História Te suporto ou amo? - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Marco Pigossi, Paolla Oliveira
Personagens Marco Pigossi, Paolla Oliveira
Tags Pagossi
Visualizações 267
Palavras 575
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 20 - Confirmando nosso amor


Fanfic / Fanfiction Te suporto ou amo? - Capítulo 20 - Confirmando nosso amor

Marco

Confessei, pois queria que soubesse o tamanho do meu sentimento!

Mesmo quando achava que a odiava eu pensava nela, no fundo meu coração sempre soube que Paolla era a mulher ideal e eu queria ama-la, sem nenhum impedimento, tinha certeza que queria viver com ela, apesar de tudo ser tão recente.

Levantei com ela em meus braços e caminhei em busca do quarto.

-Marco o quarto é ali!

Ela disse apontando a direção com um espontâneo sorriso no rosto achando graça do meu desespero.

Chegando na porta consigo virar a maçaneta sem colocar Paolla no chão, empurro a porta com o pé esquerdo.

Estava tão apressado que consegui apenas direcionar onde a cama estava. Coloco ela deitada ficando por cima de seu corpo e volto a beija-la. O beijo durou mais do que deveria, um pouco sem fôlego fui moldando cada parte do seu corpo com minhas mãos enquanto beijava seu pescoço. Paolla entrelaça as pernas em minha cintura pressionando fortemente seu sexo contra minha excitação, ela geme com isso e eu a acompanho.

O vestido vinho que usava estava se tornando um empecilho, então fiz com que ela se sentasse na cama e assim ela fez me ajudando a arrancá-lo. Ficando apenas de peças íntimas eu admiro seu corpo e ela é perfeita em seus mínimos detalhes, a barriga definida e dura, cada curva generosa de seu corpo, os pequenos seios, ela é linda!

Então ela em desespero querendo me ver despido me ajuda a tirar a blusa e o jeans que eu usava. Ainda sentado puxei ela para cima de meu colo, beijando-a desejoso por nossas peles uma contra outra, me controlo pois queria que fosse especial e assim faria de forma com que entendesse minha paixão! Beijo seus ombros e desço aos seus seios, me volto abraçando seu corpo procurando abrir o fecho de seu sutiã, quando seus seios ficam descobertos eu os acaricio, chupo um de seus mamilos e ela arqueia seu corpo para trás com os lábios entre abertos sentindo prazer, eu podia me satisfazer somente vendo como ela agia enquanto eu a torturava, me deliciava com cada gemido dela! Volto a deitá-la na cama, mordisco cada parte de sua pele, coloco minha mão em seu sexo e percebo sua calcinha molhada, ela estava pronta para me receber mas eu ainda queria vê-la se contorcer mais um pouco. Algumas vezes ela exclamava "por favor", mas continuei a beijar seu abdômen, descendo dou-lhe um beijo em sua coxa fazendo com que ela tenha pequenos espasmos.

Ajoelho na cama faço com que ela dobre as pernas e arranco a última peça íntima, sua calcinha.

Paolla geme alto quando meu primeiro dedo lhe invande a intimidade, logo depois o segundo então ela franzi a sombrancelha arqueando as costas. Sinto sua carne se contrair então tiro os dedos a torturando ainda mais.

Ela me olhava mordendo os lábios ansiosa pelo que viria enquanto eu estava em pé me despindo da cueca boxer que usava.

Paolla 

Quando ele volta para mim e me penetra mordo seu ombro com satisfação, minha mente viajava em outro mundo, entorpecida com tanto prazer  arranho suas costas, agora a certeza de que ele era a minha metade é absoluta.

Enquanto me devorava com rigidez ele gemia falando meu nome e eu o seu, então ele se vira comigo por cima me deixando tomar as rédeas do prazer, lentamente chegamos ao ápice.  

 Ofegantes, nus e suados estávamos depois de fazermos amor. 

Me aninho deitada em seu peito e adormeço junto a ele.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...