História Te encontro - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Luna Valente, Matteo
Tags Luna, Lutteo, Matteo, Sou Luna
Exibições 56
Palavras 884
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Famí­lia, Ficção Científica, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 5 - Six


Luna

- Não abre os olhos – ele diz rindo, depois da conversa que tive com Matteo a alguns dias atrás nós nos aproximamos muito, ainda é um pouco difícil conversar com ele, mas ele já se abriu bastante. Continuo orando por ele e Jesus continua me empurrando para ajuda-lo, ele tem me surpreendido bastante.

- Ei, você ficou quieta –

- Você não me diz aonde vamos – cruzo os braços

- Confia em mim, você vai gostar – ele colocou as mãos nos meus olhos – vai 1,2,3 – tirou a mão

Aaaaah

UM PARQUE

MONTANHA RUSSA

- Não acredito – abraço ele – eu sempre quis ir em uma montanha russa – eu tenho medo, mas ele não precisa saber

- Então, Vamos uuuuh – ele grita me puxando

...

Já estávamos no carrinho da montanha russa e eu estou me cagando, repito, estou me cagando, não quero que ele saiba que tenho medo, mas não sei se vou aguentar.

- Estou com medo – falo em um suspiro

- ah, não acredito – ele ri

- Eu quero sair – tento tirar o cinto, mas não consigo – eu estou presa – arregalo os olhos e ele ri – não ria de mim, SOCORRO – Grito

- Não tem como não ri – gargalha – não esquenta, eu cuido de você –

- Não, SOCORRO – Grito novamente

- Você é uma medrosa – fala sorrindo de lado e eu estreito os olhos

- Idiota –

- Anã –

- Você não falou isso – falo dramática com os punhos prontos pra dá um soco

- Falei, anã –

- Cala boca antes que eu te bata –

- Calma, Amor – ele ri e coloca os braços sobre meu ombro, ahn, Amor? Não eu devo ter ouvido errado, é, eu acho.

- aaaah – Começou – Não ria de mim – bufo

 

....

Matteo

- Eu quero um algodão doce – fala Luna com os olhos brilhando, ela parecia uma criança, ela está me encantando tanto e essa boca é tão beijável, mas eu não quero casar, então, nem posso prova-la, mas, ah, Doce Luna. Chamei ela de amor mais cedo ainda bem que ela não falou nada, se bem que gostaria bastante de ouvir essa boca me chamando de amor.

“Do namoro para o casamento”

Ahn

- Vem, vou comprar um pra você – puxo ela, compro o algodão doce e o moço nos chama de namorados, ”Ah, quem me dera” Lunda diz logo que não somos, ainda, Luna.

Essa foi uma das melhores tardes da minha vida, nunca fiz programa assim com garota alguma, mas Luna não é qualquer garota e eu a quero perto de mim, quero fazer ela sorrir, não sei se vou aguentar ser só amigo. Ah, por que ela tinha que ser tão linda?

- Vou no banheiro – ela assenti, fui e depois de uns cinco minutos eu volto e Luna está conversando com um garoto? Quem é ele? E por que está perto da Minha Luna?

- Oi, Amor – coloco os braços em seu ombro – Quem é você? – encaro o ser que está na minha frente

- Já estava de saída, tchau, Luna – beija o rosto dela, que intimidade é essa?

- Quem é ele? – pergunto bravo

- Está com ciúmes, Amor – Ironiza

- Não..e..anh... – coço a nuca e ela ri – esquece, vamos.

Não posso gostar de Luna Valente

 

...

Luna

Cheguei em casa e fui direto para o quarto, Matteo quase bate no Guilherme e ainda me chamou de amor e ao contrário do que foi com o Simón, eu gostei, não me senti incomodada, quer dizer não gostei, é, não, ah, eu gostei, O quê? Não sei.

 

“Ai, Deus me guia, Pai, eu não sei o que fazer. O Senhor me trouxe até aqui, não me deixa cair, eu sou tão falha e precisa da tua misericórdia, o que eu sinto pelo Matteo? Ah, Jesus, nem eu sei, mas se o que eu sinto é da Tua vontade me guia, me mostra, aumente, me dá discernimento do que fazer, Obrigada por cuidar de mim, que o Senhor cresça e eu diminua, você é sempre bom, Paizão, Te amo. Fala comigo em nome do Senhor Jesus – pego a Bíblia – seriozão, fala.

Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos os meus caminhos, diz o Senhor. Porque assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos. Porque, assim como desce a chuva e a neve dos céus, e para lá não tornam, mas regam a terra, e a fazem produzir, e brotar, e dar semente ao semeador, e pão ao que come, Assim será a minha palavra, que sair da minha boca; ela não voltará para mim vazia, antes fará o que me apraz, e prosperará naquilo para que a enviei. Porque com alegria saireis, e em paz sereis guiados; os montes e os outeiros romperão em cântico diante de vós, e todas as árvores do campo baterão palmas. Em lugar do espinheiro crescerá a faia, e em lugar da sarça crescerá a murta; o que será para o Senhor por nome, e por sinal eterno, que nunca se apagará.

Isaías 55:8-13

Preciso do teu colo, faz a Tua vontade, O Senhor sabe o que faz, sabe o que é melhor pra mim ... ”


Notas Finais


Matteo com ciúmes, haha, esses dois kk
Espero que gostem, que Deus abençoe, Bjs.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...