História Te vejo, te sinto e te desejo - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens Emma Swan, Henry Mills, Regina Mills (Rainha Malvada), Ruby (Chapeuzinho Vermelho), Zelena (Bruxa Má do Oeste)
Tags Once Upon A Time, Swan Queen, Swanqueen
Visualizações 111
Palavras 1.857
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi gente descupe a demora e a sumida
Estou trabalhando das 9 da manha ate as 22 da noite, chego e so quero um combo Banho e Cama
Mais no meu horario de almoço estou escrevendo
Entao sem mais demora ai esta mais um cap
e jaja posto mais

Capítulo 4 - Se acorvadou


Fanfic / Fanfiction Te vejo, te sinto e te desejo - Capítulo 4 - Se acorvadou

Pov Emma

 

Cheguei e Ruby já estava a minha espera comendo um churros, este era nosso quiosque favorito tem os melhores churros que já comi na vida ficamos conversando um pouco e seguimos para nos sentar embaixo de uma árvore


 

_Então lobinha o'que tinha para mim.contar?

 

_ Conheci alguém


 

_ Você sempre conhece alguém

 

_ Mas ela é diferente, eu to apaixonada, aí Emma quando a vi nossa ela é a ruiva mais linda  que eu já vi, zelena é engraçada, leve, inteligente ela é perfeita

 

_ Uau você está mesmo apaixonada

 

_ Bom tenho que ir patinho nos falamos mais tarde

 

_Vai lá até mais tarde

 

Depois que Ruby se foi Emma ficou observando o parque perdida em pensamentos quando

Uma bola passo raspando na cabeça de  Emma ela se esquivou pensando que aquilo foi por pouco, então o garoto veio correndo seu coração parou na hora ao olhar para ele

 

_Ditupa

Ele abriu o sorriso mais lindo para ela e correu para pegar a bola

 

_HENRY

_ tau

 

Ela nem teve tempo para responder pois ele já havia saído correndo, Emma o seguindo com o olhar, ele correu em direção a morena e pulou em seu colo sorrindo, ela não teve coragem de se aproximar apenas ficou os observando,a cena parecia um daqueles comerciais de tv onde mostra aquela família sorrindo e trocando olhares amorosos, aquela família perfeita onde o filho olha para mãe como se ela fosse a visão mais bela do mundo, e a mãe o olhar como se ele fosse a pessoa mais frágil e preciosa que ela poderia imaginar, aquela cena que você deseja fazer parte, para Emma era assim que a cena se desenvolvia, e ela foi tomada pelo desejo insano de se incluir entre os dois, para ela  aquela cena trazia um misto de sentimentos, ela estava fascinada mas a coragem lhe faltar, suas pernas não se moveram, ela então se sentou e ficou apenas os observando, mãe e filho brincava, sorriam depois de um tempo entre correr um atrás do outro,ou de se jogarem na grama abraçados e fazendo cosquinhas um no outro, eles sentaram sobre uma toalha estendida e entre risos comeram seus lanches, volta e meia a morena olhava em volta a procura de algo, Emma agradeceu mentalmente por não poder ser vista de onde a morena estava, Emma tinha a visão perfeita deles, mas da posição em que estava a morena não conseguia vê la

Mas será por que ela tanto olha para os lados? Será que está esperando alguém? Talvez o pai do garoto? O coração de Emma saltou com o pensamento, ela até agora não viu o pai, do garoto, levou seus olhos para a mão da morena a procura de uma aliança, mas não havia uma, seu coração se alívio, mas ainda sim quem ela tanto procura? A morena levantou seu olhar novamente, desta vez olhando em direção da loira, Emma congelou moveu mais para trás da árvore, a fim de ficar mais escondida, AI EMMA AGORA SIM VOCÊ SE PARECE COM UMA LUNÁTICA, voltou a olhar a morena que tinha voltado sua atenção ao filho, no fim do lanche, o garoto foi para o colo da mãe e ficaram ali curtindo o momento, até a morena ser despertada pelo celular, de onde Emma estava não era possível ouvir a conversa, a morena guardou o celular falou algo para o filho se levantaram, juntaram suas coisas e saíram de mãos dadas, deixando Emma curiosa e triste,  se lamentando por sua covardia, ela teve a oportunidade perfeita para se aproximar, afinal eles estava no parque, as pessoas conversam e se conhece nos parques, ela poderia ter inventado uma desculpa qualquer, mas não ela tinha se acovardado, Emma ficou frustrada com seus próprios pensamentos se levantou e foi embora


 

Pov Regina

 

Aquela mesma sensação de estar sendo observada, mais olhei para todos os lados e nada, as poucas pessoas que estava próximo estavam absorvidos em suas próprias atividades, olhei novamente em volta, olhei atentamente para o ponto onde tinha mais árvores, tentando ver se havia alguém ali, mais nada vi, fui tirada do meu transe com meu celular tocando, sorri ao ver que era minha irmã

"Ei zell"

 

"Bom dia sis, o'que está fazendo? Vem almoçar na casa da mamãe, to com saudades do meu fofuxo, e tenho algo para te contar"

 

"Estou no parque com Henry, saindo daqui vou para casa da mamãe, você já está na casa dela? E o'que tem para mim conta, sabe que sou curiosa então desembucha logo"

 

"Curiosa, kkk, ok eu conheci alguém aí sis ela é perfeita de mais"

"Novidade você sempre conhece alguém"

 

"Há mais agora é sério, acho que estou apaixonada, Ruby é linda, inteligente e engraçada"

 

"Uau zelena mills dando suspiro por alguém, está eu tenho que conhecer e da meus comprimentos"

 

"Aí Regina, não sei por que te conto as cousas, se você só sabe tira sarro da minha cara"

 

"Você me conta por que sou sua melhor amiga irmã mais nova, e sua consciência racional voz da razão"

 

"Idiota, anda logo, já estou na mamãe te esperando bay"

 

"Ok te vejo daqui a pouco beijos"

 

_Ei bebê, está na hora de ir

 

_ Não mamãe vamo fica mais, vamo binca mais

 

_ Não dá amor, vamos almoçar com a vovó e a titia, depois voltamos mas está bom

 

_vamu pa casa da vovó entÃO

 

De uma última olhada em volta, juntei as coisas e fui para casa da minha mãe, eu e Zelena, vamos para lá sempre que temos tempo, depois da morte de papai, vamos ainda mais, não quero que mamãe se sinta sozinha, ela é louca pelo Henry, o mimando, ele consegue arranca os melhores sorriso dela, e ela adora ver eu e minha irmã lá, ela sempre foi aquela mãe coruja, ama cozinha e nos tratar feito crianças ainda, eu não reclamo, amo os mimos da minha mãe, e agora que sou mãe a entendo, ter meu filho perto me enche de prazer, prendo Henry na cadeirinha e fomos cantando músicas infantis o caminho todo

 

_Meu amorzinho a vovó estava com tanta saudades, vem cá na vovó

 

_Ei mamãe e eu não ganho beijo é?

 

_Kkkkk vem cá minha filha caçula predileta, e ciumenta

 

_Sou sua única filha caçula

Falo fazendo bico, ela sorri e me puxa para um abraço apertado, como amo este abraços que me passa conforto e amor

 

_OUVIO ISTO ZELENA FILHA PREDILETA

resolvi perturbar minha irmã que entrava na sala

 

_Ouvi sis principalmente a parte CAÇULA PREDILETE, JA PARA MIM ELA DISSE FILHA PREDILETA SOMENTE

 

Olhei para minha mãe com cara feia, que sorrio da nossa briga


 

_Sua mamãe e sua titia são duas bobas ciumentos Henry

 

_NAO SOMOS NÃO

 

Respondemos juntas eu e zelena, nos olhamos e começamos a ri, sim nos somos, muito ciumenta, mesmo mamãe nunca mostra diferenças entre nós, mais adoramos nos provocar, e mamãe sempre é quem tem que intervir, minha irmã veio até mim para um abraço apertado que logo eu retribui, tenho sorte pela família que tenho, minha mãe é a melhor e minha irmã além de irmã é também minha melhor amiga

 

_Oi sis, estava com saudades

 

_Oi zell eu também, te proíbo de viajar e ficar tanto tempo fora

 

Falei séria ao soltar do abraço, e era verdade está com saudades da minha irmã, depois que tive o Henry ela é que viaja para a empresa me deixando para fica com meu filho, administramos juntas a imprensa de nossa família, me formei em administração, publicidade e marketing, zelena em propaganda cada uma administrar um setor da empresa, com o apoio dela e de mamãe me tornei a presidente, tenho 50% das ações, Zelena outros 30% e mamãe 20%,   minha família é tudo para mim

 

_Então zell, me conta tudo, quero saber deste milagre

 

_A conheci em uma festa, ela é modelo, ela estava com Ingrid, quem nos  apresentou, aí sis eu nem sei como.descrever, tivemos uma noite maravilhosa, uma semana perfeita

 

_ Zel fico tão feliz por você, você merece ser feliz, eu quero conhece lá

 

_ Você vai vamos marca um jantar, ela.quer que eu conheça a melhor amiga dela que é como uma irmã para ela, é eu quero que ela te conheça, afinal sua opinião e importante para mim, eu amo você sis

 

_Eu também te amo ruiva fabulosa

As duas se abraçaram entre o riso

 

_ Olha só Henry, nem nos convidaram para a festa, nós também queremos abraços ne Henry

 

_Eeeee

 

E assim Cora e Henry se juntaram naquele abraço cheio de carinho e amor, os abraços, os beijos, o carinho e principalmente o amor, aquela família compartilhava tudo, as dores, lágrimas e a felicidade

Cora não poderia estar mais orgulhosa de  suas filhas, ela agradecia a deus por ter te presenteia com duas filhas maravilhosa que apesar de ser o oposto uma da ultra elas se complementam, para Cora, Zelena era o furacão, o sol radiante em sua vida, é Regina a fúria que não pode ser domada a noite bela e cheias de mistério que tanto a fascina, suas filhas seu maior tesouro e seu neto o pacotinho que veio para completa sua família, quando Regina falou que faria uma inseminação Cora não se opôs ela esteve ao lado da filha em cada passo a apoiando em cada decisão, para ela a felicidade da filha estava acima de qualquer coisa ela viu a filha sofrer, desejo tira cada pontinho de dor da filha, e tomar para si, ela apertou as filhas ainda mais em seus braços desejando ficar ali para sempre, naquela bolha cheia de amor, carinho e devoção, mais suas filhas começaram a resmungar algo do tipo

 

"Mamãe está nos sufocando, precisamos respirar"

 

Relutante às soltou só para olha para as duas que estavam vermelhas mais com os sorrisos mais lindo que Cora tanto ama ela as puxou novamente dando outro abraço de mamãe ursa nelas

 

_ Sis mamãe tá querendo nos matar sufocadas

 

Regina trocou um olhar com zelena, pois já sabia que sua mãe já estaria com os olhos cheios de lágrimas, assim como elas, eram lágrimas de felicidade por poder compartilhar todo este sentimento imensurável com as pessoas mais importante em suas vidas, e elas apertaram a mãe mais, palavras não.precisam ser ditas, ali só um sentimento ela compartilhado o AMOR.

 

_To tu fome mamãe

 

Henry reclamo, às fazendo sair do abraço entre risos e lágrimas

 

_ Vem na vovó, e vamos almoçar meu pacotinho de amor

 

Regina olhava para a interação de sua mãe e irmã com o filho e se sentia a pessoa mais sortuda do mundo, aqueles três eram sua vida, sua fortaleza

E assim a família Mills almoçaram entre risos e conversa

Regina voltou para casa com um sorriso nos lábios, colocou seu filho para dormi, e foi para sua amada varanda



 

Pov Emma

Emma passo o resto da tarde trabalhando ela comandava a empresa da família, a Suas designe, ela planejava e decoração ambientes, a cartela de clientes era extensa e crescia a cada dia, fazendo o serviço sempre se acumular, sempre trazia trabalho para casa, hoje não fora diferente

 


Notas Finais


E ai oque acharam?
Descupe qualquer erro


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...