História Te prepara mano - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Suho, Xiumin
Tags Baekhyun, Chansoo, Chanyeol, Chen, Fem!ksoo, Kyungsoo, Suho, Xiumin
Visualizações 55
Palavras 1.650
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Primeiramente, fora temer q
Oi galerinha, adivinha quem voltou com uma OS maravilhosa de ChanSoo?
Eu mesma, a pior escritora desse site
Enfim, essa história tá ligada a de uma OS Xiuchen (que se chama "Vamo fechar?"), mas não precisa ler ela pra entender... A não ser que você tenha curiosidade. Quero dizer que é o mesmo universo e os mesmos personagens, porém não precisa conhecer todas histórias pra entender.
E falando nisso, tenho mais 4 além dessa pra postar, todas ligadas rs
Enfim, amo vocês, boa leitura.
A gente se vê nas notas finais.

Capítulo 1 - Tpm.


Fanfic / Fanfiction Te prepara mano - Capítulo 1 - Tpm.

Soo era um tanto temperamental.

Mas a culpa não era dela! Desde que era um feto na barriga da mamãe era assim, mal estava se formando ali e aprontava muitas com a progenitora.

Agora que estava crescida, tinha uns estresses na vida, começando pela faculdade, estava no segundo ano. Outra coisa era o lugar onde morava.

Não que ela reclamasse, afinal morava ali sem pagar nada, só dividiam as contas e a comida, mas conviver com cinco caras não era nada fácil. Pra começar era uma mulher, era bissexual, e naquele famoso período fértil os negócios ficavam difíceis. Malditos sejam os hormônios.

Por sorte ela tinha o próprio quarto graças a Junmyeon, dono do apartamento, que havia defendido até o final que ela tivesse o quarto apenas pra ela, afinal, era a única menina ali e sabia que os caras eram uns carentões e iam acabar investindo na coitadinha.

Assim, tendo seu próprio quarto, podia se trancar lá e evitar ao máximo vê-los.

Mas seu pesadelo era Park Chanyeol, o que dormia no quarto ao lado com Baekhyun. Esse cara vivia correndo atrás da coitada, mas não pensem coisa errada, ele só gostava de fazer amizades e havia criado imensa simpatia pela colega mulher. Fala sério, ela parecia muito mais legal do que aqueles caras, tinham até a mesma idade. O grandão julgou que ela era a melhor pessoa para ser sua melhor amiga.

E lá ia ele, toda hora invadia o quarto para conversar, mimar e mostrar suas músicas a ela.

Tá aí outra coisa que ela não reclamava... Bem, depende. Ela adorava a companhia do maior, mas também adorava brigar com ele, então qualquer coisa era motivo para chutá-lo pra fora.

Eram melhores amigos mesmo, até quando ela ficou tristinha por ser rejeitada pela crush, ele estava lá pra cuidar dela e mimar bastante. Chanyeol era um amigo muito atencioso.

Tão atencioso que já tava até sabendo quando que nossa querida garota estava entrando naquela famigerada TPM, ou como eles dois gostavam de chamar.

"Te Prepara Mano."

Chanyeol preparava altos planos pra não sofrer agressões e conseguir domar a fera, porque se Soo já não era fácil normalmente, de TPM o negócio só piorava. Quando a amiga saiu pra comprar umas coisinhas, Chanyeol reuniu os brothers.

– Gente, a partir de hoje a Soo tá de TPM, não provoquem ou ela vai matar vocês. Depois não digam que eu não avisei, se tô falando isso, é porquê prezo pela vida de vocês, meus irmãos.

– Não sei o que vocês vêem de tão difícil na Soo, ela é tão fácil de lidar. – Minseok comentou, suspirando e usando sua régua para medir a área de uma projeto, arquitetura não é nada fácil.

– Fácil de lidar? – todos olharam estranho.

– É gente, pelo menos comigo, ela se dá muito bem e nunca fez nada de mal. Vocês são muito exagerados. – o mais velho entre os cinco completou.

– Seja como for, a tratem bem, e não a irritem. – Junmyeon disse olhando para todos, que assentiram.

Dito isso a reunião estava encerrada.

Quando Soo chegou, Chanyeol correu para ajudar a pegar as poucas sacolas que ela carregava, como um bom cavalheiro que era. Pelo menos com ela, as vezes ele conseguia ser um cavalheiro.

– Chanyeol, eu tenho braços, eu consigo carregar. – ela disse irritadiça.

– Só quero te ajudar, é injusto você carregar isso sozinha.

– Aham, sei.

– Mais tarde a gente podia assistir alguma coisa juntos...

– Caralho Chanyeol, eu sabia que você queria alguma coisa. É raro quando você chega assim pra me ajudar sem querer algo em troca, escuta aqui, você acha que me ganha assim? Sai, me deixa guardar isso.

Chanyeol respirou bem fundo, que os jogos comecem. Apenas se afastou um pouco, guardando as coisas que tinha em mãos. Logo, Soo se aproximou.

– Apareça no meu quarto mais tarde, vamos assistir um filme. – ela disse e saiu, indo para o quarto.

Chanyeol pode ouvir uma risada baixa e olhou para o amigo, que estava apoiado no balcão da cozinha, com um riso sacana no rosto.

– Viu, foi me trocar Dumbo, agora sofre aí com TPM. – Baekhyun disse rindo, desviando de um pano de prato que voou até si.

– Não te troquei, idiota.

– Tá bom, boa sorte aí... E vê se para de fazer as coisas esperando algo em troca. – o outro completou e riu divertido, seguindo para o quarto.

Droga... Até Baekhyun estava o zoando, a vida estava difícil para Chanyeol. Por que foi trocar hormônios masculinos, que não sofrem tanta mudança de humor por uma mulher, hein?

Seguiu para a sala mas logo viu o mais novo casalzinho, Minseok e Jongdae, dando uns beijos no sofá. Não podia ser... Era o único virjão ali? Até Baekhyun, que vive jogando LOL, tem uns rolos por aí.

Viu a porta do quarto de Junmyeon aberta e entrou, não queria aturar Baekhyun e nem segurar vela. Sem falar que não podia nem cogitar ir para o quarto de Soo.

– Chanyeol, a que devo a honra?

– Não tenho pra onde ir.

– Não aceito refugiados no meu quarto, pode ir embora.

– Como é?

– Tô zoando. Credo, vocês não tem bom humor não?

– Tenho, mas não de velho como você.

– Eu vou dar uma de Soo e te jogar pela janela.

– Não ouse.

Sentou ali com o mais velho, se jogando na cama e suspirando.

– Suho, você tem alguém que você gosta?

– Tenho.

– Ah, eu já imaginava que não t... Pera, você gosta de alguém?

– Sim, gosto, por quê a surpresa?

– Sei lá, pensei que duas caras não tinham sentimentos.

A gente perde o amigo, mas não perde a piada. Não é mesmo, Chanyeol?

– Cala boca idiota.

– Tô brincando. Nossa Junmyeon, cadê seu bom humor?

– Tá bom... Mas por quê a pergunta?

– Porque todo mundo tem alguém, menos eu.

Junmyeon riu alto, riu tanto, riu até faltar o ar. Chanyeol ficou o olhando confuso, o que era tão engraçado?

– Boa piada Chanyeol.

– Mas não é uma piada hyung.

– Como assim? Chanyeol, tá escrito na sua testa que você ama a Soo.

– Ata, você só pode estar zoando com a minha cara.

– Tô falando serião moleque, já até pensava que vocês já tinham se dado uns beijos.

– Você viajou demais agora cara.

– Eu e todos os outros do bonde então... Todo mundo shippa vocês.

Vamos admitir que Chanyeol estava um tanto em choque, era um tonto mesmo por não ter percebido antes... Era óbvio que aquelas olhadas nas coxas e bunda da amiguinha não eram só pra ver se não estava sujo. Ou até mesmo quando ficava fitando os lábios carnudos dela... Caraca Chanyeol, toma o prêmio de mais lerdo do mundo.

Aproveitou para tirar umas dúvidas com o amigo e depois foi pro quarto, tomou um banho gostoso e ficou bem cheiroso, vestiu roupas confortáveis, pegou o sorvete e os chocolates e então se despediu de Baekhyun, que ia sair aquela hora. Hmmm, certeza que era aquele rolo dele que ninguém sabia com quem era.

Abriu a porta do quarto de Soo e viu a mesma jogada na cama, com os cabelos bagunçados, um pijama minúsculo e uma expressão de tédio. Hm... Já falei que ela estava usando um pijama minúsculo? Porque se não falei, eu repito. Chanyeol só faltou babar.

– Tá me olhando com essa cara de idiota por quê? Passa pra cá esse pote de sorvete. – Soo disse levantando e roubando o pote do amigo.

– Nada não, só viajei aqui.

– Você não fumou nada não né?

– Você tá me chamando de drogado?

– Eu não, você que tá se acusando.

Deitaram juntinhos na cama, Soo com o pote todo de sorvete em mãos, com o chocolate misturado ali. Na televisão, passava um dos filmes favoritos de Soo, Mean Girls.

Chanyeol amava esse filme, fala sério, tinha coisa melhor? Bom... Naquele momento, lhe parecia melhor admirar a coleguinha. Parecia até um idiota observando as feições da mesma enquanto assistia e comia. Um tempo depois a mesma parou o filme para ir ao banheiro, assustando um pouco o amigo.

– Você parece um gato assustado, credo.

Entrou no banheiro e Chanyeol quis se jogar pela janela, parecia um idiota. Aí estava a explicação por ficar tanto tempo sem namorar.

Soo saiu do banheiro e deitou novamente, agora de frente para Chanyeol. Segurou no rosto dele, ficando séria e semicerrando os olhos.

– Se você ficar me observando, eu não vou conseguir assistir o filme.

– Mas...

– Você tá muito distraído hoje, esse é o nosso filme favorito, por quê não quer assistir?

– Você tá mais interessante hoje.

– Idiota, o que está falando? – falou a garota, ficando vermelha.

– Você gosta de mim, KyungSoo?

– E-eu... – começou tímida mas logo pegou um travesseiro, batendo no mais alto. – Ficou louco?!

– Aish, não precisa me bater assim... Foi só uma pergunta.

– Não me chama de KyungSoo, eu gosto de Soo.

– Tá bom, desculpa... Mas... Você gosta?

– Não te interessa!

– Claro que interessa!

– Por que quer saber?

– Ora, porque eu gosto de você.

– Que?

– Eu disse que gosto de você, ué.

Ops... Chanyeol, momento errado pra se declarar. Tá que KyungSoo era uma menina bem esquentadinha, mas ela tinha sentimentos. E foi em meio a um turbilhão de sentimentos e hormônios que os olhos da menor se encheram de lágrimas, seu rosto começando a ficar vermelho.

– Soo? O que houve? Eu disse algo errado?

– Disse, seu idiota...

– O que eu disse? Desculpa...

– Chanyeol, vai se ferrar, eu gosto de você... Para de brincar com meus sentimentos.

– Eu não tô brincando...

– Para, idiota.

A pequena, em um segundo passou a ficar irritada, e com aquela feição que na verdade Chanyeol achava adorável, foi impossível não beijá-la. Assim, Chanyeol o fez.

O beijo começou lento e aos poucos foi se intensificando, Chanyeol ficando sobre ela aos poucos, fazendo a mesma suspirar de um jeito meio manhoso. Quando separaram os lábios, Chanyeol sorriu, mas logo levou um tapa na nuca.

– Não faça isso de repente!

– Soo...

– Eu vou te jogar por aquela janela.

E assim, começaram a correr pelo quarto, Soo o enchendo de tapas e ele a enchendo de beijos.

Ah... Nada como um amor recíproco, não é mesmo?


Notas Finais


Acabouuu :')
Agradeço a minha tia pela frase "te prepara mano", sem ela eu nem teria o plot dessa OS.
Enfim, me sigam no tt pra mais atts gente, lá a gente fala de chansoo, eu tiro dúvidas das fanfics, a gente fica amiguinho e eu aceito sugestões hein
https://twitter.com/xanielluv


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...