História Te odeio tanto que te amo! (Hiatus até eu entrar de ferias) - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 83
Palavras 710
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção, Lemon, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Aloo! To aqui com o segundo cap.!
Sou mau, vou deixar vocês curiosos, hehe

Capítulo 6 - Meu Maior Segredo


POV Haru

 

No outro dia amanheço com dor nas costas pelo jeito dormido, me levantei sem entender nada e vejo pedaços de papéis rasgados pelo chão quando me lembro de ontem.. Aa que raiva! Como foi que aquele inútil entrou na minha casa?!

Balanço a cabeça negativamente com pressa fazendo aqueles pensamentos sumirem, faço as mesmas coisas sempre e desço com as mochilas nas costas, vou até a cozinha e esquento aquele pedaço de Pizza que esqueci ontem, como rápido percebendo que quase vai bater o sinal da escola, saio com pressa sentindo falta de alguma coisa mas não tem tempo pra pensar nisso!

 

Tranco a porta e saio com pressa indo pra escola que ficava perto (Graças a deus! Se não eu estaria fudido desdo começo do ano..). Chego na escola correndo até a sala vazia ainda e sento na minha carteira, quase morrendo.. Logo depois o sinal bate e as pessoas começam a surgir na sala, algumas até brotando/surgindo do nada.

O professor entra na sala e bla bla bla, todas as aulas passam normalmente quando bate o sinal da ultima aula e todos começam a sair da sala, entre eles vejo Rin, ele me olha e pisca pra mim dando um sinal do tipo "Não vá se atrasar" e, cono sempre, dando aquele sorrisinho de lado que me irrita muito! 

Sinto o meu rosto um pouco quente, olho pela janela e .. espera.. eu corei?! Eu estou ficando maluco só pode!

Dou uma risada com os meus pensamentos e começar a gairdar as minhas coisas que ainda estavam em cima da mesa, fecho a minha mochila a colocando nas costas, estranho.. ainda sinto falta de alguma coisa..

 

Bom eu falei que não ia mas a curiosidade é maior do que eu! Vou com calma atrás da escola onde se encontrava uma grande árvore de cerejeira, normalmente as garotas se confessam para os seus "crushs" ou "senpais" lá, vejo Rin frequentemente indo lá e rejeitando todas.. Não me pergunte como eu sei!

Eu já estava envolta da árvore mas não vejo ninguém, estava prestes a ir embora mas sinto uma mão me puxar e me prender contra o tronco da árvore, era Rin.

 

-Ora, então a putinha veio mesmo! Achou que ia ganhar alguma coisa? É bem ao contrario disso haha! -Ele começa a rir de um jeito sinico, o que ele quis dizer com aquilo?

 

-O que você quer? -Digo mantendo minha pose de "cara frio"

 

-Ora ora, não seja essa pessoa fria comigo Haruzinho! Eu sei que você me ama! -E ele dá o sorriso de novo..

 

-Claro, sou louco por você! -Falo dando um sorriso irônico e olhando pra ele, depois ficando sério de novo -Agora diz o que você quer?

 

-Aaa que medo! Quero.. na verdade estou mandando, que você... -Ele chega perto do meu ouvido me fazendo arrepiar -Seja a minha putinha!

 

-Hahaha -dou uma risada sem humor e continuo sério -Mesmo que isso fosse verdade por que eu iria fazer isso? -Falo erguendo uma de minhas sombrancelhas

 

-Por que eu tenho isso... -Ele sorri e pega uma coisa de sua mão e levantando uma foto, deixando logo a vistá... Não pode ser.. como ele, como ele conseguiu isso?!

 

-Seu idiota! Onde conseguiu isso?! Não importa, Me devolva agora! -Digo perdendo a paciência.

 

-Hm.. Não mesmo! -Ele começa a rir, que vontade de dar um soco na cara desse idiota! -Até logo .. putinha -Ele diz a parte do "putinha" no meu ouvido me fazendo arrepiar e depois da um sorriso vitórioso (não sei qual vitória ele teve, aquilo foi bajulação!) logo depois guardando a foto, antes de ir embora Rin me deu um beijo na bochecha e saiu de lá ainda sorrindo, e me deixando lá... corado?

 

~quebra de tempo, Haru já está na casa dele (autora: sou mau, hehe θωθ)~

(Autora: ainda ta no POV do Haru)

 

Estava deitado na minha cama pensando naquilo.. depois que Rin me deixou lá eu peguei minha mochila que havia caído e saí correndo o mais rápido que pude pra minha casa, sem encontrar Rin no caminho (Graças a deus).

Como aquele Idiota conseguiu aquilo? Estou com tanta raiva, mas eu não posso fazer nada... Rin deve ter muitas cópias daquilo.. o Meu Maior Segredo.


Notas Finais


Eai gostaram? Não me matem, a partir do proximo cap. as coisas vao ficar mais faceis!❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...