História Te odeio tanto que te amo! - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 118
Palavras 1.123
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção, Lemon, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Oii cheguei pra alregria de vocês!Desculpa a demora.. eu tava em contagem
Como eu disse na outra Fanfic eu to tendo Bloqueio de criativida então me desculpa se esse cap. estiver pequeno ou chato.. Prometo que os outros vão recompensar!
Imaginem o Rin como está acima..(podem imaginar como quiserem)
Também me mandem ideias nas mensagens como tornar a fanfic melhor!♡

Capítulo 2 - ♡Um dia na casa do insuportavel♡


Fanfic / Fanfiction Te odeio tanto que te amo! - Capítulo 2 - ♡Um dia na casa do insuportavel♡

~No outro dia~

POV Haru

Acordei e vi que era 12:00 então me levantei e fui ao banheiro fazer minhas coisas matinais, aproveitei e tomei um banho porque como eu disse ontem:
-Hoje vai ser um longo dia-suspiro e saio do banheiro com a toalha enrolada e depois de me vestir desco as escadas e faço qualquer coisa pra comer.
Olho no relogio, era 13:30. Fiquei mechendo no celular até estar perto de 14:00 e quando já era 13:55 peguei a minha mochila e fui andando mesmo, eu estava andando calmamente quando vi que no relogio já era 14 horas e saí correndo, cheguei 3 minutos atrasado, não que isso vá mudar a vida dele..Chego em frente a casa dele, é um pouco (muito) maior que a minha, aquilo nem poderia ser considerado casa na verdade..
Bato na campainha e ele atende só com uma calça (Haru:BEM colada) e com a toalha na cabeça.

-Que feio Haruzinho! Chegou 3 minutos atrasado e deixou seu homem esperando!-falou ele fazendo bico, ele sabe que me irrita muito quando ele me chama de Haruzinho ou fala que ele é "meu homem"
-Meu homem seu cu, e , se eu quisesse eu chegaria até 10 mins. atrasado. Posso entrar ou vai me deixar olhando esse seu corpo nojento? -Eu falei e ele começou a rir
-Ai Haruzinho, eu sei que você gosta de olhar pro meu corpo mas eu deixo você entrar sim! -Ele da passagem pra eu entrar e quando eu entro ele fecha a porta e sobe as escadas e indo para (acredito eu) o seu quarto e eu sigo ele.
Chegamos em uma porta que acho ser do seu quarto, ele abre e entra, depois eu entro e pude ver o seu quarto, era enorme, pintado de azul e preto com postêrs de bandas de rocky e etc..
Tinha uma cama de casal grande no meio do quarto e dos dois lados tinham mini-escrevaninhas (Autora:Me desculpe se eu estiver errada na ortografia :3) e do lado na parede uma janela enorme que levava a um mini-terraço.No meio da parte esquerda tinha uma porta que eu acredito levar ao banheiro, um guarda roupa e uma mesinha com o seu computador,telefone etc.
-Vamos fazer isso logo, quero ir embora o quanto antes.. -Falo colocando a minha mochila no chão, sentando na sua cama e pegando o caderno e o meu notebook.
-Aaa que pressa, será que o Viadinho tem um trabalho como puta marcado? -Ele sorri de lado.
Eu realmente odeio esse idiota.
-A claro, já que esta marcado vamos logo com isso..  -sorrio ironico e abro o notebook o ligando.
-Não estou afim, se quiser pode fazer o trabalho todo sozinho, não sei qual o tema mesmo.. -Ele da de ombros e se deita na cama.
Bufo irritado, sério to perdendo a paciência com esse garoto infantil.
-Nem fundendo vou fazer tudo sozinho! -Falo quase gritando e irritado, porém logo me recompanho e suspiro -O tema é amor, você vai pesquisar sobre isso e eu copio..
Ele só se levanta sem dizer nada e vai até o seu computador o ligando, suspiro e fecho o meu computador.
Depois de uns 2 minutos ele acha um site e eu começo a copiar, estava no meio do texto quando percebo ele olhando pra mim.
-O que foi? Sou tão lindo que não para de me olhar? -dou um sorriso ironico e olho pra ele.
-Ahahaha, desculpa Haruzinho, não e dessa vida que me apaixono por você! -Ele fala e começa a mecher em alguma coisa no celular, provavelmente assistindo porno.
Depois de alguns minutos copiando eu termino, fecho o caderno e começo a guardar minhas coisas.
-Já terminou? Foi rápido Haruzinho, não consegue mais se segurar perto de mim e quer ir embora é? -Ele diz chegando perto, eu fiquei nervoso confesso..Pera, eu fiquei nervoso? Perto desse idiota?
-Concerteza, sinto que se eu ficar mais um minuto aqui eu pulo em você -Eu disse irônico e sorrindo de lado pegando a minha mochila e indo até a porta, vou abri-la quando percebo que está trancada.
...Ele trancou..
-Abra a porta Rin -Me viro para ele sério, eu não aguento ficar nem mais um segundo perto desse idiota.
-Ui ficou sério! -Ele começa a rir, irritante.. -Hum.. Não estou a fim haha! -Ele mostra a chave colocando dentro do bolso de trás da sua calça e se deita na cama.
-O que? Se apaixonou por mim e resolveu me sequestrar? Estou falando sério, abre essa porta se não eu.. -Sou cortado pelo idiota
-Se não o que? Eu moro sozinho e ninguem vai te ouvir daqui, você é muito fraco pra arrombar a porta e não vai pegar a chave de mim! -Ele diz e começa a rir se sentando na cama e olhando pra mim, ele ainda estava sem camisa e com aquela calça colada, e começa a passar a mão no cabelo..Confesso que ele ficou sexy assim-Para Haru.. Esse verme ta começando a inundar sua cabeça..
-Argh... cretino -Desisto pois sei que não vou sair dali e sento encostado na porta e mechendo no meu celular, o mais longe possivel dele.
-Agora vai ficar de TPM porque seu encontro com outro homem foi cancelado é? -Ele sorri e vem na minha direção, achei que ele não fosse fazer nada mas derrepente sinto meu celular sendo puxado de mim, era Rin, ele olhando o meu celular e vendo as minhas fotos, meu deus que cara irritante!
-Hum.. até que pra um viadinho suas fotos são bem .. sexys!
-Argh, tanto faz, me devolve meu celular agora seu idiota!
Eu tentei pegar o meu celular, juro que tentei, mas como nada é perfeito ele era mais alto que eu e levantou o celular no alto sem fazer nenhum esforço pra que deixasse longe do meu alcançe.
Resulta:
Um eu pulando pra tentar pegar o meu celular que estava no alto e um Rin rindo até cair morto.
-Você é mesmo uma criança! Não vê que eu não estou achando graça? Pelo amor de deus vê se cresce. -Eu disse já irritado, ele parece ter ficado surpreso pois apenas me entregou o celular sem me falar nada. -Obrigado, agora será que dá pra abrir essa porta?! -Eu disse no mesmo tom de antes.
-Hum... Ainda não! -Ele sorri de lado e se deita novamente na cama e dessa vez fecha os olhos.
-O que você quer? -Eu disse com menos calma ainda.
-Você.. -Eu não entendi muito bem mas jurei que ouvi isso, porém acho que foi a minha imaginar porque depois ele disse apenas 'nada'.
Eu me sentei como antes escorado na porta e mechendo no celular quando ele se levanta indo na minha direção de novo e...


Notas Finais


Espero que tenham gostado :3
Sabado eu vou sair então só vai sair cap. novo segunda,desculpem-me e nãഠ me matem!♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...