História Te Dejo en Libertad - Capítulo 76


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Feia Mais Bela
Personagens Fernando Mendiola, Letícia "Lety" Padilha Solís, Personagens Originais
Tags Adeus, Amor, Eu Te Amo, Família, Lfbm, Paixão, Reconciliação, Romance, Te Dejo En Liberdad
Exibições 195
Palavras 712
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 76 - Cuando Digo Tu Nombre


Fanfic / Fanfiction Te Dejo en Libertad - Capítulo 76 - Cuando Digo Tu Nombre

(Lety)


Assim que chegamos em casa, eu coloquei a Fê no berço, depois de trocar sua fralda e fui para o meu quarto, estava cansada e o fato de que Fernando não confiava em mim e me achava uma qualquer, me doeu muito, entrei no banheiro e depois de me despi, entrei no box, deixei a água molhar todo meu corpo, escondendo todas as minhas lágrimas, que vinham silenciosas


"(F)Onde esta o pai dela? Foi por isso que não quis voltar não foi? Foi por isso que mesmo eu implorando para que você ficasse, você foi... Você me trocou por um qualquer e engravidou dele, e eu todo idiota pensando que você realmente me amava, sempre falava e eu acreditava, você é como...


(L)Acaba Fernando, eu sou como o que?(irritada)


(F)Como todas que eu já fui pra cama... Apenas mais uma..."


Não sei por quanto tempo eu fiquei ali debaixo da água, só sai quando senti frio, peguei minha toalha e me sequei, assim que me vesti, sequei meu cabelo, depois me deitei, já eram seis da tarde, liguei a televisão mais nem prestei atenção no que passava na televisão, apenas as palavras dele ficavam ecoando em minha mente...


"(F)Como todas que eu já fui pra cama... Apenas mais uma..."


Minhas lágrimas caiam silenciosas e eu fiquei assim até pegar no sono... Acordei depois de um tempo com o choro da Fê pela babá eletrônica, me levantei e fui até o quarto dela, a peguei do berço


(L)Esta com fome, minha vida?


A troquei e lhe dei de mamar, logo ela voltou a dormir, fiquei olhando-a por um tempo e depois a coloquei no berço, mais não sai do quarto, apenas a observava dormir, meu pedaço de céu


(L)Eu te amo, minha pequena...(sussurrei)

 

                                                                                                    *****


(Fernando)


Tomei um banho para esfriar a cabeça e depois me deitei, estava com raiva por só saber da minha filha agora, mais ao mesmo tempo eu estava feliz por saber que eu era pai... As palavras de Letícia vieram em minha mente, eu me sentia culpado de ter dito o que disse, mais não iria pedir desculpas


"(L)Você é um idiota sim, Fernando, mais de pensar que eu te trocaria por qualquer pessoa, pois isso nunca aconteceria e a Fernanda é sua filha..."


Sorri todo bobo


(F)Eu sou pai... Meu Deus, eu tenho um filho ou melhor uma filha com a minha Lety


Virei de lado e agarrei um travesseiro, pensando em Letícia


(F)Ela esta tão linda, como senti vontade de beija-lá... Mais eu não vou pedi desculpas, só se ela pedir primeiro... O corpo dela esta tão lindo, só de lembrar eu fico excitado


Um arrepiou correu por todo o meu corpo, acabei dormindo pensando no corpo dela, meus sonhos foram quentes o que me fez acordar excitado, me levantei e tomei um banho de água fria em plena manhã... Depois de um tempo cheguei na Conceitos e fui para minha sala, depois de um tempo, Omar entrou e se sentou na frente da minha mesa


(O)Meu caro, estimatório presidente, o que faz você ficar com essa cara?


(F)Eu só tenho essa e em que dicionário você 
achou essa palavra em? Estimatório, nunca ouvi isso, me diz o dicionário, que eu irei processar quem escreveu


(O)Para de graça Fernandinho, mais me conta, o que houve?


Me arrumei na cadeira


(F)A Lety voltou e ela teve uma filha minha, nossa...


(O)Ela teve uma filha nossa!


(F)Minha e dela, imbecil


(O)A-a Le-Lety engravidou vo-você


(F)Não, foi ao contrário, eu engravidei ela


(O)Meu Deus...


(F)Pois é


(O)E como ela esta?


(F)Quem?


(O)A Lety, pois a bebê esta ótima, tendo uma mãe daquela, quem não estaria


O olhei com raiva


(O)Com todo respeito... Como ela é?


(F)Ela tem acho que um metro e setenta, pele claro, olhos castanhos, cabelos longos e negros, 
um corpo perfeito e os seios estão uma deli... Estão lindos


Falei lembrando de Letícia e me sentindo arrepiado


(O)A sua filha?


(F)Não, a Lety


(O)Mais eu estou falando da sua filha


(F)Ah, a minha filha é linda, tem apenas três semanas de nascida, tem a pele clara, os olhos negros como os meus, os cabelos com cachinhos como os meus e se parece comigo, o nome dela é Fernanda igual ao meu 


Falei todo bobo e sorrindo



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...