente como todos, Rapunzel acreditava que a verdadeira alma gêmea de Elsa fosse Hans por sempre está ao seu lado, sendo carinhoso, romântico e acima de tudo seu amigo. De longe via o quanto eles se entendiam somente com o olhar, mas no momento em que Jack apareceu eclipsando sua vida às coisas começaram a seguir um curso diferente... Acreditava que o rapaz fosse sua perdição por ser uma pessoa arrogante, egoísta, narcisista, um completo idiota que sempre acreditou que tinha todas as garotas aos seus pés. Tudo começou com um soco nos culhões no ego do rapaz, mas que aos poucos foi se transformando numa verdadeira paixão e Jack começou a lutar pelo amor de Elsa de verdade, de certa maneira quase conseguindo ganhar essa guerra.

Mas Elsa parece que conseguiu recuperar a sua razão e decidindo o que para ela é bem mais seguro e cômodo, escolhendo Hans ao invés de Jack. No entanto, depois que Rapunzel escutou Anna contar toda a história que ouviu sobre a conversa de Hans com Jack no hospital, e até mesmo dando sua opinião com relação ao que escutou. Rapunzel também passou a ter a mesma opinião que a amiga e acredita que de alguma forma Elsa se arrependeu e que mesmo Hans sendo a pessoa perfeita para ela, ele não era perfeito para o seu coração e sim Jack. Ainda sim mesmo sem saber o certo por sua amiga ter perdido a memora, não havia outra solução a não ser atender ao pedido de Hans mesmo sendo absurdo e ver o que o destino irá fazer.

-Está bem então. – a loira falou concordando e recebendo o olhar critico do namorado. – Não vou contar nada para a Elsa, mas também se por um acaso ela se aproximar de Jack, não vou impedi-la.

Hans não discorda, pois sabe que isso não irá acontecer porque ele mesmo se encarregará de impedir que Elsa não se aproxime de Jack. Além do mais mesmo que o rapaz tenha prometido em ficar longe de sua namorada assim que ela acordasse não confiava nele. Pois Jack foi um rival a altura chegando ao ponto de afetar Elsa a deixando na duvida de quem ficar. Sendo assim quem poderia garantir se Jack não irá se aproveitar que Elsa estando sem memória poderia tentar conquista-la para que a tenha para ele? Além do mais Hans está ciente de que Elsa não o reconhece como seu namorado e agora terá que convence-la em manter o namoro ainda que tenha de suportar não pode toca-la como antes, como também reconquista-la. Sendo assim tendo a vantagem de está perto dela, não iria deixar que a mulher que ama escape de suas mãos.

-Não estou pedindo que a mantenha longe de Jack, só que não conte nada do que rolou entre eles. E eu confio que Jack vá cumprir com a sua palavra de se manter afastado. – mentiu, pois sabia que Flynn era o melhor amigo do rapaz e que com certeza diria tudo sobre aquela conversa... E se Matteo realmente tentar fazer o contrario do que disse, ele estará preparado.

-Eu também não vou falar nada, mas igual à Rapunzel não vou ficar de vigia para Elsa não chegar perto de Jack. Ele que faça tudo se prometeu. – Anna ainda estava irritada por tudo aquilo e ao mesmo tempo começando a se arrepender por ter apoiado Hans por ser a escolha de Elsa.

Alheio a sentimento da garota, Hans agradece.

-Obrigada Anna. Sei que quer o melhor para Elsa...

A loira morango dar de ombro, mas o ruivo volta a encarar Flynn que parecia não querer fazer promessas, mas ainda sim, Hans o forçaria.

-Flynn. Sei que é melhor amigo de Jack e o ajudou muitas vezes, mas peço que fique na sua e deixa as coisas como estão.

O moreno rolou os olhos, mas ainda que não concordasse faria o que Hans pediu... Mas se tivesse que escolher um lado, seria o lado de seu melhor amigo Jack.

-Eu não tenho que concordar ou aceitar essa maluquice, mas não vou me meter nessa história. Não sou amigo de Elsa e só estou aqui por Punzie ser minha namorada e melhor amiga dela. Mas sou melhor amigo de Jack, e se ele decidiu por si só que vai ficar afastado da mulher que ama, vou respeita-lo. Pode ficar tranquilo que da minha boca não sairá nenhuma verdade.

Hans respirou fundo, mas não poderia ficar contrariado porque Flynn não era o tipo de ficar fazendo cerimonias ou disfarçar o que pensa. Realmente se não fosse à divergência de interesses poderiam ser amigos.

-Não tem problema... O importante é manter em segredo dessa parte que ela sofreu.

-Tanto faz. - Flynn se mostra indiferente ao responder, mas na verdade ele se importava bastante porque no meio disso tudo via que Hans com essa pose de bom moço estava aproveitando a situação para manipular a seu favor. Só torcia para que Jack mudasse de ideia e continuasse a lutar pela garota. - Bem, eu só vim acompanhar a Rapunzel. – ele olha para a namorada dizendo. – Eu tenho que ir trabalhar. Depois nos falamos.

Rapunzel sorri e dá um selinho no namorado.

-Te amo. – ela falou suspirando com um lindo sorriso para o moreno.

-Te amo mais. – ele respondeu esquecendo sua revolta pela situação de Elsa.

Mas ao se afastar da namorada para ir embora, Hans volta a chama-lo.

-Flynn. – o moreno o encara com olhar serio sem responder. - Avisa ao Jack que Elsa acordou e que conto com a promessa dele de se manter afastado.

Flynn assente, sem dizer nada e dar as costas para o rapaz, nisso John e Hanna saem do quarto de Elsa aproximando deles.

-Então... Podemos entrar agora? – Rapunzel perguntou assim que o casal chegou até eles.

-Sim, mas em dois em dois. – Hanna respondeu.

-Tá vai vocês primeiros que são amigas dela... Depois vou por ultimo. – Hans falou educadamente, mas a verdade era que queria ficar um pouco sozinho e refletir como deverá agir agora como também precisava conversar com seus sogros e saber se tem a permissão de ficar perto da namorada mesmo estando no estado em que se encontra.

As meninas dão de ombro, e vão em direção deixando somente Hanna e John ao lado de Hans.


Notas Finais


Alguém mais com raiva do Hans??
O Flynn já viu qual é a dele, será que ele vai tentar abrir os olhos do Jack? Que isso por favor aconteça!
Comentem e me deixem feliz!
Beijos!
(volto amanhã)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...