História Te suporto ou amo? - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Marco Pigossi, Paolla Oliveira
Personagens Marco Pigossi, Paolla Oliveira
Tags Pagossi
Visualizações 185
Palavras 774
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Primeiro me desculpem aqueles que gostam da Isis, então acho bom não ler se caso goste! 👍

Capítulo 18 - Toda verdade aparece, pode ser tarde ou cedo demais!


Fanfic / Fanfiction Te suporto ou amo? - Capítulo 18 - Toda verdade aparece, pode ser tarde ou cedo demais!

Paolla

Depois de tudo que tinha acontecido, eu nem ao menos poderia ficar em casa, mas como sou forte, fui trabalhar mesmo com a dor de cabeça e do coração.

Chegando em casa eu tomei um banho e me troquei rapidamente, tinha gravação e a faria, ainda bem que não seria hoje a noite de amor de Zeca e Jeiza, sabia muito bem que capacidade para isso eu não tinha.

Quando cheguei no Projac, Marco estava sentado em um banco com o texto em mãos, ele me disse oi, mas fiz questão de passar seca, pois a mim ele não enganaria mais!

Me sentia uma burra e queria desaparecer do mundo, estou com raiva de mim mesma.

Juliana e Gisele estavam cada vez mais próximas de mim, então decidi contar toda a verdade para elas.

-Já que você resolveu nos confidenciar isso serei sincera, não parece coisa do Marco, você vai me perdoar, mas a Isis sempre me pareceu uma má pessoa!

Gisele afirmou.

-Tem certeza que isso não é coisa de mulher traída ? Porque mais me parece isso Pah!

Juliana falou desabafando.

Zezé que estava no camarim sem que a gente percebesse, havia escutado tudo e resolveu denunciar algo a mim.

-Paolla e meninas me permitem dizer, eu sei que estou dando uma de xereta, mas preste mais atenção no Rogério ele não é nenhum santo não viu!

-Por que diz isso?

Pergunto curiosa.

-Olha siga ele e Isis e você verá com teus próprios olhos, os dois não prestam você descobrirá se fizer o que estou te falando! Falo do coração!

Me pareceu ser sincera.

Juliana e Gisele ficam comigo por um tempo antes de irem gravar, me ajudão a decidir o que fazer, mas confesso que depois que Zezé me disse aquilo de Rogério fiquei com uma pulga atrás da orelha, e portanto decidi que os seguiria.

Na hora do almoço Rogério me disse que daria uma saidinha rápida, mas essa saída não aconteceu pois eu estava atrás dele e ele ainda continuava dentro do projac.

Foi andando com o carrinho cada vez mais distante do estúdio de a força do querer, estava ficando cada vez mais desconfiada.

Ele parou em um estúdio com reforma construtiva, onde pareciam estar todos em almoço, afinal era o horário de almoço!

Fiquei observando atrás de uma pequena mureta de concreto agachada, vejo alguns minutos depois Isis chegar e lhe beijar na boca. 

Droga! Esses desgraçados eram amantes a quanto tempo?

Eles andaram para um lugar possivelmente mais escondido da construção e eu os seguia sorrateiramente para que não notassem minha presença.

-O que você queria me falar?

Rogério perguntou para Isis.

-Sabia que Paolla estava com Marco? E que os dois planejavam separar e ficar juntos?

-Como você descobriu?

-Ah, Rogério você sabe que eu odeio Paolla e sei que mulher pra você sou eu e não ela, claro que a segui e vi todos seus encontrinhos com o Marco, e aí vai querer ficar com ela depois desse galho na cabeça?

-Primeiro você só é mais uma vagabunda já ganhou o personagem que queria, a Paolla é a mulher que eu quero, se eu quiser tirar Marco do meu caminho eu tiro!

-Não vai ser mais preciso, eu fiz por amor a você! E insisto que um dia você me verá com outros olhos!

-Para de enrolação, o que você fez?

Então foi invenção dessa vagabunda! Gravarei! É prova para mostrar pro Marco também! 

Peguei o celular e filmei de um ângulo que fosse possível e que ficasse reconhecível os dois.

-Ontem fiz questão de encontrá-la umas 20:00 horas, levei ela para um bar fingi que o Marco armou uma situação toda para usá-la. Então ela ficou enchendo a cara no bar sozinha!

-Você é louca, se tivesse acontecido algo com ela eu mesmo te matava!

Falo gritando.

-Calma! O melhor vem agora! Ela ficou tão bêbada que nem me reconheceu depois que peguei ela no bar e deixei no prédio do Marco avisando o porteiro para ajudá-la a subir. Ela passou a noite lá vi como saiu com raiva e batendo a porta da casa dele bem forte!

- E se ele relou nela ? Você acha que gostei dessa sua armação piranha?

Rogério disse raivoso a pegando pelo pescoço, Isis então tossiu com falta de ar e tentava falar algo, foi ai que dei um bola fora fazendo um barulho com sapato e ele acabou soltando ela.

-Quem tá aí?

Rogério perguntou.

Fiquei branca de medo sem saber como escapar dessa.

-Isso aqui é uma construção Rogério tem barulho toda hora!

Ufa!

Isis falou e eu me aliviei.

Então os dois ficaram se agarrando naquele local, fizeram sexo ali e tive que suportar tudo, os gemidos e os palavrões indecentes até que fossem embora para mim ir também.

Mandei o vídeo pelo whats pro Marco e falei que depois conversávamos!


Notas Finais


Amanhã postarei mais e prometo que adorarão os capítulos 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...