História Te encontro - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Luna Valente, Matteo
Tags Luna, Lutteo, Matteo, Sou Luna
Exibições 58
Palavras 781
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Famí­lia, Ficção Científica, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - - Four -


Matteo

Nas semanas seguintes a Luna tentou se aproximar de mim, mas não quero ela achando que pode se meter na minha vida. Estamos zoando os novatos quando vejo Luna

Com um garoto?

Luna

Faz semanas que tento me aproximar de Matteo, já quis parar, mas todas as vezes que oro por ele Deus me mostra aqueles olhos, e quando ele me ignora Deus fica repetindo

“ Veio para o que era seu, mas os seus não o receberam.”
João 1:11

Jesus quer que eu o ajude.

Aih

O Simón chegou a alguns dias, somos amigos faz muito tempo, mas a Nina fala que ele é afim de mim, mas nada haver.

- Lulu – fala Simón me balançando

- Oi, Simón – falo rindo

- Aquele cara tá nos encarando – ele fala e eu olho.

“Matteo”

- É o Matteo, não liga –

- Ele está vindo aqui –

- Oi, gata, Quem é ele? – fala Matteo se aproximando

- ah, oi, Matteo. Matteo, Simón; Simón, Matteo – Apresento-os

- Seu Namorado? – fala erguendo uma sobrancelha

- Sim, somos namorados – fala Simón, Como assim? O que ele está fazendo? – E Nossa aula já vai começar, tchau – fala me puxando, eu olho pra Matteo que me olha

Decepcionado?

Ahn?

 

Matteo

Como assim ela tem um namorado? E aquele papo de casamento? Não sei porque me importo com isso, melhor ir pra sala.

...

Eles estavam sentados juntos, só faltava essa ter que vê eles se pegando, não, não, eles parecem Brigar?

Isso

 

Luna

- Por que fez isso? – falo encarando Simón

- Ele te chamou de gata e aposto que já tentou ficar com você, só estava cuidando de você

- Não namoramos e não é assim que se cuida de alguém – falo levantando

- Onde vai? – segura meu Braço

- Pra outro lugar, me solte – puxo meu braço e vou para o outro lado da sala.

...

- Oi, Luna – fala Nina se aproximando

- ah, oi, Nina – levanto o olhar e fecho o caderno

- Vi você entrando com o Simón – fala me cutucando e sorrindo maliciosa

- Não está rolando nada – suspiro – Ele falou para o Matteo que somos namorados – olho para o chão

- Então, admite? –

- O quê? – pergunto confusa

- Que gosta do Matteo – fala como se fosse óbvio

- Não gosto dele, já te expliquei –

- Eu sei, você quer investir na vida dele, mas isso não impede vocês de, sei lá, casarem –

Arregalo os olhos

Casar?

- Ficou louca? – ela ri – eu não quero ter nada com ele e acho melhor eu ir – falo levantando e andando

- Você não pode fugir para sempre – ela fala um pouco mais alto em razão da distância.

- Não estou fugindo – também falo alto

Eu não posso ter algo com o Matteo, eu não quero

Mas, ah, Matteo...

 

...

 

- Achei que não namorasse – fala Matteo sentando ao meu lado

Cheguei na escola mais cedo e resolvi ler um livro, mas não conseguia me concentrar, sentei embaixo de uma árvore e tentei de novo, mas não deu, Matteo invadia meus pensamentos.

Matteo?

Não, não, melhor eu ler.

- Você pediu para mim não me intrometer na sua vida, não se intrometa na minha – falo calma, sem desviar os olhos do livro

- Você falou que era do namoro para o casamento – suspira – Você pretende se casar com ele? –

- Já falei, não se meta – falo grossa e fecho o livro – Por que se importa? – encaro-o

- Não me importo e quer saber nem sei porque vim aqui – se levanta – Fique com quem quiser

Jesus me cutuca

Suspiro

- Não somos namorados – Ele me olha surpreso e ALIVIADO? Ahn?

Se senta novamente

- Ainda bem, sabe, ainda quero te pegar – sorri de lado

- Não quero que me pegue, e você foi um grosso comigo. Achei que queria alguém que abrisse as pernas e não conversasse – provoco

- Eu gosto de conversar com você, mas você é uma intrometida – sorri de lado e deita colocando a cabeça na minha perna e involuntariamente começo a fazer cafuné nele.

- Eu queria ajudar – falo ainda com as mão em seu cabelo

- Não pedi a sua ajuda –

- Vai voltar a ser grosso? – paro o cafuné e tento tirar sua cabeça da minha perna, mas ele não deixa.

Suspira alto e fecha os olhos

- Não estou preparado – abre os olhos e me encara – é difícil, só volta a fazer o cafuné, por favor.

Sorrio já fazendo o cafuné, afinal, ele não foi grosso comigo ou foi embora, ele foi sincero.

“As barreiras começaram a cair”

“Mas, quando vier o que é perfeito, então o que é em parte será aniquilado.”

1 Coríntios 13:10 


Notas Finais


Espero que gostem, bjs, meus amores.
Até logo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...